Mineirão_12 10-14.2

147 views

Published on

Published in: News & Politics
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
147
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
1
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Mineirão_12 10-14.2

  1. 1. BrunoMoreno bmoreno@hojeemdia.com.br AsCopasdasConfedera- ções e do Mundo, em 2013 e 2014, produzi- rãouma“pegadadecar- bono” estimada em 804.396 toneladas de dióxido de carbono equivalente (tCO2e) em Minas Gerais. Desse volume, 9% (69.012 tCO2e)sãoderesponsabi- lidade própria do gover- no do Estado e devem ser compensados. Outras 91.429 tCO2e (11,37% do total) são re- lativas às obras de mobili- dade na capital – tocadas pela Prefeitura de Belo Horizonte, com recursos do governo federal –, en- quanto 27.376 tCO2e (3,4%dototal)serãoemi- tidas nas obras do Aero- porto de Confins, tam- bém com recursos da União. Para ambas ainda serão estudadas formas de compensação. COMPARAÇÃO Para efeito de compara- ção, a “pegada de carbo- no” das Copas em Minas equivale a 21% da emis- sãoanualdeGasesdeEfei- to Estufa (GEE) na capital mineira,queéde 3,75mi- lhões de tCO2e. A medição foi feita pela consultoria inglesa Useful Simple Projects, com base no princípios do Protoco- lo Corporativo de Gases de Efeito Estufa (Gree- nhouse Gas Corporate Protocol4) e o Padrão In- t e r n a c i o n a lI S O 14064-15, dentre outros. Das 12 sedes do Mundial, Minasfoiaprimeiraacon- cluir o relatório. Apesar de os dois mega- eventos serem disputados em um mês e meio – 15 dias em 2013 e 30 em 2014 – a pegada é medi- da não apenas pelas ativi- dades nesses períodos, mas também ao longo de todaapreparaçãodacida- de, que começou efeti- vamente em 2010. Mesmo assim, será durante os torneios que a emissão de GEE alcançará o ápi- ce em Minas Gerais e no Brasil – ainda não existe uma es- timativa em nível nacional. Isso porque os maiores responsá- veis pela “pegada de carbono” são os voos internacio- nais (206.199 tCO2e) e na- c i o n a i s ( 1 0 5 . 4 6 8 tCO2e), além das acomodações deturistasbrasilei- r o s ( 1 3 2 . 7 5 0 tCO2e) e estrangeiros (71.685 tCO2e). ESTRATÉGIA Orelatórionãoindicouco- mo isso será mitigado ou compensado. A expectati- va é que até o final de no- vembro as ações em Mi- nas sejam divulgadas. O gerente do projeto sustentabilidade da Copa em Minas Gerais, Viní- cius Lott, acredita que se- rá possível compensar os 9% (9.012 tCO2e) sem o uso de recursos públicos diretos. A estra- tégia é so- m a r a s ações já to- madas, como as exigências de sustentabi- lidade na reforma do Mineirão, a determina- ções contratuais nas es- truturas temporárias das Copas, além de ou- tras estratégias. As contas ainda não fo- ram divulgadas, mas ele- mentosdesustentabilida- de adotados na reforma do estádio serão contabi- lizados, tais como a usina de energia solar na laje, o reaproveitamento dos re- síduos de concreto e das árvores podadas, além da estrutura interna e da fachada do estádio, com área de 32 mil metros quadrados, que foram mantidas. Paracompensar a gran- de maioria (91%) das emissões, Lott acredita napossibilidadedeparce- rias. Uma das possibilida- des é a compra de crédi- tos de carbono, pagos pe- los patrocinadores da Fi- fa.Jáosgovernos munici- pal e federal podem ado- tar até mesmo ações so- ciais. Outra forma é a certificaçãode novos pro- jetos ambientais. Minascompensarásó 9%dosgasesdaCopa > Serãoemitidas804.396toneladasdeCO2e,oequivalente a21%doqueéproduzidoporanoemBeloHorizonte Obras de Confins e do BRT, assim como as viagens de turistas ainda não têm previsão de compensação 12 BeloHorizonte,domingo,14.10.2012 HOJEEMDIA hojeemdia.com.brEconomia

×