Neoplasias do Sistema Reprodutor Feminino

5,110 views
4,586 views

Published on

Published in: Education
0 Comments
3 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
5,110
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
142
Comments
0
Likes
3
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Neoplasias do Sistema Reprodutor Feminino

  1. 1. INTRODUÇÃO O sistema reprodutor feminino esta localizado no interior da cavidade pélvica e é constituído por dois ovários, duas tubas uterinas (trompas de falópio), um útero, uma vagina e uma vulva.
  2. 2. VAMOS RELEMBRAR!!! OVÁRIOS : Tem a função de produzir as células reprodutoras femininas, chamadas óvulos , além disso, produzem as hormonas sexuais femininas : o estrogênio e a progesterona. TROMPA DE FALÓPIO : Onde ocorre a fecundação, ou seja, a união do espermatozóide com o Óvulo dando-se a fecundação. ÚTERO : É o lugar onde o embrião se instala em caso de gravidez. VAGINA : Canal muscular que estabelece a comunicação entre o útero e o exterior do corpo. VULVA : Constituída por lábios (pequenos e grandes), clitóris, orifício genital.
  3. 3. CÂNCER DE VULVA Trata-se de uma rara neoplasia, que corresponde a menos de 1% dos tumores malignos das mulheres e responsável por 3% a 5% dos tumores malignos do aparelho genital feminino.
  4. 4. CÂNCER DE VULVA • É feito durante o exame ginecológico, feito com o auxílio do colposcópio utilizando ácido acético a 5%, com confirmação através da biópsia das lesões suspeitas. DIAGNÓSTICO • Primeiramente é feita a remoção cirúrgica do tumor com margem de segurança. • Por conseguinte, é feita a inspeção dos linfonodos inguinais para saber se eles foram acometidos pela neoplasia em questão. Nesses casos eles devem ser retirados cirurgicamente. • A radioterapia também pode ser necessária antes ou após a remoção cirúrgica da neoplasia, dependendo do estágio em que a patologia se encontra. TRATAMENTO
  5. 5. CÂNCER DE VAGINA
  6. 6. CÂNCER DE VAGINADIAGNÓSTICO TRATAMENTO
  7. 7. CÂNCER DE ÚTERO O câncer uterino ocorre com mais freqüência nas mulheres após a menopausa. Existem tumores que surgem no músculo do corpo do útero. Os benignos são chamados de miomas e os malignos de sarcoma uterino. Tratamento : O tratamento do câncer uterino depende do estágio no qual se encontra a doença. Diagnostico : •Curetagem uterina •Histeroscopia com biópsia
  8. 8. CÂNCER DO COLO DO ÚTERO Segunda neoplasia maligna mais comum entre mulheres no mundo e responsável, anualmente, por cerca de 500 mil casos novos e pelo óbito de aproximadamente 230 mil mulheres. Fatores de Risco : HPV Tabagismo Imunossupressores
  9. 9. CÂNCER DO COLO DO ÚTERO Diagnóstico : Citologia oncótica Colposcopia Estudo histopatológico (biópsia) Prevenção : A prevenção do câncer do colo do útero é realizada através de um exame ginecológico chamado Papanicolaou (citopatológico do colo do útero). Tratamento : Depende primeiramente do estágio clínico; Idade;  Doenças associadas; Histerectomia Radical  Radioterapia Quimioterapia
  10. 10. CÂNCER DAS TROMPAS DE FALÓPIO Este tipo de câncer é raro, sendo responsável por menos de 1% dos cânceres ginecológicos, atingindo mulheres entre os 50 e 70 anos. O câncer da trompa de falópio ocorre quando: Sua causa é desconhecida, porem mulheres com histórico familiar e que não tiveram nenhum filho estão mais susceptíveis O câncer de falópio é parte da mesma família do câncer de mama e do ovário. Célula Multiplicação celular Tumor
  11. 11. CÂNCER DAS TROMPAS DE FALÓPIOMANIFESTAÇÕES CLINICAS • HEMORRAGIA VAGINAL ANORMAL; • DORES ABDOMINAIS OU SENSAÇÃO DE PRESSÃO NO ABDOME; • CORRIMENTO VAGINAL ANORMAL; • MASSA ABDOMINAL OU PÉLVICA; DIAGNÓSTICO • EXAME PÉLVICO; • EXAMES DE SANGUE ( CA 125); • ECOGRAFIA; • TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA;
  12. 12. CÂNCER DAS TROMPAS DE FALÓPIO Tratamento Cirúrgico > Salpingooforectomia > Salpingo-ooforectomia bilateral > Histerectomia Quimioterapia Radioterapia
  13. 13. CÂNCER DE OVÁRIO O câncer ginecológico mais difícil de ser diagnosticado. Cerca de ¾ dos tumores malignos de ovário apresentam-se em estágio avançado no momento do diagnóstico inicial. SINAIS E SINTOMAS • Sensação de pressão, inchaço ou distensão abdominal; •Dor ou desconforto na região pélvica ; •Indigestão persistente; •Mudança no hábito intestinal; • Perda de apetite,perda de peso e dor na região lombar; • Irregularidade Menstrual FATORES DE RISCO • Idade • História Familiar • Obesidade • Reposição Hormonal • Genes BRCA1 e BRCA2.
  14. 14. CÂNCER DE OVÁRIO Diagnóstico •Exame pélvico • Exames de sangue – teste CA 125 • Ressonância Magnética •Tomografia computadorizada •Biópsia do tecido suspeito Existem diversos tipos de câncer de ovários, com origem em diferentes células do ovário: ● Epitelial ● Germinativa ● Estromais
  15. 15. CÂNCER DE OVÁRIO
  16. 16. PREVENÇÃO A melhor forma de prevenir o câncer ginecológico é criar o habito de consultar regularmente o ginecologista desde a primeira menstruação. Essa é uma atitude preventiva essencial para que a mulher cuide da sua saúde íntima e evite que alguma doença seja descoberta apenas em estágios bastante avançados.
  17. 17. REFERÊNCIAS http://www.itcancer.com.br/site/index.php/principais-tipos-de-cancer/ginecologicoAcessado em 21/04/2013 às 18h19min; http://www.news-medical.net/health/What-is-the-Vulva-(Portuguese).aspx Acessado em 21/04/2013 às 19h14min; http://www.abcdasaude.com.br/artigo.php?67 Acessado em 21/04/2013 às 19h25min; http://www.infoescola.com/doencas/cancer-de-vulva/Acessado em 21/04/2013 às 19h38min; http://www.abcdasaude.com.br/artigo.php?66&-cancer-de-vaginaAcessado em 21/04/2013 às 19h53min; http://www.dgabc.com.br/Columnists/Posts/24/7203/cancer-de-vagina.aspxAcessado em 21/04/2013 às 20h02min; http://www.unifesp.br/dmorfo/histologia/ensino/colo/histofisiologia.htm Acessado em 21/04/2013 às 20h21min; http://www2.inca.gov.br/wps/wcm/connect/tiposdecancer/site/home+/colo_utero/definicaoAcessado em 21/04/2013 às 20h30min; http://www2.inca.gov.br/wps/wcm/connect/tiposdecancer/site/home/colo_utero/tratamentoAcessado em 21/04/2013 às 20h57min; http://www2.inca.gov.br/wps/wcm/connect/tiposdecancer/site/home/colo_utero/sintomas Acessado em 21/04/2013 às 21h13min; http://www2.inca.gov.br/wps/wcm/connect/tiposdecancer/site/home/colo_utero/diagnostico1Acessado em 21/04/2013 às 21h22min; http://drauziovarella.com.br/mulher-2/cancer-de-colo-de-utero/ Acessado em 21/04/2013 às 21h31min; http://www.medsaude.com/cancer-de-utero.html Acessado em 21/04/2013 às 21h50min; http://www.hcancerbarretos.com.br/tipos-de-cancer/141-paciente/tipos-de-cancer/cancer-de-utero/237-tratamento-do-cancer-de-utero Acessado em 21/04/2013 às 22h11min; http://textozon.com/bemestar/bemestar-artigos-535.html Acessado em 21/04/2013 às 22h29min; http://www2.inca.gov.br/wps/wcm/connect/tiposdecancer/site/home/ovario Acessado em 21/04/2013 às 22h38min; http://www2.inca.gov.br/wps/wcm/connect/tiposdecancer/site/home/ovario/sintomas Acessado em 21/04/2013 às 22h45min; http://www2.inca.gov.br/wps/wcm/connect/tiposdecancer/site/home/ovario/diagnostico Acessado em 21/04/2013 às 22h56min; http://www2.inca.gov.br/wps/wcm/connect/tiposdecancer/site/home/ovario/tratamento Acessado em 21/04/2013 às 23h10min.

×