AÇÕES DE CONVIVÊNCIA COM O SEMIÁRIDO
BRASIL SEM MISÉRIA – BAHIA
Construção de cisternas e tecnologias sociais para armazen...
BRASIL
De 2003 a 2013:
•	 mais de R$ 5 bilhões em recursos
aplicados para as compras do PAA
•	 cerca de 4 milhões de tonel...
SerTãoVivo - Ações de Convivência com o Semiárido
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

SerTãoVivo - Ações de Convivência com o Semiárido

253,525
-1

Published on

Ações de Convivência com o Semiárido

Brasil Sem Miséria

Published in: Government & Nonprofit
0 Comments
7 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
253,525
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
42
Actions
Shares
0
Downloads
7
Comments
0
Likes
7
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

SerTãoVivo - Ações de Convivência com o Semiárido

  1. 1. AÇÕES DE CONVIVÊNCIA COM O SEMIÁRIDO BRASIL SEM MISÉRIA – BAHIA Construção de cisternas e tecnologias sociais para armazenamento de água, para consumo e produção. • 1.347 municípios do Semiárido beneficiados desde 2003 • 935,5 mil famílias beneficiadas desde 2003 (cerca de 4,4 milhões de pessoas) • 600 mil famílias beneficiadas de 2011 a 2014 (cerca de 2,8 milhões de pessoas) ÁGUA PARA CONSUMO HUMANO Meta: 750 mil cisternas entregues em todo o semiárido até o fim de 2014 Cisternas construídas entre 2011 e março de 2014: NO SEMIÁRIDO • 545,7 mil, das quais 376,5 mil de placas de cimento e 169,2 mil de polietileno NA BAHIA • 149,9 mil ÁGUA PARA PRODUÇÃO Meta: 76 mil tecnologias sociais de apoio à produção agrícola entregues em todo o semiárido até o fim de 2014 Tecnologias construídas entre 2011 e março de 2014: NO SEMIÁRIDO • 54,7 mil tecnologias NA BAHIA • 16,8 mil tecnologias PROGRAMA ÁGUA PARA TODOS Foto: Sergio Amaral-Ascom/MDS
  2. 2. BRASIL De 2003 a 2013: • mais de R$ 5 bilhões em recursos aplicados para as compras do PAA • cerca de 4 milhões de toneladas de produtos comprados da agricultura familiar • 20 mil entidades socioassistenciais beneficiadas No período 2011-2013 (Plano Brasil Sem Miséria): DD Participação de 388 mil agricultores familiares DD Mais de R$ 500 milhões investidos em média por ano DD Mais de 400 mil toneladas de alimentos adquiridos em média por ano • Em 2013: 50% dos agricultores que venderam ao PAA estavam inscritos no CadÚnico e 37% eram mulheres • Os produtos adquiridos somam mais de 3 mil itens (leite e derivados (26%), hortaliças (19%), frutas (14%), seguidos de feijão, arroz, cereais, castanhas, mandioca, carnes, pescados, ovos, sucos e polpas de frutas, entre outros (período 2011-2013) • 44% dos agricultores familiares que acessam o PAA está na Região Nordeste Pelo PAA, os agricultores familiares vendem sua produção para o governo. Os alimentos são direcionados a hospitais, creches e escolas públicas, asilos, restaurantes populares e populações em situação de vulnerabilidade. PROGRAMA DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS (PAA) REGIÃO NORDESTE • De 2003 a 2010: foram aplicados R$ 1,68 bilhão em recursos para as compras do PAA e adquiridas 1,48 milhão de toneladas de produtos da agricultura familiar. No período 2011-2013 (Plano Brasil Sem Miséria): DD Participação de cerca de 65 mil agricultores familiares, em média, por ano; DD 7.800 entidades socioassistenciais beneficiadas, em média, por ano; DD Mais de R$ 270 milhões investidos, em média, por ano; DD 29% dos agricultores familiares na região são mulheres DD 49% dos agricultores familiares que venderam ao PAA estavam inscritos no CadÚnico BAHIA De 2003 a 2010: • foram aplicados R$ 245 milhões em recursos para as compras do PAA e adquiridas 206.559 toneladas de produtos da agricultura familiar. No período 2011-2013 (Plano Brasil Sem Miséria): DD Participação de 10.742 agricultores familiares, em média, por ano DD 1.042 entidades socioassistenciais beneficiadas, em média, por ano DD Mais de R$ 40 milhões investidos, em média, por ano DD 37% dos agricultores familiares do Estado são mulheres DD 44% dos agricultores familiares participantes estavam inscritos no CadÚnico Foto:SergioAmaral-Ascom/MDS

×