• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Xiii   questoes comentadas do cespe - so pronomes
 

Xiii questoes comentadas do cespe - so pronomes

on

  • 7,597 views

 

Statistics

Views

Total Views
7,597
Views on SlideShare
2,480
Embed Views
5,117

Actions

Likes
0
Downloads
60
Comments
0

7 Embeds 5,117

http://sejogagalera.blogspot.com.br 4329
http://www.sejogagalera.blogspot.com.br 750
http://sejogagalera.blogspot.com 18
http://sejogagalera.blogspot.com.au 12
http://sejogagalera.blogspot.pt 5
http://sejogagalera.blogspot.jp 2
http://webcache.googleusercontent.com 1
More...

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Xiii   questoes comentadas do cespe - so pronomes Xiii questoes comentadas do cespe - so pronomes Document Transcript

    • Luciane Sartori - Questões comentadas de Pronomes do Cespe - www.sartoriprofessores.com.br1XIII - QUESTÕES COMENTADAS DO CESPE - SÓ PRONOMESOlá, pessoal.Como há muitos concursos realizados pelo CESPE em vista e em andamento, como éo caso do concurso do MPU, que está com edital aberto, resolvi, hoje, em lugar de fazerum artigo, colocar questões comentadas desta Banca para vocês se divertirem!Em breve, vocês poderão assistir à aula de correção de toda a prova anterior do MPUrealizada por essa mesma Banca.Bons estudos!Um forte abraço e ótima semana.Pense nisso: "Não existem castigos nem recompensas. O que existe éconsequência."Professora Luciane SartoriContatos:www.sartoriprofessores.com.brwww.sartorivirtual.com.brfacebook: Luciane Sartori IIlucianesartori@bol.com.brQUESTÕES DE PROVAS ANTERIORES1. (CESPE – 2008 – ABIN – Oficial de Inteligência)(...) ―Um dia chegará em que todos os cidadãos terão seu número de registro: esta éa meta dos serviços de identidade. Nossa personalidade civil já se exprime com maiorprecisão mediante nossas coordenadas de nascimento do que mediante nossosobrenome. Este, com o tempo, poderia muito bem não desaparecer, mas ficar reservadoà vida particular, enquanto um número de identidade, em que a data de nascimentoseria um dos elementos, o substituiria para uso civil.‖ (...)Philippe Ariès. História social da criança e da família. Dora Flaksman (Trad.), p. 1-2 (com adaptações)Com base no texto acima, julgue o item a seguir. A função textual de "esta" e "Este" é retomar, como referente, a idéia enunciada naoração que precede cada um desses pronomes._____________________________________________________________2. (CESPE - 2007 ADVOGADO - PETROBRAS )(...) ―Atualmente fala-se muito em descarbonizar a matriz energética mundial, istoé, 22 em aumentar a participação das energias renováveis em detrimento de combustíveisfósseis. Isto seria uma condição necessária, mas não suficiente para a atenuação damudança do clima, que depende também de outras mudanças na infraestrutura, natecnologia e na economia.‖ (...)André Santos Pereira. Mudança climática e energias renováveis. (com adaptações).
    • Luciane Sartori - Questões comentadas de Pronomes do Cespe - www.sartoriprofessores.com.br2Julgue o seguinte item, a respeito do texto acima. A mudança de posição do pronome átono em "fala-se" para antes do verbodesrespeitaria as regras de colocação pronominal da norma culta brasileira.____________________________________________________________________3. (CESPE - 2007 - TRT-9R - Analista Judiciário - Área Administrativa)“Relação é uma coisa que não pode existir, que não pode ser, sem que haja umaoutra coisa para completá-la. Mas essa outra coisa fica sendo essencial dela. Passa apertencer à sua definição específica.”Pedrinho Guareschi. Relações comunitárias. Relações de dominação. In: Psicologia social comunitária. Petrópolis: Vozes,2002, p. 83 (com adaptações).Acerca das idéias e das estruturas lingüísticas do texto acima, julgue os seguintes itens. Os pronomes "essa" e "dela" são flexionados no feminino porque remetem aomesmo referente do pronome em "completá-la".__________________________________________________________________4. (CESPE – 2008 – Instituto Rio Branco _ Diplomata – 1ª Etapa ÁGUA)(...) ―Quando acaso descerem ao porão, as crianças hão de ficar um poucointrigadas; e como crianças são animais levianos, é preciso que se intriguem um pouco,tenham uma certa perspectiva histórica, meditem que, por mais incrível e extraordinárioque pareça, as pessoas grandes também já foram crianças, a sua avó já foi a bailes, eoutras coisas instrutivas que são um pouco tristes mas hão de restaurar, a seus olhos, adignidade corrompida das pessoas adultas.‖ (...) No fragmento acima, nas expressões "a sua avó" e "a seus olhos", os pronomespossessivos remetem ao referente "pessoas grandes".__________________________________________________________________5. (CESPE – 2009 – Banco do Brasil – Escriturário)(...) ―Quem vive permanentemente na infelicidade não pode olhar o outro como alguémcom quem possa ou deva preocupar-se. O sentimento íntimo de quem padece é de que omundo lhe deve alguma coisa, e não de que ele deva qualquer coisa ao mundo. O‗comércio de felicidade‘ é orquestrado de tal modo que o sentimento de deficiência,escassez ou privação pede sempre mais dinheiro e mais atenção para consigo, como meiode evitar a presença avassaladora das frustrações emocionais.‖Jurandir Freire. A ética democrática e seus inimigos – o lado privado da violência pública. In: Ari Roitman (Org). O desafioético, 2000, p. 83-4 (com adaptações).Com base nas ideias e estruturas do texto acima, julgue o itema seguir. Os pronomes "lhe" e "ele" referem-se a "quem padece"._____________________________________________________________________
    • Luciane Sartori - Questões comentadas de Pronomes do Cespe - www.sartoriprofessores.com.br36. (CESPE - 2009 - Instituto Rio Branco - Diplomata - 1ª Etapa BRANCO)O que é o que é?Se recebo um presente dado com carinho por pessoa de quem não gosto — como sechama o que sinto? Uma pessoa de quem não se gosta mais e que não gosta mais dagente — como se chama essa mágoa e esse rancor? Estar ocupado, e de repente pararpor ter sido tomado por uma desocupação beata, milagrosa, sorridente e idiota — como sechama o que se sentiu? O único modo de chamar é perguntar: como se chama? Até hojesó consegui nomear com a própria pergunta. Qual é o nome? e é este o nome.Clarice Lispector. A descoberta do mundo. Rio de Janeiro: Rocco, 1999, p. 199. O referente dos pronomes demonstrativos "essa" e "esse", em "como se chama essamágoa e esse rancor?" é "Uma pessoa".__________________________________________________________________
    • Luciane Sartori - Questões comentadas de Pronomes do Cespe - www.sartoriprofessores.com.br4GABARITO1. (Errado)2. (Errado)3. (Errado)4. (Errado)5. (Certo)6. (Errado)__________________________________________________________________COMENTÁRIOS DAS QUESTÕES1. (CESPE – 2008 – ABIN – Oficial de Inteligência)(...) ―Um dia chegará em que todos os cidadãos terão seu número de registro: esta éa meta dos serviços de identidade. Nossa personalidade civil já se exprime com maiorprecisão mediante nossas coordenadas de nascimento do que mediante nossosobrenome. Este, com o tempo, poderia muito bem não desaparecer, mas ficar reservadoà vida particular, enquanto um número de identidade, em que a data de nascimentoseria um dos elementos, o substituiria para uso civil.‖ (...)Philippe Ariès. História social da criança e da família. Dora Flaksman (Trad.), p. 1-2 (com adaptações)Com base no texto acima, julgue o item a seguir. A função textual de "esta" e "Este" é retomar, como referente, a idéia enunciada naoração que precede cada um desses pronomes.Comentário: O item está errado, pois o pronome ―esta‖ faz, na verdade, referência aotermo posterior ―a meta (dos serviços de identidade)‖, e este conjunto – esta é a meta -retoma o conteúdo anterior. Está correta apenas a correspondência feita pelo pronome―Este‖, retomando ―sobrenome‖, enunciado na oração anterior ao pronome.___________________________________________________________2. (CESPE - 2007 ADVOGADO - PETROBRAS )(...) ―Atualmente fala-se muito em descarbonizar a matriz energética mundial, istoé, 22 em aumentar a participação das energias renováveis em detrimento de combustíveisfósseis. Isto seria uma condição necessária, mas não suficiente para a atenuação damudança do clima, que depende também de outras mudanças na infraestrutura, natecnologia e na economia.‖ (...)André Santos Pereira. Mudança climática e energias renováveis. (com adaptações).Julgue o seguinte item, a respeito do texto acima. A mudança de posição do pronome átono em "fala-se" para antes do verbodesrespeitaria as regras de colocação pronominal da norma culta brasileira. (E)Comentário: A proposição está errada, pois o pronome “se” é atraído obrigatoriamentepelo advérbio “Atualmente” que vem antes da forma verbal “fala”. Dessa forma, a únicaconstrução possível pela norma culta seria “Atualmente se fala...”
    • Luciane Sartori - Questões comentadas de Pronomes do Cespe - www.sartoriprofessores.com.br5___________________________________________________________3. (CESPE - 2007 - TRT-9R - Analista Judiciário - Área Administrativa)“Relação é uma coisa que não pode existir, que não pode ser, sem que haja umaoutra coisa para completá-la. Mas essa outra coisa fica sendo essencial dela. Passa apertencer à sua definição específica.”Pedrinho Guareschi. Relações comunitárias. Relações de dominação. In: Psicologia social comunitária. Petrópolis: Vozes,2002, p. 83 (com adaptações).Acerca das idéias e das estruturas lingüísticas do texto acima, julgue os seguintes itens. Os pronomes "essa" e "dela" são flexionados no feminino porque remetem aomesmo referente do pronome em "completá-la".Comentário: A proposição está errada, pois o pronome demonstrativo ―essa‖ nãorecupera a ideia comum aos outros pronomes ―dela‖ e ―completá-la”, mas sim à expressão“outra coisa”, o que justifica o erro desse item._______________________________________________________________4. (CESPE – 2008 – Instituto Rio Branco _ Diplomata – 1ª Etapa ÁGUA)(...) ―Quando acaso descerem ao porão, as crianças hão de ficar um poucointrigadas; e como crianças são animais levianos, é preciso que se intriguem um pouco,tenham uma certa perspectiva histórica, meditem que, por mais incrível e extraordinárioque pareça, as pessoas grandes também já foram crianças, a sua avó já foi a bailes, eoutras coisas instrutivas que são um pouco tristes mas hão de restaurar, a seus olhos, adignidade corrompida das pessoas adultas.‖ (...) No fragmento acima, nas expressões "a sua avó" e "a seus olhos", os pronomespossessivos remetem ao referente "pessoas grandes".Comentário: A proposição está errada, pois os pronomes possessivos ―sua‖ e ―seus‖remetem a ―as crianças‖ e não a ―as pessoas grandes‖, como proposto na questão.________________________________________________________________________5. (CESPE – 2009 – Banco do Brasil – Escriturário)(...) ―Quem vive permanentemente na infelicidade não pode olhar o outro como alguémcom quem possa ou deva preocupar-se. O sentimento íntimo de quem padece é de que omundo lhe deve alguma coisa, e não de que ele deva qualquer coisa ao mundo. O‗comércio de felicidade‘ é orquestrado de tal modo que o sentimento de deficiência,escassez ou privação pede sempre mais dinheiro e mais atenção para consigo, como meiode evitar a presença avassaladora das frustrações emocionais.‖Jurandir Freire. A ética democrática e seus inimigos – o lado privado da violência pública. In: Ari Roitman (Org). O desafioético, 2000, p. 83-4 (com adaptações).Com base nas ideias e estruturas do texto acima, julgue o itema seguir.
    • Luciane Sartori - Questões comentadas de Pronomes do Cespe - www.sartoriprofessores.com.br6 Os pronomes "lhe" e "ele" referem-se a "quem padece".Comentário: A proposição está certa, pois é por intermédio da expressão “quempadece” que se constrói a coesão com o pronome oblíquo ―lhe‖ na ideia de que ―o mundolhe deve alguma coisa‖. O mesmo ocorre com o pronome pessoal ―ele‖ em ―ele que nãoacredita que deva qualquer coisa ao mundo‖._____________________________________________________________________6. (CESPE - 2009 - Instituto Rio Branco - Diplomata - 1ª Etapa BRANCO)O que é o que é?Se recebo um presente dado com carinho por pessoa de quem não gosto — como sechama o que sinto? Uma pessoa de quem não se gosta mais e que não gosta mais dagente — como se chama essa mágoa e esse rancor? Estar ocupado, e de repente pararpor ter sido tomado por uma desocupação beata, milagrosa, sorridente e idiota — como sechama o que se sentiu? O único modo de chamar é perguntar: como se chama? Até hojesó consegui nomear com a própria pergunta. Qual é o nome? e é este o nome.Clarice Lispector. A descoberta do mundo. Rio de Janeiro: Rocco, 1999, p. 199. O referente dos pronomes demonstrativos "essa" e "esse", em "como se chama essamágoa e esse rancor?" é "Uma pessoa".Comentário: A proposição está errada, pois os pronomes demonstrativos "essa" e "esse"fazem referência à expressão ―o que sinto?‖ e não ―Uma pessoa‖, como proposto no item ,até mesmo porque mágoa e rancor são sentimentos e não pessoas, já que essas palavrasnão foram empregadas com sentido figurado._______________________________________________________________