• Save
Criancas e jovens na internet
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Like this? Share it with your network

Share

Criancas e jovens na internet

on

  • 611 views

Cuidados que os pais precisam ter.

Cuidados que os pais precisam ter.
A questão da criança e o jovem na internet.

Statistics

Views

Total Views
611
Views on SlideShare
611
Embed Views
0

Actions

Likes
2
Downloads
0
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Criancas e jovens na internet Presentation Transcript

  • 1. Alex PintoBenedilson LimaCrianças e Jovens na Internet
  • 2. As Crianças e a Internet
  • 3. Sumário Família e Internet Limites para uso da Internet KidRex Criança e Internet Escola, Internet e Criança Dicas para uso da internet
  • 4. Família e Internet A Internet começou em 1969 com a Arpanet (rede militardo Pentágono, dos EUA) e se consolidou comercialmente apartir dos anos 90. A Internet serve para fazer buscas, compras, interagir compessoas de diversos lugares, mas também acaba sendoutilizada para os chamados cybercrimes. O Brasil é o primeiro país da América Latina em crimesvirtuais, como pornografia infantil, racismo, neonazismo,homofobia, entre outros. Como proteger seus filhos na internet?
  • 5. Limites para uso da Internet Os pais exercem papel fundamental na educação dos filhosem relação ao mundo idealizado do computador. Crianças menores de 10 anos não devem navegar sozinhas. O ideal é que os menores estejam sempre acompanhados deum adulto para orientação do certo e do errado.
  • 6. Limites para uso da Internet Aos 6 anos, a criança já quer explorar o computadorsozinho e experimentar suas novas habilidades como leiturae atividades motoras. Existem páginas feitas especialmente para o públicoinfantil, com ferramentas de pesquisa próprias para a idade. Nunca deixe de monitorar e ajudar.
  • 7. Limites para uso da Internet As crianças de 7 ou 8 anos geralmente despertam ointeresse pelas salas de bate papo ou por sites que seusamigos navegam. Nesta idade é bom fazer em conjunto com a criança umalista de regras de uso da Internet e deixar do lado docomputador.
  • 8. Limites para uso da Internet Mantenha o computador conectado à Internet em um localde uso comum na casa para que você possa supervisionarcom facilidade as atividades online de seus filhos ecompartilhar dessa experiência com eles. O mundo virtual deve fazer parte da vida da família assimcomo o mundo real.
  • 9. Uso do Facebook pode tornar adolescentesmais vulneráveis a problemas psicológicos
  • 10. Uso do Facebook pode tornar adolescentesmais vulneráveis a problemas psicológicos Um novo estudo sobre os efeitos das mídias sociais nasinterações humanas revelou que adolescentes que utilizamredes sociais como o Facebook podem ser mais vulneráveisa desenvolver comportamento antissocial, narcisismo e umasérie de outros caráteres negativos. Outros efeitos maléficos do uso do Facebook observadosno estudo incluem manias, tendências agressivas, dores noestômago, insônia, ansiedade e depressão nos jovens com“overdose” da rede social – incluindo o uso abusivo dosaplicativos de jogos.
  • 11. Uso do Facebook pode tornar adolescentesmais vulneráveis a problemas psicológicos As consequências negativas também afetam os estudos.Estudantes de ensino fundamental, ensino médio euniversitários que verificaram o Facebook pelo menos umavez durante um período de 15 minutos do estudo tiraramnotas mais baixas. Além disso, esses estudantes obtiverammenores taxas de retenção de leitura. No entanto, nem todos os resultados relacionados ao uso doFacebook foram negativos. Um dos pontos maisinteressantes da pesquisa foi a observação dodesenvolvimento da “empatia virtual”. A empatiageralmente é relacionada com abraços, expressões faciais epalavras gentis que ajudam a melhorar o humor de pessoasqueridas.
  • 12. Uso do Facebook pode tornar adolescentesmais vulneráveis a problemas psicológicos Os adolescentes estão desenvolvendo a capacidade dedemonstrar empatia virtual para os amigos angustiados viaFacebook, influenciando positivamente seu humor. Essaempatia virtual pode transbordar para o mundo real,ajudando adolescentes a serem mais gentis e sociáveis navida cotidiana. http://hypescience.com/uso-do-facebook-pode-tornar-adolescentes-mais-vulneraveis-a-problemas-psicologicos
  • 13. Criança e Internet Além do acompanhamento dos pais, existem ferramentas defiltragens que barram o acesso das crianças a sites proibidoscadastrados e atualizados pelo fornecedor do software etambém pelos pais. KidRex: um site de buscas para crianças. http://www.kidrex.org Assim como o Google, o KidRex procura assuntos portermos e frases, porém, de forma bem mais segura,eliminando resultados inapropriados.
  • 14. KidRex
  • 15. KidRex
  • 16. KidRex
  • 17. KidRex
  • 18. Limites para uso da Internet E se você tem um filho pequeno ainda, o Qimo é uma ótimaopção, pois é um sistema operacional gratuito baseado emLinux que vem com jogos educativos, programas e espaçospara pintura e desenho. Qimo, sistema operacional para crianças:http://www.qimo4kids.com Download de programas de controle dos pais:http://superdownloads.com.br/windows/pessoal-lazer/controle-pais.html
  • 19. Escola, Internet e Criança O mundo mudou e a geografia já não comanda nossodestino. A tecnologia permite que cada criança, em cada pequenacomunidade, tenha acesso às mesmas oportunidades. Para serem competitivos nessa sociedade informatizada, noentanto, os estudantes precisam desenvolver habilidadespara o século 21 como colaboração, resolução de problemase pensamento crítico.
  • 20. Escola, Internet e Criança Para quem tem 18 anos hoje, celular, laptop, MP3, vídeogame, e-mail e mensagens instantâneas são parte “natural”da vida. Pesquisa de 2005 da Pew Internet and AmericanLife Project, organização sem fins lucrativos destinada aestudar o impacto da Internet nos EUA, mostra que 87%dos adolescentes americanos usam a web. Destes, 51% seplugam diariamente. 84% disseram ter um desktop oulaptop, celular ou palm para uso individual. 44% relatarampossuir dois ou mais desses aparelhos. 45% têm celularpróprio e 33% enviam mensagem de textos. Quanto àsmensagens instantâneas, são usadas por 75% dosentrevistados.
  • 21. Esses números levam especialistas a duasconclusões Os adolescentes da atual era tecnológica são “nativosdigitais” enquanto seus pais e professores são “imigrantesdigitais” que tiveram de passar de um mundo anterior,analógico, para o atual, digital; Tecnologia e estudantes tecnológicos chegaram para ficar.As escolas podem capitalizar essa afinidade dos jovens coma tecnologia e estimulá-los a aprender a partir dessaaptidão, ou falhar nisso.
  • 22. Estudantes vivem hoje em um mundotecnologicamente dependente. Século XIX da industrialização o ambiente educacional sebaseava na instrução e na disciplina; Século XX da era da informação a educação passou a serfortemente influenciada pela mídia (primeiro o rádio,depois a TV); Século XXI traz a esse cenário a Internet e os conceitos decolaboração e construção compartilhada do conhecimento,baseados em sistemas descentralizados e estimuladores daemancipação individual.
  • 23. Estudantes vivem hoje em um mundotecnologicamente dependente. A tecnologia traz os assuntos à vida e os alunos podem setornar os donos do ambiente de aprendizagem e o ensinoganhar novos sentidos; Para que isso aconteça, no entanto, é necessário reformulartodo o ambiente educacional: a escola, os professores, aspolíticas educacionais e as comunidades em torno dosestabelecimentos escolares; Dar um computador a cada aluno, apenas, não adianta. Eesta tem sido a ênfase de diversas iniciativasgovernamentais.
  • 24. Uma pesquisa bem interessante. Pesquisa do economista Naércio Menezes, da USP e doIbmec, descobriu que o uso do computador nas escolaspúblicas não modifica o desempenho dos alunos; Estudantes com acesso à informática têm nota 0,03 maisalta - ou seja, nada; Menezes chegou a esse resultado após cruzar as notas e operfil socioeconômico de 218 mil alunos do ensinofundamental e médio espalhados em 5.600 escolas de todasas regiões do país.
  • 25. Uma pesquisa bem interessante. O estudo mostra também os fatores principais para o bomdesempenho dos alunos: escolaridade da mãe, terfreqüentado a pré-escola, a existência de livros em casa e onúmero de aulas por dia; Na coluna do jornal “Folha de São Paulo” em que registroua pesquisa de Menezes, o jornalista Gilberto Dimensteinafirmou que o incentivo ao acesso aos computadores estálonge de ser um investimento irrelevante, muito pelocontrário. Mas será um desperdício se os professores nãoreceberem treinamento e a informática não integrar umplano de ensino - assim como uma biblioteca não fará efeitose não se mostrar aos alunos o prazer da leitura.
  • 26. Escola, Internet e Criança Luciano Meira, professor adjunto do Departamento dePsicologia da Universidade Federal de Pernambuco(UFPE), encontrou uma forma de estimular alunos eeducadores ao mesmo tempo, com o uso de redessociais fechadas nas instituições de ensino. Segundo ele, é preciso evoluir da Educação 1.0,copista, para a Educação 2.0, esta última maisdinâmica.
  • 27. Escola, Internet e Criança Tomando como exemplo a presença da lanhouse na vida dos jovens - 45% dosacessos à internet são através de lanhouses -, surgiu o projeto das funhouses,que utilizam um ambiente semelhante ao do primeiro local, mas com jogos queajudam no processo de aprendizagem. Luciano destacou outros projetos, tais como os Jogos Conversacionais Sociais ea Olimpíada de Jogos Digitais e Educação (OJE), que unem professor e aluno,sejam em disputas regionais ou num simples bate-papo online.
  • 28. Escola, Internet e Criança Só é possível estimular uma criança se o educador forvalorizado como autor de seu conteúdo usado em classe etiver mais benefícios: "Um professor faz pesquisas e temconteúdo próprio", afirmou a jornalista. "Professor éalguém que trabalha muito, é mal remunerado e é poucoreconhecido. […] Como podemos pedir que alguém nessas condições inovedesse jeito em sala de aula?", concluiu a jornalista BiancaSantana.
  • 29. Dicas para uso da internet 1 - Lembre-se que na Internet você nunca pode tercerteza sobre com quem você está conversando. Infelizmente, muitas pessoas mentem e alguém que sediz ser uma criança pode na verdade ser um adultoperigoso.
  • 30. Dicas para uso da internet 2 - Fazer planos para encontrar seus amigos de Internet navida real normalmente é uma idéia muito ruim - nãoconcorde com isso - porque as pessoas na vida real podemser muito diferentes do que elas dizem que são pelocomputador. Se você decidir encontrá-los, leve seus pais com você eencoraje seu amigo virtual a fazer o mesmo. Esta é uma idéia inteligente. No mínimo, faça com que seusamigos reais estejam sabendo o que você vai fazer.
  • 31. Dicas para uso da internet 3 - Nunca faça nada que possa custar dinheiro à sua família,como por exemplo compras online, a não ser que hajaalgum de seus pais ajudando você a fazer isto. Jack, uma criança de três anos de Lincolnshire, distrito aoleste da Inglaterra, aproveitou um descuido da sua mãe ecomprou um carro de US$ 17 mil no site de leilões eBay. Rachel Neal, a mãe do garoto, afirmou ter deixado ocomputador com seu login aberto no site, fato que Jackaproveitou para poder fazer a compra do Nissan Figaro rosade Paul Jones, vendedor do automóvel e co-diretor daWorcester Road Motors.
  • 32. Dicas para uso da internet Para a sorte da família de Jack, Paul Jones atendeu aospedidos dos pais que explicaram a situação, e anunciounovamente o veículo. A mãe do garoto se declarou surpresa com a esperteza deseu filho frente ao computador: "Jack é um expert emcomputadores e clicou todos os botões certos. Fiqueiaterrorizada. Agora nós temos travas de segurança ligadasno computador – e nos certificamos sempre de desconectardo eBay".
  • 33. Os Jovens e a Internet
  • 34. Sumário• Aprendizado da informática entre os jovens• A evolução dos jovens junto com a informática• Mitos sobre os jovens de hoje com a informática• Influência negativa da internet na vida dos jovens• Influência positiva da internet na vida dos jovens• Tomando a informática para bons hábitos
  • 35. Aprendizado da informática entre os jovens• Introdução da informática na educação data de mais de 20anos• Dificuldades em alguns locais apesar de todas asfacilidades• Aprendizado errôneo em alguns locais• Tudo isso será solucionado com essas tecnologiasSeja um bom profissional!!
  • 36. A evolução dos jovens com a informática• Jovens com pouco mais de 20 anos nasceram no início daera da informática• Jovens tem cada vez mais tecnologias para experimentar• Laptops,celulares, Ipads etc, estão cada vez mais acessiveis
  • 37. Mitos sobre os jovens de hoje com ainformática• A juventude de hoje é um enigma?• Os jovens de hoje são diferentes dos jovens dopassado?– Algumas características se mantem e até se fortalece• Os jovens em geral entendem tudo de tecnologia?– Seria impossível• Os jovens são cercados por relações virtuais einterpessoais– As redes sociais são um porto seguro para ossentimentos
  • 38. Influência negativa da internet na vidados jovens• A internet oferece o mundo em nossas mãos• Desperdício de tempo• Mal aproveitamento dos conteúdos( Ctrl + C; Ctrl + V)
  • 39. Influência positiva da internet na vida dosjovens• O mundo em suas mãos• Preço acessível• Aproximação maior das pessoas• Facilita na busca de um primeiro emprego• Jovens mais proativos• Maior facilidade de se tornar um bom profissional
  • 40. Tomando a informática para bons hábitos• Professores tomando a informática como uma aliada• Revolução da informática na educação• Vivemos em uma sociedade de informação• Apesar de todas as dificuldades ainda podemos pensar quenum futuro próximo:– “Desktops substituirão carteiras, Word ou Writersubstituirão os cadernos e a caneta perdera seu lugarpara o teclado e o papel será lenda e haverácomputadores por todos os lados”
  • 41. Bibliografia Consultada último acesso em: 08de agosto de 2011. http://guiadobebe.uol.com.br/limites-para-uso-da-internet http://ladyrasta.com.br/metodos-lady-rasta-de-educar-criancas http://olhardigital.uol.com.br/produtos/digital_news/como-proteger-seus-filhos-na-internet http://olhardigital.uol.com.br/jovem/central_de_videos/kidrex_um_site_de_buscas_para_criancas http://olhardigital.uol.com.br/jovem/digital_news/noticias/saiba_mais_sobre_a_escola_20 http://www.portaldafamilia.org/artigos/artigo054.shtml http://www.dnt.adv.br/noticias/cibercultura/crianca-de-tres-anos-compra-carro-em-ebay http://www.criancamaissegura.com.br http://www.emarket.ppg.br/index.asp?InCDMateria=4889 http://imediaji.wordpress.com/ http://br.monografias.com/trabalhos3/informatica-educacao-recurso-pedagogico/informatica-educacao-recurso-pedagogico2.shtml http://www.andrefelipe.net/2008/05/influncia-negativa-da-internet-sobre-os.html http://www.winajuda.com/2003/03/01/a-informatica-nas-escolas/