Técnicas de pesquisas emambiente digital para a área de     Ciências Humanas   Biblioteca da Faculdade de Ciências e Letra...
O QUE SÃO BASES DE DADOS?    É uma coleção geral e integrada de dados junto       com a descrição deles, gerenciada de fo...
CARACTERÍSTICASCobertura de assuntos;Tipos de documentos indexados;Linguagem de indexação;Campos de buscas: AU (autor)...
ESTRATÉGIAS DE BUSCAIdentificação das palavras-chave, descritores, sinônimos, termos relacionados, etc;Identificação da ...
ESTRATÉGIAS DE BUSCARestrições / limitações da pesquisa;Tipos de documentos que deseja;Tipos de buscas: simples e avanç...
ESTRATÉGIAS DE BUSCA            OR                              AND amplia                         restringeLEXICOGRAPHY O...
ESTRATÉGIAS DE BUSCATruncagem à direita: considerada a mais importante Livr* - recupera registros com os termos livro, li...
ESTRATÉGIAS DE BUSCATruncagem no meio das palavras: quando há variações ortográficas Dire$ção - recupera registros com as...
MODOS DE ACESSOAcesso livre;Acesso restrito:  - via IP UNESP;  - por login e senha;   - Virtual Private Network (VPN).  ...
BASES CATALOGRÁFICASMostram o acervo de uma biblioteca ou rede de                 bibliotecas              ATHENA e/ou PAT...
BASES REFERENCIAISReferenciam informações ou dados, como nomes e endereços de instituições, e outros dados típicos de cada...
BASES TEXTUAIS Bases que recuperam referências bibliográficas, resumos,endereços de autores, editores e textos completos d...
Banco de teses da Capes  Objetivo: facilitar o acesso a informações sobre teses edissertações defendidas junto a programas...
Biblioteca Digital         A A biblioteca digital difere das demais, porque a informação          que ela contém existe ap...
Bibliotecas DigitaisUnesp                          http://unesp.br/cgb/conteu                                do.php?conte...
OUTRAS FONTESSciELO;Bibliotecas Nacionais;IBGE (estatísticas);Google Acadêmico;SCIRUS;IBICT, etc.
BIBLIOTECA FCLAr Atendimento para pesquisas e levantamentosbibliográficos, procure um bibliotecário da Seção de          ...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Oficina de bases de dados da área de Humanidades

566

Published on

Treinamento oferecido à comunidade acadêmica da área de ciências humanas da Faculdade de Ciências e Letras da UNESP, visando um melhor entendimento em relação às bases de dados, conceitos, categorias e tipos de acesso, mostrando que através das mesmas pode-se obter o aperfeiçoamento da pesquisa e otimização dos resultados.

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
566
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide
  • Treinamento oferecido ao corpo discente da pós-graduação da área de ciências humanas, visando um melhor entendimento em relação às bases de dados, conceitos, categorias e tipos de acesso, mostrando que através das mesmas pode-se aperfeiçoar a pesquisa e otimizar os resultados
  • Oficina de bases de dados da área de Humanidades

    1. 1. Técnicas de pesquisas emambiente digital para a área de Ciências Humanas Biblioteca da Faculdade de Ciências e Letras UNESP – Campus Araraquara - SP
    2. 2. O QUE SÃO BASES DE DADOS? É uma coleção geral e integrada de dados junto com a descrição deles, gerenciada de forma a atender a diferentes necessidades de seus usuários (ROWLEY, 2002). 11 ROWLEY, J. A biblioteca eletrônica. Brasília: Briquet de Lemos / Livros, 2002.
    3. 3. CARACTERÍSTICASCobertura de assuntos;Tipos de documentos indexados;Linguagem de indexação;Campos de buscas: AU (autor), TI (título do trabalho), SO (source - nome da publicação), DE (descritor), PY (ano de publicação), AB (resumo), PA (patenteador/ inventor), PN (número da patente), PD ( Data de publicação da patente) e outros;
    4. 4. ESTRATÉGIAS DE BUSCAIdentificação das palavras-chave, descritores, sinônimos, termos relacionados, etc;Identificação da língua(s) dos documentos;Identificação de autores relevantes;Identificação de periódicos relevantes;Identificação de período;
    5. 5. ESTRATÉGIAS DE BUSCARestrições / limitações da pesquisa;Tipos de documentos que deseja;Tipos de buscas: simples e avançadas;Operadores booleanos e recursos de buscas.
    6. 6. ESTRATÉGIAS DE BUSCA OR AND amplia restringeLEXICOGRAPHY OR (SEMANTICS OR LEXICOLOGY SYNTAX) AND BRAZIL NOT exclui (LINGUISTICS CHANGE OR PREPOSITION) NOT BRAZIL
    7. 7. ESTRATÉGIAS DE BUSCATruncagem à direita: considerada a mais importante Livr* - recupera registros com os termos livro, livros, livraria, livreiro Educ$ - educação, educador, educadores, educacional, educacionais
    8. 8. ESTRATÉGIAS DE BUSCATruncagem no meio das palavras: quando há variações ortográficas Dire$ção - recupera registros com as palavras direção ou direcçãoTruncagem à esquerda: muito útil na área de exatas * aldeído – recupera registros com o termo ‘aldeído’ combinado com diferentes prefixos (acetaldeído, monoaldeído, paraldeído)
    9. 9. MODOS DE ACESSOAcesso livre;Acesso restrito: - via IP UNESP; - por login e senha; - Virtual Private Network (VPN). http://www.unesp.br/vpn/
    10. 10. BASES CATALOGRÁFICASMostram o acervo de uma biblioteca ou rede de bibliotecas ATHENA e/ou PATHERNON- acervo da UNESP http://portal.biblioteca.unesp.br/ portal/athena/ http://www.parthenon.biblioteca. unesp.br ACERVUS – acervo da UNICAMP http://acervus.unicamp.br/ DEDALUS e/ou SIBiUSP - acervo da USP http://www.usp.br/sibi/ http://primofs1.sibi.usp.br:1701/
    11. 11. BASES REFERENCIAISReferenciam informações ou dados, como nomes e endereços de instituições, e outros dados típicos de cadastros, além de referências bibliográficas e resumos
    12. 12. BASES TEXTUAIS Bases que recuperam referências bibliográficas, resumos,endereços de autores, editores e textos completos de artigos de periódicos eletrônicos.
    13. 13. Banco de teses da Capes Objetivo: facilitar o acesso a informações sobre teses edissertações defendidas junto a programas de pós-graduação do país.Possui resumos relativos a teses e dissertações defendidas a partir de 1987. As informações são fornecidos diretamente à Capes pelos programas de pós-graduação, que se responsabilizam pela veracidade dos dados. http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/
    14. 14. Biblioteca Digital A A biblioteca digital difere das demais, porque a informação que ela contém existe apenas na forma digital, podendo residir em meios diferentes de armazenagem, como as memórias eletrônicas (discos magnéticos e óticos). Desta forma, a biblioteca digital não contém livros na forma convencional e a informação pode ser acessada, em locais específicos e remotamente, por meio de redes de computadores. A grande vantagem da informação digitalizada é que ela pode ser compartilhada instantânea e facilmente, com um custo relativamente baixo.MARCHIORI, P. Z. “Ciberteca” ou biblioteca virtual: uma perspectiva de gerenciamento de recursosde informação. Ciência da Informação, Brasília, v.26, n.2, p.1-10, 1997.
    15. 15. Bibliotecas DigitaisUnesp http://unesp.br/cgb/conteu do.php?conteudo=562USP http://www.teses.usp.br/Unicamp http://www.bibliotecadigital.unicamp.br/document/l ist.php?tid=7
    16. 16. OUTRAS FONTESSciELO;Bibliotecas Nacionais;IBGE (estatísticas);Google Acadêmico;SCIRUS;IBICT, etc.
    17. 17. BIBLIOTECA FCLAr Atendimento para pesquisas e levantamentosbibliográficos, procure um bibliotecário da Seção de Referência Horário para agendamentos: 8h às 22h30 E-mail: bib@fclar.unesp.br Tel: (16) 3334-6222 Twitter (http://twitter.com/BibliotecaFCLAr) Facebook (Biblioteca FCL / Araraquara)

    ×