Biblioteca EB1 Mãe Soberana   Auto avaliaçã - Dominio C- 20112012
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Biblioteca EB1 Mãe Soberana Auto avaliaçã - Dominio C- 20112012

on

  • 1,210 views

 

Statistics

Views

Total Views
1,210
Views on SlideShare
1,210
Embed Views
0

Actions

Likes
1
Downloads
56
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Biblioteca EB1 Mãe Soberana   Auto avaliaçã - Dominio C- 20112012 Biblioteca EB1 Mãe Soberana Auto avaliaçã - Dominio C- 20112012 Document Transcript

  • Relatório de Auto-Avaliação da BE - Domínio avaliado: CRelatório de Auto Avaliação da Biblioteca Escolar Biblioteca EB1 Mãe Soberana Ano Lectivo 2011/2012 Professora Bibliotecária Paula Rute Correia dos Santos Biblioteca EB1 Mãe Soberana - 2011/2012
  • Relatório de Auto-Avaliação da BE - Domínio avaliado: CC. Projetos, parcerias e atividades livres e de abertura à comunidadeC.1 Apoio e atividades livres, extra – curriculares e de enriquecimento curricularC.1.1 Apoio à aquisição e desenvolvimento de métodos de trabalho e de estudoautónomoA BE apoiou os alunos (sempre que possível) nas suas atividades livres realizadas no seuespaço dentro do seu horário normal de abertura (9h00/12h00 e 13h00/17h00), tendo sido amédia diária de alunos presentes na Biblioteca de 72.Sempre que possível porque este ano letivo, devido a não existir funcionária na biblioteca,muitas vezes não foi fácil praticar este horário, pois a professora bibliotecária para além decumprir 9 horas de apoio educativo, exerceu funções em duas BE.Apesar destas limitações, nos inquéritos efetuados, 100% dos alunos consideram que a BE osapoiou nas suas atividades livres e de estudo, 73% refere que utiliza a biblioteca, uma ou duasvezes por semana para além das atividades letivas e 27% todos os dias. No que diz respeito aohorário da BE, 34% mencionam que o horário não é adequado aos seus interesses enecessidades. No inquérito aos Pais/EE (QEE3), na pergunta aberta – Complete a frase “ Pensoque o meu filho/ educando usaria mais a biblioteca escolar se…” dos 56 pais inquiridos, 19referem que eles frequentariam mais se a BE estivesse sempre aberta num horário maisalargado (hora de almoço, intervalo da manhã e depois das 16h00).A BE contribuiu para o desenvolvimento de métodos de trabalho e de estudo autónomo pelosalunos nomeadamente através do “Dossier do Aluno” disponibilizado no seu Blogue.A BE incentivou a autonomia na pesquisa documental através da sinalética adequada, daformação de utilizadores realizada no início do ano letivo, disponibilização de guião deutilizador e listagem de recursos através do blogue. De acordo com os questionários aosalunos (QA3), 95% dos alunos consideram que é fácil encontrarem os documentos queprecisam. Na grelha de observação (GO5), aplicada a 24 alunos do 3º e 4º ano, 20% dos alunosrealizam de forma razoável atividades livres de pesquisa e estudo, 41% de forma consideradaboa e 33% muito boa.Dos alunos observados 25% exploram razoavelmente, 45% exploram bem e 25% muito bem, ainformação de diferentes tipos de documentos. No que se refere às estratégias diversificadasde leitura e registo de informação (tomam notas, elaboram fichas de leitura, fazem resumos,executam esquemas, …) e 45% utilizam razoavelmente, 33% utilizam bem e 4% muito bem. Biblioteca EB1 Mãe Soberana - 2011/2012
  • Relatório de Auto-Avaliação da BE - Domínio avaliado: CQuanto à produção e edição de trabalhos escritos recorrendo sempre que necessário ao usodo computador 50% utiliza bem e 37% muito bem e 12% razoavelmente. No que diz respeito asaber organizar bem a sua própria aprendizagem, revelando autonomia na execuçãoindependente das suas tarefas escolares, 29% faz muito bem, 37% bem e 29% razoavelmente.Neste ponto à também a referir que por vezes devido ao parque informático se encontrarobsoleto, por vezes os alunos deparam-se com problemas que pode atrapalhar um pouco aelaboração dos trabalhos.O inquérito aos Pais/EE (QEE3) revela que 100% consideram que a BE é muito importante paraa aprendizagem e formação global do seu filho / educando.Pontos fortes identificadosA BE regista grande procura por parte dos alunos para a realização autónoma de trabalhosOs alunos manifestam gosto em estar na biblioteca e usufruir dos seus recursosPontos fracos identificadosFalta de recursos humanos – assistente operacionalHorário da BE, devido a falta de recursos humanosParque informático obsoletoC.1.2 Dinamização de atividades livres, de carácter lúdico e culturalA BE proporcionou aos alunos atividades que para além de promoverem a articulaçãocurricular, a leitura de forma voluntária e autónoma, também visaram a ocupação dos seustempos livres.A BE proporcionou aos alunos atividades diversas: Concursos de escrita criativa, comemoraçãode efemérides (Mês Internacional das BE, Halloween, S. Valentim, S. Martinho, Páscoa, Natal,Dia Mundial da Árvore e da Floresta, Dia da Criança…), atividades de expressão plástica,exposições, algumas atividades da Semana da Leitura, propostas de atividadesconstantemente expostas nos placards da biblioteca, apelando à participação dos alunos, noâmbito dos mais variados contextos e temáticas, concursos, História do dia, Escritor do mêsentre outras.A BE participa/colabora ativamente nas atividades culturais da escola / agrupamento e o PlanoAnual de Atividades da BE é integrado no Plano Anual de Atividades do Agrupamento. Biblioteca EB1 Mãe Soberana - 2011/2012
  • Relatório de Auto-Avaliação da BE - Domínio avaliado: CDe acordo com os questionários aos alunos (QA3), no que se refere às atividades culturaisdinamizadas pela BE, 100% consideram-nas numerosas, 97,9% diversificadas e 100%interessantes.A BE valoriza e divulga as suas atividades através do blogue, da página de facebook e doboletim informativo trimestral da BE (enviado aos pais por email).Pontos fortes identificadosRealização de atividades diversificadas envolvendo as diferentes áreas curriculares daescola/agrupamento.Existência de um Plano de Atividades integrado no PAA do agrupamentoA BE desenvolveu estratégias diversificadas de marketing com vista à sua promoção e àdivulgação das suas atividades de animação cultural junto da comunidade escolar, educativa eenvolvente, através do Blogue, do Facebook, das Newsletters e dos jornais locais “OLouletano” e a “A Voz de Loulé”.Pontos fracos identificadosDificuldade de realizar algumas atividades por falta de assistente operacional na BEEnvolvimento e colaboração dos pais e encarregados de educação na organização doseventos/atividades (só se envolvem nas atividades da Semana da leitura)C.1.3 Apoio à utilização autónoma e voluntária da BE como espaço de lazer e livrefruição de recursosOs alunos beneficiaram de acesso livre e autónomo à BE, como espaço de lazer eaprendizagem durante todo o período de permanência na escola, quando a animadora daescola estava disponível para abrir a BE ou a professora bibliotecária estava em horário debiblioteca, nesta biblioteca, uma vez que exerceu funções em duas bibliotecas. A nãoexistência de assistente operacional fez com que a BE estivesse fechada muitas vezes duranteo período da hora de almoço e depois das 16 horas.Os alunos utilizaram muito a BE em horas livres do seu dia-a-dia e isso promoveu a BEenquanto espaço de lazer, pois a média de utilização diária da BE mesmo com as limitaçõesmencionadas acima é de 36% em relação ao total de alunos da escola (202). Os alunosadquiram hábitos de utilização livre da BE, cultivando um clima de liberdade, respeito edescontração. Biblioteca EB1 Mãe Soberana - 2011/2012
  • Relatório de Auto-Avaliação da BE - Domínio avaliado: CO espaço da BE dispõe de condições favoráveis à utilização individual e em pequenos grupos. De acordo com os questionários aos alunos (QA3), 95% considera o ambiente calmo efavorável à utilização ao mesmo tempo por vários alunos e grupos em atividades diferentes e100% considera o espaço da BE agradável e atrativo.Na questão sobre a facilidade de encontrar os documentos de que precisam, 95% dos alunosconsideraram que são fáceis de encontrar e 100% considera que os livros são atuais e deacordo com os seus interesses. Registaram-se 738 requisições para leitura na BE e 3881 paraleitura domiciliária. Também 100% dos alunos consideraram que os CD, DVD e jogos são doseu agrado.Na grelha de observação (GO5), aplicada a 24 alunos do 3º e 4º ano, 4% dos alunos desenvolvede forma razoável atividades lúdicas de leitura, visionamento de filmes, jogos…, 58% de formaconsiderada boa e 9% muito boa. No que se refere a criar um clima de liberdade e deresponsabilidade quando utilizam a BE de forma livre e por sua iniciativa, 4% faz de formarazoável, 62% de forma considerada boa e 33% muito boa.Pontos fortes identificadosA BE é um espaço muito procurado e apreciado pelos alunos para a realização de atividades deestudo e lazer.Os alunos desfrutam de uma boa coleção na área da literatura infantil/juvenil.A BE incentiva a aquisição de hábitos de leitura livre e empréstimo domiciliário aos alunosA animadora, quando está em funções na biblioteca ( 15h semanais) assegura um bom serviçode apoio aos utilizadores.Pontos fracos identificadosFalta de recursos humanos que assegurem o completo funcionamento da BE – assistenteoperacional.Horário da BE, devido a falta de recursos humanos.Os alunos desfrutam de uma fraca coleção na área dos jogos educativos, da música e filmes deficção.C.1.4 Disponibilização de espaços, tempos e recursos para a iniciativa e intervençãolivre dos alunosDe acordo com os questionários aos alunos (QA3), 100% considerou que a BE contribuiu paradesenvolver a boa convivência, o espírito de iniciativa e de entre ajuda e a autoconfiança dos Biblioteca EB1 Mãe Soberana - 2011/2012
  • Relatório de Auto-Avaliação da BE - Domínio avaliado: Calunos. Muitas vezes devido à falta de recursos humanos era solicitado o apoio dos alunosmais velhos aos mais jovens, na realização de determinadas tarefas.Ao longo do ano letivo a biblioteca foi muito frequentada pelos alunos para a realização deatividades diversas, pois estes recorreram, de forma constante, à BE para utilização dos seusrecursos quer por sugestão dos docentes, quer de forma autónoma, para pesquisa,organização e execução de trabalhos, solicitando, quando necessário, o apoio do adulto queestá na BE.Na grelha de observação (GO5), aplicada a 24 alunos do 3º e 4º ano, 12% desenvolve de formarazoável,54% de forma considerada boa e 33% de forma muito boa, um clima de boaconvivência e entreajuda quando utiliza a BE de forma livre e por sua iniciativaO inquérito aos Pais/EE (QEE3), 100% considerou que a BE é importante para a aprendizageme formação global do seu filho/educando.Nos questionários aos alunos (QA3), estes referem que a melhor coisa da BE é a convivência,diversão, os livros, os adultos que estão na biblioteca e o que aprendem neste espaço.Pontos fortes identificadosA BE disponibilizou e rentabilizou os seus recursos, tendo sido uma mais-valia para os alunosna realização dos seus trabalhos de pesquisa.Verifica-se, por parte dos alunos, um bom cumprimento das regras de funcionamento dosrecursos tecnológicos/ biblioteca.Pontos fracos identificadosFalta de recursos humanos que assegurem o completo funcionamento da BE – assistenteoperacionalC.1.5 Apoio às atividades de enriquecimento curricular (AEC) e atividades de animaçãoe apoio à família conciliando-se com a utilização livre da BE.A BE planeou com os responsáveis, a realização de AEC, sempre que estas tiveram lugar noespaço da biblioteca ou tinha por base a utilização dos seus recursos. Os alunos,principalmente os do 4º ano, no âmbito da (ed. musical) (3 turmas), utilizaram algumas vezes aBE no horário de AEC para pesquisas e realizar trabalhos no âmbito da educação musical,acompanhados pelo professor ou em pequenos grupos, em que uns ficavam com a professorabibliotecária/animadora e outros com o professor da AEC. Utilizaram também para visionarfilmes ou documentários no âmbito das AEC (ed. musical), elaboração de acessórios / cartazespara utilizarem em determinadas atividades /espetáculos/teatros/dramatizações (ed. musical, Biblioteca EB1 Mãe Soberana - 2011/2012
  • Relatório de Auto-Avaliação da BE - Domínio avaliado: Ced. física, Inglês – turmas do 2ª,3ª e 4º ano – 6 turmas) que fizeram com os professores dasAEC.A ocupação e utilização dos recursos da BE são rentabilizadas em horário extra curricular ematividades livres. No horário extra – curricular todas as turmas tinham no seu horário umtempo semanal na biblioteca, em que realizavam atividades diversas (leituras, expressãoplástica relacionadas com dias festivos/comemorações de efemérides, atividades livres,trabalhos de casa, visionamento de filmes, audição de música, jogos, peddy papper, etc. Noentanto algumas vezes os alunos não tiveram hipótese de frequentar a BE neste períododevido à animadora da escola não estar disponível para abrir a BE e a professora bibliotecáriaestar em horário de biblioteca, mas a exercer funções na outra biblioteca do 1º ciclo doagrupamento. A não existência de assistente operacional fez com que a BE estivesse fechadamuitas vezes depois das 16 horas. Apesar deste contratempo dos 6 professores das AEC, 2utilizavam autonomamente, quando necessário, a BE neste período.Pontos fortes identificadosOs alunos utilizaram os computadores da BE para a realização de trabalhos e desta formasuperar a falta de computador/internet em casaPontos fracos identificadosHorário da BE, devido a falta de recursos humanosAlguns professores das AEC nem sempre tiram partido de forma sistemática dos recursos daBEC.2 Projetos e ParceriasC.2.1 Envolvimento da BE em projetos da respectiva escola ou desenvolvidos emparceria, a nível local ou mais amploA biblioteca estabeleceu parcerias com alguns projetos ao nível da escola/agrupamento:Projeto “Escola Ativa”, Projeto “Educação para a saúde”, Corrida Solidária, Clube dos afetos,tendo-se desenvolvido várias ações e atividades conjuntas. A BE colaborou e envolveu-se,sempre que solicitada, nos projetos das turmas, (Projeto Horta Pedagógica, Projeto “Unir éeducar”, etc), tendo facultado às atividades letivas e à realização dos projetos, documentos,espaço e equipamentos, nomeadamente, os computadores e o fundo documental, queconstituíram um suporte de trabalho fundamental, para os alunos.A concretização de determinados projetos da BE, designadamente, no âmbito do MêsInternacional das Bibliotecas Escolares, do Mês da Leitura, Projetos de incentivo à leitura (Hora Biblioteca EB1 Mãe Soberana - 2011/2012
  • Relatório de Auto-Avaliação da BE - Domínio avaliado: Cdo conto, Escritor do Mês, História do Dia, Encontro com escritores e ilustradores), Projeto “Expressão plástica na BE”, Projeto “ Viagem à corte do Rei D. Dinis” no âmbito dos 750 anos dasua morte, também implicou o desenvolvimento de parcerias com outras estruturaseducativas da escola, (Clubes de Teatro, de Música e de Património, Desporto Escolar,Departamentos Curriculares/Grupos Disciplinares, em particular, Educação Visual eTecnológica, Educação Visual, Educação Física, História, Inglês, professores titulares de turma,professores das AEC, alunos do curso CEF) e do exterior, (CML, DREALG, SABE, Universidade doAlgarve, UNIR, comunidade local, Editora Leya, etc.).Para além da Câmara Municipal de Loulé, Biblioteca Municipal, Universidade do Algarve,DREALG, entre outros, cujo apoio e colaboração foram importantes para a concretização dedeterminados projetos da BE, outros parceiros têm tido, igualmente, um papel notável,sobretudo na participação/animação de eventos. É de destacar a parceria com a Associação dePesquisa e Estudo da Oralidade, que está a produzir, para publicação, material pedagógicopara os vários níveis de ensino, e contou com a colaboração de professores do Agrupamento,designadamente, as professoras bibliotecárias. O Centro de Recursos TIC para EducaçãoEspecial (CRTIC Faro), através da professora Teresa de Educação Especial, em articulação coma biblioteca escolar promoveu uma sessão de formação sobre " Iniciação ao Boardmaker comSpeaking Dynamically Pro", que decorreu na Biblioteca.A professora bibliotecária coordena a implementação do PNL no 1º ciclo e pré escolar,divulgando os títulos existentes, incentivando à leitura das mesmas e facultando guias deexploração das obras.A BE participou em todas as atividades festivas da escola/agrupamento, com registodocumentado no blogue da biblioteca nas etiquetas (festas de final de período, comemoraçãode efemérides, Dia Mundial da Alimentação, Dia de S. Martinho, Dia do Não Fumador,Halloween, Implantação da Republica, Dias dos Reis, Carnaval, Dia da Liberdade, Dia Mundialda Dança, Semana da Internet Segura, Dia da Mãe, Dia do Pai, Dia da Criança, Dia Mundial doAmbiente, Páscoa, etc).As atas dos Conselhos Pedagógicos, as atas dos departamentos, o Plano Anual de Atividadessão suportes de registos que evidenciam o referido.A BE incentivou a participação das turmas em vários concursos a nível nacional, participandoalgumas turmas no concurso Heróis da fruta e,7 turmas do 1º ciclo, no concurso Uma AventuraLiterária 2012. No concurso Uma Aventura Literária 2012, um aluno do 1º ano obteve umaMenção Honrosa com o seu trabalho (modalidade - desenho).A BE divulga por vários meios (placards, blogue, facebook e correio eletrónico, newsletter),todos os projetos que tem conhecimento e que possam ser de interesse para a comunidadeeducativa. A BE regista, fotografa e divulga no blogue, no facebook e por vezes na imprensalocal( Jornal - O Louletano e A Voz de Loulé) todas as iniciativas promovidas pelos diferentesprojetos e atividades da escola. Biblioteca EB1 Mãe Soberana - 2011/2012
  • Relatório de Auto-Avaliação da BE - Domínio avaliado: CPontos fortes identificadosGrande envolvimento da BE em atividades/projetos da escola/agrupamentoA BE estabeleceu parcerias com projetos da escola/agrupamento (Projeto Educação para aSaúde, Desporto Escolar, Escola Ativa, Clubes: Teatro, Música, Património, etc). A BE desenvolveu projetos em parceria com entidades da comunidade local, nomeadamente,com a Direção Regional de Educação do Algarve, a Biblioteca Municipal de Loulé, aAPEOralidade (associação de pesquisa e estudo da oralidade), a Câmara Municipal de Loulé e aUniversidade do Algarve, na dinamização de alguns projetos, designadamente, o saraumedieval, atividades da Semana da Leitura e outros.A professora bibliotecária divulga no blogue e facebook todas as iniciativas promovidas pelosdiferentes projetos e atividades da escola/agrupamentoPontos fracos identificadosA comunidade envolvente, por iniciativa própria e espontânea, não solicita parcerias com a BEpara projetos de caráter lúdico-cultural.C.2.2 Desenvolvimento de trabalho e serviços colaborativos com outras escolas,agrupamentos e BEA professora bibliotecária participou, regularmente, com outras escolas/agrupamentos, com oSABE e com a DREALG em 100% das reuniões de trabalho de grupo concelhio de Loulé, ondesão planificadas atividades conjuntas e difundidos e partilhados instrumentos de trabalho.A BE promoveu, em conjunto com Grupo de trabalho das bibliotecas escolares do Concelho deLoulé e em parceria com a Biblioteca Municipal algumas atividades (Mês Internacional dasBibliotecas Escolares, Concurso Ás da Leitura). Nestas atividades participaram todas as turmasdo 1º ciclo e 3 turmas do pré-escolar - Mês Internacional das Bibliotecas Escolares e 18 alunosdo 3º e 4º ano - Concurso Ás da Leitura.A professora bibliotecária promoveu a circulação dos livros do PNL às outras escolas do 1º cicloe pré-escolar do agrupamento (250), bem como o empréstimo interbibliotecas.O Catalogo da BE encontra-se online através da RBE e do Catalogo Concelhio.Todos os documentos da BE estão disponíveis para os docentes das outras escolas doagrupamento, encontrando-se alguns no blogue da biblioteca e no moodle. A comunicaçãocom os docentes das várias escolas/jardins de Infância do agrupamento foi constante atravésde email, de forma a flexibilizar e garantir a intervenção de todos os interessados nos diversosprojetos, bem como a divulgação e disponibilização de recursos variados para o apoio aodesenvolvimento curricular. Biblioteca EB1 Mãe Soberana - 2011/2012
  • Relatório de Auto-Avaliação da BE - Domínio avaliado: CForam programadas atividades na BE que incluíram as outras escolas do agrupamento: Mês daleitura (feira do livro, disponibilização de documentos), Dia Internacional das bibliotecasescolares (frases sobre biblioteca), no total de 5 escolas.As três bibliotecas do agrupamento trabalharam em articulação e desenvolveram trabalhonuma ótica de agrupamento. Elaboraram vários documentos em conjunto (PAA, Plano deAção, Regulamento das Bibliotecas), um dos elementos da equipa, professora do 2/3 de EVT,deslocou-se semanalmente, à biblioteca durante 1h30, para realizar atividades de expressãoplástica com os alunos do 1º ciclo.Pontos fortes identificadosA biblioteca realiza, o mais possível, um trabalho colaborativo com as outras escolas/JI doagrupamento e as outras bibliotecas escolaresAs professoras bibliotecárias reuniram-se semanalmente para planificação de atividadesA professora bibliotecária divulgou todas as iniciativas junto dos professores de todas asescolas do 1º ciclo e pré escolar para a participação em diversos concursos e iniciativasA BE promoveu e desenvolveu o Plano Nacional de Leitura no pré – escolar e 1º cicloA BE desenvolveu projetos, de sua própria iniciativa, em parceria com entidades dacomunidade local, nomeadamente, com a autarquia.Pontos fracos identificadosAs turmas das outras escolas do agrupamento deslocaram poucas vezes à BEHá ainda professores pouco habituados à pesquisa no catálogo da BibliotecaC.2.3 Participação com outras escolas/agruapmentos e, eventualmente, com outrasentidades ( RBE, DRE,CFAE) em reuniões da BM/SABE ou outro grupo de trabalho anível concelhio ou interconcelhioA professora bibliotecária participou sempre nas reuniões de trabalho do grupo concelhio deLoulé, onde pôde usufruir de um trabalho colaborativo em termos de troca de experiências ede materiais, existindo mesmo o “wikispace” do grupo de Loulé, onde são difundidos epartilhados instrumentos de trabalho.A existência deste grupo de trabalho é uma mais-valia para as práticas da BE em diferentesdomínios: reforço e rentabilização de recursos; disponibilização de apoio técnico documental;organização conjunta de projetos e atividades de autoformação e formação contínua (este anoletivo está a decorrer a formação “Gestão estratégica da informação em bibliotecas Biblioteca EB1 Mãe Soberana - 2011/2012
  • Relatório de Auto-Avaliação da BE - Domínio avaliado: Cescolares”, elaboração de documentos orientadores comuns a todas as bibliotecas doconcelho.A professora bibliotecária também articulou, regularmente, com outrasescolas/agrupamentos, com o SABE da Biblioteca Municipal de Loulé e com a Direção Regionalde Educação do Algarve. O SABE deslocou-se mensalmente, à biblioteca para validação dacatalogação do fundo documental. A DREALG promoveu a vinda do contador de histórias JorgeSerafim e a Associação de Pesquisa e Estudo da Oralidade.Pontos fortes identificadosA existência de um grupo de trabalho concelhio para partilha de experiencias e materiais.A BE reúne, mensalmente, com outras escolas/agrupamentos, com o Serviço de Apoioàs Bibliotecas Escolares da CML (SABE), no âmbito da Rede de Bibliotecas do concelhode Loulé (RBCL), grupo onde participa, de forma articulada, em projetos, atividades eações de formação conjuntas.Participação e dinamização ativa por parte da professora bibliotecária nas atividades do grupode trabalho concelhio.Apoio prestado pelo SABE ao nível da catalogação. Formação contínua, creditada, facultada aos professores bibliotecários pelo Centro deFormação de Associação de Escolas do Litoral à Serra.Pontos fracos identificadosA existência de poucas atividades em articulação com a Biblioteca MunicipalC.2.4 Estimulo à participação e mobilização dos pais e encarregados de educação nodomínio da promoção da leitura e do desenvolvimento de competências das crianças ejovens que frequentam a escolaHouve sempre a preocupação de informar e envolver a comunidade educativa nas atividadesda BE, cuja divulgação passava por vários suportes, entre eles, o blogue da BE, através doFacebook, email, e por vezes imprensa local. Foram distribuídos aos pais /encarregados deeducação dos alunos do 1º ano um boletim informativo sobre a importância da leitura.No Mês da leitura participaram 63 pais/encarregados de educação/familiares comocontadores de histórias e visitaram a feira do livro cerca de 30 pais/encarregados de educação,no entanto ficou por aqui o seu envolvimento, durante todo o ano letivo. Biblioteca EB1 Mãe Soberana - 2011/2012
  • Relatório de Auto-Avaliação da BE - Domínio avaliado: CNo inquérito realizado aos Pais/EE (QEE3) 91% diz conhecer a BE que serve a escola do seufilho/educando, 87% revela que costuma acompanhar as leituras do seu filho em casa,apoiando-o ou sugerindo-lhe leituras. Os resultados destes inquéritos revelam também que48,2% dos encarregados de educação costuma deslocar-se frequentemente, à escola paraparticipar em atividades dinamizadas pela BE (feira do livro, sessões de contos, colóquios, etc),44,6% ocasionalmente e 7,1% nunca. No que se refere à questão – Costuma receberinformações sobre as atividades da BE, 71,4% diz receber frequentemente, 25%,ocasionalmente e 3,6% nunca.Relativamente há questão – Já tem colaborado ou sido envolvido no trabalho ou organizaçãode atividades da BE, 10,7% diz frequentemente, 51,8% ocasionalmente e 37,5% nunca. Dospais/ encarregados de educação inquiridos 100% considera que as atividades realizadas pelaBE contribuem para estimular o interesse do seu filho/educando pela leitura.Pontos fortes identificadosNewsletter trimestral enviada ,pela professora bibliotecária aos pais/encarregados deeducação através de emailDivulgação de atividades no blogue/facebookOs pais/encarregados de educação tem uma visão muito positiva da BE apesar do poucoenvolvimento nas atividadesPontos fracos identificadosHá pouco envolvimento e colaboração dos pais/EE e das instituições locais para a promoção eorganização de atividades/projetos, na BE, Escola ou fora delaC.2.5 Abertura da BE à comunidade localA BE por norma funciona em horário alargado após as atividades letivas que são até às 15h15,ou seja está aberta até às 17h00 (período das atividades de enriquecimento curricular), bemcomo no período do almoço. No entanto este ano letivo esteve algumas vezes fechada nesteperíodo devido a não existir assistente operacional na biblioteca, e a professora bibliotecáriapara além de cumprir 9 horas de apoio educativo, exercer funções em duas BE do 1º ciclo doagrupamento (ambas sem funcionária), tal como já foi mencionado anteriormente. No períodode interrupção letiva também não se encontra aberta pela mesma razão, pois não existeassistente operacional na biblioteca. Biblioteca EB1 Mãe Soberana - 2011/2012
  • Relatório de Auto-Avaliação da BE - Domínio avaliado: CPontos fortes identificadosA BE valoriza e explora os recursos culturais e humanos da comunidade onde estáinserida, promovendo, sempre que oportuno ações quer na BE, quer naescola/agrupamento e na comunidade local, que aproximem os alunos dessasrealidades.A BE facilita e incentiva a utilização dos seus recursos junto da comunidade educativae envolvente.A BE divulga as suas atividades e projetos no blogue e no facebook e, diretamente, atodos os pais/encarregados de educação e professores, através do envio de umaNewsletter via e-mail.Pontos fracos identificadosNão há, por iniciativa própria, solicitação de parcerias com a BE por parte deinstituições e associações locais, projetos e da própria autarquia.A falta de assistente operacional efetiva na bibliotecaA BE não está, de facto, totalmente aberta à comunidade mas a comunidade não temreferenciado essa necessidadeC.1 Apoio e atividades livres, extra – curriculares e de enriquecimento curricularAções para melhoriaCriar condições para que todos os dias o horário da BE coincida com a permanência dos alunosna BEColocação de uma funcionária a tempo inteiro na BE e propor formação na área da BEMelhorar os mecanismos de marketing da BEAdotar estratégias que possam aproximar e envolver mais os pais/EE e a comunidadenas atividades e projetos da BEContinuar a desenvolver ações que promovam o trabalho colaborativo / cooperativo entre osdocentes e a BE. A BE deve continuar a investir nas planificações com todos os docentes, para melhor poderarticular com elesA BE deve ser ainda mais rentabilizada pelos docentes no âmbito dos projetos/ atividades deforma mais autónoma Biblioteca EB1 Mãe Soberana - 2011/2012
  • Relatório de Auto-Avaliação da BE - Domínio avaliado: CPromover ações de voluntariado para pais/encarregados de educação e alunos do pré, 1ºciclo(convites para os pais/encarregados de educação e alunos virem ler ou contar histórias aolongo do ano letivo)Reforçar a articulação com os docentes das AECEnvolvimento de um maior número de elementos da comunidade educativa nas atividadeslevadas a cabo no âmbito dos objetivos do Projeto educativo, do projeto curricular de escola ePlano anual de atividadesC.2 Projetos e ParceriasAções para melhoriaPromover mais reuniões com os responsáveis de Programas e Projetos no sentido dedesenvolver mais parcerias de trabalhoMelhorar a comunicação a comunicação entre a BE e a comunidade educativa sobre projetosem que possam vir a participarIntensificar o grau de intervenção da BE na comunidade educativaSolicitar a colaboração da autarquia para o transporte das crianças das outras escolas doagrupamento, com mais frequência até à BEOrganizar no início do ano letivo uma sessão de acolhimento nas BE com pais/encarregados deeducação dos novos alunosOrganizar cursos/workshops para os pais/encarregados de educação sobre a promoção daleituraDesenvolver mais atividades conjuntas com bibliotecas de outras escolas do Concelho.Promover mais parcerias com entidades externas para promoção de atividadesPromoção de mais atividades conjuntas com as BE de outras escolas Biblioteca EB1 Mãe Soberana - 2011/2012
  • Relatório de Auto-Avaliação da BE - Domínio avaliado: CFundamentação da escolha do domínioC. Projetos, parcerias e atividades livres e de abertura à comunidadeNo ano letivo anterior optámos pelo domínio A. No presente ano letivo a escolha recaiu sobreo domínio C, uma vez que o fomento de práticas colaborativas e cooperativas entre a BE eoutros parceiros, quer ao nível das estruturas educativas da escola/agrupamento, quer aonível da comunidade envolvente, é já uma marca da nossa BE. No presente ano letivoapostámos forte nas parcerias, destacando-se o sarau medieval “Uma viagem à corte do rei D.Dinis” como o projeto que envolveu todas as estruturas educativas e direção daescola/agrupamento, autarquia e comunidade envolvente.Perfil de desempenho obtido: NÍVEL 3A BE desenvolve um trabalho de qualidade neste domínio masainda é possível melhorar alguns aspetos. A Professora Bibliotecária Paula Rute Correia dos Santos Biblioteca EB1 Mãe Soberana - 2011/2012