• Like
Guia erasmus 2012
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

Published

 

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
1,984
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
13
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Guia Erasmus 2012Editorial Atreve-te a viajar Patrícia Tadeia | EditoraSeria um jovem já adulto. Com 25 anos, que com- Entretanto, nós por cá, contamos-te o que é estarpleta este ano, o programa Erasmus podia contar- longe de quem gostas, mas perto de um novo mundo,-te hoje todas as viagens que fez, todos os amigos de um país desconhecido que só tu podes descobrir.que encontrou, todas as culturas que conheceu. E que altura podia ser melhor do que esta em quePodia dizer-te que esta seria, sem dúvida, uma das os teus sonhos são os mais genuínos, em que cadamelhores experiências da tua vida, certeza confir- momento é vivido intensamente?mada inequivocamente por todos aqueles que por Com este guia, queremos que te atrevas a viver essaela passaram. Indicar-te-ia os segredos de cada experiência. Dizemos-te como tudo funciona, comopaís, partilharia contigo todas as emoções associa- te podes inscrever, quais os países que tens à es-das a um novo amor – quase sempre deixado para colha, quais os apoios financeiros para enfrentar astrás, mas vivo em cartas, ou mais recentemente, despesas de viver no estrangeiro, quais as vanta-em e-mails e pelo facebook –, lembrar-te-ia que gens e quais os cuidados associados a essa viagem.no final de cada viagem serias um estudante mais Mas acima de tudo, lançamos-te o desafio. E dizemos-responsável, mais autónomo. Já para não falar de -te “atreve-te!”, soma esta experiência à tua vida.um aluno mais completo, cujo currículo faria inveja Lembra-te do jovem Erasmus e em tudo o que ele jáa qualquer outro da tua universidade. Mas isto é viveu. E, já agora, até vai dar um certo jeito, porqueapenas uma pequena parte do que o jovem Eras- quando conversares com ele, vais querer ter o quemus te diria. contar, certo? Índice 04 11 14 PROGRAMA ERASMUS SOLUÇÕES SANTANDER TOTTA DESTINOS ERASMUS O que é, quem pode candidatar-se, Super Conta Os melhores países quais os países onde podes ir Estudantes universitários e os mais exóticos 08 12 16 TESTEMUNHOS MOBILIDADE GUIA DE SOBREVIVÊNCIA Histórias na primeira pessoa O apoio aspectos a ter em conta de quem fez EraSMuS da agência Nacional PrOaLV durante a tua experiência EraSMuS 10 13 18 BOLSAS FINANCIAMENTO LINKS ÚTEIS Como cobrir os custos Descobre as vantagens Onde procurar mais informação de estudar fora do Crédito EraSMuSficHa TécNica: Título registado no I.C.S. sob o n.º 123881 | Propriedade/Editor: Metro News, Publicações, SA| Empresa Jornalística n.º 223575 | Matrícula n.º 505434229da C.R.C. de Cascais | NIPC 505434229 | Capital Social €156.480,00 | Principais accionistas Cofina, SGPS, SA, António Stilwell Zilhão, Francisco Pinto Barbosa, GonçaloSousa Uva | Editora: Patrícia Tadeia | Paginação: Filipa Andrade | Marketing: Director de Marketing – Luís Rebola | Publicidade: Director Comercial – Ricardo Branco |Coordenadoras Agências – Ana Silveira, Joana Santana; Agências – Adriana Macedo, Margarida Rêgo, Paula Tavares, Raquel Pinto, Daniel Tavares; Directos – Luís Filipe(Coordenador), Eva Oliveira, Filomena Mestre, João Rodrigues, Luís Farinha, Ricardo Afonso, Sónia Andrade | Distribuição: José Magalhães | Sede Redacção: ArruamentoD à Rua José Maria Nicolau, nº 3, 1549-023 Lisboa | Tel: 21 416 92 10 | Tiragem: 5 000 | Distribuição: Gratuita 3
  • 2. PROGRAMA ERASMUS estudantes sem front Estudar num novo país é conhecer uma realidade diferente da nossa. Por isso, convém saberes tudo sobre o Programa Erasmus para estares preparado e já agora, perceberes porque é que este programa que existe há 25 anos é tão importante na construção de uma visão europeia mais tolerante e alargada. O QUE É O PROGRAMA ERASMUS? O Programa EraSMuS, em homenagem ao filósofo holandês Erasmo de roterdão, é um siste- ma que promove a mobilidade dos estudantes universitários. Os estudantes têm a oportunidade de passar temporadas de 3, 6 e 12 meses a estudar noutro país, alargando os seus horizontes sociais e culturais. Nascido em 1987, o EraSMuS propor- ciona aos estudantes europeus estudar num dos 27 Estados-membros da união Europeia e ainda nos países do Espaço Económico Europeu como a Noruega, a Islândia, o Liechtenstein ou candidatos à união Europeia.4
  • 3. Guia Erasmus 2012teiras! SAbiAS que… » EraSMuS é também a sigla de European region action Scheme for the Mobility of university Students (em português, Esquema de acção regional Europeia para a Mobililidade de Estudantes universitários)? » Nos últimos 20 anos, Portugal surge como um dos países mais apetecíveis para os estudantes estrangeiros que pretendem fazer EraSMuS? » até 2012, a meta europeia é atingir os três milhões de estudantes em mobilidade transnacional? PARA QUEM E PARA QUE SERVE? Em Portugal, é à agência Nacional PrOaLV – Programa aprendizagem ao Longo da Vida que cabe o papel de gerir o Programa EraSMuS. a missão passa por promover uma aprendizagem de qualidade ao longo da vida, ou seja, aprender em todas as fases da vida académica. Na licenciatura, no mestrado ou no estágio profis- sional, o espaço europeu de mobilidade académica existe para que possas desenvolver competências num país estran- geiro e aplicá-las no teu futuro profissional. O co- nhecimento académico, a diversidade linguística, a coesão social, a cidadania activa, o diálogo intercultural e a realização pessoal são mais- -valias para qualquer estudante EraSMuS. E assim dás os pri- meiros passos para te tornares um cidadão do mundo. 5
  • 4. PROGRAMA ERASMUS quem pode uSufruir do erASmuS Estudantes do ensino superior, inscritos em Institutos Politécnicos e universidades habilitados com carta universitária EraSMuS. que pAÍSeS eStão envolvidoS » Os 27 países da União Europeia: alemanha, Áustria, Bélgica, Bulgária, Dinamarca, Espanha, Finlândia, França, Grécia, Irlanda, Itália, Luxemburgo, Países Baixos, Portugal, reino unido, Suécia, Eslováquia, Eslovénia, Estónia, Hungria, Letónia, Lituânia, Polónia, república Checa, Chipre, Malta e roménia; » Turquia; » Os países da EFTA (Associação Europeia de Comércio Livre) / EEE (Espaço Económico Europeu): Islândia, Liechtenstein e Noruega.6
  • 5. Guia Erasmus 2012 eiS o que Se pode E O QUE GANHO COM ISSO? fAzer em erASmuSDurante a temporada passada » Mobilidade de Estudantesnum país e instituição de ensino realização de um períodosuperior estrangeira, os estu- de estudos (em licenciaturadantes têm a garantia de obter ou mestrado);o reconhecimento académico realização de um períodocomo parte integrante do pro- de estágio profissional. grama de estudos da sua universidade de origem, » Mobilidade de Pessoal resultado do acordo prévio Missões de Ensino entre as instituições Dirigido a pessoal docente parceiras e o estudante, de uma instituição de ensino através de um plano superior nacional que queira de estudos acor- leccionar numa universidade dado: o Learning estrangeira. agreement. » Mobilidade de Pessoal Formação Profissional Pessoal docente e não-docente de umaNo final do período de estudos, instituição de ensino superioro estudante recebe da instituição (IES) nacional, para formaçãoanfitriã um documento que certi- numa IES estrangeira;fica a frequência e aproveitamen- Pessoal docente e não-to no plano de estudos acordado -docente de uma instituição(Transcript of records). de ensino superior (IES)Importante também é saberes nacional, para formaçãoque os estudantes EraSMuS numa empresa estrangeira.estão isentos do pagamentode propinas na instituição » Cursos Intensivosanfitriã, podendo, no entanto, de Línguas ERASMUSser-lhes cobradas pequenas Estes cursos dão aosverbas referentes a seguros, estudantes EraSMuSquotas de associações de que visitam esses países,estudantes, fotocópias, material para a realização de períodosde laboratório, etc. de estudos ou de estágios, a oportunidade de estudar a língua em questão por períodos compreendidos entre duas e seis semanas, com o objectivo de se prepararem para o seu período de mobilidade EraSMuS. 7
  • 6. TESTEMUnhOS quem fez é que sabe! Ninguém melhor do que os estudantes Erasmus para falar deste programa. a Bárbara e o Hugo contam-te, na primeira pessoa, tudo sobre este desafio. BáRBARA PEREIRA CURSO: Design de Comunicação UNIVERSIdAdE: IaDE O ANO EM AS UNIVERSIdAdE ERASMUS: tRêS PAlAVR Westfälische Wilhelms INOVAdOR universität Münster agregada dESAfIANtE à Münster university of El INESQUECíV applied Sciences, alemanha (2008/2009) taforma espessa de gelo excelente para a patinagem. armei-me em O QUE tE MARCOU MAIS? cheguei sem saber nada. Mas o artista e caí de uma forma tal Penso que foi o Erasmus no verda- que me custou mais ao início foi a que andei meses com uma nódoa deiro conceito da palavra... Os ami- solidão. Vivia numa residência em negra do tamanho de uma bola gos que fiz de todo o mundo o que que estava sozinha num quarto de futebol na coxa. Mas tirando a me integrou em diversas culturas e tive pouco contacto com outros parte da dor, foi super engraçado distintas em termos de tradição e residentes. Com o passar do tempo todo o momento. Design. fui fazendo mais amigos e pas- sando menos tempo no quarto, QUAl A IMPORtâNCIA dESSA Ex- O QUE tROUxEStE dA AlEMANHA? mas mesmo assim acho que foi PERIêNCIA NA tUA VIdA? uma visão completamente dife- o mais difícil. O mais fácil foi sem Esta experiência teve dois pon- rente do Design em geral, principal- dúvida acordar, olhar pela janela e tos fortes de impacto na minha mente o de Comunicação e a apre- ver tudo coberto de neve porque vida: a experiência magnífica ciação por uma cultura austera, mesmo com frio é uma sensação resultante das aulas que tive na mas muito acolhedora ao mesmo incrível. minha área e o conhecimento tempo e com tradições e modo de que absorvi sobre uma cultura estar na vida totalmente diferente RECORdAS UM EPISódIO ENGRAçAdO? totalmente diferente da que es- dos países do sul europeu. O episódio mais engraçado que tou acostumada... Fez-me ver o me lembro sem envolver bebedei- Design de uma forma diferente; e COMO fOI A AdAPtAçãO? O QUE fOI ras “erásmicas” foi a maior queda viver sozinha... Por muito que me MAIS dIfíCIl E MAIS fáCIl? que dei na minha vida! Münster tenha custado a adaptação cresci Quando cheguei pensei que o mais tem um lago muito grande que no em termos emocionais e apren- complicado em termos de adap- Outono está cheio de cisnes e pes- di a resolver as coisas por mim tação seria a língua, porque falo soas a passear de barco, mas no mesma, a lidar com as coisas do fluentemente inglês e de alemão Inverno transforma-se numa pla- dia-a-dia.8
  • 7. Guia Erasmus 2012 O ANO EM tRêS PAlAVRAS fANtáStICO fENOMENAl MAGNífICO Hugo guimArãeS CURSO: Engenharia Informática e de Computadores UNIVERSIdAdE: Instituto Superior Técnico – universidade Técnica de Lisboa UNIVERSIdAdE ERASMUS: Technische universität Wien, Áustria (2010/2011) terem garantido que como era a primeira vez, não haveria proble- ma nenhum e que só à segunda identificação é que teria de pagar uma multa. Saí de casa com al- guns amigos, mas os restantes continuaram a festa na minha casa. O resultado foi que meses depois, quando estava a uma se-O QUE tE MARCOU MAIS? ção difícil. O mais complicado foi mana de voltar a Portugal, receboToda a experiência! Perceber que a língua, contudo desenrasquei- uma carta da polícia a dizer quese consegue ser feliz noutro sí- -me sempre bem apenas com o posso escolher pagar 40 euros outio que não o que conhecemos é inglês e com o pouco alemão que passar 20 horas na prisão. achouma das melhores sensações que sabia. De resto, foi relativamente engraçado porque do meu grupojá vivenciei. O problema é mesmo simples conhecer novas pessoas de amigos achava que seria o úl-quando temos de voltar a casa. e fazer amigos a partir das orga- timo a poder ir preso, contudo jáConsegui perceber que para onde nizações que ajudam estudantes tive essa “oportunidade”.quer que vá, consigo adaptar-me Erasmus a conhecerem-se.como um bom português. QUAl A IMPORtâNCIA dESSA Ex- RECORdAS UM EPISódIO ENGRAçAdO? PERIêNCIA NA tUA VIdA?O QUE tROUxEStE dA áUStRIA? Logo no primeiro fim-de-semana Ainda não consigo quantificarum livro que encontrei perdido que estive em Viena, um francês muito bem, contudo sinto-menum autocarro. Neste momento que vivia no mesmo edifício que uma pessoa muito mais comple-um dos meus objectivos é apren- eu pediu-me a mim e aos meus ta! Sinto-me mais social, ou seja,der alemão suficiente para con- colegas de apartamento para o hoje em dia normalmente pensoseguir lê-lo e poder voltar a Viena deixarmos fazer a sua festa de primeiro num bem comum e sóa comunicar em alemão. Também aniversário na nossa casa porque posteriormente no meu. Tambémtrouxe as coisas normais, como era a maior. Deixámos por ser não quero ficar por Portugal eamigos, experiências e fotogra- uma boa forma de conhecer pes- mal acabar o mestrado vou ten-fias. soal. a noite estava a correr bem tar arranjar trabalho num país até que um pouco depois das 22h germânico. Coisa que antes seriaCOMO fOI A AdAPtAçãO? a polícia aparece no apartamento apenas uma ideia muito rebusca-Como estudante açoriano a viver por ter havido uma denúncia da e que hoje em dia é totalmentelonge de casa, não achei a adapta- pelo som. Identifiquei-me por me possível. 9
  • 8. BOLSAS ir em erASmuS com os bolsos cheios Os estudantes Erasmus podem usufruir de alguns apoios financeiros para fazer face às despesas de estudar e viver num país estrangeiro. BOlSA dE MOBIlIdAdE BOlSA SUPlEMENtAR sentar candidatura a uma bolsa suplementar. Para isso devem a bolsa de mobilidade EraSMuS Os alunos com dificuldades recorrer aos serviços de acção é um apoio concedido apenas socioeconómicas comprovadas social da instituição de ensino aos alunos que se candidatam podem ainda beneficiar de uma superior a que pertencem. Nesta ao Programa EraSMuS e apenas bolsa suplementar, numa lógica situação enquadram-se também cobre as despesas de deslocação e de poderem usufruir das mesmas os estudantes EraSMuS com esta- alojamento durante o período de oportunidades, para além da bolsa tuto de estudante-trabalhador que estudos noutro país. O valor desta de mobilidade EraSMuS. deixem de usufruir dos rendi- bolsa depende sempre do custo Os estudantes não elegíveis para mentos do trabalho devido à de vida do país de destino e do obter este tipo de bolsa, mas mobilidade. Para te candidatares número de meses de permanência, que entretanto vejam a situação a este tipo de bolsa deves ser pelo que além destes valores financeira do agregado familiar beneficiário da Acção Social convém teres algumas poupanças alterar-se, podem também apre- Escolar no ano lectivo em causa extra para que não tenhas surpre- e ser elegível para uma bolsa sas desagradáveis. de mobilidade EraSMuS. Se pretendes fazer EraSMuS e precisas de obter informações sobre as bolsas de mobilidade informa-te junto da tua universi- dade. Para já, ficas a saber que este apoio só é atribuído a quem cumpra estes requisitos: possuir nacionalidade portuguesa ou residir em Portugal há pelo menos dez anos; ter o 1.º ano de estudos completo; mérito académico e avaliação do número de cadeiras em atraso.10
  • 9. Guia Erasmus 2012Soluçõesa pensar em tiComo em qualquer situação das nossas vidas que quebre a rotina do dia-a-dia, esta novaexperiência pode causar-te uma certa ansiedade. O Erasmus não é excepção. Descobre assoluções que o santander Totta tem para ti, para que tudo corra sem percalços.a expectativa sobre o que vamos Estas são aquelas adversidades antes ou depois da tua experiênciaencontrar, a universidade, as aulas, que podes e deves evitar e, em EraSMuS, a adesão aoos professores, os novos amigos, para isso, o Santander Totta Netbanco permite-te o acesso a umonde vamos comer, o que vamos disponibiliza-te um conjunto de conjunto alargado de vantagensconhecer, são apenas alguns dos soluções úteis para que acedas através do Portal Bons Momentos.pensamentos comuns a quem vai sempre à tua conta bancária Descobre mais informação emexperienciar um Programa de em qualquer parte do mundo. www.santandertotta.pt ou entãoMobilidade Internacional, muitas Podes manter a tua Super Conta envia as tuas dúvidas por e-mail:das vezes sem companhia na Estudantes universitários, que gabinete.universidades@santander.pt.viagem de ida. está isenta de qualquer comissãoO desconhecido é sempre algo que de manutenção. Verás que a tua experiêncianos faz aprender e, conforme nos aproveita também o plafond de EraSMuS vai ser inesquecíveladaptamos a cada situação nova, 1.000 euros para os teus primeiros e, com certeza, irá contribuirvamo-nos preparando para as dias no país estrangeiro, através positivamente para a tua vida deadversidades ao longo da vida. do cartão Light universitário estudante e futuro profissional. do Santander Totta, criado especialmente para este fim. SOlUçõES útEIS E RáPIdAS A tUA CONtA EM QUAlQUER lUGARE porque isso já é só por si umdesafio considerável, é muito Para acederes à tua conta bancária,importante assegurarmos que quando e onde quiseres, tens à tuatudo aquilo que depende de nós disposição o serviço Netbanco ee que podemos assegurar nos dá apoio4u. Podes efectuar diversaso conforto necessário para tudo o operações: transferências, carrega-resto. Já imaginaste estares numa mentos de telemóvel, entre muitascidade desconhecida sem trocos outras. antes de partires emnos bolsos e sem cartão de crédito, viagem, basta que te dirijas aoou outra forma de pagamento? teu Balcão ou que ligues para oPodias sempre utilizar a Internet e apoio4u – 707 21 23 23, 21 780 73 24,efectuar uma transferência, mas e 91 358 23 23 , 93 220 25 25 ,os códigos de acesso? 96 593 24 25. 11
  • 10. MOBILIDADE Ser estudante erASmuS experiências que se repetem há mais de 20 anos Porquê ir em ERASMUS? mobilidade num país da sua prefe- Esta é uma oportunidade rência, na grande Europa. única para os estudantes reali- a mobilidade EraSMuS propor- zarem um período de estágio ciona um conhecimento e uma Fazer estágio ERASMUS, profissional numa empresa vivência que não se consegue um novo desafio ou organização de outro país obter “entre portas” e é, para europeu (anteriormente apenas muitos estudantes, a primeira Desde há três anos, o programa possível ao abrigo do programa grande viagem das suas vidas, EraSMuS abraça uma nova for- Leonardo da Vinci). Entre 2007 o início da independência! ma de mobilidade estudantil no e 2009 o número de estudantes adquirir novos conhecimentos ensino superior: a mobilidade de SMP triplicou (de 276 para 668), e competências, tal como a estudantes para estágios (SMP – prevendo-se o seu aumento nos possibilidade de fazer novas Student Mobility for Placements). próximos anos académicos. amizades, são algumas das as competências adquiridas em vantagens de uma experiência estágio permitem, à vasta maioria noutro país europeu, além dos dos participantes, perspectivarem benefícios no plano educacional, um impacto positivo e facilitador linguístico e cultural. na sua integração profissional, Isto (e muito mais) é o EraSMuS! bem como na (re)formulação das suas expectativas profissionais. Mais de 50 mil universitários São muitas as portas que se abrem portugueses já fizeram ERASMUS para um futuro trabalho, nomeada- mente no estrangeiro. Com 25 anos de existên- Isabel duarte | Directora da aN PrOaLV cia, o Programa EraSMuS Isabel Joaquim | Coordenadora continua a ser o ex-libris dos do Programa EraSMuS programas Europeus de Mobi- lidade. Em Portugal, cerca de 80 Isabel Duarte, instituições de ensino superior directora da aN PrOaLV participam no programa, enviando contActoS todos os anos mais de cinco mil estudantes para um período de estudos ou de estágio no Agência Nacional para a Gestão do Programa Aprendizagem estrangeiro. Cerca de 50 mil es- ao Longo da Vida tudantes portugueses viveram já avenida Infante Santo, 2 Piso 4 – 1350-178 LISBOa | Portugal uma experiência de mobilidade Tel.: +351 213 944 760 | Fax: +351 213 944 737 EraSMuS, e, por toda a Europa, e-mail: agencianacional@proalv.pt mais de 2 milhões tiveram a opor- web: www.proalv.pt | http://proalv.pt/erasmusInPt/ tunidade de realizar um período de12
  • 11. Guia Erasmus 2012FInAnCIAMEnTOcrédito erASmuS:ninguém fica de foraHá muitas razões para não se ter Numa experiência EraSMuS, tudo Porque as bolsas de mobilidadeuma experiência EraSMuS, mas nos faz crescer, tudo nos ensina não chegam para todos, e porquenão se pode deixar de ter esta expe- coisas novas. Desde os problemas a educação é um investimento comriência por razões financeiras. de sobrevivência do dia-a-dia, retorno, associámo-nos a esta linhaFoi este princípio que esteve o termos que viver fora do de crédito apoiada pelo Ministériona base da criação do Crédito nosso conforto familiar habitual, da Ciência Tecnologia e EnsinoEraSMuS com Garantia Mútua, um o termos que gerir a nossa Superior através da Sociedadecrédito de aprovação automática liberdade por nossa conta e risco, de Garantia Mútua, em condiçõesaté 5.000 euros por ano que só o facto de lidarmos com outras excepcionais, o que me leva a crertem que ser reembolsado um ano culturas, outras línguas, outras que ninguém fica de fora.após a conclusão do curso. realidades onde pomos em causaa internacionalização é, hoje em os padrões aos quais estamosdia, um dos aspectos fundamentais habituados no dia-a-dia dana formação. a globalização das nossa sociedade local – tudoeconomias obriga a que qualquer contribui para formarmos umaprofissional esteja preparado mentalidade mais aberta,para enfrentar desafios e dar com maior personalidade,resposta a problemas globais, que com mais autonomia e maisenvolvem outras culturas, outros criatividade.mercados, outras línguas. Paraisso, a experiência EraSMuS (ououtro programa de mobilidadeinternacional) é fundamental Sebastião Beltrãocomo complemento à formação Director Santander universidadesuniversitária. “Numa experiência EraSMuS, tudo nos faz crescer, tudo nos ensina coisas novas.” 13
  • 12. DESTInOS ERASMUS próxima paragem: o m O difícil no Erasmus é mesmo escolher o destino, por isso, o mu mostra-te os melhores países e também os mais improváveis para viver a experiência. OS MELhORES ESPANHA POlóNIA o país de ‘nuestros hermanos’ o país da paz É o país mais escolhido para Este pode ser um país interessante fazer EraSMuS. as universidades onde estudar. Fica longe, a espanholas estão no Top 500 cultura e a língua são completa- das melhores universidades para mente diferentes da nossa e o estudar fora. Madrid, Granada nível de vida não é muito elevado. (galardoada com a Estrela de Ouro Na universidade de Varsóvia podes em 2007), Valência, Salamanca, até conhecer o ‘Eterno Estudante’, Barcelona e Sevilha são as cidades estátua homenagem ao aluno com com mais procura. mais matrículas de sempre. O melhor: a cultura do país, a comida O melhor: a História e a cultura, a e a proximidade da língua. humildade dos polacos, a cerveja. O pior: Se preferes ter uma O pior: A língua é dificil de experiência completamente dife- compreender. rente, Espanha não é para ti. ItálIA REINO UNIdO ideal para os românticos e a diversidade cultural a Itália é o segundo destino O reino unido tem algumas mais escolhido pelos estudantes das melhores universidades do portugueses e o quinto pelos mundo. Londres, Glasgow, Oxford estudantes europeus. Quem nunca e Cambridge, são mundialmente sonhou andar de vespa pelas ruas famosas pela sua tradição de roma, passear de gôndola académica. além disso, o reino pelos canais de Veneza ou assistir unido é um dos países com maior à Semana da Moda em Milão? diversidade cultural. O melhor: a cultura, a hospitali- O melhor: a língua, a diversidade dade dos italianos e a comida. cultural e a tradição académica. O pior: O idioma não é muito fácil O pior: a comida, o clima e o custo de aprender à primeira. de vida elevado.14
  • 13. Guia Erasmus 2012mundo OS MAIS EXÓTICOS ISlâNdIA estudar numa ilha A EStóNIA país dos lagos Localizada no Norte da Europa, no mar Báltico, a Estónia é conhecida É um dos países menos explora- pelos seus inúmeros lagos e pelas dos pelos estudantes EraSMuS grandes florestas. A Universidade e recebeu apenas 353 alunos de Académica de Tallin fica na capital toda a Europa – e nenhum deles e é uma das várias universidades era português – no ano lectivo de do país. Pode resultar numa 2008/2009. Talvez isso aconteça experiência EraSMuS diferente. pelo facto de a Islândia ser um país O melhor: a paisagem natural, a distante e insular, mas isso pode cultura e o nível económico. ser um desafio aliciante. O pior: a língua e o clima rigoroso. O melhor: a paisagem natural e o facto de praticamente todos os islandeses falarem bem inglês. BUlGáRIA O pior: apesar de muito liberal, a conhecer os Balcãs comunidade islandesa tende a ser fechada, uma característica dos Se és fã dos filmes de Kusturica, países nórdicos. talvez te agrade conhecer melhor a realidade dos Balcãs. a Bulgária tem 41 instituições de ensino superior, mas em 2008/2009 apenas 11 estudantes portugueses e 382 europeus optaram por ir estudar para este país. O melhor: a música e a cultura, a alegria dos búlgaros. O pior: a língua, a economia e o nível de desenvolvimento. 15
  • 14. GUIA DE SOBREvIvênCIA tudo o que precisas de antes de fazeres a mala a experiência Erasmus tem tudo para dar certo, mas um bom planeamento ajuda a evitar as surpresas desagradáveis e a garantir momentos inesquecíveis. 1.º PASSO CUltURA a primeira coisa a fazer depois de saberes que vais estudar para o 3.º PASSO estrangeiro é procurar mais infor- SAúdE mação sobre a tua universidade, o teu novo país e a cidade que vai Todos os cidadãos europeus que ser a tua casa durante os próximos viajem no Espaço Económico Eu- meses. Há aspectos culturais e do ropeu (Eu, Suíça, e países da EFTa) dia-a-dia que convém investigar. têm direito a um Cartão Europeu de Saúde que facilita o acesso a cuidados médicos urgentes e gratuitos nos serviços de saúde 2.º PASSO públicos desses países. AlOJAMENtO Contacta a Segurança Social e não te esqueças que este cartão Na maior parte dos casos, o De- não substitui qualquer seguro de partamento de EraSMuS de cada viagem. universidade portuguesa comunica com a universidade estrangeira e trata do alojamento. Mas por vezes podem existir problemas. Para te prevenires contra isso, consulta o site da universidade para onde vais estudar e procura o Guia de aco- lhimento online, que inclui infor- mação sobre alojamento e residên- cias universitárias.16
  • 15. Guia Erasmus 2012 saber 4.º PASSO IdIOMA !a Falar um novo idioma pode não 5.º PASSO ser fácil nos primeiros tempos. VIAGEM Normalmente, a universidade que te recebe oferece um curso livre Planeia a tua viagem com o máximo para que te possas integrar mais de antecedência possível. Convém facilmente. Informa-te da data dos ires uns dias antes de as aulas mesmos e garante que chegas lá a começarem para fazeres o tempo. reconhecimento do local da universidade e da cidade. 6.º PASSO tElECOMUNICAçõES antes de ires para fora, é impor- tante saberes como podes usar o telemóvel no estrangeiro, quanto 7.º PASSO vais gastar por chamada, se é BANCO preciso activar serviço de roaming ou se há soluções mais baratas. Para não pagares taxas de Informa-te junto da tua operadora utilização enquanto estiveres fora, móvel. opta por fazer movimentos através de um serviço bancário como o NetBanco, por exemplo. erASmuS Student netWorK Se tiveres dificuldades em planear a tua viagem, também podes pedir ajuda à EraSMuS Student Network (ESN). representada em 33 países da Europa, a ESN é uma associação internacional sem fins lucrativos que faz o acolhimento de estudantes EraSMuS no país de destino. antes de os estudantes chegarem, há um tutor que entra em contacto com eles e prepara a sua chegada: vai buscá-los ao aeroporto, ajuda-os a procurar casa, fornece-lhes todos os números de emergência. a ESN organiza também uma semana com algumas actividades recreativas e de lazer para a integração dos estudantes (festas, viagens locais e visitas culturais). Sabe mais em https://esn.org/. 17
  • 16. LInkS úTEIS onde procurar mais informação APRENdER líNGUAS NO EStRANGEIRO BBC - www.bbc.co.uk/languages/index.shtml a BBC oferece excelentes cursos gratuitos online para principiantes. Material áudio e vídeo disponível! Centro Europeu de línguas - www.ecml.at/interactive/database.asp O Centro Europeu de Línguas Modernas tem ligações a fóruns virtuais dedicados à aprendizagem de línguas e a bases de dados interactivas. INfORMAçõES GERAIS Worldstudent.com - www.worldstudent.com/uk/studyabroad/index.shtml Tudo o que um estudante precisa de saber para estudar noutro país. Selecciona o país que te interessa e acede a informação geral sobre estabelecimentos de ensino, financiamento, alojamento e saúde. UNESCO - http://portal.unesco.org Sítio dedicado exclusivamente aos estudos no estrangeiro: sistemas educativos, reconhecimento, bolsas de estudo e outras informações úteis. SItES INStItUCIONAIS Portal da Juventude Europeu - http://europa.eu/youth reúne informações úteis para quem estuda no estrangeiro. European Youth Information and Counselling Agency – http://www.infomobil.org/ Fornece informações úteis sobre o país para onde queres ir: alojamento, onde ir e o que ver, serviços de informação para a juventude, etc. Portal do Cidadão - www.portaldocidadao.pt Tem informações úteis para cidadãos portugueses no estrangeiro em situações de emergência. REdES dE EStUdANtES NA EUROPA ERASMUS Student Network - www.esn.org Representada em 33 países da Europa, a ESN é uma associação internacional sem fins lucrativos que faz o acolhimento de estudantes EraSMuS no país de destino. a ESN organiza também uma semana com algumas actividades recreativas e de lazer para a integração dos EraSMuS. European Students Union - www.esib.org Organização que representa os estudantes europeus de 37 países cujo objectivo é promover os interesses sociais, económicos, educacionais e culturais dos estudantes europeus.18