Quadras Alice

  • 1,567 views
Uploaded on

 

More in: Education
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
1,567
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1

Actions

Shares
Downloads
13
Comments
0
Likes
1

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. ALICE NO PAÍS DAS MARAVILHAS VERSÃO VERSEJADA
  • 2. Alice ouvia a sua irmã, Numa tarde ensolarada. Como a história não tinha imagens, Já estava a ficar chateada. Alice, aborrecida, adormeceu E entrou num mundo de fantasias! Viu um Coelho Branco, Que fazia Maravilhas Só dizia… é tarde, é tarde! Senhor Coelho, todo janota! Quando ia atrás dele Só pensava em entrar na toca.
  • 3. Na toca escura esquivava-se De mesas e cadeiras. Por fim encontra uma porta Com uma Maçaneta conselheira. Aconselhou-a a beber da garrafa, Para na porta passar… Esqueceu-se da chave! Ainda não conseguia entrar. Comeu então a bolacha, Para gigante ficar. Conseguiu a chave Mas não conseguiu entrar. RAQUEL E TÂNIA
  • 4. Caiu dentro da garrafa, Quando o líquido bebeu. Pediu ajuda ao Dodo, Mas ele não se apercebeu. Dentro da garrafa, Alice estava a flutuar. Foi atrás do coelho Em vez de secar. Alice seguiu o Coelho Até à floresta, Encontrou os gémeos Em grande festa
  • 5. Contaram-lhe uma história Sobre ostras curiosas Tal como ela era Também nada cuidadosas. Que triste ! disse ela, Enquanto os gémeos choravam. Pois estavam emocionados Com a história que tanto amavam Enquanto eles choravam Ela apressada fugiu Entrou no denso bosque E com a lagartixa se afligiu! VANESSA E DIANA
  • 6. A lagartixa azul Transformou-se em borboleta Com aquela cara bonita Fez uma bela careta Depois de muita agitação E em borboleta se transformar Aconselhou-a a comer o cogumelo Para em gigante se transformar Alice estava muito pequena O cogumelo comeu E muito rápido.. zoom!!! A pequenina cresceu.
  • 7. Ela entrou num bosque E encontrou um gato risonho Que fazia parte Do seu grande sonho Quando encontrou o gato Viu que ele estava louco e do que ela perguntava Ele sabia pouco. NUNA, EDUARDA, DANIELA E HÉLDER
  • 8. Foi a casa do Chapeleiro Louco encontrou a Lebre maluca e o D. Ratinho Gostou muito da canção Que estava a cantar o chapeleirinho O chapeleiro louco Estava a estejar O seu não aniversário Constantemente a cantar. Era a festa de não aniversário Do Chapeleiro Louco Pois só um aniversário Sabia-lhe a muito pouco
  • 9. - Alice não te podes sentar! É falta de educação - Mas eu estava a gostar Da vossa linda canção Alice procurava o coelho branco Conforme indicação do gato Mas ao falar nele Esqueceu-se do assustado rato O coelho branco Está sempre atrasado Pois o seu relógio Está completamente estragado
  • 10. O chapeleiro louco No relógio atrasado reparou Com manteiga, natas e açúcar O relógio arranjou Cansada da festa No bosque, ainda mais entrou De animais raros e absurdos Ela se rodeou. MIGUEL, RUI, ZÉ PEDRO, INÊS E CONCEIÇÃO
  • 11. A Alice queria ir para casa, Mas não encontra o caminho. Viu o Gato Risonho, A segui-la com cuidadinho. O Gato Risonho disse: - Os caminhos são da Rainha! A Alice queria conhecê-la, Pois pensava que era vizinha. A Rainha só gosta de rosas vermelhas. As 3 cartas estavam a pintar, Uma linda roseira branca, Porque se enganaram a semear.
  • 12. Com o troar das trompetes, As 3 cartas ficaram com medo! Era sinal que chegava a Rainha E ajoelharam-se num penedo. A Alice não encontra o caminho, Porque estes são da Rainha, Ela não sabia que a Alice Era uma linda menina A Rainha gosta de jogar críquete Com a Alice o fez, O flamingo não parava quieto Ela ia perder de uma vez. FILIPE, PAULO E BRUNO
  • 13. A Alice com a sua jogada, A rainha enfureceu! - Cortem-lhe a cabeça ! ordenou.. Porque o jogo perdeu. - Que tal um julgamento! O rei sugeriu… A Alice estava espantada Porque os motivos não ouviu. A menina, do cogumelo Que tinha no bolso, se socorreu Para intimidar a rainha Com a lição que lhe deu.
  • 14. Passado um bocado o efeito passou e a Rainha zangada não lhes perdoou. Alice correu e a Maçaneta agarrou - Tenho de sair daqui! gritou, Mas reparou que já estava fora, Quando a Maçaneta exclamou. Alice agitada pela sua irmã, Deste sonho incrível acordou. Achou-o muito divertido, Mas de palermices já lhe chegou! LEANDRO, MÁRCIO E RICARDO
  • 15. FIM TRABALHO REALIZADO PELA TURMA DE 4.º MOD, EB 1 / JI DE MOINHOS NO SEGUIMENTO DO LIVRO QUE LERAM NO 2.º PERÍODO - PNL