Projeto CDIS- Valorização da Cultura Afro-Brasileira

9,929 views

Published on

Projeto para finalização do curso CDIS- Espaço de Experiências na Construção de Saberes Pedagógicos-2012

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
9,929
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
129
Actions
Shares
0
Downloads
91
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Projeto CDIS- Valorização da Cultura Afro-Brasileira

  1. 1. CRE: SANTA MARIA E GAMACURSO: CORREÇÃO DA DISTORÇÃO IDADE/SÉRIE - CDIS:ESPAÇO DE EXPERIÊNCIAS NA CONSTRUÇÃO DE SABERESPEDAGÓGICOSPROFESSORAS CURSISTAS: BELISTER ROCHA PAULINO CLÁUDIA RIBEIRO DO NASCIMENTO LAIDE JANE DIAS SILVA SIMONE DE JESUS CAMPOSDOCENTES: ADRIANA SANTOS DE OLIVEIRA LAÉCIA MARIA DE ARAÚJO GONÇALVES SÉRIE: CDIS/ ANOS INICIAIS
  2. 2. APRESENTAÇÃO De acordo com as atividades pedagógicassugeridas e as experiências compartilhadaspelas docentes e colegas no decorrer docurso, procurou-se elaborar um projeto queestivesse de acordo com o perfil das turmasde CDIS/Anos Iniciais atendidas pelosprofissionais das CREs de Santa Maria eGama, que participam do curso no Gama noturno matutino.
  3. 3. Diante da diversidade de temas optou-sepela abordagem afrodescendente,acreditando na importância e relevância dasquestões relacionadas ao tema dentro docontexto educacional e na contribuição desteestudo para o desenvolvimento daaprendizagem dos alunos de formaconsciente diante das implicações einfluências que a temática do negroapresenta.
  4. 4. JUSTIFICATIVA A Lei 10.639/03, complementada pela Lei 11.645/08,estabelece a obrigatoriedade do ensino da história ecultura afro-brasileira, africana e indígena na educação doensino fundamental e médio. As políticas de ações afirmativas expressas na LDB enas leis citadas acima contribuem para que o caminho sejatraçado de forma a se executar um trabalho contra oracismo e a injustiça social, levando estudantes eprofessores a saírem do nível da tolerância para chegaremao nível da valorização da cultura afrodescendente.
  5. 5. A SEDF no documento Orientações Iniciais para a Correção daDistorção Idade/Série do Ensino Fundamental do corrente ano dispõe,dentre outras coisas:• Sobre a organização do trabalho pedagógico e• As metodologias de ensino para essas turmas.Com isso, o trabalho pedagógico deve acontecer de formadiferenciada no espaço e no tempo e com ações pautadas emexperiências conjuntas que apontem caminhos para a ação pedagógicadentro da sala de aula.As metodologias devem ser construídas de forma participativaproporcionando interdisciplinaridade que permita que as experiênciasdos professores e alunos possam ser inseridas no cotidiano da sala deaula.
  6. 6. OBJETIVO GERALValorizar a contribuição africana naformação da cultura do povo brasileiro.
  7. 7. OBJETIVOS ESPECÍFICOS• Desenvolver conceitos dos valorescivilizatórios afrodescendentes.• Respeitar as diferenças.• Valorizar a herança cultural dos negrosafricanos.• Identificar representantes negros brasileirosque se destacaram em diversas áreas e profissões.• Identificar contos e histórias de origemafricana.• Desenvolvimento do conceito de igualdaderacial.• Reconhecer-se como um afrodescendente.• Resgatar a memória histórica do povo negro.• Recuperar valores artísticos e religiosos.• Destacar a beleza negra.
  8. 8. ATIVIDADES Valorização do eu: Utilizar espelho para autodescrição; Autorretrato; Músicas; Ficha de identificação; Quando penso em África penso em...: Colar as palavras resultantes no mapa da África. Regate da memória: Trazer de casa objetos com identidade africana pra exposição em sala; Relicário da Família.• Pinturas rupestres• Confecção de mapas do Brasil e da África decorados com sucatas, grãos, folhas, areia, tinta etc.• Capoeira• Desfile de trajes africanos.
  9. 9. Confecção de máscaras utilizando diversos materiais.Confecção da boneca Abayomi com pedaços de tecidos.Histórias e contos africanos: Leitura, dramatização e desenhos decontos africanos; Vídeos; Comidas; Músicas.Provérbios africanos: Os alunos podem pesquisar alguns econhecer outros que o professor apresentar.Palavras de origem africana: Pesquisa de palavras do vocabuláriocotidiano que fazem parte da cultura africana.Quilombo e Zumbi - Consciência Negra: Pesquisa e/ ou estudosobre a formação de quilombos como forma de resistência dosnegros aos abusos dos senhores de escravo.
  10. 10. RESULTADOS ESPERADOS• A aprendizagem deve se desenvolver de forma interdisciplinar e de acordo com as experiências e conhecimentos construídos com as atividades sugeridas e especificadas no projeto.• Espera-se que as turmas nas quais o projeto seja desenvolvido possam adquirir respeito às questões raciais e valorização da cultura da qual fazem parte e estão ajudando a construir.
  11. 11. • As pequenas ações de combate ao racismo e ao preconceito, deste modo, podem se constituir em grandes passos no caminho da superação e da valorização da cultura afro-brasileira.
  12. 12. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICASOrientações Iniciais para Correção da Distorção Idade/Série doEnsino Fundamental da Rede Pública de Ensino - Governo doDistrito Federal- Secretaria de Estado de Educação – 2012______. Saberes e Fazeres,v.1: Modos de Ver.v.2: Modos de Sentir.v.3: Modos de Interagir.v.4: Modos de Fazerv.5: Modos de Brincar.Coordenação do Projeto: Ana Paula Brandão. – Rio de Janeiro:Fundação Roberto Marinho, 2006 (A Cor da Cultura).
  13. 13. A cultura afro-brasileira foi historicamente marcadacomo inferior e relegou seus representantes a uma vidade luta e combate às injustiças, desigualdades eexclusões resultantes do preconceito e do descréditono potencial de uma raça. Talvez um dia possamos ouvir que a história mudoue que em todos os lugares se reconheça a existência deuma só raça, a raça humana.

×