Relatório Anual
Annual Report
2011 | 2012
Relatório Anual
Annual Report
2011 | 2012
Missão, Visão e Valores
Mission, Vision and Values
Mensagem do Conselho
Message from the Board
Cenário Brasileiro
Brazilia...
Unindo talentos e ampliando
oportunidades
Quando iniciamos as atividades da Fundação Estudar, tínhamos o claro propósito d...
Bringing together talents
and multiplying opportunities
When we started Fundação Estudar, we envisioned empowering people ...
6
Missão
Criar oportunidades para gente boa agir grande
e melhorar o Brasil.
Visão
Ser a melhor comunidade de transformado...
7
Our Mission
To create opportunities for capable Brazilians to achieve
great things and contribute to their country.
Our ...
8
O bom desempenho da economia brasileira em meio a
uma das maiores crises mundiais colocou o país em
posição de destaque ...
9
esteve no Brasil em março deste ano para participar do
Ciclo Grandes Universidades da Fundação Estudar.
À primeira vista...
10
em relação a 2003. Os brasileiros também aumentaram
sua contribuição para a difusão do conhecimento
acadêmico: o total ...
11
the University’s eighth global center – in September of this
year. In addition to supporting Columbia’s researchers, th...
12
O número de matrículas em graduação aumentou 62% desde 2003 (em milhões)
The number of undergraduate enrollments has gr...
13
Um caminho a percorrer
The path ahead
Apesar do avanço, o Brasil ainda tem muitas carências para resolver na área da ed...
14
A Fundação Estudar chega a 2012 com um perfil
muito mais abrangente do que o da instituição que
nasceu há 21 anos desti...
15
Ao mesmo tempo em que amplia seu trabalho com as
bolsas de estudo, a instituição vem criando novos canais
para chegar c...
16
com os recém-chegados. Na parte financeira, se envolvem
diretamente com o Comitê de Captação e mais de 200
dos bolsista...
17
Ao adotar um posicionamento mais amplo, a Fundação
Estudar passou a oferecer aos jovens de alto potencial
diferentes at...
18
estudo academics
Fundação Estudar | iniciativas
1919
estudo academics
Programa de Bolsas
Oferecidas pela Fundação Estudar desde a sua criação,
as bolsas de estudo ganhara...
20
carreira career
Fundação Estudar | iniciativas
2121
carreira career
Professional and Academic
Advising Program
Aware of the impact that well-executed advising can have
o...
22
Programa de Orientação
de Carreiras (POC)
Disponibilizado aos bolsistas de graduação da Fundação
Estudar, o Programa de...
23
Fórum Executivo
O modelo do Fórum Executivo foi trazido com inspi-
ração no trabalho do YPO (Young Presidents’
Organiza...
24
inspiração inspiration
Fundação Estudar | iniciativas
2525
INSPIRAÇÃO INSPIRAtion
Liderança na Prática
Trata-se de uma série de encontros inspiradores em que
líderes empresaria...
26
Ciclo Grandes Universidades
Criado em 2011, o projeto traz ao Brasil nomes do alto
escalão das universidades de primeir...
27
50 Premiados (14 a 19 anos)
50 winners (14 to 19 years of age)
Por gênero
By GENDER
Homens
Men
Mulheres
Women
POR distr...
28
Por gênero
By GENDER
Homens - 4.428
Men - 4,428
Mulheres - 3.762
Women - 3,762
Número de inscrições
Number of applicati...
29
Romance de Formação
As alegrias e os anseios de quatro jovens que estudam
nas principais instituições acadêmicas do mun...
30
Inglês para a classe C
English for the New Middle Class
Ana Gabriela Machado Pessoa, 30
Bolsista de 2006, Mestrado em P...
31
A clássica frase dos cursos de inglês “The book is on the
table” já não faz mais tanto sentido para a carioca Ana
Gabri...
32
O objetivo de Ana é oferecer conteúdos educacionais a
pessoas da classe média que, por falta de tempo ou
dinheiro, não ...
33
Fora da zona de conforto
Outside of his comfort zone
Colin Butterfield, 39
Bolsista de 2002, MBA, Dartmouth College (EU...
34
Acomodar-se não parece ser uma palavra presente no
vocabulário pessoal do paulista Colin Butterfield. Aos 39
anos, Coli...
35
minha vida, mas desde que escolhi trabalhar no
Garantia, nunca mais entrei num barco”, conta.
Depois de passar pelo ban...
36
Presidente das próprias ideias
President of his Own Ideas
Pedro Henrique Henriques Fernandes de Cristo, 29
Bolsista de ...
37
Distanciar-se dos fatos é, muitas vezes, essencial para
tornar os pensamentos mais claros. Foi o que fez há
três anos o...
38
Sonho antigo
Não é por acaso que Pedro acabou estudando políticas
públicas e hoje lidera projetos nessa área. Quando
pe...
39
Educação em grande escala
Education on a Grand Scale
Thiago Freire Feijão Moreira, 23
Bolsista de 2010, Engenharia Mecâ...
40
Foi ao passar as compras pelo caixa de um supermercado
em São José dos Campos que o cearense Thiago Feijão, de
23 anos,...
41
Inspiração
Além de ser uma pessoa que naturalmente coloca a mão
na massa, Feijão também conta com os bons exemplos
que ...
42
Para o desenvolvimento de seu trabalho, a Fundação
Estudar conta com uma ampla rede de parceiros – entre
empresas, univ...
43
Cybertécnica
David Rockefeller Center for Latin American Studies –
Harvard University
Deloitte Touche Tohmatsu Auditore...
44
O comprometimento de todos os bolsistas da Fundação
Estudar permite que o trabalho da instituição continue
sendo desenv...
45
Bolsistas que quitaram as bolsas em 2011-2012
Scholarship winners who paid back their scholarships in 2011 – 2012
No pe...
46
Alexandre de Barros Cruz e Guião
Alexandre Valério De Wilde
André Sapoznik
Antônio Vicente La Camera
Carlos Henrique Lo...
4747
Rodolfo Aranha Alves Barreto
Rodrigo Leonardo Anunciato
Rosineide Wanderley Tinoco
1998
Alexandre Ferraz de Marinis
B...
48
bolsistas de 2012
Scholars of 2012
Fundação Estudar | bolsistas de 2012
49
Scholarship
Program
Programa de
Bolsas
O Programa de Bolsas da Fundação Estudar financia os
estudos de jovens alunos de...
50
Distribuição geográfica dos candidatos - Processo Seletivo 2012
geographic distribution of the applicants - Selection P...
51
Processo Seletivo de 2008 a 2011
Selection Process 2008 – 2011
Processo Seletivo de 2012
Selection Process 2012
graduaç...
52
Lista de aprovados 2012
List of approved scholars
Graduação no Brasil
Undergraduate in Brazil
Ana Flávia Sousa Ramos, 2...
53
Maurício Peixoto de Matos Almeida, 18
Ciência da Computação Computer Science – Michigan
State University
Pós-graduação
...
54
Júlia Evangelista, Rodrigo Fraga e Renato Caumo
Fundação Estudar | bolsistas de 2012
55
Letícia Rosa dos Santos
Fundação Estudar | scholars of 2012
56
Vitor Mota Rodrigues da Silva e Mariana Georges Monteiro
Fundação Estudar | bolsistas de 2012
57
Camila Zattar e Leonardo Damião
Fundação Estudar | scholars of 2012
58
Ana Flávia Sousa Ramos e Diogo de Jesus Medeiros
Fundação Estudar | bolsistas de 2012
59
Eduardo Baer
Fundação Estudar | scholars of 2012
60
Gustavo Haddad Francisco e Sampaio Braga, João Henrique Aquino Vogel e Sara Izumi Nishimura
Fundação Estudar | bolsista...
61
Raphael Martins
Fundação Estudar | scholars of 2012
62
Michel Portas
Fundação Estudar | bolsistas de 2012
63
Ricardo Corrêa da Silva, Isabel Viegas de Lima e Raquel Nunes
Fundação Estudar | scholars of 2012
64
Wildiner Estainer Batista e André Mendes da Silva
Fundação Estudar | bolsistas de 2012
65
Dafne Guisard
Fundação Estudar | scholars of 2012
66
Maurício Almeida
Fundação Estudar | bolsistas de 2012
67
Ricardo Camatta Sodré e André Luiz de Moura Marques
Fundação Estudar | scholars of 2012
68
Matheus Antunes Gomes, Raiane Fernanda Pinheiro e Mateus Souza Borges
Fundação Estudar | bolsistas de 2012
69
Camilla Matias Morais
Fundação Estudar | scholars of 2012
Relatório Fundação Estudar 2011-2012
Relatório Fundação Estudar 2011-2012
Relatório Fundação Estudar 2011-2012
Relatório Fundação Estudar 2011-2012
Relatório Fundação Estudar 2011-2012
Relatório Fundação Estudar 2011-2012
Relatório Fundação Estudar 2011-2012
Relatório Fundação Estudar 2011-2012
Relatório Fundação Estudar 2011-2012
Relatório Fundação Estudar 2011-2012
Relatório Fundação Estudar 2011-2012
Relatório Fundação Estudar 2011-2012
Relatório Fundação Estudar 2011-2012
Relatório Fundação Estudar 2011-2012
Relatório Fundação Estudar 2011-2012
Relatório Fundação Estudar 2011-2012
Relatório Fundação Estudar 2011-2012
Relatório Fundação Estudar 2011-2012
Relatório Fundação Estudar 2011-2012
Relatório Fundação Estudar 2011-2012
Relatório Fundação Estudar 2011-2012
Relatório Fundação Estudar 2011-2012
Relatório Fundação Estudar 2011-2012
Relatório Fundação Estudar 2011-2012
Relatório Fundação Estudar 2011-2012
Relatório Fundação Estudar 2011-2012
Relatório Fundação Estudar 2011-2012
Relatório Fundação Estudar 2011-2012
Relatório Fundação Estudar 2011-2012
Relatório Fundação Estudar 2011-2012
Relatório Fundação Estudar 2011-2012
Relatório Fundação Estudar 2011-2012
Relatório Fundação Estudar 2011-2012
Relatório Fundação Estudar 2011-2012
Relatório Fundação Estudar 2011-2012
Relatório Fundação Estudar 2011-2012
Relatório Fundação Estudar 2011-2012
Relatório Fundação Estudar 2011-2012
Relatório Fundação Estudar 2011-2012
Relatório Fundação Estudar 2011-2012
Relatório Fundação Estudar 2011-2012
Relatório Fundação Estudar 2011-2012
Relatório Fundação Estudar 2011-2012
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Relatório Fundação Estudar 2011-2012

3,775

Published on

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
3,775
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
6
Actions
Shares
0
Downloads
29
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Relatório Fundação Estudar 2011-2012"

  1. 1. Relatório Anual Annual Report 2011 | 2012
  2. 2. Relatório Anual Annual Report 2011 | 2012
  3. 3. Missão, Visão e Valores Mission, Vision and Values Mensagem do Conselho Message from the Board Cenário Brasileiro Brazilian Scenario Modelo de Atuação Operating Model Iniciativas Programs Perfis BioS patrocinadores sponsors Doações Donations Bolsistas de 2012 Scholars of 2012 06 04 08 14 17 30 42 44 48
  4. 4. Unindo talentos e ampliando oportunidades Quando iniciamos as atividades da Fundação Estudar, tínhamos o claro propósito de potencializar as pessoas, mas talvez não imaginássemos o quanto esse modelo poderia se desenvolver e chegar longe. Da concessão de bolsas de estudo por mérito - numa época em que financiamento e informação sobre estudo de alto nível no exterior não eram usuais - partimos para o apoio a mais jovens que, assim como nós, veem no conhecimento uma oportunidade de ampliar horizontes e, com isso, contribuir de forma mais efetiva para o progresso do Brasil. Em pouco mais de duas décadas, a instituição concedeu apoio financeiro, oportunidade de carreira e inspiração a vários jovens de excelência, garra e vontade de fazer algo significativo. Com o objetivo de ampliar e melhor divulgar a iniciativa, os programas passaram a oferecer informação, referência, apoio e inspiração a jovens de 15 a 34 anos do país todo e que compartilham de nossos valores, por meio de bolsas, prêmios, programas de orientação e da disseminação de um conteúdo especial. Esse trabalho só terá relevância se puder ser perenizado por meio de sua própria comunidade de ex-alunos, que contribui com tempo, recursos e se dedica de diversas formas. Empresas, pessoas físicas e instituições educacionais completam a rede de apoio mútuo da Estudar. Uma governança efetiva, um programa claro e organizado de atuação e um forte senso de comunidade serão essenciais para os passos futuros, além da insubstituível crença de que sempre se pode melhorar e, para isso, deve-se estar aberto a aprender o tempo todo. Estamos melhorando e aprendendo com os bolsistas, com as histórias espetaculares de jovens que descobrimos Brasil afora, com os patrocinadores, parceiros e amigos. Recebam aqui a nossa gratidão e o convite a continuarem unindo talentos e multiplicando oportunidades conosco. Conselho da Fundação Estudar
  5. 5. Bringing together talents and multiplying opportunities When we started Fundação Estudar, we envisioned empowering people – but we could not have imagined how this model would develop, nor how far it would ultimately go. We began by awarding merit-based scholarships in a time when providing financial aid for and information about studying abroad was far from the norm. Today, we support young Brazilians who share our belief that acquiring knowledge constitutes an opportunity to broaden horizons and to contribute effectively to Brazil’s progress. In little more than two decades, Fundação Estudar has awarded scholarships, offered opportunities for professional development, and inspired many excellent, dedicated and ambitious young adults. With the aim of broadening and disseminating our programs, Fundação Estudar now offers information, guidance, support and inspiration to Brazilians between 15 and 34 years of age. These young Brazilians, who hail from all over the country, share our values and benefit from our scholarships, prizes, advising programs and special events. Estudar’s work remains relevant thanks to our community of former scholarship recipients, who contribute their time, resources and energy in various ways. In addition to our former scholarship recipients, businesses, individuals, and educational institutions form integral parts of Estudar’s network. Effective management, clear and well-organized programming, and a strong sense of community are essential for Estudar’s next steps. As always, we maintain our steadfast belief that improvement is always possible and, as a result, that one should always remain open to learning. We are constantly improving and learning – from our scholarship recipients; from the spectacular stories of talented people from all corners of Brazil; from our sponsors, partners, and friends. Please know that we are grateful. We invite you to continue working with us to bring together talents and to multiply opportunities. The Board of Fundação Estudar
  6. 6. 6 Missão Criar oportunidades para gente boa agir grande e melhorar o Brasil. Visão Ser a melhor comunidade de transformadores brasileiros unidos pelo conhecimento, mérito e ética, e reconhecida pela excelência em inspirar e contribuir para o desenvolvimento do Brasil. Valores Meritocracia, Excelência, Ética, Crença no conhecimento como elemento transformador, Senso de Comunidade, Garra e Superação, Capacidade de Retribuir. Fundação Estudar | missão, visão e valores
  7. 7. 7 Our Mission To create opportunities for capable Brazilians to achieve great things and contribute to their country. Our Vision We bring together Brazilian changemakers who are united by a common passion for knowledge, merit and ethics. Our community is recognized for inspiring Brazil and for contributing to its development. Values Meritocracy, Excellence, Ethics, Belief in knowledge as a source of change, Sense of Community, Hard Work and Overcoming Obstacles, Giving Back. Fundação Estudar | mission, visIon and values
  8. 8. 8 O bom desempenho da economia brasileira em meio a uma das maiores crises mundiais colocou o país em posição de destaque durante os últimos anos. Nos mais diversos setores, os olhos dos líderes mundiais se voltam com cada vez mais curiosidade para a experiência brasileira. Na educação, não está sendo diferente. O recente avanço do setor e a evidente necessidade de melhorar a qualidade de ensino no país têm atraído o interesse de instituições de peso, dispostas a conhecer melhor a realidade do país e a estreitar laços. “Nossa curiosidade, e a do mundo, pelo que acontece no Brasil nunca foi tão grande”, diz John Coatsworth, pró-reitor acadêmico da universidade americana Columbia, que The Brazilian economy’s strong performance during the worldwide economic crisis has placed the country in a distinguished position. World leaders are looking with increasing curiosity toward the Brazilian experience in a diverse array of economic areas. This holds true for education, as well. Recent advances in this area, as well as the clear need to improve the quality of Brazilian education, have served to attract the attention of leading institutions. They want to better understand the the country’s reality and to develop connections with local institutions. “Our curiosity about what happens in Brazil has never been greater”, says John Coatsworth, Provost and Professor of International and Public Affairs and of Brazil in the age of education without boundaries O Brasil NA ERA DA EDUCAÇÃO SEM FRONTEIRAS Fundação Estudar | cenário brasileiro
  9. 9. 9 esteve no Brasil em março deste ano para participar do Ciclo Grandes Universidades da Fundação Estudar. À primeira vista, a evolução do ensino brasileiro nos últimos anos realmente chama a atenção. Durante a última década, a educação do país deu um salto em todos os níveis. O ensino básico teve o terceiro maior avanço dos últimos 10 anos entre os cerca de 60 países que participam do ranking educacional da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE). No ensino superior, o número de matrículas alcançou 6,38 milhões no último levantamento divul- gado pelo Ministério da Educação, um aumento de 62% History at Columbia University. He came to São Paulo in March 2012 to take part in the Great Universities Program, organized by Fundação Estudar. Even a cursory look at the evolution of Brazilian education in recent years draws one’s attention. During the past decade, education in Brazil leapt forward on all levels. Basic schooling enjoyed the third greatest advance of the last 10 years among the approximately 60 countries that take part in the ranking of the Organization for Economic Cooperation and Development (OECD). According to the latest figures from the Ministry of Education, higher education enrollments have reached 6.38 million – an Fundação Estudar | brazilian scenario
  10. 10. 10 em relação a 2003. Os brasileiros também aumentaram sua contribuição para a difusão do conhecimento acadêmico: o total de artigos publicados em periódicos científicos por pesquisadores do país cresceu 121% entre 2003 e 2009 – o segundo maior avanço do mundo, apenas atrás da China. Todo e qualquer avanço deve ser comemorado – mas, se olhada de perto, essa trajetória também atesta a dura realidade da educação no Brasil. Os índices apresen- taram melhorias tão expressivas também por saírem de um ponto de partida muito baixo e, apesar de impor- tantes, esses avanços ainda não colocaram o ensino em um patamar satisfatório. Segundo um estudo recente do Banco Mundial, a qualidade da educação básica no Brasil ainda é, em termos absolutos, inferior à média dos países com mesmo nível de renda, como Chile e México, e fica abaixo, inclusive, de nações classificadas como mais pobres, como Tailândia e Jordânia. No ensino superior, a fragilidade é visível principal- mente em áreas como Engenharia e Administração. O curso de Administração é o que mais forma profissionais no país -- foram 155.000 concluintes em 2009 contra 87.000 em Direito, o segundo colocado --, mas, mesmo assim, o número de formados não dá conta do recado. Segundo estimativa do Conselho Federal de Administração, existem dois milhões de bacharéis em Administração no Brasil para 6,8 milhões de empresas. Na área de Engenharia, a falta de mão-de-obra é ainda mais evidente. A comparação com outros países mostra que a formação de engenheiros no Brasil é realmente pequena: apenas 4% dos graduandos brasileiros se formam em Engenharia, contra 29% na Coréia do Sul e 35% na China. Como resultado, o Brasil é obrigado a “importar” profissionais. Em 2010, o país emitiu mais de 25.000 vistos para estrangeiros atuarem em projetos de engenharia no país. Novas Oportunidades A boa notícia é que, com o interesse internacional, o Brasil não está mais sozinho para tentar superar esses desafios. Diversos representantes de universidades americanas já manifestaram interesse em aumentar sua atuação no país. No caso da Columbia University, por increase of 62% since 2003. Brazilian scholars’ contributions to academic knowledge have also increased: the total number of articles written by Brazilian researchers and published in scientific journals grew 121% between 2003 and 2009. Only China enjoyed a greater increase during the same period Any and all advances should be celebrated – but, upon closer examination, these changes also attest to the harsh reality of education in Brazil. Such significant improvements were possible in great part because the indices started out so low; and while important, these improvements have not yet placed the country on a satisfactory level. According to a recent study by the World Bank, the quality of basic education in Brazil is still below the average in countries that share the same per capita income, such as Chile and Mexico. Furthermore, it ranks below certain poorer nations, including Thailand and Jordan. Weaknesses in higher education are particularly pronounced in areas such as Engineering and Business Administration. Business Administration is the most popular course of study in the country: in 2009, 155,000 students earned diplomas in this field. (That same year, 87,000 earned degrees in Law, the second most popular course of study.) Even so, the need for competent administrators goes unsatisfied. According to the estimates from the Federal Administration Council, there are 2 million college graduates with Administration degrees in Brazil – but 6.8 million businesses. In Engineering, the lack of qualified labor is even clearer. 4% of graduating college seniors in Brazil study Engineering, but this number pales in comparison with South Korea (29%) and China (35%). As a result, Brazil must “import” professionals: in 2010, the country issued more than 25,000 visas for foreigners to work on domestic engineering projects. New Opportunities The good news is that, thanks to international interest, Brazil must no longer face these challenges on its own. Various American universities have already shown interest in increasing their presence in Brazil. For example, Columbia plans to open an office in Rio de Janeiro – Fundação Estudar | cenário brasileiro
  11. 11. 11 the University’s eighth global center – in September of this year. In addition to supporting Columbia’s researchers, the center aims to draw more Brazilian students to Columbia. (At present, the University’s relationships with Brazilian institutions are decentralized and conducted through individual agreements.) “Our students and teachers travel the world to work on serious and interconnected academic projects. Any question, today, needs to be analyzed in a global context”, said Lee Bolinger, the president of Columbia, during Fundação Estudar’s Great Universities Program, in March. The Massachusetts Institute of Technology (MIT), one of the most important and innovative research institutions in the United States, has also expressed enthusiasm to work with Brazil: it recently negotiated a partnership with the Aeronautic Technology Institute (ITA) to promote the exchange of students and faculty. During a visit to Brazil on the invitation of Fundação Estudar, Peter Salovey, who serves as the Provost and the Chris Argyris Professor of Psychology at Yale, emphasized the importance of conceiving of education as a globally integrated activity. He said: “We have several professors doing research in Brazil, and it is good when we have students from the areas studied by our researchers. We began by forming regional leaders, but today we see no boundaries to educate people who can change the world”. O salto da educação Advances in education A evolução do ensino básico e superior no país chama a atenção The attention-grabbing development of basic and higher education in BraziL exemplo, está previsto para setembro de 2012 o lança- mento de um escritório no Rio de Janeiro, que será a oitava unidade global da instituição. Além de dar suporte aos seus pesquisadores, a ideia é atrair mais estudantes brasileiros para Columbia – hoje, a relação com as instituições brasileiras é descentralizada, feita por meio de acordos individuais. “Nossos alunos e professores saem pelo mundo trabalhando em projetos acadêmicos sérios e interligados. Toda questão, hoje, precisa ser analisada num contexto global”, disse o reitor da Columbia University, Lee Bollinger, durante o Ciclo Grandes Universidades, promovido pela Fundação Estudar. O Massachusetts Institute of Technology (MIT), uma das mais importantes instituições de pesquisa e inovação dos Estados Unidos, também deu sinais de entusiasmo com o Brasil ao negociar recentemente uma parceria com o Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), que prevê intercâmbio de estudantes e professores. Em sua visita ao Brasil a convite da Fundação Estudar, o diretor acadêmico e administrativo da Universidade de Yale, Peter Salovey, ressaltou a importância de pensar a educação como uma atividade integrada mundialmente. “Temos vários profes- sores fazendo pesquisas sobre o Brasil, e é bom quando temos alunos vindos das áreas estudadas pelos nossos pesquisadores. Começamos formando líderes regional- mente, mas hoje não vemos fronteiras na educação de pessoas que podem mudar o mundo”, diz Salovey. (quadro com três itens: País, Média geral no PISA e Avanço em relação à pesquisa anterior) - Fonte: Inep/MEC (Country, Average in PISA, Advance over previous position) - SOURCE: INEP/MEC O Brasil foi o terceiro país que mais evoluiu no ranking da educação básica, realizado pela OCDE. Brazil enjoyed the third greatest advancement in basic education, according to the ranking developed by the OECD. 4º portugal 29461 3º brasil / BRAZIL 33368 362º chile 403 5º liechtenstein 491 27 1º luxemburgo / LUXEMBOURG 443 39 Fundação Estudar | brazilian scenario
  12. 12. 12 O número de matrículas em graduação aumentou 62% desde 2003 (em milhões) The number of undergraduate enrollments has grown 62% since 2003 (in millions) 2003 3,94 2004 4,22 2005 4,57 2006 4,88 2007 5,25 2008 5,81 2009 5,95 2010** 6,38 *Inclui modalidades presencial e à distância. *Inclui modalidades presencial e à distância - Fonte: Inep/MEC *Includes both in-person and distance learning **Preliminary data - Source: Inep/MEC Fundação Estudar | cenário brasileiro
  13. 13. 13 Um caminho a percorrer The path ahead Apesar do avanço, o Brasil ainda tem muitas carências para resolver na área da educação. O número de anos de estudo da população adulta no Brasil ainda é muito inferior ao de outros países. Despite improvements, Brazil has many issues to resolve in the area of education. The number of years of schooling for the adult population in Brazil is still below that of other countries. Fonte: Banco Mundial SOURCe: world bank eua 12,4 USa brasil 7,2 braZil colômbia 7,3 colombia em anos In years china 7,5 china méxico 8,5 mexico peru 8,7 peru argentina 9,3 argentina chile 9,7 chile média 10,7 average ODCE frança 10,4 franCE canadá 11,5 canadA canadá 11,5 canadA No ensino superior, a principal carência está na área de exatas. O percentual de formandos em engenharia sobre o total de graduandos ainda é baixo no Brasil. In higher education, the principal gap is in the sciences. The percentage of Brazilian university students who study engineering remains low. Brasil BRAZIL: 4% Coréia do Sul SOUTH KOREA: 29% China China: 35% Fonte: CNI Source: CNI Fundação Estudar | brazilian scenario
  14. 14. 14 A Fundação Estudar chega a 2012 com um perfil muito mais abrangente do que o da instituição que nasceu há 21 anos destinada a conceder bolsas de estudos para jovens de grande potencial. Nesse ano, são diversas as iniciativas que a Fundação Estudar promove para incentivar os jovens e adultos que têm um sonho tão nobre quanto difícil: transformar o Brasil. Para ser a referência dos novos talentos no estudo, na carreira e também na inspiração, a insti- tuição se converteu em um ponto de encontro de atuais e futuros líderes que trocam experiências e conhecimento, gerando um efeito multiplicador ao favorecer o nascimento de novas ideias. Fundação Estudar’s profile is far wider in scope and impact today than when the institution was founded 21 years ago. At that time, its sole purpose was to award scholarships to young Brazilians who demonstrated significant potential. Today, Fundação Estudar promotes multiple initiatives to encourage both youth and adults who dream of transforming Brazil – a goal that is as noble as it is difficult. As a truly exemplary institution for new talents – academic, professional, and inspirational – Estudar has become a meeting point for current and future leaders. These leaders share their individual experiences and knowledge through Estudar, thereby transforming the Foundation into a hotbed of new ideas. modelo de atuação OPERATING MODEL Fundação Estudar | modelo de atuação
  15. 15. 15 Ao mesmo tempo em que amplia seu trabalho com as bolsas de estudo, a instituição vem criando novos canais para chegar cada vez mais cedo na vida dos estudantes. Um dos exemplos é o Prêmio Estudar Ciência, que seleciona alunos do Ensino Médio em parceria com competições científicas, como as Olimpíadas de Física e Química, e oferece aos escolhidos um Programa de Orientação de Carreira e Estudo (POCE), além de bolsa de estudos de inglês e contato com mentores presti- giados da área de ciências. Para atuar nos diferentes níveis de desenvolvimento dos novos líderes, a Fundação Estudar também realiza diversos tipos de encontros que buscam inspirar pelo bom exemplo. É o caso do Ciclo Grandes Universidades, criado em 2011, que já trouxe ao Brasil altos represen- tantes das principais instituições de ensino do mundo, como Harvard, Yale e Columbia. Historicamente dedicada ao desenvolvimento de jovens de alto potencial de 15 a 34 anos, a instituição também se preocupa constantemente com sua própria evolução. Disposta a estruturar seu crescimento, a Fundação Estudar traçou metas concretas para os próximos anos que incluem, por exemplo, alcançar um nível de conhe- cimento de marca de 50% entre os brasileiros que se encaixam no perfil buscado pela instituição até 2016. Financiamento A Fundação Estudar é uma entidade sem fins lucra- tivos, com um modelo financeiro baseado em doações. “A contribuição das empresas tem sido cada vez mais importante nesse processo”, diz Renata Moraes, responsável pela área de Desenvolvimento Institucional. No orçamento de 2012, as empresas são responsáveis por mais de 70% das receitas totais, que somam quase R$ 6 milhões. Os ex-bolsistas também exercem um papel fundamental para a perpetuação da Fundação Estudar. Na operação dos programas, participam de diversas atividades importantes, como o processo seletivo de novos bolsistas, o Programa de Mentores de jovens graduandos e os diferentes tipos de encontros para troca de experiências Estudar now supports a wider range of courses of study. At the same time, the institution has developed new initiatives to reach students at earlier ages. One such example is the Estudar Science Prize. This project works with top academic competitions – such as the physics and chemistry olympiads – to identify talented high school students and to give them professional and academic advising, English language classes, and mentoring from award-winning figures in the sciences. To successfully develop new leaders in these ways, Estudar also promotes special events which serve to inspire via example. As just one example, the Great Universities Program, which began in 2011, has already brought representatives of Harvard, Yale, Columbia and other acclaimed institutions of research and learning to Brazil. Historically dedicated to the development of high-potential Brazilians between 15 and 34 years of age, Estudar continually seeks out new ways to evolve. With an eye on structured growth, Estudar has laid out concrete goals for the upcoming years – including the achievement of brand awareness among 50% of Brazilians who fit the profile sought by the institution by the year 2016. Funding Fundação Estudar is a non-profit institution that is financed by donations. “Contributions from businesses have been increasingly important in this process,” says Renata Moraes, responsible for Estudar’s institutional development. This year, businesses will provide more than 70% of Estudar’s revenue, which reaches close to six million reais in total. Past scholarship receipients also serve a vital role for the long-term sustainability of the Foundation. They take part in various programs, such as the selection of future scholarship winners, the mentoring program for undergraduate students, and meetings with newly-chosen members of the Estudar family. With regards to financing, they are directly involved with the fundraising commitee, and 217 of them have already donated back the Fundação Estudar | operating model
  16. 16. 16 com os recém-chegados. Na parte financeira, se envolvem diretamente com o Comitê de Captação e mais de 200 dos bolsistas formados já retornaram à entidade o valor total de suas bolsas de estudo (veja a lista completa nas páginas 44 - 47). Os instituidores e outras pessoas enga- jadas com o projeto também colaboram para que o trabalho da Fundação Estudar tenha um alcance cada vez maior. total value of the scholarships which they received. (See the complete list on pages 44 - 47). They work together with our sponsors and others so that Estudar’s work continues to grow and reach wider audiences. Distribuição do orçamento anual por fonte de recursos (2008 a 2011) Sources of Revenue by Type (2008 to 2011) Empresas Businesses Bolsistas Contributions from Former Scholarship Recipients Fundadores Founders Pessoas Físicas Individual Donors Aplicações Financeiras Financial Applications Inscrições no Prog. de Bolsas Applications to the Scholarship Program 2008 2009 2011 2012 2010 Fundação Estudar | modelo de atuação
  17. 17. 17 Ao adotar um posicionamento mais amplo, a Fundação Estudar passou a oferecer aos jovens de alto potencial diferentes atividades para o desenvolvimento educa- cional e profissional. Além de excelentes oportunidades para a formação acadêmica, a instituição também realiza eventos, palestras, prêmios e planejamento de carreira para catapultar o sucesso dos interessados. Mais do que conceder bolsas de estudo, a instituição segue ampliando o leque de ações ligadas à inspiração e ao conhecimento. Entre as novidades incorporadas durante o último ano, está o Prêmio Jovens Inspiradores, uma parceria com VEJA.com criada para revelar talentos que possam se tornar brasileiros de destaque nas mais diversas áreas. Conheça essa e outras iniciativas: Fundação Estudar now offers a broadened range of programming to encourage talented young Brazilians to develop their educational and professional potential. In addition to providing excellent academic opportunities, Estudar also organizes events, invites guest speakers, awards prizes, and offers career planning and advising. Estudar continues to award scholarships, but the Foundation’s activities now focus on both inspiration and knowledge. For instance, in the past year we inaugurated our Inspiring Youth Prize, a joint initiative with Brazilian leading magazine VEJA to identify and recognize youth who will one day become leaders in multiple areas. Please take a moment to read about this Prize and Estudar’s other initiatives. INICIATIVAS programs Fundação Estudar | programs
  18. 18. 18 estudo academics Fundação Estudar | iniciativas
  19. 19. 1919 estudo academics Programa de Bolsas Oferecidas pela Fundação Estudar desde a sua criação, as bolsas de estudo ganharam novas áreas de atuação. Na graduação, as oportunidades na área de negócios aumentaram – além de Administração de Empresas e Economia, a instituição também está oferecendo bolsas para outros cursos, como Marketing, Logística e Comércio Exterior. Outra novidade é a inclusão dos cursos de Ciências Políticas e Sociais entre as opções dos candidatos que querem estudar em instituições de referência no Brasil e no exterior. No caso das universi- dades fora do país, também já é possível concorrer a uma bolsa para os cursos de Ciências Exatas puras, como Física e Química. Veja os resultados do Programa de Bolsas de 2012 na seção Bolsistas de 2012, na página 48. Scholarships Program This program, which has been part of our work since day one, now serves students interested in a wider range of fields. For undergraduates, support for business-related majors has grown: in addition to Business Administration and Economics, Estudar today awards scholarships for majors including Marketing, Logistics and International Business. In addition, Estudar will now support Political Science and Social Sciences for students who aim to study in top schools in Brazil or abroad. For students who plan to study outside of Brazil, scholarships can also go to support majors in Physics, Chemistry and other Hard Sciences. See the results of the Scholarship Program 2012 in the section Scholarship 2012, page 48. Fundação Estudar | programs
  20. 20. 20 carreira career Fundação Estudar | iniciativas
  21. 21. 2121 carreira career Professional and Academic Advising Program Aware of the impact that well-executed advising can have on the development of future leaders, Fundação Estudar offers professional advising for young Brazilians during various parts of their careers. One of Estudar’s initiatives in this area is the Professional and Academic Advising Program, which supports winners of the Estudar Sciences Prize as they prepare to begin their careers and win entry to universities. This program combines practical and inspirational content and includes the participation of specialists in the student’s areas of interest. “The opportunities that we have to meet and be inspired by fantastic people, beyond helping us to grow personally, can also strengthen our desire to work in the future for Brazil’s development”. André Lucas Buriti, Professional academic advising program participant Programa de Orientação de Carreiras e Estudos (POCE) Ciente de que um aconselhamento bem feito pode potencializar o talento de jovens de potencial, a Fundação Estudar oferece orientação profissional a sua comunidade durante as diferentes etapas de seu desenvolvimento. Uma das iniciativas é o Programa de Orientação de Carreiras e Estudos (POCE), oferecido aos vencedores do Prêmio Estudar Ciência, que faz a preparação para a escolha da carreira e para a entrada no Ensino Superior, mesclando conteúdo técnico, prático e inspiracional oferecido por especialistas da área. “A oportunidade que temos de conhecer e nos inspirar em pessoas tão fantásticas, além de nos desenvolver pessoalmente, são capazes de fomentar ainda mais o desejo de futuramente dedicar trabalho ao desenvolvimento do Brasil”. André Lucas Buriti, participante do POCE Fundação Estudar | programs
  22. 22. 22 Programa de Orientação de Carreiras (POC) Disponibilizado aos bolsistas de graduação da Fundação Estudar, o Programa de Orientação de Carreiras (POC) acontece anualmente, em parceria com a Cia. de Talentos, e tem como objetivo preparar os participantes para o mercado de trabalho, proporcionando oportuni- dades para refletirem sobre suas carreiras e tracem seus objetivos profissionais de maneira planejada. Essa iniciativa já contou com a participação de bolsistas já formados, que compartilham suas experiências com os novos integrantes. “O mais importante de qualquer orientação de carreira é o autoconhecimento, aprofundar-se nas suas competências, no que é necessário para você atingir seus objetivos”. Danilca Galdini, sócia-diretora da NextView People e uma das organizadoras do POC Programa de Mentores Desenvolvido desde 2006 pela Fundação Estudar, o Programa de Mentores visa a formação de duplas entre bolsistas e ex-bolsistas a partir da análise de seus perfis, para que um profissional mais experiente oriente um mais novo por meio de encontros ao longo de um ano, gerando oportunidades de crescimento mútuo e contínuo. O modelo de sucesso já vem sendo replicado desde 2010, de forma que os ex-bolsistas da Fundação Estudar tanbpen são mentores do ISMART (Instituto Social Para Motivar, Apoiar e Reconhecer Talentos) e do Instituto Votorantim, em turmas anuais. Professional Advising Program An annual offering for Estudar’s undergraduate scholarship winners, the Professional Advising Program takes place in partnership with the Cia. de Talentos. Its goal is to prepare the participants for the job market and provides opportunities for them to carefully consider their professional choices and plan out their career objectives. This program has already included the participation of former scholarship winners, who share their experiences with their younger colleagues. “The most important part of any career advising is self-awareness - to come to understand your own abilities, which is necessary for you to be able to achieve your goals”. Danilca Galdini, managing partner of NextView People and one of the organizers of POC Programa de Mentores Part of Estudar’s programming since 2006, the Mentoring Program works to pair together current and former scholarship recipients. Pairs are selected after careful analysis of each person’s profile. This program makes it possible for an experienced professional to advise a younger student over the course of a whole year so that both may develop further professionally. This successful model has been replicated since 2010 at ISMART (Instituto Social Para Motivar, Apoiar e Reconhecer Talentos) and Instituto Votorantim, where Fundação Estudar’s scholarship recipients now serve as mentors in annual groups. Fundação Estudar | iniciativas
  23. 23. 23 Fórum Executivo O modelo do Fórum Executivo foi trazido com inspi- ração no trabalho do YPO (Young Presidents’ Organization) por Florian Bartunek, patrocinador da Estudar e membro de seu Comitê Executivo. Esse programa organiza encontros mensais entre grupos de ex-bolsistas que ocupam cargos de liderança (presidentes ou donos) em empresas, para que possam discutir questões pessoais e profissionais, sendo a primeira linha de ação da instituição voltada a atender as necessidades de carreira do público sênior de bolsistas. Executive Forum The Executive Forum model was inspired by the work of the YPO (Young Presidents’ Organization) and was brought to Estudar by Florian Bartunek, one of our sponsors and member of our Executive Committee. This program organizes monthly meetings for groups of scholars who hold business leadership positions (presidents or owners), to discuss personal and professional issues. It is the institution’s first initiative devoted to the career needs of the senior scholarship recipients. Fundação Estudar | programs
  24. 24. 24 inspiração inspiration Fundação Estudar | iniciativas
  25. 25. 2525 INSPIRAÇÃO INSPIRAtion Liderança na Prática Trata-se de uma série de encontros inspiradores em que líderes empresariais compartilham suas histórias com universitários de diversas regiões do país. Os workshops são realizados em parceria com a Revista Exame e já levaram aos jovens as experiências pessoais e profissio- nais de nomes como Antônio Maciel Neto, CEO da Suzano Papel e Celulose, Salim Mattar, fundador da Localiza, e Miguel Krigsner, fundador de O Boticário. Foram sete encontros ao longo de 2011 e outros nove estão previstos para 2012. Leadership in Practice This series of workshops allows for business leaders to share their experiences and wisdom with university students from different regions of Brazil. Conducted in partnership with Exame magazine, the workshops have already brought youth together with professionals such as Antônio Maciel Neto, CEO of Suzano Papel e Celulose, Salim Mattar, founder of Localiza, and Miguel Krigsner, founder of O Boticário. In 2011, there were seven workshops; in 2012, there will be nine. Antônio Maciel Neto Suzano Miguel Krigsner O Boticário Laércio Cosentino TOTVS Romero Rodrigues Buscapé Márcio Utsch Alpargatas Salim Mattar Localiza Paulo Basílio ALL Mario Chady Grupo Umbria Fundação Estudar | programs
  26. 26. 26 Ciclo Grandes Universidades Criado em 2011, o projeto traz ao Brasil nomes do alto escalão das universidades de primeira linha de todo o mundo para encontros com a comunidade Estudar. Durante os eventos, reitores e outros representantes das instituições contam suas curiosidades, histórias e oportunidades. Além disso, um professor da instituição ministra uma aula magna para os presentes. O projeto tem o apoio e cobertura de conteúdo do Grupo Estado e já promoveu encontros com universidades como Harvard, Yale, Columbia e Singularity. Prêmio Estudar Ciência Com o objetivo de ajudar os alunos do ensino médio no planejamento de suas carreiras e prepará-los para uma formação em faculdades de alto nível, o Prêmio Estudar Ciência identifica os 50 melhores estudantes de Ensino Médio interessados na área de Ciências Exatas e os reconhece com prêmios que ajudam no seu desenvolvimento profissional. Os jovens ganham um ano de apoio da Fundação Estudar, com bolsas de estudos para cursos de inglês, um programa de orientação para a escolha da carreira e a entrada no Ensino Superior,além de um notebook para acessar a plataforma de orientação da Estudar. competições apoiadas Competitions supported by Estudar Feira Brasileira de Ciência e Engenharia The Brazilian Science and Engineering Fair Olimpíada Brasileira de Física das Escolas Públicas The Brazilian Physics Olympiad for Public Schools Olimpíada Brasileira de Química The Brazilian Chemistry Olympiad Olimpíada Brasileira de Informática The Brazilian Computer Science Olympiad Olimpíada Brasileira de Física The Brazilian Physics Olympiad FIRST FRC FIRST FRC Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica The Brazilian Astronomy and Astronautics Olympiad Mostra Internacional de Ciência e Tecnologia International Science and Technology Exhibition Great Universities Program Launched in 2011, this project brings high-ranking representatives of top-tier universities to Brazil to meet with the Estudar community. Presidents, deans, and other university representatives share their stories and perspectives during these events. In addition, a professor from each university gives a master class to the event participants. The project, which receives the support and media coverage of Grupo Estado, has already organized events with Harvard, Yale, Columbia, Singularity and other worldclass universities. Estudar Science Prize This prize, which strives to help High School students to plan their careers and prepare to study at top universities, identifies the 50 best high school students interested in the hard sciences and rewards them with prizes to support their professional development. Each winner receives a full year of support from Fundação Estudar, with a scholarship to study English, professional and academic advising programs, and a laptop computer to access Estudar’s online content. Fundação Estudar | iniciativas
  27. 27. 27 50 Premiados (14 a 19 anos) 50 winners (14 to 19 years of age) Por gênero By GENDER Homens Men Mulheres Women POR distribuição geográfica By REGIon por ESCOLAS By school Particulares Private 8 Públicas Public 42 Norte North 8 Nordeste Northeast 16 Centro-oeste Central-west 6 Sudeste Southeast 8 Sul South 12 Prêmio Jovens Inspiradores O projeto, uma parceria com VEJA.com e patrocinado por Ambev e INDG, busca universitários e recém- -formados brasileiros, de 16 a 30 anos, com espírito de liderança e que queiram contribuir para o desenvolvi- mento do país propondo melhorias em diversos setores. A seleção é feita em etapas, por meio de entrevistas, provas e dinâmicas de grupo. Especialistas em Gestão de Inspiring Youth Prize Conducted in partnership with VEJA and sponsored by Ambev and INDG, this project seeks out current university students and recent graduates (between 16 and 30 years of age) who have leadership potential and who wish to contribute to Brazil’s development. The selection process includes interviews, tests and group activities. Academics and specialists in human resources management Fundação Estudar | programs 36 14
  28. 28. 28 Por gênero By GENDER Homens - 4.428 Men - 4,428 Mulheres - 3.762 Women - 3,762 Número de inscrições Number of applications Inscrições recebidas - 8.393 Applications received - 8,393 Recursos Humanos e acadêmicos, bem como os bolsistas da Fundação Estudar e a equipe de VEJA.com, parti- cipam da elaboração dos desafios e da avaliação dos candidatos ao longo das etapas. Para inspirar esse jovens, os “Líderes em Ação” – Marina Silva, ex-candidata à Presidência da República, Vicente Falconi, fundador do Instituto de Desenvolvimento Gerencial (INDG), e Viviane Senna, presidente do Instituto Ayrton Senna – compartilharão suas experiên- cias com os 50 semifinalistas. Desses, 10 selecionados ganham um iPad e o desafio de elaborar uma proposta para um problema brasileiro. Ao final de 2012, a comissão julgadora escolhe três vencedores a serem premiados com bolsas de estudo e orientação profissional com importantes nomes empresariais e políticos do Brasil. work together with Estudar’s scholarship recipients and the team at VEJA.com to design the selection process and to evaluate the candidates at each step. To inspire these students, three Leaders in Action – Marina Silva, a former minister and candidate for the presidency of Brazil, Vicente Falconi, founder of the Institute for Managerial Development, and Viviane Senna, president of the Ayrton Senna Institute – will share their experiences with the 50 semifinalists. Of these 50, 10 finalists will be selected to receive an iPad and to develop a solution for a problem that Brazil currently faces. At the end of 2012, the comission will select three winners and reward them with scholarships and with professional advising from important business and political leaders. Estudantes - 6.296 Current Students - 6,296 Formados - 1.894 Graduates - 1,894 16 a 25 anos - 4.961 16 to 25 years - 4.961 26 a 30 anos - 733 26 to 30 years - 733 Perfil acadêmico Academic Profile faixa etária age range Fundação Estudar | iniciativas 87% 13% 54% 46% 77% 23%
  29. 29. 29 Romance de Formação As alegrias e os anseios de quatro jovens que estudam nas principais instituições acadêmicas do mundo estão retratados no documentário Romance de Formação, que estreou nacionalmente nos cinemas em 2012 com a realização das produtoras Matizar e Mirada Filmes. São estudantes determinados que decidiram colocar o crescimento profissional em primeiro lugar e, por isso, enfrentam a distância de casa e da família, a pesada exigência acadêmica e a competição pela excelência. Dois dos quatro jovens que participam do documentário são bolsistas da Fundação Estudar: Wilian Cortopassi, graduando em Química na PUC-Rio, e Caetano Altafin, mestrando na Harvard Law School, nos Estados Unidos. Bildungsroman This documentary follows the joys and anxieties of four young Brazilians as they study in top academic institutions around the world. It premiered in 2012 and was produced by Matizar and Mirada Films. The four students are highly dedicated, having chosen to prioritize professional growth above other considerations; as a result, they must each struggle with distance from home, demanding academics, and fierce competition. Two of the four students who share their stories in the documentary are scholarship recipients of Fundação Estudar: Wilian Cortopassi, who studies Chemistry at PUC-Rio, and Caetano Altafin, who is doing Masters at Harvard Law School, in United States. Fundação Estudar | programs
  30. 30. 30 Inglês para a classe C English for the New Middle Class Ana Gabriela Machado Pessoa, 30 Bolsista de 2006, Mestrado em Política Educacional, Harvard Graduate School of Education (EUA) Ocupação atual: fundadora da Ezlearn Scholarship recipient in 2006, Masters in Educational Policy, Harvard Graduate School of Education (USA) Current Profession: Founder and CEO of Ezlearn Fundação Estudar | perfis
  31. 31. 31 A clássica frase dos cursos de inglês “The book is on the table” já não faz mais tanto sentido para a carioca Ana Gabriela Machado Pessoa. Afinal, na opinião dela, o ensino da língua inglesa não se resume mais a um livro em cima da mesa e um professor dentro de uma sala de aula, e sim nas inúmeras possibilidades de aprendizagem que as novas plataformas, como a internet e o celular, podem oferecer. Esse é o espírito da Ezlearn, uma empresa de educação multiplataforma fundada por Ana há quatro anos e que oferece cursos de inglês à distância para jovens e adultos dispostos a colocar a língua inglesa entre suas habilidades profissionais. “A educação à distância será incorporada com cada vez mais força nas nossas vidas, já que as pessoas têm cada vez menos tempo e precisam continuar estudando constantemente”, conta Ana. The classic sentence from elementary English courses – “The book is on the table” – doesn’t make much sense for Ana Gabriela Machado Pessoa, a native of Rio de Janeiro. In her opinion, teaching English isn’t about a book on top of the table or a teacher standing in front of a classroom. Rather, it’s about how new technologies and platforms, such as the internet and even cellphones, can offer new ways for students to learn. This is the spirit of Ezlearn, the multiplatform educational business which Ana founded four years ago. It offers distance learning for students – both young and old – who want to count a strong command of English among their professional skills. As Ana says, “Distance learning is growing more and more important in our lives, now that people have less time on their hands but need to keep studying all the time.” Influência de Harvard A inspiração para montar o próprio negócio só veio mesmo em 2006 e 2007, quando Ana fez seu mestrado de Política Educacional em Harvard, com uma bolsa da Fundação Estudar. Ao embarcar para os Estados Unidos, a carioca já tinha em mente montar um negócio no setor de educação, mas o projeto só tomou forma depois do início do mestrado. “As aulas de educação e tecnologia em Harvard abriram meus olhos para as oportunidades que ainda existiam ao unir essas duas áreas”, diz. Depois de terminar o mestrado, Ana retornou ao Brasil com o plano de criar um negócio que unisse ensino e tecnologia para que o desenvolvimento proporcionado pela empresa atingisse um grande número de pessoas. Assim, Ana formatou a ideia da Ezlearn e passou a trocar informa- ções com outros empreendedores e profissionais do mercado. Em 2008, num dos encontros para apresentar sua ideia na Fundação Estudar, Ana conseguiu o apoio de um primeiro investidor para dar início ao projeto. “Queremos nos trans- formar na referência para a classe C que queira desenvolver suas habilidades através dos cursos”, ressalta Ana. The influence of Harvard The inspiration to start her own company came to Ana in 2006 – 2007, the year that she completed her masters degree in Educational Policy at Harvard with the financial support of Fundação Estudar. When she left for the United States, she already had the idea of an educational business in mind, and the project took shape when her masters program began. “Harvard’s courses on education and technology opened my eyes to the many opportunities to bring these two areas together,” she says. After completing her masters, Ana returned to Brazil with the plan to start a business that could unite learning and technology so as to reach a great number of students. She created the idea for Ezlearn and bounced her ideas back and forth with other entrepeneurs and market professionals. In 2008, at an event to present her proposal to the Fundação Estudar network, she received the support of a first investor. In her own words: “We want to become the gold standard for anyone in the new middle class who wants to develop professionally via distance learning.” Fundação Estudar | bios
  32. 32. 32 O objetivo de Ana é oferecer conteúdos educacionais a pessoas da classe média que, por falta de tempo ou dinheiro, não puderam investir antes na sua qualificação. Em quatro anos de operação, 250.000 pessoas já se cadastraram no sistema da Ezlearn. Mas Ana planeja alcançar um número bem maior e, para isso, está apos- tando também nas aulas por celular. A empresa fez recentemente uma parceria com a operadora TIM para oferecer mini-aulas via mensagens de texto (SMS). “Até os modelos de telefones mais simples podem ter acesso ao conteúdo. São pequenas mensagens com dicas de inglês e exercícios para oferecer aos interessados um primeiro contato com a língua”, explica Ana. Por enquanto, o único produto da empresa são as aulas de inglês, mas a intenção é formatar cursos em outras áreas em breve. A vontade de montar o próprio negócio sempre esteve presente na vida de Ana. Desde pequena, a carioca acompanhava de perto as atividades do pai, que tinha uma empresa de construção civil. Mas foi durante a faculdade que essa vontade se tornou mais presente. Aluna de PPE (Política, Filosofia e Economia) da Universidade da Pensilvânia, nos Estados Unidos, Ana teve a oportunidade de trabalhar durante um verão na ONU. Na época, ela foi enviada ao Quênia para trabalhar no UN-Habitat, o Programa para os Assentamentos Humanos da ONU. “Foi uma experiência incrível e tinha o foco no desenvolvi- mento humano que eu sempre busquei. Mas a burocracia da instituição me fez ver que as coisas poderiam andar com mais rapidez se eu tivesse autonomia, e foi aí que eu decidi ser empreendedora”, conta. Ana sabia que gostaria de criar uma empresa na área de desenvolvimento econômico, mas ainda não tinha claro qual poderia ser o negócio em si. Enquanto seu projeto próprio não ganhava vida, ela retornou ao Brasil depois da graduação, em 2003, e passou a ter um contato intenso com o setor de ensino. Primeiramente, começou a trabalhar na Universidade Estácio de Sá, uma das maiores instituições de ensino do Brasil, atualmente com 260.000 alunos. Sua missão foi analisar as faculdades com fins lucrativos dos Estados Unidos que pudessem servir de exemplo para o projeto de internacionalização da Estácio. Cerca de dois anos depois, Ana foi convi- dada para trabalhar no Senac, onde aprofundou seu conhecimento sobre a educação profissionalizante. Ana’s objective is to offer educational programming to members of Brazil’s new middle class, who – for lack of time, money, or both – often failed to invest earlier in life in their education. In the four years since Ezlearn began, 250,000 users have already signed up. But Ana aims to reach an even higher number of users, and to do so she is developing classes via cellphone. Ezlearn recently signed a partnership with the telecommunications operator TIM to offer mini-classes over text message. “You can access educational content on even the simplest cellphone models,” Ana explains. The text messages “will be brief, with tips and exercises in English, so that interested people can have their first experience with the language.” For now, Ezlearn’s classes focus on English exclusively, but the plan is soon launch courses in other areas as well. Ana always had the desire to start up her own business: even when a young girl, she paid close attention to her father’s civil construction firm. But it was during college that her entrepeneurial spirit grew stronger. As a student in Politics, Philosophy and Economics (PPE) at the University of Pennsylvania, Ana had the opportunity to work for a summer at the United Nations. She was sent to Kenya to work on UN-Habitat, the United Nations Human Settlement Programme. “It was an incredible experience, and it gave me the human development focus I’d always been looking for,” she recalls. “But the institutional bureaucracy showed me that things could move faster if I had more autonomy – and that’s when I decided to become an entrepeneur.” Ana knew that she wanted to create a start-up in the area of economic development, but she didn’t yet have a clear business plan in mind. As her ideas were gestating, she came back to Brazil in 2003 and began to work intensely within the educational sector. She worked for two years at the Universidade Estácio de Sá, which – with 260,000 students – is today one of Brazil’s largest educational institutions. Her mission: to analyze how for-profit colleges and universities in the U.S. could serve as an example for Estácio’s own internationalization project. She was then invited to work at Senac, where she acquired a deeper understanding of pre-professional education. Fundação Estudar | perfis
  33. 33. 33 Fora da zona de conforto Outside of his comfort zone Colin Butterfield, 39 Bolsista de 2002, MBA, Dartmouth College (EUA) Ocupação atual: Presidente da Cosan Alimentos 2002 Scholarship Recipient, MBA, Dartmouth College Current Occupation: President of Cosan Alimentos Fundação Estudar | bios
  34. 34. 34 Acomodar-se não parece ser uma palavra presente no vocabulário pessoal do paulista Colin Butterfield. Aos 39 anos, Colin já se mudou 13 vezes para cidades completa- mente novas em busca de uma nova oportunidade que surgiu desde o início de sua trajetória numa fazenda do interior de São Paulo. Mesmo agora, depois de algum tempo baseado em São Paulo, Colin não perdeu o espírito de buscar áreas inexploradas. Desde que assumiu a presidência da Cosan Alimentos, em 2010, está em suas mãos o desafio de transformar radicalmente a empresa. Atualmente conhecida pela liderança no mercado de açúcar, a Cosan Alimentos está dando os primeiros passos para se tornar uma companhia diversificada, que atuará em diversas áreas do setor de alimentos. “Quando você sai da zona de conforto, é impressionante a capacidade que você descobre de se reinventar. Só cheguei a algum lugar porque sempre tive essa atitude”, diz Colin. Levando em consideração apenas sua educação básica, seu destino realmente não parecia muito promissor. Aluno de uma escola rural, Colin passava de ano, mas não mudava de classe. Isso porque os estudantes da primeira à quarta série tinham aulas na mesma sala – a única característica que os diferenciava era a fileira em que sentavam. Quando chegou à quarta série e passou a sentar-se na última fileira, seus pais decidiram deixar a fazenda e buscar uma escola melhor em Marília (SP). Anos mais tarde, Colin fez intercâmbio nos EUA, onde morou em um trailer com dois aposentados. E em 1991, começou sua graduação de Engenharia de Produção na Boston University. Quando começou sua vida profissional, em 1995, ele não seguiu pelo caminho previsível. Apesar da formação em Engenharia de Produção, o paulista sonhava em traba- lhar no Banco Garantia. Enviou uma carta a Jorge Paulo Lemann, fundador do banco, dizendo que gostaria de trabalhar lá. Depois de oito entrevistas, Colin se tornou trainee do banco, onde trabalhou por três anos. “Até hoje, boa parte do meu DNA profissional vem do Garantia, um lugar de muito trabalho e exigência”, conta. Na época, o paulista teve que abrir mão de participar da equipe de remo olímpica do Brasil. Ciente de que seria impossível conciliar os dois postos com a devida dedicação, Colin deixou o remo às vésperas das Olimpíadas de Atlanta. “Sempre fui um pouco radical. Remei todos os dias por cinco anos da The verb “settle down” doesn’t exist for the paulista Colin Butterfield, who is now 39 years-old. On his personal journey, which began on a farm in the countryside of the state of São Paulo, Colin has already lived in 13 different, unfamiliar cities. He now lives in São Paulo proper, but he hasn’t lost the adventurous spirit for exploring new areas. Since taking over the presidency at Cosan Alimentos, in 2010, he’s been responsible for radically transforming the company. Cosan became known as a leader in the sugar market and it is now taking the first steps toward becoming a diversified company with interests in different sectors of the food market. “When you leave your comfort zone, you find an astonishing capacity for reinvention. If I’ve gotten anywhere in life, it’s because I’ve always held this attitude,” Colin says. The basic education that Colin received did not portend a promising future. At his rural elementary school, Colin passed his academic subjects each year but never changed classes: all the students between first and fourth grade studied in the same classroom. The only distinction from year to year was the row where they were made to sit. When Colin entered fourth grade and had to sit in the last row, his parents decided it was time to leave the farm and to seek out better educational opportunities. They moved to the city of Marília (São Paulo). Years later, Colin went as an exchange student to the USA, where he lived in a trailer with two retirees. In 1991, he started his undergraduate studies in production engineering at Boston University. When he started his professional life, in 1995, Colin didn’t go down an obvious path. Although he’d studied Production Engineering, he sent a letter to Jorge Paulo Lemann, the founder of Banco Garantia, to express interest in working at the bank. Eight interviews later, Colin became a trainee and he worked there for three years. “Even today, a great deal of my professional DNA comes from Garantia – a very demanding, work-driven place,” he recounts. At the time, he gave up on competing on Brazil’s Olympic rowing team. Aware that he couldn’t commit to both crew and finance with sufficient dedication, Colin left the sport on the eve of the Atlanta Olympics, in 1996. “I was always a bit radical. I rowed five hours per day, every day, for five years,” he says. “But after I chose to work at Banco Garantia, I never got into another boat.” Fundação Estudar | perfis
  35. 35. 35 minha vida, mas desde que escolhi trabalhar no Garantia, nunca mais entrei num barco”, conta. Depois de passar pelo banco e por uma consultoria, Colin tomou um novo rumo mais uma vez. Em 1999, decidiu criar seu próprio negócio junto com outros dois amigos: uma agência de viagens voltada para o mercado corpora- tivo. “Nós éramos consultores, viajávamos muito, mas nenhuma agência nos atendia com qualidade. Vimos que era uma grande oportunidade”. No primeiro mês, a agência vendeu apenas R$ 40.000 em passagens. Nove meses depois, esse número já chegava a R$ 770.000. Com o tempo, a agência ficou pequena para a demanda e os três decidiram levar a empresa para a internet com o nome de Viajo.com, que deu origem ao atual Decolar.com. Em 2002, Colin conseguiu uma bolsa da Fundação Estudar para fazer seu mestrado na Dartmouth College. Desde então, é um dos bolsistas mais atuantes, avaliando candidatos no processo seletivo, sendo mentor de jovens graduandos e auxiliando financeiramente. “Costumo dizer que a Fundação Estudar é um Brasil que deu certo”, resume. Tanta dedicação lhe rendeu o prêmio Bolsista do Ano em 2011. After working at the bank and at a consultant firm, Colin decided to go down yet another new path. In 1999, he joined with two friends to start his own business: a travel agency focused specifically on the corporate world. “We were consultants, we traveled all the time, but no agency ever gave us quality service. We saw that there was a tremendous opportunity in this area.” During the first month, Colin and his partners sold 40,000 packages. Nine months later, they had already reached 770,000. As time went on, demand became so high that they decided to take the business online under the name Viajo.com., which has become the now-famous Decolar.com. In 2002, Colin won a scholarship from Fundação Estudar to enroll in the MBA program at Dartmouth College. He has since become one of Estudar’s most active scholarship recipients: he interviews applicants during the selection process, mentors younger students, and provides financial support. “I like to say that Fundação Estudar is a Brazil that turned out right,” he says. Thanks to his hard work and dedication, he received our Scholar of the Year award in 2011. Back to the beginning Although his journey has taken him far from the farm where he was born, Colin never left that world behind. As a true “agroboy” – the word he uses to define himself – Colin completed his masters and, in 2004, started working at Cargill, one of Brazil’s largest food producers. “I feel at home working in this field. I’ve always enjoyed rural environments,” he says. In 2007, Colin decided to immerse himself in civil construction field. That same year, he took on the post of investments director at Bracor, a Brazilian real estate company. “Having courage is the first step to get you out of your comfort zone,” Colin says. Three years after starting at Bracor, he returned to his roots in agriculture by taking over at Cosan. But it’s clear from his past accomplishments that he will go on to new adventures still. Retorno às origens Apesar da longa trajetória longe da fazenda em que nasceu, sua origem do campo não ficou para trás. Um verdadeiro “agroboy”, como ele mesmo se define, Colin terminou o mestrado e, em 2004, começou a trabalhar na companhia de agronegócios Cargill, uma das maiores produtoras de alimentos do país. “Me sinto em casa trabalhando nesse setor. Sempre gostei do ambiente do campo”, conta. Em 2007, Colin voltou a mergulhar num novo setor: o da construção civil. Assumiu o posto de diretor de investi- mentos da Bracor, empresa que aplica no setor imobiliário brasileiro. “Ter coragem é o primeiro passo para sair da zona de conforto”. Quase três anos depois, Colin retornou ao setor de alimentos ao assumir a presidência da Cosan Alimentos – mas, se tomarmos seu histórico como base, os desafios certamente não terminarão por aqui. Fundação Estudar | bios
  36. 36. 36 Presidente das próprias ideias President of his Own Ideas Pedro Henrique Henriques Fernandes de Cristo, 29 Bolsista de 2009, Mestrado em Políticas Públicas, Harvard University (EUA) Ocupação atual: arquiteto de políticas públicas e fundador do Cidade Unida 2009 Scholarship Recipient. Masters in Public Policy, Harvard University (United States) Current occupation: public policy architect and founder of Cidade Unida Fundação Estudar | perfis
  37. 37. 37 Distanciar-se dos fatos é, muitas vezes, essencial para tornar os pensamentos mais claros. Foi o que fez há três anos o paraibano Pedro Henrique Henriques Fernandes, hoje com 29 anos. Em 2009, Pedro ganhou uma bolsa da Fundação Estudar para fazer um mestrado em Políticas Públicas em Harvard – e saiu do Brasil justamente para estudar o país. Quando partiu para os Estados Unidos, Pedro queria se debruçar sobre o que considerava os dois principais problemas do Brasil: segurança e educação – ou, na verdade, a falta delas. O rumo exato do estudo, no entanto, estava indefinido. Era preciso estabelecer um foco para sua análise, delimitando o estudo por assuntos ou regiões específicas, por exemplo. Justo nesse momento da pesquisa, em outubro de 2009, um helicóptero da Polícia Militar foi derrubado por traficantes no Morro dos Macacos, na zona norte do Rio de Janeiro. “O episódio deixou evidente que eu deveria focar o estudo da segurança no Rio de Janeiro, principalmente nas favelas”, conta Pedro. Com a missão definida, Pedro então embarcou para o Rio de Janeiro com o objetivo de analisar o impacto das Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) na segurança e no desenvolvimento humano das favelas. Dentro das comunidades, o paraibano conversou com mais de 600 crianças para avaliar o potencial desses centros na segurança e na educação dos jovens. “Foi muito difícil estudar os resultados das UPPs, porque muitas coisas ainda não são medidas. A única certeza que eu tive é que elas não eram suficientes e que era preciso fazer mais, envolvendo as pessoas das favelas, que são as principais implicadas nas ações”, diz. Disposto a dar um passo além, Pedro criou o movi- mento Cidade Unida, projeto ao qual se dedica atual- mente. Trata-se de um grupo formado por pesquisadores e moradores da favela e do “asfalto” que lista os principais problemas das favelas para propor soluções. A iniciativa começou nas comunidades da Rocinha, Alemão, Cidade de Deus, Santa Marta e Vidigal. O grupo atualmente é formado por 80 pessoas e estuda iniciativas em áreas como saúde, saneamento e cidadania, além de segurança e educação. “Queremos colocar as iniciativas em prática, mas também temos a intenção de passar a propor legislações”, relata Pedro. Distance often serves to help turn one’s thoughts clearer. This is exactly what Pedro Henrique Henriques Fernandes, from the state of Paraíba, found out in 2009. That year, he won a scholarship from Fundação Estudar to complete a Master’s program in Public Policy at Harvard – and he left Brazil precisely so that he could understand Brazil better. When he moved to the United States, he wanted to address what he considered to be Brazil’s two principal problems: security and education. Or, to put it better, the lack thereof. But the precise path of his studies was still indefinite. Pedro needed to delineate a focus – geographic? academic? – for his research. Just as his studies in Cambridge were beginning, a Military Police helicopter was shot down by drug traffickers over the Morro dos Macacos, in the northern zone of Rio de Janeiro. The October 2009 incident had a profound effect on the direction of Pedro’s work: “The episode made it clear to me that I should focus on security issues in Rio de Janeiro, and specifically on the favelas.” With his mission now defined, Pedro went to Rio to analyze the impact of the Police Pacification Units (UPPs) on the security and human development of the favelas. Within the communities, he spoke with more than 600 children to evaluate these new units’ potential impact on young residents’ education and security. “It was very difficult to study the effects of the UPPs, as many things have not yet been measured,” he has said. “The only certainty is that the UPPs are not sufficient and that more has to get done. They need to involve the favelas’ residents, who are the people most affected by the new police initiatives.” Excited to go further, Pedro created the movement Cidade Unida, the project to which he now dedicates his time. Cidade Unida is a group of researchers, favela residents, and residents of “normal” urban areas who come together to list the principal problems facing favelas and to propose solutions. The initiative, which began in the communities of Rocinha, Complexo do Alemão, Cidade de Deus, Santa Marta and Vidigal, today consists of 80 people and studies issues in areas such as health, sanitation, and citizenship – in addition to security and education. “We want to put our ideas into practice, and we plan to propose legislation as well,” Pedro says. Fundação Estudar | bios
  38. 38. 38 Sonho antigo Não é por acaso que Pedro acabou estudando políticas públicas e hoje lidera projetos nessa área. Quando pequeno, o paraibano sonhava em ser político. “Esse interesse ficou muito forte durante o processo de impeachment do Collor. Me amarrei muito”, lembra. Anos mais tarde, essa espécie de paixão ganhou força durante um intercâmbio que fez na Universidade de Leeds, na Inglaterra. Lá, ele estudou a teoria do desen- volvimento como liberdade, do Nobel de Economia Amartya Sen, que questiona a medição do desenvolvi- mento de uma sociedade apenas pelos seus níveis de riqueza. Ao retornar para seu curso de Administração de Empresas na Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Pedro criou, junto com outros 25 estudantes, uma organização estudantil chamada Civitas, destinada a fomentar a cidadania e o combate à corrupção. Depois de apresentar seu trabalho de conclusão da graduação sobre a Prefeitura Municipal de João Pessoa, Pedro foi convidado pelo prefeito para participar do Planejamento Estratégico da cidade. Com essa oportuni- dade em mãos, Pedro criou um programa chamado “Operação Respeito”, realizado para melhorar o uso da água e a sustentabilidade ambiental da região. O trabalho foi selecionado como uma Prática Referência para Replicação Global pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) na América Latina. Apesar de não exercer um cargo público, Pedro se dedica intensamente a projetos relacionados com o desenvolvi- mento urbano e social. Atualmente, ele também é representante do Brasil no Mega Cities Project (MCP), um projeto que mapeia táticas de gestão urbana utilizadas na resolução de problemas e as repassa para cidades interessadas. Hoje, Pedro está certo de que as mudanças não dependem apenas do poder público. “Nunca tivemos no Brasil uma geração tão preparada, então é hora de mudar as coisas definitivamente”, conclui. An old dream It is no accident that Pedro ended up studying public policy and that he now directs projects in this field. When he was a young child, he dreamed of becoming a politician. “My interest grew even stronger during the impeachment process of President Collor,” who ultimately resigned in 1992, he recalls. “I got very caught up in it.” Years later, as an exchange student at the University of Leeds, in England, Pedro felt his passion for politics grow even stronger. At Leeds he studied the theories of Nobel Prize winner Amartya Sen, which question whether we can truly measure a society’s development by looking at is levels of wealth only. After returning to his classes in Business Administration at the Federal University of Paraíba (UFPB), Pedro joined with 25 other students to establish an organization called Civitas. Its purpose: to encourage citizenship and combat corruption. After completing his senior thesis on the municipal government of João Pessoa, the capital of Paraíba, Pedro was invited by the mayor to take part in the city’s strategic planning. With new opportunities at hand, Pedro started a program called Operation Respect to improve water usage and environmental sustainability in the region. The United Nations Development Program (UNDP) for Latin America and the Caribbean has since selected Operation Respect as an outstanding model to be replicated around the world. Although not a civil servant, Pedro has enthusiastically dedicated himself to social and urban development projects. He now represents Brazil at the Mega Cities Project (MCP), which outlines urban management strategies for problem resolution and passes them on to interested cities. Today, Pedro is certain that change will not depend on the public sector only. “Brazil has never had a generation better prepared” than today’s, he says. “It’s time for us to change things definitively.” Fundação Estudar | perfis
  39. 39. 39 Educação em grande escala Education on a Grand Scale Thiago Freire Feijão Moreira, 23 Bolsista de 2010, Engenharia Mecânica-Aeronáutica, ITA (Brasil) Ocupação atual: fundador e presidente do QMágico e consultor do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) Scholarship Recipient in 2010 – Mechanical Aeronautical Engineering – Aeronautic Technology Institute (ITA) (Brazil) Current occupation: founder and president of Qmágico and consultant at the Interamerican Development Bank Fundação Estudar | bios
  40. 40. 40 Foi ao passar as compras pelo caixa de um supermercado em São José dos Campos que o cearense Thiago Feijão, de 23 anos, recebeu o sinal que faltava para colocar em prática seu objetivo de vida: levar a educação ao maior número de pessoas. Por coincidência, o operador do caixa era um ex-aluno de Feijão, como é conhecido, no CASD Vestibulares, instituição que prepara jovens carentes para o vestibular. Apesar de ter sido aprovado para cursar engenharia na USP, o ex-aluno de Feijão teve que desistir do curso para ajudar a família com as contas e, por isso, acabou aceitando o trabalho no supermercado. “Percebi que, no caso da educação, a única coisa que falta na maioria dos casos é oportunidade”, conta Feijão. O episódio, que ocorreu há pouco mais de dois anos, deu um empurrão na trajetória que Feijão já vinha pensando em traçar no setor de ensino. Depois de ser professor voluntário e Presidente do CASD Vestibulares, o cearense criou dois projetos voltados para a educação. O primeiro foi o CASDinho, uma instituição que prepara estudantes do ensino fundamental para que se destaquem em olimpíadas de matemática e ciências. O segundo foi o Instituto Semear, que oferece bolsas de estudo e acompanhamento profis- sional para universitários com dificuldade financeira – uma ideia bancada por meio de doações. Apesar da satisfação de ver os estudantes evoluindo, os projetos também despertaram em Feijão uma sensação de “quero mais”. “Conseguimos 120 vagas para o CASDinho, mas o número de inscritos chegou a 3.000. Vi que era preciso dar escala aos projetos de educação para atingir muito mais gente.” A solução para ampliar o alcance de suas ações foi desen- volver uma ideia que não dependesse da presença física dos alunos para gerar impacto. Foi assim que nasceu, em maio de 2011, o QMágico, uma empresa que permite o “apren- dizado híbrido” por meio de vídeo-aulas, com exercícios online, um programa que ajuda os professores a identificar as principais dificuldades de cada aluno e um pacote de serviços e treinamentos para escolas. “O sistema detalha quais foram os estudantes que mais demoraram para responder a uma pergunta específica e quais foram as maiores dúvidas que cada um teve ao longo dos exercícios”, explica. Os conhecimentos adquiridos desde 2008 na faculdade de engenharia do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) ajudaram na criação do sistema, que atualmente já inclui 600 vídeo-aulas. Durante a fase piloto, Thiago Feijão, age 23 and a native of the state of Ceará, was in the supermarket checkout line in São José dos Campos, São Paulo, when he realized what he wanted to do with his life: bring education to a greater number of people. The employee working at the cash register was one of Feijão’s former students at CASD Vestibulares, an institution which prepares low-income students to take university entrance examinations. Although he won admission to the engineering program at the University of São Paulo, Feijão’s former student had to drop out to help his family with the bills – and ended up accepting the job at the supermarket. “I realized that, in the area of education, what’s missing in the majority of cases is opportunity,” Feijão says. Running into his former student a little over two years ago gave Feijão the push he needed to get started down a new path in the field of education. After serving as a volunteer teacher at CASD Vestibulares, he started two new projects. The first, CASDinho, trains elementary and middle school students for math and science Olympiads. The second, the Semear Institute, offers scholarships and professional mentoring for university students with financial difficulty and is supported entirely by donations. Although seeing his students develop gave Feijão a feeling of satisfaction, these two projects also made him realize that he “wanted more.” “We were able to fill 120 spots in CASDinho, but the number of interested students who signed up exceeded 3000. I saw that we needed to move our projects onto a broader scale to be able to reach more people.” The solution: develop a structure that wouldn’t depend upon the physical presence of the students in order to have an impact. That’s how Qmágico was born, in May of 2011. Qmágico is a business that offers a “hybrid” system of teaching and learning via video classes, online exercises, and a computer program to help professors identify each student’s main difficulties. “The system details which students took the longest to respond to each test question and what troubles each student had while completing the homework,” Feijão explains. Feijão’s studies at the Aeronautic Technology Institute (ITA) helped him to develop the system, which at present includes over 600 video classes. During the pilot phase, which concluded in May 2012, the platform reached 6000 students in approximately 110 cities. The idea now is to spread the Fundação Estudar | perfis
  41. 41. 41 Inspiração Além de ser uma pessoa que naturalmente coloca a mão na massa, Feijão também conta com os bons exemplos que encontra pelo caminho para dar vida a suas ideias. A criação do QMágico, por exemplo, é inspirada na experiência do ex-gestor de fundos Salman Khan, um americano que começou fazendo miniaulas em vídeo para ajudar uma prima pequena com dificuldades em matemática e que acabou se tornando um dos professores mais populares do mundo. Feijão também conta ter encontrado no ITA um ambiente de inspiração. Foi um de seus colegas que o incentivou a participar do processo seletivo da Fundação Estudar que resultou na concessão de uma bolsa para graduação, em 2010. “O ambiente me fez ver que minhas ações poderiam ganhar uma projeção muito maior. Hoje, não vejo meu tempo sendo ocupado de uma maneira melhor, mas só vou me aquietar quando as crianças estiverem sendo bem educadas em todos os cantos do Brasil.” Inspiration Naturally inclined to roll up his sleeves and work, Feijão has counted on strong role models for inspiration. The creation of Qmágico, for example, was inspired by the experience of the former fund manager Salman Khan. Khan, an American, began giving mini-classes over video to help a younger cousin who was having trouble in math class. He ended up becoming one of the world’s most popular teachers. Feijão also found an inspiring environment at ITA. In fact, it was one of his ITA classmates who encouraged him to apply to the Fundação Estudar, which ended up awarding him a scholarship in 2010. “ITA made me see that my projects could reach a much greater scale. I don’t see how my time could be better spent than what I am working on today. I won’t stop what I am doing until children are receiving quality education in every corner of Brazil.”  finalizada em janeiro de 2012, a plataforma foi levada a 6.000 alunos de cerca de 110 cidades. Agora, a ideia é espalhar o conceito pelo maior número possível de escolas públicas e privadas do Brasil e, posteriormente, oferecer o modelo para instituições da América Latina. Para financiar a empresa, Feijão abriu mão de um sonho muito comum entre os alunos do ITA: fazer um mochilão pela Europa durante a faculdade. Em vez de fazer as malas, Feijão convenceu um outro amigo a renunciar à viagem e, com o investimento economizado, os dois deram início à empresa. Mais tarde, com um aconselhamento empresarial obtido com o apoio da Fundação Estudar, os jovens detalharam o planejamento do negócio e receberam recursos de novos investidores. Em menos de um ano de estrada, o projeto já ganhou prêmios como a Liga dos Campeões da Endeavor, o Wharton Business Plan Competition e é fellow da Artemisia Negócios Sociais. project to the highest number possible of public and private schools in Brazil and, subsequently, to institutions throughout Latin America. To finance Qmágico, Feijão chose to forgo a pastime that is very popular among students at ITA: backpacking in Europe. Instead of packing his bags, Feijão convinced one of his peers to also stay in Brazil; they used the money that would have gone to their vacations to get the business off the ground. Later, with professional counseling made possible by the Fundação Estudar, the two young entrepreneurs detailed their business plan and drew the support of outside investors. In less than one year, the project had already won prizes including Endeavor’s League of Champions and the Wharton Business Plan Competition and had become a fellow at Artemisia Negócios Sociais. Fundação Estudar | bios
  42. 42. 42 Para o desenvolvimento de seu trabalho, a Fundação Estudar conta com uma ampla rede de parceiros – entre empresas, universidades, colégios, instituições e profis- sionais comprometidos com o incentivo à educação de alta qualidade –, que contribuem com o orçamento anual. Além disso, a instituição também recebe colabo- ração de um grupo de parceiros operacionais, formado por empresas de diversos segmentos, que viabilizam o trabalho da Estudar por meio de doações de produtos, serviços e iniciativas pro bono. Pessoas Jurídicas (jul/2011 a jun/2012) Companies (from jul/2011 to jun/2012) For the development of its work, Fundação Estudar counts on a wide network of partners - including businesses, universities, colleges, institutions and professionals committed to fostering high-quality education - who contribute to the annual budget. In addition, the institution also receives collaboration of a group of operational partners, formed by companies from different segments, which enable Fundação Estudar’s work through donations of products, services and pro bono initiatives. PATROCINADORES PARTNERS fundaDORES foundERS Fundação Lemann Fundação BRAVA EGREGIA CUM LAUDE (Doações entre R$ 350.001,00 – R$ 750.000,00) (Donations between R$ 350.001,00 – R$ 750.000,00) Ambev Instituto de Desenvolvimento Gerencial - INDG SUMMA CUM LAUDE (Doações entre R$ 200.001,00 – R$ 350.000,00) (Donations between R$ 200.001,00 - R$ 350.000,00) Itaú Instituto Semeia - Pedro Passos e família Instituto Vivavida - Luiz Seabra MAXIMA CUM LAUDE (Doações entre R$ 100.001,00 – R$ 200.000,00) (Donations between R$ 100.001,00 – R$ 200.000,00) ALL GP Investimentos Itaú BBA Instituto Votorantim MAGNA CUM LAUDE (Doações entre R$ 50.001,00 – R$ 100.000,00) (Donations between R$ 50.001,00 – R$ 100.000,00) Cyrela Fundação Arymax Polo Capital Gestão de Recursos Ltda. PATROCINADOR SPONSOR (Doações entre R$ 10.001,00 – 25.000,00) (Donations between R$ 10.001,00 – 25.000,00) Tecnisa APOIADORES OPERACIONAIS SUPPORTING SERVICES A.T. Kearney AD&M Consultoria Empresarial Associação Escola Graduada de São Paulo - Graded School Avention B2 Agência Centro Acadêmico Visconde de Cairu Colégio Dante Alighieri Comitê de Jovens Empreendedores (CJE/FIESP) Criacittá Fundação Estudar | patrocinadores
  43. 43. 43 Cybertécnica David Rockefeller Center for Latin American Studies – Harvard University Deloitte Touche Tohmatsu Auditores Independentes DM9 DDB DMagrella DMRH Everton Ballardin EXAME Fluxo Consultoria Guilherme Ramos Santos Hardy Design ICTS Global IME Júnior Instituto Militar de Engenharia (IME) INDG (em nome de Vicente Falconi Campos) Insper Interbrand Isabela Abram Coaching Practice JR Consultoria - UFPR Júnior Pública FGV LHH | DBM Martins Café Maxin TV MBA Empresarial MoiP Núcleo de Empresas Juniores da Unicamp Obra Vídeos O Estado de S.Paulo Primeira Escolha Subway Link Susan Lyons Tatiana Gaz Vella Telesat UFMG Consultoria Júnior VEJA Vieira, Rezende, Barbosa e Guerreiro Associados Virid Young Heads Pessoas Físicas (julho/2011 a junho/2012) Individual Donors (from july/2011 to june/2012) fundaDORES foundERS Marcel Herrmann Telles MAGNA CUM LAUDE (Doações entre R$ 50.001,00 – R$ 100.000,00) (Donations between R$ 50.001,00 – R$ 100.000,00) Florian Bartunek CUM LAUDE (Doações entre R$ 25.001,00 – R$ 50.000,00) (Donations between R$ 25.001,00 – R$ 50.000,00) Ronuel Mattos PATROCINADOR SPONSOR (Doações entre R$ 10.001,00 – 25.000,00) (Donations between R$ 10.001,00 – 25.000,00) Carla Larangeira Guerrero e José Luis Guerrero André Street Eduardo Pontes Marcos Duarte Santos Mateus Bandeira Veronica Allende Serra COLABORADORES CONTRIBUTOR (Doações até R$ 10.000,00) (Donations up to R$ 10.001,00) Carlos Brito Marcos Costa Santos Carreira Rodrigo Ferraz Pimenta da Cunha Ana Paula Martinez Elsen Christian Carvalho Carmo Luciana Veloso Rocha Matheus Meirelles Damasceno Ferreira Susan Lyons Fundação Estudar | sponsors
  44. 44. 44 O comprometimento de todos os bolsistas da Fundação Estudar permite que o trabalho da instituição continue sendo desenvolvido e que um número maior de jovens de alto potencial tenha acesso aos programas voltados para o desenvolvimento pessoal e profissional. Mais de 200 bolsistas já retornaram à instituição o valor integral da bolsa de estudos recebida e vários outros fizeram doações à Estudar, contribuindo para a continuidade do modelo autossustentável de suas atividades. Outros também auxiliam voluntariamente na participação do processo seletivo dos novos bolsistas e dos programas de mentoring. The involvement of all scholars allows the institution to keep developing its work and a greater number of young high-potential students to access programs for the personal and professional development. Over 200 scholars have already returned to Fundação Estudar the full amount of scholarship received and several others made donations to the institution, contributing to the continuity of the self-sustaining model of its activities. Others also help voluntarily participating in the selection process of new scholarships and in the mentoring programs. DOAÇÕES DONATIONS Fundação Estudar | DOAÇões
  45. 45. 45 Bolsistas que quitaram as bolsas em 2011-2012 Scholarship winners who paid back their scholarships in 2011 – 2012 No período de julho de 2011 a junho de 2012 FROM July 2011 to June 2012 Aline Mesquita Laranja (1995) LL.M. - Harvard University - Harvard Law School Antonio Augusto Barboza Pinto (2001) MBA - University of Bath Azor Bolton de Toledo Barros (2008) MBA - University of Pennsylvania - The Wharton School Camilo Marcantonio Junior (2007) MBA - Harvard University - Harvard Business School Felipe Souza Papaleo (2002) MBA - University of Toronto - Rotman School of Management Igor Xavier Correia Lima (2007) MBA - Northwestern University - Kellogg School of Management Leda Sara Xavier Castanheira (2004) MBA - IE Business School Makoto Yokoo (2003) MBA - MIT - Sloan School of Management Pedro Henrique Fragoso Pires de A. Garcia (2008) Economia Economics - Bucknell University Pedro Vieira Lima de Albuquerque (2006) Economia Economics - Insper Pythagoras Lopes de Carvalho Neto (2009) LL.M. - University of Chicago - University of Chicago Law School Rui Lopes Viana Filho (2000) Engenharia Engineering - MIT Thais Starling Pádua de Miranda (2009) Administração Administration - Ibmec-MG Fundação Estudar | doNATIONS
  46. 46. 46 Alexandre de Barros Cruz e Guião Alexandre Valério De Wilde André Sapoznik Antônio Vicente La Camera Carlos Henrique Lobão Pegurier César Munehiro Arata Edison Yu Eduardo Fontana Hoffmann Elsen Christian Carvalho Carmo Fabiana Sandra Eggers Filipe Bonetti Alves Flávio Eduardo Sznajder Hadriano Domingues Hans Lin Jorge Guimarães Laranjeira Luiz Fernando Barreto Silva Manoela Olbrich de Souza Andrade Marcelo Faria Parodi Marcelo Leite Moura e Silva Marcelo Luiz Mendes Soares da Silva Marcelo Santos Barbosa Marcelo Santos Ribeiro Murilo Mattos Chaim Olavo Hartveld Cunha Patrícia Andrade Paviani Patricia Regina Verderesi Paulo André Piereck da Cunha Peter Lerner Mintzberg William I Wei Tsui 1997 Breno Machado Carlos Fernando Vieira Gambôa Carlos Henrique Miyaki Claudia Elisa de Pinho Soares Joaquim Pedro Andrés Ribeiro Júlio Cesar Attílio Maurício França Junior Paulo José Marques Soares Pedro de Freitas Almeida Bueno Vieira Pedro Paulo Alves de Brito Renato Oliveira Furtado 1991 João Mauricio Giffoni de Castro Neves Mario José das Neves Ricardo de Oliveira Barreto 1992 Bernardo Vieira Hees Francisco Loffredi Rodolfo Gilberto Ribeiro Guilherme Bokel Catta-Preta Jaime Pfaltzgraf Ribeiro Lissa Collins Márcia Andrea de Almeida Wolff Marcos Fernandes Vianna Pedro Loffredi Rodolfo 1993 Cláudio José Carvalho de Andrade Dalbi Sebastião Arruda Jr. Dercio Santiago Silva Júnior Eleonora Pizarro Motta Fernando Octávio Mazza Baumeier Fernando Quintana Merino Luiz Gustavo Lamego Alves Luiz Raul Delgado de Andrade Marcelo Amaral Moraes Marcos André Gonçalves de Macedo Martin Jochmann Rodolfo Magno de Carvalho Coelho Rodrigo Peixoto Galvão Valéria Marinho Freundt 1994 Alberto Winkler Blanco Andrea Narholz Diaz Arkhan Helu Cristiane Rembowski Fernandes Floriano Paulino da Costa Neto Francisco José Bastos Santos Gisele Simões Everett Heny Gabay Ivo Luis de Sá Freitas Vieitas Jr. Luis Heitor de Queirós Gonçalves Luiz Felipe Echenique Wielandt Marcelo de Carvalho Navarro Márcia Ghitnick Marie Louise Conilh de Beyssac Marília Artimonte Rocca Monica Rossi Duarte Neves Ricardo Camargo Veirano Ricardo Tadeu A. Cabral de Soares Rogério de Deus Oliveira Ronaldo Veiga Fiorito Sergio Messias Pedreiro 1995 Adriana Pozzani Alexandre Houara Lordello Ana Beatriz Santos Gama Ana Silvia Antunes André Luiz Miranda e Silva André Reginato Antônio Henrique Prado Augusto Alves Tannure Cristina Haruko Kawamoto Daniele Valadão Levy Daniela Barone Soares Diego Luis Milred Flávia Marques Barros Gregor Masini Monteiro de Andrade Isabel Lustosa Veirano Leonardo Goldfeld Luis Fernando Gustavo de Castro Marco Simonovitch Mark Mercante Amorim Nelson Lopes Puccini Verônica Allende Serra 1996 Affonso Parga Nina Bolsistas que quitaram bolsas desde 1991 (por ano de bolsa) Scholars who paid off their scholarships since 1991 (by scholarship year) Fundação Estudar | DOAÇões
  47. 47. 4747 Rodolfo Aranha Alves Barreto Rodrigo Leonardo Anunciato Rosineide Wanderley Tinoco 1998 Alexandre Ferraz de Marinis Bernardo Barroso Gattass Fábio Cefaly de Campos Machado Fábio Marcel Fossen Fernanda Haydée Pasquarelli Flávio Campello Costa Guilherme Cavalcanti Piereck Guilherme Medeiros Bastos Hugo Botelho Barra Jacob Gabriel Nicocelli da Silva Jaime Schlittler Silva Filho Lycia Akiko Hossaka Marília Artimonte Rocca Paulo Haroldo Mannheimer Ricardo Mollica Jourdan Stephanie de Souza Mayorkis Tamy Ymei Lin 1999 André Luis Abram Carlos Watanabe Cláudio Maurício Freddo Everton Lopes Bonifácio Fábio Santiago da Silva Janaina Martins Soares João Henrique Guerra Luciana Veloso R. Portolese Baruki Luis Felipe Berthi Abboud Dau Marcelo Moreira Russo Pedro Rodrigues Jaime Ricardo Marques Garcias Rodrigo Augusto Pereira Zago Rogério Frota Melzi Wesley Lucio Cavalcante Melo 2000 Ana Fernandes Kertesz Andre Caldas Oliveira André Ferrari Claudio Galeno de Araujo Filho Cristina Artimonte Farjallat Janete das Neves Inverno Macedo Marcela Dutra Drigo Marcello Marreco Sardenberg de Mattos Raquel Fleury Corrêa Rogério Rocha Mascarenhas Simone Lahterman 2001 Breno Toledo Pires de Oliveira Bruno Pessôa Serapião Carolina Peloso Vieira de Andrade Fábio Vidal Armaganijan Felipe Faissol Janot de Matos Felipe Holzhacker Alves Marta Mendes Miguel Pedro Marcus Lira Palma Ricardo Alário Arantes Sérgio Luis Guedes D’Ávila 2002 Cauê Costa Moreira Amaral Colin Butterfield Danilo Gamboa Éder José Martins Eduardo Andre Bottino Roma Gustavo Blau Margosian Conti Mateus Affonso Bandeira Nilo Martins de Andrade Filho Piero Rodrigues D´Avila Rodrigo Perazzi Musiello Silvia Molinar de Almeida 2003 Adelmo Hideyoshi Inamura Fábio Alexandre Jung Leonardo Bourbon Cabral Luiz Claudio Valmont Matheus Meirelles Damasceno Ferreira Paulo Thiago Passoni Renato Antonio Secondo Mazzola Rodrigo Vilardo Vella 2004 Ana Paula C. de Oliveira Fontes Daniela Fusco Alcaro Jayme Chataque de Moraes Júlio André Kogut Maria Isabel Mussnich Pedroso Paula Volpatto Fagundes Pedro Salgueiro Teles Ribeiro Renato Proença Prudente de Toledo Rubens Mario Marques de Freitas 2005 Ana Paula Martinez Daniel Abbud Sarquis Aiex Daniel Barcelos Vargas Eduardo Medeiros Rodrigues Felipe Bomfim Ferreira Gabriel Felzenszwalb Luiz Ricardo Barbosa Galdi Delgado Rodolfo de Souza Senra 2006 Ana Gabriela Machado Pessoa Fernanda Ferreira Bastos Gabriel Haddad Silva Marcelo Lyra Machado de Carvalho Maria Fernanda Lima da Rocha Barros Rodrigo de Almeida Pizzinatto Sérgio Vailati Filho 2007 Mariana de Oliveira Casella Aversa Mariane Akemi Hotta 2008 Flávio Raposo de Almeida Luis Fernando Yamaniski Cassiano Fundação Estudar | doNATIONS
  48. 48. 48 bolsistas de 2012 Scholars of 2012 Fundação Estudar | bolsistas de 2012
  49. 49. 49 Scholarship Program Programa de Bolsas O Programa de Bolsas da Fundação Estudar financia os estudos de jovens alunos de graduação e pós-graduação aprovados em universidades de ponta, no Brasil e no exterior, em cursos considerados estratégicos para o país. Além do apoio financeiro, os jovens selecionados passam a ter acesso aos programas de desenvolvimento de carreira e possibilidades de formação de seu networking, ao longo de toda sua vida profissional. O Programa de Bolsas é a principal estratégia da Estudar no sentido de construir uma comunidade transformadora, ao reunir talentos comprometidos com o desenvolvimento do Brasil. Fundação Estudar’s Scholarship Program funds the studies of graduate and undergraduate people approved in top universities in Brazil and abroad in courses considered strategic for the country. Besides financial support, the students selected will have access to programs for career development and networking throughout their professional carreer. The Schoolarship Program is one of Fundação is Fundação Estudar’s main strategy in order to build a transforming community by bringing together talent people committed to Brazil’s development. Fundação Estudar | scholars of 2012
  50. 50. 50 Distribuição geográfica dos candidatos - Processo Seletivo 2012 geographic distribution of the applicants - Selection Process 2012 Em 2012, a Fundação Estudar recebeu 6.959 inscrições, que representou um aumento de 18% em relação ao ano anterior. Foram aprovados 29 novos bolsistas, sendo 22 de graduação e sete de pós-graduação. Entre os bolsistas de graduação, 12 irão completar seus estudos em universidades brasileiras, cinco farão intercâmbio no exterior e outros cinco irão cursar a faculdade integral- mente em outros países. Entre os alunos de instituições brasileiras, 82% estudam em universidades públicas. In 2012, Fundação Estudar’s Scholarship Program received 6959 entries, representing an increase of 18% over the previous year. Among 29 new fellow young talents, 22 are undergraduate and 7 are graduate. Among the graduate students, 12 will complete their studies at universities in Brazil, 5 will study abroad and other 5 will attend entire college in other countries. Among students of Brazilian institutions, 82% are studying at public universities. 64,01% 66,45% 6,53% 3,38% 2,95% 6,11% 15,35% 25,4% 10,96% 11,18% Região Region Graduação Undergraduate Pós-graduação Graduate Norte North 168 76 Nordeste Northeast 874 158 Centro-Oeste Centerwest 372 42 Sudeste Southeast 3.644 826 Sul South 624 139 Exterior Abroad 11 2 Fundação Estudar | bolsistas de 2012
  51. 51. 51 Processo Seletivo de 2008 a 2011 Selection Process 2008 – 2011 Processo Seletivo de 2012 Selection Process 2012 graduação - inscritos Undergraduate - entries graduação - aprovados Undergraduate - approved PÓS-graduação - inscritos graduate - entries PÓS-graduação - aaprovados graduate - approved 2009 1.093 3.151 2010 1.031 4.033 2008 1.665 4.495 2011 2.254 3.367 0 1.000 2.000 3.000 4.000 5.000 0 5 10 15 20 25 2009 2010 2008 2011 8 23 11 24 11 23 16 21 Fase Faser Pós-graduação Graduate Graduação Undergraduate Inscritos Entries 1254 5705 Aprovados no perfil Document analysis 299 1301 Provas online Online tests 234 984 Dinâmica Group dynamics 147 469 Entrevista individual Individual Interview 37 80 Entrevista ex-bolsista Interview with alumni 25 49 Entrevista final Final interview 12 23 Aprovados Approved 7 22 Fundação Estudar | scholars of 2012
  52. 52. 52 Lista de aprovados 2012 List of approved scholars Graduação no Brasil Undergraduate in Brazil Ana Flávia Sousa Ramos, 21 Administração Pública Public Administration – Fundação João Pinheiro Administração de Empresas Business Administration – UFMG André Mendes da Silva, 21 Engenharia Mecatrônica Mechatronics Engineering – PUC-PR Camilla Matias Morais, 21 Engenharia Mecânica Mechanical Engineering – ITA Diogo de Jesus Medeiros, 22 Engenharia Química Chemical Engineering – PUC-Rio Julia Evangelista, 22 Administração de Empresas Business Administration – Ibmec-MG Direito Law – PUC-MG Mateus Souza Borges, 20 Engenharia Mecânica Mechanical Engineering – UNICAMP Matheus Antunes Gomes Ribeiro, 19 Engenharia Elétrica Electrical Engineering – UFMG Michel Augusto O. de Araujo Portas, 19 Engenharia Aeronáutica Aeronautical Engineering – ITA Raquel Nunes, 21 Engenharia Química Chemical Engineering – UFMG Rodrigo Fraga, 21 Engenharia de Produção Production Engineering – UFRJ Vitor Mota Rodrigues da Silva, 20 Engenharia de Produção Production Engineering – UFRJ Wildiner Batista, 19 Engenharia Civil Civil Engineering – UNICAMP Intercâmbio Undergraduate International Exchange André Luiz de Moura Marques, 21 Engenharia Química Chemical Engineering – UNICAMP/ École Centrale de Lyon Leonardo Damião, 20 Economia Economics – PUC-Rio / Sciences PO Paris Mariana Georges Monteiro de Carvalho, 22 Engenharia de Materiais Materials Engineering – IME / Institute National des Sciences Appliquées Raiane Fernanda Pinheiro, 22 Engenharia de Controle e Automação Control and Automation Engineering – USP / Politecnico di Torino Sara Izumi Nishimura, 20 Engenharia Elétrica Electrical Engineering – USP / École Centrale de Lyon Graduação no exterior Undergraduate abroad Camila Zattar, 17 Relações Internacionais International Relations – University of California - Berkeley Gustavo Haddad F. E. Sampaio Braga, 17 Física Physics – MIT Isabel Veigas de Lima, 18 Engenharia Ambiental Environmental Engineering – University of California - Berkeley João Henrique Aquino Vogel, 18 Engenharia da Computação Computer Engineering – Harvard University Fundação Estudar | bolsistas de 2012
  53. 53. 53 Maurício Peixoto de Matos Almeida, 18 Ciência da Computação Computer Science – Michigan State University Pós-graduação Graduate Dafne Guisard, 29 MBA – MIT Eduardo Baer, 28 MBA – Stanford University Letícia Rosa dos Santos Cordeiro, 27 MSC em Engenharia – Stanford University Raphael dos Santos Veloso Martins, 25 MPA – Harvard University Renato Henrique Caumo, 28 LLM – Georgetown University Ricardo Camatta Sodré, 27 MBA – Harvard University Ricardo Correa da Silva, 22 Física Physics – King’s College London Fundação Estudar | scholars of 2012
  54. 54. 54 Júlia Evangelista, Rodrigo Fraga e Renato Caumo Fundação Estudar | bolsistas de 2012
  55. 55. 55 Letícia Rosa dos Santos Fundação Estudar | scholars of 2012
  56. 56. 56 Vitor Mota Rodrigues da Silva e Mariana Georges Monteiro Fundação Estudar | bolsistas de 2012
  57. 57. 57 Camila Zattar e Leonardo Damião Fundação Estudar | scholars of 2012
  58. 58. 58 Ana Flávia Sousa Ramos e Diogo de Jesus Medeiros Fundação Estudar | bolsistas de 2012
  59. 59. 59 Eduardo Baer Fundação Estudar | scholars of 2012
  60. 60. 60 Gustavo Haddad Francisco e Sampaio Braga, João Henrique Aquino Vogel e Sara Izumi Nishimura Fundação Estudar | bolsistas de 2012
  61. 61. 61 Raphael Martins Fundação Estudar | scholars of 2012
  62. 62. 62 Michel Portas Fundação Estudar | bolsistas de 2012
  63. 63. 63 Ricardo Corrêa da Silva, Isabel Viegas de Lima e Raquel Nunes Fundação Estudar | scholars of 2012
  64. 64. 64 Wildiner Estainer Batista e André Mendes da Silva Fundação Estudar | bolsistas de 2012
  65. 65. 65 Dafne Guisard Fundação Estudar | scholars of 2012
  66. 66. 66 Maurício Almeida Fundação Estudar | bolsistas de 2012
  67. 67. 67 Ricardo Camatta Sodré e André Luiz de Moura Marques Fundação Estudar | scholars of 2012
  68. 68. 68 Matheus Antunes Gomes, Raiane Fernanda Pinheiro e Mateus Souza Borges Fundação Estudar | bolsistas de 2012
  69. 69. 69 Camilla Matias Morais Fundação Estudar | scholars of 2012

×