• Save
Plano de melhoria_da_be_2010_2011_pdf
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Plano de melhoria_da_be_2010_2011_pdf

on

  • 1,762 views

 

Statistics

Views

Total Views
1,762
Views on SlideShare
1,762
Embed Views
0

Actions

Likes
4
Downloads
0
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Plano de melhoria_da_be_2010_2011_pdf Plano de melhoria_da_be_2010_2011_pdf Document Transcript

  • Agrupamento de Escolas de Boliqueime PLANO DE ACÇÃO DE MELHORIADA BIBLIOTECA ESCOLAR “Lídia Jorge” 2010/2011
  • PLANO DE ACÇÃO DE MELHORIA DA BIBLIOTECA ESCOLAR “Lídia Jorge”ÍNDICEINTRODUÇÃO---------------------------------------------------------------------------------------------- 3Domínio A. APOIO AO DESENVOLVIMENTO CURRICULAR------------------------------------ 4A.1. Articulação curricular da BE com as estruturas de coordenação educativa esupervisão pedagógica e os docentes-------------------------------------------------------------- 4A.2. Promoção das literacias da informação, tecnológica e digital------------------------- 5B. LEITURA E LITERACIA-------------------------------------------------------------------------------- 6B.1 Trabalho da BE ao serviço da promoção da leitura na escola/agrupamento------- 6B.2 Integração da BE nas estratégias e programas de leitura ao nível daescola/agrupamento------------------------------------------------------------------------------------ 9B.3 Impacto do Trabalho da BE nas atitudes e competências dos alunos, no âmbito daleitura e da literacia------------------------------------------------------------------------------------ 10Domínio C. PROJECTOS, PARCERIAS E ACTIVIDADES LIVRES E DE ABERTURA ÀCOMUNIDADE-------------------------------------------------------------------------------------------- 11C.1. Apoio a actividades livres, extra-curriculares e de enriquecimento curricular--- 11C.2. Projectos e Parcerias----------------------------------------------------------------------------- 11Domínio D. GESTÃO DA BIBLIOTECA ESCOLAR------------------------------------------------- 12D.1. Articulação da BE com a escola/agrupamento. Acesso e serviços prestados pelaBE ----------------------------------------------------------------------------------------------------------- 12D.2. Condições humanas e materiais para a prestação dos serviços---------------------- 13D. 3 Gestão da colecção/ da informação--------------------------------------------------------- 16 ANO LECTIVO 2010/2011 Página 2
  • PLANO DE ACÇÃO DE MELHORIA DA BIBLIOTECA ESCOLAR “Lídia Jorge”INTRODUÇÃOA avaliação centra-se, hoje, essencialmente, no impacto qualitativo da biblioteca, istoé, na aferição das modificações positivas que o seu funcionamento tem nas atitudes,valores e conhecimento dos utilizadores. Interessa-nos pois, aferir o sucesso doserviço, centrado, essencialmente, nos resultados, visto como as consequências ouimpactos dos serviços que prestamos junto dos utilizadores, ao nível, não da eficiência,mas da eficácia dos serviços, ou seja, nos resultados que os serviços produziram.Numa época em que as tecnologias e as pressões económicas acentuam a necessidadede fazer valer o papel e a necessidade de bibliotecas, a avaliação tem assim, um papeldeterminante, permitindo-nos validar o que fazemos, como fazemos, onde estamos eaté onde queremos ir, mas sobretudo o papel e intervenção, as mais-valias queacrescentamos.De acordo com O Modelo De Auto-Avaliação da Biblioteca Escolar da Rede deBibliotecas Escolares (2009) “Neste sentido, a reflexão sobre a informação recolhida(evidências) é importante, procurando-se analisar os factores que influenciam umdeterminado resultado para que as acções para a melhoria assentem em elementosconcretos. O relatório de auto-avaliação inclui a indicação de acções para a melhoria,que devem depois ser planeadas adequadamente e incorporadas num plano de acçãoda BE. “Este Plano de Acção de Melhoria irá integrar, como tal, os seguintes aspectos:- Identificação das áreas prioritárias de actuação, de acordo com os elementosidentificados na auto-avaliação e o projecto educativo da escola (articulação com osobjectivos estratégicos da Escola/Agrupamento, enquanto organização).- Indicação dos objectivos a alcançar e acções a desenvolver para que esses objectivossejam atingidos.- Identificação dos intervenientes e recursos a mobilizar para a consecução dosobjectivos.- Estipulação de uma calendarização para as acções a desenvolver e um prazo para queos objectivos sejam alcançados.- Monitorização do processo de implementação das acções, para assegurar que osobjectivos traçados são alcançados no prazo estabelecido. ANO LECTIVO 2010/2011 Página 3
  • PLANO DE ACÇÃO DE MELHORIA DA BIBLIOTECA ESCOLAR “Lídia Jorge”Domínio A. APOIO AO DESENVOLVIMENTO CURRICULARA.1. Articulação curricular da BE com as estruturas de coordenaçãoeducativa e supervisão pedagógica e os docentesÁreas Prioritárias de Actuação, Objectivos, Intervenientes e Recursos:- Continuar a chamar a atenção dos docentes, na reunião Geral de Professores, noinício do ano lectivo e nas reuniões do Conselho Pedagógico e de Departamentos, parao potencial da BE, enquanto Centro de Recursos Educativos, nomeadamente para anecessidade da existência de uma prática e de uma exigência comum, no tocante aodesenvolvimento das competências dos alunos, a atingir no final de cada ciclo deensino, no âmbito nomeadamente, das literacias da informação.- Organizar mais acções de formação dirigidas aos docentes, de modo a que osdocentes melhor possam articular actividades conjuntas com a BE bem como,conhecer e rentabilizar os seus recursos.- Estabelecer um plano articulado e progressivo, ao longo dos vários ciclos de ensino,para o desenvolvimento das competências de informação; apresentar e, se possível,implementar o “Programa de Desenvolvimento de Literacias da Informação,Tecnológica e Digital da Rede Concelhia de Loulé”, elaborado pelos professoresbibliotecários do concelho de Loulé.- Aumentar o nível de articulação com os docentes responsáveis pelas ACNDaprofundando a cooperação entre professor bibliotecário e estes docentes; Melhorar ocontrolo, bem como, o sistema de registo da participação/cooperação da BE com asACNC; Promover reuniões formais, de grupo e individuais, com os docentes das ACNC,no sentido de facilitar mais a actualização dos recursos às suas necessidades.- Preparar as reuniões com os Conselhos de Turma (Grelha para PCT com os temas ecalendarização)- Preparar uma reunião com os responsáveis pelo SAE (Utilização da BE pelos alunoscom NEE)CalendarizaçãoDesde o início do ano lectivo, até ao final.Monitorização do Processo de Implementação das Acções:- Fazer balanços reflexivos e avaliativos, particularmente, nas reuniões com o conselhopedagógico, os departamentos curriculares, a equipa da BE, os conselhos de turma, ANO LECTIVO 2010/2011 Página 4
  • PLANO DE ACÇÃO DE MELHORIA DA BIBLIOTECA ESCOLAR “Lídia Jorge”docentes das ACND e com o Grupo interconcelhio dos professores bibliotecários doconcelho de Loulé.- Avaliar a forma como estão decorrer as acções de melhoria, a partir da avaliação, nofinal de cada período, do Plano Anual de Actividades da BE.A.2. Promoção das literacias da informação, tecnológica e digitalÁreas Prioritárias de Actuação, Objectivos, Intervenientes e Recursos:- Apesar de se ter verificado que houve uma evolução ao nível da utilização, de formaautónoma, do espaço da BE, ao nível da procura dos recursos documentais, tendo sidodisponibilizado um computador só para a consulta do catálogo, muitos ainda procurama ajuda das Assistentes Operacionais da BE ou de outros elementos da equipa. Daí anecessidade de implementar, ainda mais, a Formação de Utilizadores da BE, ao níveldos docentes e dos alunos, particularmente, nos do 2º e 3º ciclo, de modo a melhor setornarem autónomos na capacidade de encontrar os documentos impressos de quenecessitam, seja no catálogo online, seja nas estantes.- Promover reuniões com os Departamentos Curriculares com o objectivo de promovero desenvolvimento da Formação de utilizadores da BE (Utilização do Guião de Pesquisada Informação; Possibilidade de Articulação BE/Sala de aula)- Proceder ao levantamento dos currículos das competências de informação inerentesa todos os departamentos curriculares / áreas disciplinares de modo a melhor definirum currículo de competências transversais adequado a ciclo de ensino. Sugerir eapresentar o “Programa de Desenvolvimento de Literacias da Informação, Tecnológicae Digital da Rede Concelhia de Loulé”.- Aprovar, em Conselho Pedagógico, um modelo de Pesquisa da Informação Comum aoAgrupamento (PLUS; BIG SIX, …) com o objectivo de todos os alunos terem um fiocondutor comum, quando pesquisam e elaboram um trabalho e para que os docentestambém possam ter os mesmos critérios de exigência, a este nível. Aprovar também,um Programa de Desenvolvimento de Literacias da Informação, Tecnológica e Digitalpor ciclo de escolaridade, no qual ficaram especificadas, por ciclo de ensino, asactividades, os objectivos e as competências.CalendarizaçãoAo longo do ano lectivo. ANO LECTIVO 2010/2011 Página 5
  • PLANO DE ACÇÃO DE MELHORIA DA BIBLIOTECA ESCOLAR “Lídia Jorge”Monitorização do Processo de Implementação das Acções- Desde a preparação do arranque do ano lectivo até ao final do mesmo,nomeadamente, logo no início, na Reunião Geral de Professores, nas reuniões com aDirecção Executiva, o Conselho Pedagógico, os Departamentos Curriculares, a Equipada BE, os Coordenadores dos DT, das ACND, e do SAE e com o Grupo interconcelhiodos professores bibliotecários do concelho de Loulé.- Registar com a colaboração dos docentes, no início e no final do ano lectivo as oualgumas das grelhas propostas pelo Modelo de Auto-Avaliação das BE, no âmbito daavaliação do Domínio A – Apoio do Desenvolvimento Curricular, com o objectivo depoder observar e comparar, a evolução dos alunos ao nível dos Valores e Atitudes narealização de trabalhos/tarefas na BE, dos seus níveis de Literacias da informação, tecnológicae digital ou ainda para analisar trabalhos escolares dos alunos.B. LEITURA E LITERACIAB.1 Trabalho da BE ao serviço da promoção da leitura naescola/agrupamentoÁreas Prioritárias de Actuação, Objectivos, Intervenientes e Recursos:Pontes fracos identificados neste subdomínio, no âmbito do auto - avaliação da BEno Domínio B:1- A BE necessita de aumentar o seu fundo documental de acordo com as novidadesliterárias que melhor se adequam aos gostos dos alunos do 2º e 3º ciclo, sobretudo, aonível dos alunos do 2º e 3º ciclo, sendo de salientar que a maior das obras largamentepedidas, sobretudo pelos alunos do 3º ciclo, não estão referenciadas nas listagens doPNL.- A BE identificou que não tem uma colecção completamente adequada àsnecessidades do público CEF de Cozinha, uma vez que o fundo documental, nesta área,é quase inexistente, dado que foi o 1º ano que funcionou neste agrupamento.Também identificou que irá ter necessidade de aquisição de recursos documentaisadequados ao CEF de Bar, a iniciar no ano lectivo 2010/2011.2- A BE apesar de ter feito, ao longo do ano lectivo, uma atempada divulgação esensibilização para os Projectos/ Actividades do PNL, nomeadamente ao nível da ANO LECTIVO 2010/2011 Página 6
  • PLANO DE ACÇÃO DE MELHORIA DA BIBLIOTECA ESCOLAR “Lídia Jorge”participação no Concurso Nacional de Leitura, junto dos docentes, tanto nas reuniõesde Departamento, como informalmente e através do envio de correio electrónico, nãoobteve a adesão desejada, particularmente ao nível da participação dos alunos nosConcursos de Leitura Regionais e no do PNL. Apesar da constante divulgação esensibilização, por parte da Professora Bibliotecária, esta confrontou-se,sistematicamente, com a seguinte justificação para sua falta de adesão: o apelo tantopor parte do PNL, como por parte de outras entidades, para a participação emconcursos e/ou em outras actividades, projectos, é excessivo, dado que as exigênciasinerentes ao cumprimento dos currículos e ao desenvolvimento dos projectos da (do)sua (seu) própria escola/agrupamento, não lhes deixa muito tempo, pelo que têm quefazer opções.Áreas Prioritárias de Actuação, Objectivos, Intervenientes e Recursos:1- A BE com o intuito de aumentar a sua colecção, de acordo com as novidadesliterárias que melhor se adeqúem aos gostos dos seus alunos, particularmente dosmais velhos, facultou aos alunos do 2º e 3º ciclo grelhas para o levantamento desugestões. Para tal, contou, particularmente, com a colaboração dos Directores deTurma e de elementos da Equipa da BE. A própria BE teve exposta, num local visível,uma folha onde podiam ser escritas pelos alunos, sugestões de obras a adquirir.- A BE fez um levantamento de sugestões, de aquisição de fundo documentalespecializado, na área da Cozinha Profissional, junto dos docentes responsáveis peloCEF de Cozinha e também de Bar, dado que este irá começar a funcionar na escola nopróximo ano lectivo.- Continuar a incentivar o desenvolvimento do PNL (2 obras por período). Sensibilizaros docentes para que logo na 1ª aula de LP, possam levar os alunos à BE para queescolham as obras de leitura orientada. Propor aos docentes a utilização do Guião deLeitura elaborado pelo grupo de professores bibliotecários do concelho Loulé.- Criar um blogue, um wiki ou utilizar o Google Docs onde os alunos possam colocar assuas opiniões sobre as leituras feitas. Para tal, serão especialmente envolvidos, osdocentes da equipa da BE e outros docentes interessados que possam ajudar aimplementar e a dinamizar um Blogue ou wiki da Língua Portuguesa e, eventualmente,outros ligados às línguas estrangeiras leccionadas na escola (já existe um Blogue para aLíngua Francesa). Estes instrumentos da Web 2.0 podem ser dinamizados por turma,ciclo, ou serem globais à escola. O objectivo é promover de uma forma informal edigital, a promoção da escrita, da leitura e de outros interesses/curiosidades a elasassociadas. Embora o Blogue, o wiki ou o Google Docs seja enriquecido e dinamizado, ANO LECTIVO 2010/2011 Página 7
  • PLANO DE ACÇÃO DE MELHORIA DA BIBLIOTECA ESCOLAR “Lídia Jorge”particularmente, pelos próprios alunos, deverá ter a supervisão do ou dos docentesresponsáveis, se envolver outras línguas.Calendarização:1- O aumento do fundo documental da BE, de acordo com o levantamento desugestões/interesses por parte dos departamentos/docentes e dos alunos, já foi feitono final do ano lectivo 2009/2010, com as verbas provenientes do orçamento daescola/agrupamento (no âmbito da verba atribuída à BE), da Câmara Municipal deLoulé para o PNL e da oferta, em livros, dada pelas livrarias/fornecedora a quem a BEfez as encomendas. De salientar, ainda, que a BE também recebeu livros de ofertaoriundos do CEF de Cozinha, a partir de verbas adquiridas no âmbito de iniciativas porsi implementadas. Deste modo, as acções de melhoria inerentes ao aumento do fundodocumental começaram já a ser atingidas, particularmente na satisfação dasnecessidades ao nível do CEF de Cozinha e de Bar, a iniciar este no ano lectivo de2010/2011 e de uma melhor adequação aos interesses de leitura dos alunos do 3ºciclo.- Fazer, no início do ano lectivo, uma ampla divulgação, das obras adquiridas junto dosalunos e docentes, através de diferentes estratégias: oralmente, criando destaques navitrina, no painel e no Blogue etc. Verificar o nível de adesão e de aumento dasrequisições das Brás.2- No final deste ano lectivo, nas reuniões de Departamento do 1º Ciclo e das Línguas,nas quais esteve presente a professora bibliotecária, ficou desde logo combinado eregistado em acta que os docentes, conjuntamente com a BE, irão no próximo anolectivo, motivar os alunos para que participem, especialmente, no Concurso Nacionalde Leitura promovido pelo PNL. Se participarem noutros, promovidos a nível regionalou por iniciativa da BE, melhor ainda, mas este será prioritário.Monitorização do Processo de Implementação das Acções:1- Fazer a partir do 3º Período um novo pedido de sugestões, com vista ao novoaumento e actualização do fundo documental.- Analisar e registar, ao longo do ano lectivo, os níveis de requisição das obrasadquiridas, tanto pelos docentes como pelos alunos.2- Fazer, ao longo do ano lectivo, balanços reflexivos e avaliativos, em reuniões com aDirecção Executiva, o Conselho Pedagógico, os Departamentos Curriculares, a Equipada BE, os Coordenadores dos DT, das ACND, e do SAE e com o Grupo interconcelhiodos professores bibliotecários do concelho de Loulé. ANO LECTIVO 2010/2011 Página 8
  • PLANO DE ACÇÃO DE MELHORIA DA BIBLIOTECA ESCOLAR “Lídia Jorge”- Avaliar a forma como estão decorrer as acções de melhoria, a partir da avaliação doPlano Anual de Actividades da BE, no final de cada período lectivo.B.2 Integração da BE nas estratégias e programas de leitura ao nível daescola/agrupamento.Pontes fracos identificados neste subdomínio, no âmbito do auto - avaliação da BEno Domínio B:- No que concerne à colaboração dos pais/encarregados de educação no trabalho ouorganização de actividades na BE, apesar de 18,2% referir que participa regularmentee 45,5% ocasionalmente, há ainda 36.4% que dizem nunca ter participado.Áreas Prioritárias de Actuação, Objectivos, Intervenientes e Recursos:- Aumentar, melhorar as formas de colaboração/articulação que possam envolver a BEe os pais/encarregados de educação, apesar de nos resultados dos questionários deauto-avaliação, estes terem referido que a BE procura comunicar e envolver as famíliasem projectos e actividades na área da leitura.- Dar uma maior sustentabilidade à rede de partilha criada, este ano lectivo, entre a BEe os docentes de todos os níveis de ensino do agrupamento, dando-lhe um maiorenriquecimento, organização e dinamização, nomeadamente ao nível do Dossier deInstrumentos para trabalhar as obras do PNL e à disciplina da BE/CRE na PlataformaMoodle do agrupamento.- Introduzir mais instrumentos de apoio para a exploração das obras do PNL,intensificando a rede de partilha já iniciada, nomeadamente através da PlataformaMoodle.Calendarização:Desde o início do ano lectivo, até ao final.Monitorização do Processo de Implementação das Acções:- Fazer, ao longo do ano lectivo, balanços reflexivos e avaliativos, particularmente, nasreuniões com os departamentos curriculares, a equipa da BE, os conselhos de turma,docentes das ACND e com o Grupo interconcelhio dos professores bibliotecários doconcelho de Loulé.- Avaliar a forma como estão decorrer as acções de melhoria, a partir da avaliação, nofinal de cada período, do Plano Anual de Actividades da BE. ANO LECTIVO 2010/2011 Página 9
  • PLANO DE ACÇÃO DE MELHORIA DA BIBLIOTECA ESCOLAR “Lídia Jorge”B.3 Impacto do Trabalho da BE nas atitudes e competências dos alunos,no âmbito da leitura e da literaciaPontes fracos identificados neste subdomínio, no âmbito do auto - avaliação da BEno Domínio B:- Apenas 10,7% dos alunos requisitam livros para ler nas férias.Áreas Prioritárias de Actuação, Objectivos, Intervenientes e Recursos:- A BE necessita de promover junto dos alunos, mais estratégias de incentivo para quepossam requisitar mais obras para lerem no contexto familiar, durante os períodos deférias.- Apesar da opinião dos alunos e professores ser, de um modo geral, muito boa,relativamente ao desenvolvimento, na BE, do Domínio Leitura e Literacias, estaconsidera, no entanto, que apesar disso, e partindo de uma análise mais aprofundada,por anos de escolaridade, que deverá tomar em atenção o facto das respostas menosvalorativas aparecerem em alguns dos alunos do 3º ciclo. Esta constatação levantaprecisamente a necessidade, de um maior investimento em acções (estratégias,actividades, projectos) que possam envolver e motivar mais, os alunos deste nível deensino. Também alerta para a necessidade de integração na Equipa da BE, de docentesde Língua Portuguesa, ligados ao 2º e 3º ciclo, que possam ter um nº de horas que lhespermita ajudar a conduzir, articular e a concretizar esta acção de melhoria, de formacontinuada e sustentada.CalendarizaçãoDesde o início do ano lectivo, até ao final.Monitorização do Processo de Implementação das Acções:- Fazer balanços reflexivos e avaliativos, particularmente, nas reuniões com o conselhopedagógico, os departamentos curriculares, a equipa da BE, os conselhos de turma,docentes das ACND e com o Grupo interconcelhio dos professores bibliotecários doconcelho de Loulé.- Avaliar a forma como estão decorrer as acções de melhoria, a partir da avaliação doPlano Anual de Actividades da BE, no final de cada período lectivo. ANO LECTIVO 2010/2011 Página 10
  • PLANO DE ACÇÃO DE MELHORIA DA BIBLIOTECA ESCOLAR “Lídia Jorge”Domínio C. Projectos, parcerias e actividades livres e de abertura àcomunidadeC.1. Apoio a actividades livres, extra-curriculares e de enriquecimentocurricularÁreas Prioritárias de Actuação, Objectivos, Intervenientes e Recursos:- Incentivar o empréstimo domiciliário junto dos pais/EE e da comunidade em geral.- Prever a possibilidade de prestar colaboração e programar actividades com docentesou entidades na organização de AECS.- Valorizar mais o trabalho organizado e realizado autonomamente pelos alunos.(criação de monitores voluntários da BE)- Alargar o horário de abertura da BE, para um horário nocturno.Calendarização:Desde o início do ano lectivo até ao final.Monitorização do Processo de Implementação das Acções:- Fazer, ao longo do ano lectivo, balanços reflexivos e avaliativos, em reuniões com aDirecção Executiva, o Conselho Pedagógico, os Departamentos Curriculares, a Equipada BE, os Coordenadores dos DT, das ACND, e do SAE.- Avaliar a forma como estão decorrer as acções de melhoria, a partir da avaliação doPlano Anual de Actividades da BE, no final de cada período lectivo.C.2. Projectos e ParceriasÁreas Prioritárias de Actuação, Objectivos, Intervenientes e Recursos:- Promover a maior participação da BE em projectos e parcerias.- Solicitar mais, o envolvimento e a colaboração dos pais/EE e das instituições locaispara a promoção e organização de actividades/projectos, na escola ou fora dela.- Criar um Clube de Leitura que possa envolver elementos de toda a comunidadeeducativa com o intuito, particularmente, de aproximar os pais e a escola e de ANO LECTIVO 2010/2011 Página 11
  • PLANO DE ACÇÃO DE MELHORIA DA BIBLIOTECA ESCOLAR “Lídia Jorge”promover, num ambiente informal, a leitura e a partilha de sentimentos/ experiênciasque dela podem advir.Calendarização:Desde o início do ano lectivo até ao final.Monitorização do Processo de Implementação das Acções:- Fazer balanços reflexivos e avaliativos, particularmente, nas reuniões com os aDirecção Executiva, departamentos curriculares, a equipa da BE, os conselhos deturma, docentes das ACND e com o Grupo interconcelhio dos professoresbibliotecários do concelho de Loulé.- Avaliar a forma como estão decorrer as acções de melhoria, a partir da avaliação doPlano Anual de Actividades da BE, no final de cada período lectivo.Domínio D. GESTÃO DA BIBLIOTECA ESCOLARD.1. Articulação da BE com a escola/agrupamento. Acesso e serviçosprestados pela BE.Áreas Prioritárias de Actuação, Objectivos, Intervenientes e Recursos:- Criar para o próximo ano lectivo, uma equipa da BE adequada, que possa responder,ainda melhor, às necessidades da escola/agrupamento, particularmente, as associadasà exigência inerente ao desenvolvimento de um maior apoio em termos de articulaçãocurricular, por ser, entre outros aspectos, o Domínio da Auto - Avaliação da BE,avaliado em 2010/2011 e ainda outros docentes ligados às TIC e a todas as outrasÁreas Curriculares.- Reforçar a articulação de objectivos e de trabalho cooperativo com os departamentoscurriculares e os docentes.- Continuar a colaborar com a Direcção Executiva, na procura de soluções que possamajudar a BE a funcionar, duas vezes por semana, em horário nocturno.- Implementar a criação de Monitores Voluntários da BE- Alargar o horário da BE, 2x por semana, num horário nocturno- Desenvolver e diversificar a colaboração com os Pais/E.E.- Incentivar o empréstimo domiciliário durante o período de férias ANO LECTIVO 2010/2011 Página 12
  • PLANO DE ACÇÃO DE MELHORIA DA BIBLIOTECA ESCOLAR “Lídia Jorge”- Desenvolver o Empréstimo interbibliotecas- Estabelecer parcerias com os docentes das AECS- Continuar o desenvolvimento das parcerias com as entidades/instituições locais jáimplementadas e iniciar com outras, nomeadamente com a Casa do Povo deBoliqueime.CalendarizaçãoAo longo do ano lectivoMonitorização do Processo de Implementação das Acções- Fazer, ao longo do ano lectivo, balanços reflexivos e avaliativos, em reuniões com aDirecção Executiva, o Conselho Pedagógico, os Departamentos Curriculares, a Equipada BE, os Coordenadores dos DT, das ACND, e do SAE e com o Grupo interconcelhiodos professores bibliotecários do concelho de Loulé.- Avaliar a forma como estão decorrer as acções de melhoria, a partir da avaliação doPlano Anual de Actividades da BE, no final de cada período lectivo.D.2. Condições humanas e materiais para a prestação dos serviços.Relatório de avaliaçãoÁreas Prioritárias de Actuação, Objectivos, Intervenientes e Recursos:- Constituir uma Equipa da BE, a partir da qual se possa, e de acordo com a portaria756/2009 de 14 de Julho, “ ser ponderada a titularidade de formação de base queabranja as diferentes áreas do conhecimento de modo a permitir uma efectivacomplementaridade de saberes (…). Será imprescindível, como tal, integrar docentesque permitam uma complementaridade entre as várias áreas de formação de base, deforma a conseguir um grupo de trabalho multidisciplinar, com as valências necessáriaspara responder às diferentes necessidades relacionadas com as literacias do nossotempo.- Reforçar a acção da BE no apoio ao funcionamento da escola e às actividades deensino/aprendizagem.- Melhorar as condições de acesso aos recursos e desenvolver estratégias deacompanhamento e de formação dos utilizadores em articulação com os docentes. ANO LECTIVO 2010/2011 Página 13
  • PLANO DE ACÇÃO DE MELHORIA DA BIBLIOTECA ESCOLAR “Lídia Jorge”- Continuar a promover, de forma sistemática e continuada, o desenvolvimento doshábitos e do gosto pela leitura e das competências a ela associadas, através daintegração da BE no trabalho curricular dos docentes, assim como no desenvolvimentodos hábitos de leitura, de forma contínua e sistemática e na planificação avaliativa dosserviços e recursos, actuando de acordo com os resultados.- Aprofundar a articulação com a Equipa PTE para rentabilizar equipamentos epossibilidades de trabalho.- Estimular o uso das TIC e explorar os recursos Web 2.0, incrementando odesenvolvimento de competências digitais e da literacia da informação, propondo ummodelo de pesquisa de informação uniformizado a toda a escola/agrupamento,implementando um programa para as diferentes literacias.CalendarizaçãoAo longo do ano lectivo.Monitorização do Processo de Implementação das Acções- Fazer, ao longo do ano lectivo, balanços reflexivos e avaliativos, em reuniões com aDirecção Executiva, o Conselho Pedagógico, os Departamentos Curriculares, a Equipada BE, os Coordenadores dos DT, das ACND, e do SAE e com o Grupo interconcelhiodos professores bibliotecários do concelho de Loulé.- Avaliar a forma como estão decorrer as acções de melhoria, a partir da avaliação doPlano Anual de Actividades da BE, no final de cada período lectivo.D. 3 GESTÃO DA COLECÇÃO/INFORMAÇÃOD.1. Articulação da BE com a escola/agrupamento. Acesso e serviçosprestados pela BEÁreas Prioritárias de Actuação, Objectivos, Intervenientes e Recursos:- Criar para o próximo ano lectivo, uma equipa da BE adequada, que possa responder,ainda melhor, às necessidades da escola/agrupamento, particularmente, as associadasà exigência inerente ao desenvolvimento de um maior apoio em termos de articulaçãocurricular, por ser, entre outros aspectos, o Domínio da Auto - Avaliação da BE,avaliado em 2010/2011 e ainda outros docentes ligados às TIC e a todas as outrasÁreas Curriculares. ANO LECTIVO 2010/2011 Página 14
  • PLANO DE ACÇÃO DE MELHORIA DA BIBLIOTECA ESCOLAR “Lídia Jorge”- Reforçar a articulação de objectivos e de trabalho cooperativo com os departamentoscurriculares e os docentes.- Continuar a colaborar com a Direcção Executiva, na procura de soluções que possamajudar a BE a funcionar, duas vezes por semana, em horário nocturno.CalendarizaçãoAo longo do ano lectivoMonitorização do Processo de Implementação das Acções- Fazer, ao longo do ano lectivo, balanços reflexivos e avaliativos, em reuniões com aDirecção Executiva, o Conselho Pedagógico, os Departamentos Curriculares, a Equipada BE, os Coordenadores dos DT, das ACND, e do SAE e com o Grupo interconcelhiodos professores bibliotecários do concelho de Loulé.- Avaliar a forma como estão decorrer as acções de melhoria, a partir da avaliação doPlano Anual de Actividades da BE, no final de cada período lectivo.D.2. Condições humanas e materiais para a prestação dos serviçosÁreas Prioritárias de Actuação, Objectivos, Intervenientes e Recursos:- Reforçar a acção da BE no apoio ao funcionamento da escola e às actividades deensino/aprendizagem.- Melhorar as condições de acesso aos recursos e desenvolver estratégias deacompanhamento e de formação dos utilizadores em articulação com os docentes.- Continuar a promover, de forma sistemática e continuada, o desenvolvimento doshábitos e do gosto pela leitura e das competências a ela associadas, através daintegração da BE no trabalho curricular dos docentes, assim como no desenvolvimentodos hábitos de leitura, de forma contínua e sistemática e na planificação avaliativa dosserviços e recursos, actuando de acordo com os resultados.- Aprofundar a articulação com a Equipa PTE para rentabilizar equipamentos epossibilidades de trabalho.- Estimular o uso das TIC e explorar os recursos Web 2.0, incrementando odesenvolvimento de competências digitais e da literacia da informação, propondo um ANO LECTIVO 2010/2011 Página 15
  • PLANO DE ACÇÃO DE MELHORIA DA BIBLIOTECA ESCOLAR “Lídia Jorge”modelo de pesquisa de informação uniformizado a toda a escola/agrupamento,implementando um programa para as diferentes literacias.CalendarizaçãoAo longo do ano lectivoMonitorização do Processo de Implementação das Acções- Fazer, ao longo do ano lectivo, balanços reflexivos e avaliativos, em reuniões com aDirecção Executiva, o Conselho Pedagógico, os Departamentos Curriculares, a Equipada BE, os Coordenadores dos DT, das ACND, e do SAE e com o Grupo interconcelhiodos professores bibliotecários do concelho de Loulé.- Avaliar a forma como estão decorrer as acções de melhoria, a partir da avaliação doPlano Anual de Actividades da BE, no final de cada período lectivo.D. 3 Gestão da Colecção/da InformaçãoÁreas Prioritárias de Actuação, Objectivos, Intervenientes e Recursos:- Aumentar, na medida do possível, o fundo documental sugerido pelos alunos,particularmente pelos do 3º ciclo, cujas sugestões referem livros que não fazem parte,na sua maioria, das listagens do PNL e ainda a partir das sugestões dos docentes,sendo, no entanto, de salientar que a sua maior parte já foi encomendada no final dopassado mês de Junho, inclusive, para os alunos do CEF de Cozinha e de Bar, dado queeste era muito reduzido e ainda por sugestão dos Departamento das Línguas em línguainglesa (livros sugeridos pelo PNL e outros). Também já foram encomendadas, emJulho, as sugestões provenientes dos docentes dos Departamentos das Expressões, dasCiências Sociais e Humanas e do Departamento da Matemática e CiênciasExperimentais.- Elaborar um documento que oriente a gestão da colecção e envolver a comunidadeescolar no processo.- Detectar os pontos fracos da colecção e reforçar as áreas com carências identificadas.- Aumentar o empréstimo inter-bibliotecas escolares do concelho de Loulé, com vistaao desenvolvimento cooperativo da colecção (digital e impressa).- Aumentar o nível de dinamização e de diversificação de estratégias com vista àdivulgação das obras existentes na BE, particularmente as associadas ao PNL e ainda,todas as que vão sendo adquiridas.Calendarização ANO LECTIVO 2010/2011 Página 16
  • PLANO DE ACÇÃO DE MELHORIA DA BIBLIOTECA ESCOLAR “Lídia Jorge”Ao longo do ano lectivoMonitorização do Processo de Implementação das Acções- Fazer, ao longo do ano lectivo, balanços reflexivos e avaliativos, em reuniões com aDirecção Executiva, o Conselho Pedagógico, os Departamentos Curriculares, a Equipada BE, os Coordenadores dos DT, das ACND, e do SAE e com o Grupo interconcelhiodos professores bibliotecários do concelho de Loulé.- Avaliar a forma como estão decorrer as acções de melhoria, a partir da avaliação doPlano Anual de Actividades da BE, no final de cada período lectivo. ANO LECTIVO 2010/2011 Página 17