Your SlideShare is downloading. ×
Resumo Sessão Técnica "ArcGIS 10.1 Desktop Developer Migration Topics" do ESRI DevSummit2012
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Resumo Sessão Técnica "ArcGIS 10.1 Desktop Developer Migration Topics" do ESRI DevSummit2012

1,217

Published on

Resumo Sessão Técnica "ArcGIS 10.1 Desktop Developer Migration Topics" do ESRI Developer Summit 2012 …

Resumo Sessão Técnica "ArcGIS 10.1 Desktop Developer Migration Topics" do ESRI Developer Summit 2012

Published in: Technology
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
1,217
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
11
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Resumo da Sessão TécnicaArcGIS 10.1 Desktop Developer Migration Topics Bruno Caimar Imagem Soluções Verticais Maio / 2012
  • 2. Agenda• Mudanças no ArcGIS 10.0 e 10.1 - Requisitos do SDK - Suporte 64 Bit - Publisher Policy Files - Mudanças nome de produto (10.1)• Runtime Binding ( Aplicações Standalone )• Mudanças no registro de componentes• Workflow para migração• Novas opções para customização - Add-ins - Python - ArcGIS Runtime• Migração VBA/VB6• FAQ (Perguntas e Respostas) e Dicas rápidas
  • 3. Requisitos SDK10.0• Visual Studio 2008 sp 1 / Visual Studio Express 2008• Visual Studio 2010• .NET Framework - 3.5 sp 1• Certificado no .Net 3.5 sp110.1• Visual Studio 2010 / Visual Studio 2010 Express• .NET Framework - 3.5 sp 1• Certificado .Net 4.0ArcGIS Desktop• Engine Runtime deve estar instalado• ArcObjects .NET SDK• ArcGIS Engine Developer Kit License
  • 4. .NET Framework.NET Framework 3.5 é o minimo requerido - Instalado com o Engine ou Desktop.NET Framework 4.0 completamente suportado (10.1) - requer instalação independenteInterop types não são mais necessários
  • 5. Suporte 64 Bit• ArcGIS Desktop e Engine são aplicações de 32 bit - Rodam como aplicações 32 bit em SOs 64 Bit• Aplicações Standalone - Compilar para plataforma x86 (padrão VS é “Any CPU”)• ArcGIS 10 já é Large Address Aware - Pode utilizar até 4 GB de RAM (se disponível) em SOs 64bit
  • 6. No Publisher Policy Files● Policy files especificam o redirecionamento de assemblys - Incluído nas versões anteriores● Desktop inclui um arquivo de configuração - Redireciona os assemblies do 9.3.x para o 10 - Apenas para auxiliar na migração● Recomenda-se que todas as aplicações sejamrecompiladas (tanto para o 10.0 quanto para o 10.1)
  • 7. Mudanças no nome de Produto (10.1)- Mudanças na enumeração esriProductCode10.0 10.1esriProductCodeArcView esriProductCodeBasicesriProductCodeArcEditor esriProductCodeStandardesriProductCodeArcInfo esriProductCodeAdvanced- Mudanças na enumeração esriLicenseProductCode10.0 10.1esriLicenseProductCodeArcView esriLicenseProductCodeBasicesriLicenseProductCodeArcEditor esriLicenseProductCodeStandardesriLicenseProductCodeArcInfo esriLicenseProductCodeAdvanced
  • 8. Runtime Binding Aplicações Standalone• No ArcGIS 10 cada aplicação possui seu próprio runtime - Cada aplicação tem seu próprio local de instalação - Service pack separados●ArcObjects deve ser, obrigatoriamente, apontado para umruntime - Requerido para todas as aplicações standalone - Obrigatório fazer “bind” antes de qualquer chamadaArcObjects - Aplicações “Engine” podem fazer “bind” para runtime“Desktop” ou “Engine”● Importante - Binding não é licenciamento - Ainda e necessário utilizar uma licença
  • 9. Runtime Binding - How To• Adicionar uma referencia para ESRI.ArcGIS.Version• Utilizar classe estática RuntimeManager - Chamar ESRI.ArcGIS.RuntimeManager.Bind passando ocódigo do produto que deseja utilizar - Também é possível utilizar o método BindLicense querealiza o “Bind” e também chama o AoInitialize (licença)• Recomendado efetuar o “Bind” no método main(c#)/eventostartup(VB.NET)- O assembly chama-se ESRI.ArcGis.Version- O namespace chama-se Esri.ArcGis
  • 10. Componentes customizados Registro de componentes• Antes da versão 10, o ArcGIS descobria quaiscustomizações ele deveria carregar baseado na categoriaque o componente estava registrado (registro do Windows)• No ArcGIS 10 as categorias de componentes NÃO são maisobtidas no registro• Essas informações são agora obtidas em arquivos deconfiguração (*.eecfg)
  • 11. Componentes customizados Como registrar componentes• Componentes ainda são baseados em COM - Obrigatório registrar como componente COM• Utilizar o utilitário ESRIRegAsm.exe para: - Registrar o componente COM - Criar o arquivo ECFG no local apropriado Engine: %CommonProgramFiles%ArcGISEngine10.0ConfigurationCATID ArcGISEngine10.1ConfigurationCATID Desktop: %CommonProgramFiles%ArcGISDesktop10.0ConfigurationCATID ArcGISDesktop10.1ConfigurationCATID• Sugestão em tempo de desenvolvimento - Adicionar um “custom build step” no seu projeto .NETpara realizar a chamada ao utilitário
  • 12. Componentes customizados DeployOpção 1: - Chamar o utilitário ESRIRegAsm.exe na maquina alvo - ESRIRegAsm.exe <MyDll.dll> /p:<Product>* Utillitário é sempre instalado pelo ArcGIS no caminho%CommonProgramFiles%Common FilesArcGISbinOpção 2: - Registrar o componente COM normalmente - Copiar o arquivo ecfg para o local apropriado Engine: %CommonProgramFiles%ArcGISEngine10.0ConfigurationCATID ArcGISEngine10.1ConfigurationCATID Desktop: %CommonProgramFiles%ArcGISDesktop10.0ConfigurationCATID ArcGISDesktop10.1ConfigurationCATID
  • 13. Workflow para migração• Executar o “Code Migration Analyzer” que está incluído noArcObjects SDK - Gera um relatório com avisos que auxiliam na migraçãopara o 10• Acertar as mudanças nos Assemblies (Marcar “specificversion” para “false”)• Adicionar novo passo para o registro dos componentes• Aplicações Standalone devem adicionar o código para o“Bind” do runtime(10.1)• Atualizar códigos que utilizam as enumerações quemudaram
  • 14. Add-Ins Novo Framework de Customização• Não requer componentes COM• Disponível em Java.NET e Python (10.1)• Empacotado em um arquivo *.esriaddin(zip file) • Deploy pode ser feito com um simples Xcopy • Instalação com duplo clique• Instalação por usuário• Não requer permissões administrativas• Pode ser assinado digitalmente• Instalação pode ser controlada por administrador• Pode ser disponibilizado em um diretório compartilhado narede
  • 15. PythonMuitas melhorias no suporte ao Python no ArcGIS 10• Pacote ArcPy - Automation of GIS mapping functionality - Geoprocessing / Printing and Exporting - Manipulate Map Document and Layer Files - Automate Map Book creation / Automation of GIS analysis - Python API for Spatial Analyst and GeoStatistical Analyst* Add-Ins em Python (10.1)• Um mesmo script pode rodar no - Desktop - Engine - Server - Windows / Linux
  • 16. Novo ArcGIS Runtime (10.1)- Nova arquitetura- Deploy mais simples (app, maps e data)- Suporte a 64 bit nativo- API modernas (WPF and JAVA)- Footprint de Memoria e espaço em disco reduzidosMas atenção...- Não é equivalente funcionalmente ao Engine- Não é um substituo para o ArcObjects- Novas APIs - Código deverá ser reescrito- Representa um novo padrão paracompatilhamentodistribuição
  • 17. Migração VBAStatus para 10.0 e 10.1• Free VBA Compatibility Setup - Requer solicitação de licença - Sem suporte e sem SDK• Esri recomenda a migração das aplicações VBA para umdos ambientes de desenvolvimentos suportados atualmente• Para onde um desenvolvedor VBA deve ir? - Python - Add-Ins
  • 18. Migração VB6 Status atual• VB6 não é mais suportado na versão 10 - Não possui mais um SDK para VB6 - VB6 runtime não é instalado com o ArcGIS• Componentes VB6 não são bloqueados - Podem ser registrados para auxiliar na migração - Recomenda-se testar muito bem para se certificar quefuncionam
  • 19. FAQ Perguntas e Respostas●O utilitário EsriRegAsm.Exe é instalado em todas as maquinas?Sim. Todas as instalações de Desktop e Engine instalam o utilitário.●Houve alguma mudança no registro de componentes entre o 10.0 e 10.1?Não. As mesmas regras se aplicam a ambas versões incluindo a necessidade do “Bind”●Tenho que me preocupar com a duplicação dos arquivos .ecfg?Não. Como são baseados em GUIDs, na teoria eles nunca se duplicam.●Tenho que recompilar minhas aplicações a cada nova versão 10.x?A recomendação é sempre recompilar.● Existe algo similar as macros VBA?Não. O mais próximo disso são scripts Python que podem ser criadostestadosinterativamente.●Existe algum roadmap para que o ArcGIS Desktop seja 64 bits?Não. Ainda existem muitas dependências de 32 bits e isso ainda irá levar um certo tempopara ser alterado.
  • 20. Dicas rápidas●Quando você está trabalhando com VB.NET é semprerecomendado trabalhar com “Option Explicit” e “Option Strict”.Isso pode ajudar a evitar a descoberta de problemas apenasem tempo de execução.●É possível utilizar o utilitário Categories.exe para convertercomponentes existentes para o novo formato.●Add-In é a forma existente para que você não tenha que sepreocupar com registro e afins.
  • 21. Resources● Migration Resources para desenvolvedores http://blogs.esri.com/esri/arcgis/2011/03/09/migration-resources/● ArcGIS Beta Resources http://resourcesbeta.arcgis.com/● VBAVB6 devs vejam 2008 Dev Summit - Migrando aplicações ArcObjects VBA/VB6 para .NET - http://bit.ly/IekSwW●Dev Summit 2011 - ArcGIS 10 Desktop Developer MigrationTopics Slides - http://bit.ly/Ixt3Qy e Vídeo - http://bit.ly/Ii6Nzb●Dev Summit 2012 - ArcGIS 10.1 for Desktop Developer MigrationTopics Vídeo - http://bit.ly/JUFzsE
  • 22. Perguntas? Obrigado! Bruno CaimarImagem Soluções Verticais bcaimar@img.com.br Maio/2012

×