• Like
Max weber admnstração burrocrática
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

Max weber admnstração burrocrática

  • 5,351 views
Published

Material disponibilizado pelo Prof. Ervino

Material disponibilizado pelo Prof. Ervino

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
5,351
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
73
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Evolução do Pensamento Administrativo - UVBAula 08 Max Weber e a Teoriada Burocracia Objetivos da Aula •Identificar o surgimento da Teoria da Burocracia e suas origens; •Estudar seus fundamentos teóricos; •Analisar seus pontos positivos e negativos; •Identificar os fatores que conduzirão à evolução para outros modelos.Origens da Teoria da BurocraciaA burocracia é uma forma de organização humana que se baseia naracionalidade, isto é, na adequação dos meios aos objetivos (fins)pretendidos, a fim de garantir a máxima eficiência possível no alcancedesses objetivos.Max Weber (1864-1920), sociólogo alemão, foi o criador da Sociologiada Burocracia. Seu principal livro, para o propósito deste estudo, é “AÉtica Protestante e o Espírito de Capitalismo”.Max Weber afirma que o moderno sistema de produção, eminentementeracional e capitalista se originou da “ética protestante”: o trabalhoárduo e o ascetismo proporcionando a poupança e reaplicação dasrendas excedentes, em vez de seu dispêndio para o consumo. Faculdade On-line UVB 1
  • 2. Evolução do Pensamento Administrativo - UVBWeber notou que o capitalismo, a organização burocrática e aciência moderna constituem três formas de racionalidade quesurgiram a partir dessas mudanças religiosas ocorridas inicialmenteem países protestantes.A Teoria da Burocracia e o PensamentoAdministrativoA Teoria da Burocracia desenvolveu-se dentro da Administraçãoao redor dos anos 40, em função, principalmente, dos seguintesaspectos:- A fragilidade e parcialidade da Teoria Clássica e da Teoria das RelaçõesHumanas;- A necessidade um modelo de organização racional aplicávelnão somente à fábrica, mas a todas as formas de organização,principalmente às empresas;- O tamanho e complexidade crescentes das empresas;- O ressurgimento da Sociologia da Burocracia.Bases da Teoria da BurocraciaO conceito central da Teoria da Burocracia é a autoridade legal, racionalou burocrática. Os subordinados aceitam as ordens dos superiorescomo justificadas, porque concordam com um conjunto de preceitosou normas que consideram legítimos e dos quais deriva o comando.A obediência não é devida a alguma pessoa em si, mas a um conjuntode regulamentos legais previamente estabelecidos.O aparato administrativo que corresponde à dominação legal é aburocracia. A posição dos funcionários (burocratas) é definida porregras impessoais e escritas, que delineiam de forma racional ahierarquia os direitos e deveres inerentes a cada posição, os métodosde recrutamento e seleção, etc. Faculdade On-line UVB 2
  • 3. Evolução do Pensamento Administrativo - UVBA burocracia é a organização típica da sociedade modernademocrática e das grandes empresas. Através do “contrato” ouinstrumento representativo da relação de autoridade dentro daempresa capitalista, as relações de hierarquia nela passam a constituiresquemas de autoridade legal.Weber notou a proliferação de organizações de grande porte queadotaram o tipo burocrático de organização, concentrando os meiosde administração no topo da hierarquia e utilizando regras racionais eimpessoais, visando à máxima eficiência.Fatores principais para o desenvolvimento da moderna burocracia:- O desenvolvimento de uma economia monetária;- O crescimento das tarefas administrativas do Estado Moderno;- A superioridade técnica do tipo burocrático de administração.Características da Burocracia- Caráter legal das normas e regulamento.- Caráter formal das comunicações.- Caráter racional e divisão do trabalho.- Impessoalidade nas relações.- Hierarquia da autoridade.- Rotinas e procedimentos padronizados.- Competência técnica e meritocracia.- Especialização da administração.- Profissionalização dos participantes.- Completa previsibilidade do funcionamento. Faculdade On-line UVB 3
  • 4. Evolução do Pensamento Administrativo - UVBVantagens da BurocraciaPara Weber, comparar os mecanismos burocráticos com outrasorganizações é como comparar a produção da máquina com modosnão-mecânicos de produção.Assim, as vantagens da burocracia são:- Racionalidade em relação ao alcance dos objetivos da organização;- Precisão na definição do cargo e na operação;- Rapidez nas decisões;- Unicidade de interpretação;- Uniformidade de rotinas e procedimentos;- Continuidade da organização através da substituição do pessoalafastado;- Redução do atrito entre as pessoas;- Subordinação dos mais novos aos mais antigos;- Confiabilidade.Nessas condições, o trabalho é profissionalizado, o nepotismo éevitado e as condições de trabalho favorecem a moralidade econômicae dificultam a corrupção.A eqüidade das normas burocráticas assegura a cooperaçãoentre grande número de pessoas, que cumprem as regrasorganizacionais, porque os fins alcançados pela estrutura totalsão altamente valorizados.Dilemas da BurocraciaFragilidade da estrutura burocrática (dilema típico): pressõesconstantes de forças exteriores e enfraquecimento gradual docompromisso dos subordinados com as regras burocráticas. Faculdade On-line UVB 4
  • 5. Evolução do Pensamento Administrativo - UVBA capacidade para aceitar ordens e regras como legítimas,principalmente quando contrariam os desejos da pessoa, exige umaautodisciplina difícil de se manter.Assim, as organizações burocráticas apresentam uma tendência ase desfazerem, seja na direção carismática, seja na tradicional, ondeas relações disciplinares são mais “naturais” e “afetuosas” e menosseparadas das outras.Existem chefes não-burocráticos: indicam e nomeiam os subordinados,estabelecem as regras, resolvem os objetivos que deverão seratingidos. Geralmente são eleitos ou herdam sua posição, como, porexemplo, os presidentes, os diretores e os reis.Esses chefes (não-burocráticos) da organização desempenham oimportante papel de estimular a ligação emocional e mesmo irracionaldos participantes com a racionalidade. A identificação com umapessoa, um líder ou um chefe influi psicologicamente, reforçando ocompromisso com a organização (imagem concreta/”afetuosa”).A ausência ou morte de um chefe não-burocrático da organização -único indivíduo perante o qual as identificações são pessoais, e não-burocráticas - provoca uma crise, a chamada crise de sucessão, quegeralmente é acompanhada de um período de instabilidade.Disfunções da BurocraciaAo estudar as conseqüências previstas (ou desejadas) da burocraciaque a conduzem à máxima eficiência, notou também as conseqüênciasimprevistas (ou indesejadas): as disfunções da burocracia, que sãobasicamente as seguintes:- Exagerado apego aos regulamentos;- Excesso de formalismo e de papelório;- Resistência a mudanças; Faculdade On-line UVB 5
  • 6. Evolução do Pensamento Administrativo - UVB- Despersonalização do relacionamento;- Categorização como base do processo decisório;- Superconformidade às rotinas e procedimentos;- Exibição de sinais de autoridade;- Dificuldade no atendimento a clientes e conflitos com o público;Conclusão: críticas à burocraciaCom essas disfunções, a burocracia torna-se esclerosada, fecha-se aocliente, que é o seu próprio objetivo e impede totalmente a inovaçãoe a criatividade.As causas das disfunções da burocracia residem basicamente nofato de que a burocracia não leva em conta a chamada organizaçãoinformal, que existe fatalmente em qualquer tipo de organização,nem se preocupa com a variabilidade humana (diferenças individuaisentre as pessoas), o que necessariamente introduz variações nodesempenho das atividades organizacionais.A organização informal surge como uma conseqüência daimpossibilidade prática de se padronizar completamente ocomportamento humano nas organizações.Esta aparece como um fator de imprevisibilidade das burocracias, poiso sistema social racional puro de Weber pressupõe que as reações eo comportamento humano sejam perfeitamente previsíveis, uma vezque tudo estará sob o controle de normas racionais e legais, escritase exaustivas.Emfacedaexigênciadecontrolequenorteiatodaaatividadeorganizacionalé que surgem as conseqüências imprevistas da burocracia. Faculdade On-line UVB 6