Bullying

1,328 views

Published on

1 Comment
0 Likes
Statistics
Notes
  • The problem of children bullying each other is not new. Most of us have encountered a bully at some point in our lives. Usually parents worry about their child becoming the victim to a bully in school. It is often quite a surprise for parents to find out that their child is the one doing the bullying. As upsetting as it is to discover this behavior, you must stay calm. To successfully help your child, you must go about resolving the problem the appropriate way.Luckily, after reading articles online, I found a perfect solution that has been working perfectly for your son and the rest of the family.#SafekidZone, Check out here: http://bit.ly/ZjYchC
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,328
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
22
Comments
1
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Bullying

  1. 1. Bullying DEFINIÇÃO : Bullying é uma situação que se caracteriza por agressõesintencionais, verbais ou físicas, feitas de maneira repetitiva, por um oumais alunos contra um ou mais colegas. O termo bullying tem origem napalavra inglesa bully, que significa valentão, brigão. Mesmo sem umadenominação em português, é entendido como ameaça, tirania,opressão, intimidação, humilhação e maltrato. É exercido por um ou mais indivíduos, causando dor e angústia,com o objetivo de intimidar ou agredir outra pessoa. O bullying é um problema mundial, podendo ocorrer empraticamente qualquer contexto no qual as pessoas interajam, tais como ESCOLA
  2. 2. LOCAL DE TRABALHO FACULDADE escola, faculdade/universidade, família, mas pode ocorrer tambémno local de trabalho e entre vizinhos. Há uma tendência de as escolasnão admitirem a ocorrência do bullying entre seus alunos; oudesconhecem o problema ou se negam a enfrentá-lo. Esse tipo deagressão geralmente ocorre em áreas onde a presença ou supervisãode pessoas adultas é mínima ou inexistente. Estão inclusosno bullying os apelidos pejorativos criados para humilhar os colegas. CONSEQUENCIAS DO BULLYING
  3. 3. Além de um possível isolamento ou queda do rendimento escolar Crianças e adolescentes que passam por humilhações racistas, difamatórias ou separatistas podem apresentar doenças psicossomáticas e sofrer de algum tipo de trauma que influencie traços da personalidade. Em alguns casos extremos, o Bullying chega a afetar o estadoemocional do jovem de tal maneira que ele opte por soluções trágicas,como o suicídio. O bullying pode ser dividido em dois tipos: o Bullying direto, aforma mais comum entre agressores masculinos; e o bullying indireto,forma mais comum entre as mulheres e crianças, sendo suacaracterística o isolamento social da vítima obtido por espalharcomentários, recusa em se socializar com a vítima, intimidar outraspessoas que desejam se socializar com a vítima, criticar o modo devestir ou outros aspectos socialmente significativos como etnia ereligião. Além desses meios utilizados pelo agressor, outros também são
  4. 4. considerados como agressões como insultar a vítima, ataques físicos,danificar pertences e expressões ameaçadoras. 10 passos para acabar com o Bullying 1. Respeite Trate as outras pessoas como gostaria de ser tratada, com respeito. Sempre. 2. Denuncie O bullying, assim como o cyberbullying (quando a zoação rola nainternet), é crime. Por isso, não tenha medo de fazer denúncias. Contecom a ajuda dos seus pais e até de advogados. 3. Exija Cobre que a sua escola tenha algum tipo de projeto anti-bullying. Éimportante que fique claro que há uma punição aos alunos que zoam osoutros (essa é uma das melhores formas de evitar o bullying!). 4. Explique Proponha palestras, peças de teatro, trabalhos... Tudo para ajudar a galera a entender o problema e, assim, combatê-lo. 5. Lute Lute para que sua escola crie um e-mail ou um serviço de telefone por onde seja possível denunciar casos de bullying. 6. Pesquise
  5. 5. Informe-se sobre o assunto. Só assim você poderá identificar o problema. Parece coisa de doido, mas, apesar de o bullying acontecer em 100% das escolas, muita gente não sabe o que ele é. 7. Tenha limites Zoar uma pessoa de vez em quando não tem nada de errado. Mas saiba parar. Sem se dar conta, você pode insistir na brincadeira e levar a vítima a ter ataques de ansiedade e até depressão. 8. Ajude Se você já foi vítima de bullying, seria legal fazer um blog para postar sobre o assunto. Com certeza, daria para ajudar um monte de meninas que sofrem do problema e não sabem o que fazer. 9. Defenda Combine com as suas amigas: se alguém da turma for vítima de bullying, as outras entrarão na briga para defendê-la. Assim vocês se sentirão mais seguras. 10. Tenha coragem Cuide da sua autoestima. Segura de si, você tem tudo para não se tornar uma vítima de bullying e ainda terá força para enfrentar quem faz isso.Sites:http://revistaescola.abril.com.br/crianca-eadolescente/comportamento/bullying-escola-494973.shtml http://www.brasilescola.com/sociologia/bullying.htm ~~~ Alunas ~~~ Ana Beatriz de Moura Fantucci N° 02 Hendriele Moraes Vieira Nº 17 Milena dos Reis Insfran N°28 Sarah Duarte da Silva N°30

×