• Like
Creio em deus pai todo poderoso, criador do céu e da terra
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Creio em deus pai todo poderoso, criador do céu e da terra

  • 142 views
Uploaded on

É recomendado a leitura do seguinte material para todos aqueles que desejam saber sobre o amor de Deus desde a criação no antigo testamento, até a revelação de Deus como Pai feita por Jesus, para …

É recomendado a leitura do seguinte material para todos aqueles que desejam saber sobre o amor de Deus desde a criação no antigo testamento, até a revelação de Deus como Pai feita por Jesus, para assim compreender como na plenitude dos tempos os Espírito Santo revela o Pai e o Filho.

More in: Spiritual
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
  • Vlw meu Brother, continue sempre assim humilde e crendo no nosso senhor Jesus Cristo!
    Are you sure you want to
    Your message goes here
No Downloads

Views

Total Views
142
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1

Actions

Shares
Downloads
3
Comments
1
Likes
1

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. CREIO EM DEUS PAI TODO-PODEROSO, CRIADOR DO CÉU E DA TERRA 1 Benedilson Lima
  • 2. Catecismo da Igreja Católica nº 199 ao nº 278. “Creio em Deus”: Esta primeira afirmação da profissão de fé é também a mais fundamental. Dt 6, 4-5 Is 45, 22-24 Fl 2, 10-11 Jesus mesmo confirma que Deus é “o único Senhor”(Mc 12, 29-30) ele mesmo é “o Senhor” (Mc 12, 35-37) 2
  • 3. Deus revela seu nome O Deus vivo (Ex 3, 6); Eu sou aquele que é (Ex 3,13-15); Passado: Eu sou o Deus de teus pais; Presente: Eu sou – Deus que está presente junto a seu povo para salvá-lo; Futuro: Eu estarei contigo (Ex 3, 12); Diante da presença atraente e misteriosa de Deus, o homem descobre sua pequenez. Ex 3, 5-6 | Is 6, 5 | Lc 5, 8 Mas porque Deus é santo, pode perdoar o homem que se descobre pecador diante dele: Os 11, 9 e 1Jo 3, 19-20. 3
  • 4. Deus de Ternura e de Compaixão 4
  • 5. Deus de Ternura e de Compaixão 5 Lento para a cólera e rico em amor e fidelidade (Ex 34, 6) O Senhor é um Deus que perdoa (Ex 34, 9) “Eu sou” ou “Ele é” exprime a fidelidade de Deus, que, apesar da infidelidade do pecado do homem e do castigo que ele merece, “guarda seu amor a milhares” (Ex 34, 7)
  • 6. Deus, “Aquele que é”, Verdade e Amor BENEVOLÊNCIA BONDADE GRAÇA AMOR CONFIABILIDADE CONSTÂNCIA FIDELIDADE VERDADE 6 Celebro teu nome por teu amor e verdade (Sl 138,2); “Deus é Luz, nele não há trevas” (1Jo 1, 5); É “Amor”, como ensina o apostolo João (1Jo 4, 8); “O princípio de tua palavra é a verdade, tuas normas são justiça para sempre” (Sl 119, 160).
  • 7. Deus é Amor O amor de Deus por Israel é comparado ao amor de um pai por seu filho (Os11,1); Este amor é mais forte do eu o amor de uma mãe por seus filhos (Is 49, 14-15); Deus ama seu povo mais do que um esposo ama sua bem-amada (Is 62, 4-5) este amor se sobreporá até às piores infidelidades (Ez 16); Jo 3, 16 1Jo 4, 8-16 7
  • 8. O alcance da fé no Deus único Os cristãos são batizados “em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo”(Mt 28, 19); 8 “Toda a história da salvação não é senão a história da via e dos meios pelos quais o Deus verdadeiro e único, Pai, Filho e Espírito Santo, se revela, reconcilia consigo e une a si todos os homens que se afastam do pecado.”
  • 9. A revelação de Deus como Trindade: O Pai revelado pelo Filho Em Israel, Deus é chamado de Pai enquanto Criador do mundo (Dt 32,6). 9 “Ninguém conhece o Filho senão o Pai, e ninguém conhece o Pai senão o Filho, e aquele a quem o Filho o quiser revelar” (Mt 11, 27).
  • 10. A revelação de Deus como Trindade: O Pai e o Filho revelados pelo Espírito Santo Antes de sua Páscoa, Jesus anuncia o envio de “outro Paráclito” (Defensor), o Espírito Santo. Em ação desde a criação (Gn 1,2), depois de ter outrora “falado pelos profetas”, ele estará agora junto dos discípulos e neles (Jo 14, 17), a fim de ensina-los (Jo 14, 26) e conduzi-los “a verdade inteira” (Jo 16, 13). O Espírito Santo é assim revelado como outra pessoa divina em relação a Jesus e ao Pai. 10
  • 11. A Santíssima Trindade na doutrina da fé: A formação do dogma trinitário. “A graça do Senhor Jesus Cristo, o amor de Deus e a comunhão do Espírito Santo estejam com todos vós” (2Cor 13, 13) 11 No decurso dos primeiros séculos, a Igreja procurou formular mais explicitamente sua fé trinitária, tanto para aprofundar sua própria compreensão da fé como para defendê-la de erros que a estavam deformando. CONCÍLIOS
  • 12. A Santíssima Trindade na doutrina da fé: O dogma da Santíssima Trindade. • A trindade é una; • Não professamos três deuses; • Um só Deus em três pessoas; • O Pai é aquilo que é o Filho; • O Filho é aquilo que é o Pai; • O Espírito Santo é aquilo que são o Pai e o Filho; • Um só Deus por natureza. 12
  • 13. As obras divinas e as missões trinitárias 13
  • 14. O todo poderoso Se não crermos que o amor de Deus é todo- poderoso, como crer que o Pai pôde nos criar, o Filho, remir-nos, o Espírito, santificar-nos? 14