Plano de accao_be_2009_2013_2003_97_pdf

  • 828 views
Uploaded on

 

More in: Education
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
828
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
20
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Agrupamento de Escolas de BoliqueimePLANO DE ACÇÃO DA BIBLIOTECA ESCOLAR “Lídia Jorge” 2009/2013
  • 2. Agrupamento de Escolas de BoliqueimeÍNDICEI – INTRODUÇÃO……………………………………………………………………………………………2II- CARACTERIZAÇÃO DO AGRUPAMENTO..……………………………………………………32.1 Caracterização da População Estudantil ………..………………………………………4 2.1.1 Heterogeneidade sociocultural e diversidade linguística…………5 2.1.2 Distribuição na Escola/ Agrupamento………………………………………..5III- IDENTIFICAÇÃO DOS PONTOS FRACOS E DOS PONTOS FORTES DA BE ……83.1 - Identificação dos Pontos Fracos…………………………………………………………….83.2- Identificação dos Pontos Fortes.…………………………………………………………..10IV- OBJECTIVOS/METAS DO PLANO DE ACÇÃO.……………………………………………114.1 - Objectivos Gerais do Plano de Acção..………….………………………………………114.2- Metas para o Quadriénio 2009/2013………………………………………................12V- PLANIFICAÇÃO DAS ACTIVIDADES..…………………………………………………………15VI- AVALIAÇÃO/REFORMULAÇÃO …………………………….…………………………………20VII- BIBLIOGRAFIA………………………………………………………………………………………30 Página1 Plano de Acção da BE/CRE 2009/2013
  • 3. Agrupamento de Escolas de BoliqueimeI – INTRODUÇÃO“As Bibliotecas Escolares devem constituir recursos básicos do processoeducativo, sendo-lhes atribuído o papel central em domínios tão importantes comoa aprendizagem da leitura, da literacia, a criação e o desenvolvimento do prazer deler e a aquisição de hábitos de leitura, as competências da informação e oaprofundamento da cultura cívica, tecnológica e artística.” (Ministério daEducação, Rede de Bibliotecas Escolares). A Biblioteca Escolar deve funcionar como um instrumento vital do processo educativo, não como uma entidade isolada do programa escolar: é essencial ao cumprimento das metas e objectivos de aprendizagem da escola e deve promovê-los através dum programa planeadode aquisição e organização de tecnologias de informação e disseminação dosmateriais de modo a aumentar ediversificar os ambientes deaprendizagem dos estudantes.A Biblioteca Escolar devepromover ainda, a literaciaatravés do desenvolvimento epromoção da leitura como meiode aprendizagem e de lazer.Assim, e porque a realização de uma avaliação antecede sempre a elaboração deum Plano de Acção que colmate as deficiências detectadas, este documento iráincidir nos objectivos não cumpridos, apontados anteriormente e em outros já Página2iniciados, mas em contínuo desenvolvimento. Neste contexto de avaliação irá Plano de Acção da BE/CRE 2009/2013
  • 4. Agrupamento de Escolas de Boliqueimesurgir a aplicação do Modelo de Auto-avaliação da BE, no decorrer do qual seráavaliada a acção da BE/CRE “Lídia Jorge” por um período de quatro anos:  2009/2010 Domínio B – Leitura e Literacias;  2010/2011 A - Apoio ao Desenvolvimento Curricular;  2011/2012 C - Projectos, Parcerias e Actividades Livres e de Abertura à Comunidade;  2012/2013 D – Gestão da Biblioteca Escolar.Através deste processo de auto-avaliação, será possível objectivar a forma como seestá a concretizar a acção da Biblioteca Escolar, tendo como pano de fundoessencial, o contributo da mesma para as aprendizagens, para o sucesso educativoe para a promoção da aprendizagem ao longo da vida. A auto-avaliação permitiráconhecer o impacto das actividades realizadas pela e com a BE, a sua influência navida da Escola/Agrupamento e no processo ensino aprendizagem, bem como ograu de eficiência dos serviços prestados e da satisfação dos seus utilizadores.II- CARACTERIZAÇÃO DO AGRUPAMENTOO Agrupamento de Escolas de Boliqueime serve essencialmente a populaçãoestudantil da freguesia Boliqueime - concelho de Loulé, embora também integre, aEB1/JI de Vale Judeu, a qual pertence à freguesia de S. Sebastião do mesmoconcelho. Do ponto de vista geográfico, a natureza colocou-a no coração doAlgarve, abrangendo uma freguesia rural que compreende cerca de 5.000habitantes, os quais se distribuem por vários sítios de aglomerados dispersos,entre os quais a Fonte de Boliqueime e algumas localidades ao longo da E.N. 125.Os valores da ruralidade e do comércio caracterizam esta freguesia, que vivefundamentalmente da agricultura de sequeiro e de regadio ou do comércio.O Agrupamento de Escolas de Boliqueime foi constituído no ano lectivo de Página31998/1999 e é composto pela escola sede, a EB1 Professor Doutor Aníbal Cavaco Plano de Acção da BE/CRE 2009/2013
  • 5. Agrupamento de Escolas de BoliqueimeSilva, por três escolas do 1º Ciclo com Jardins de Infância (EB1/JI), que se situamem Vale Judeu, Vale Silves e Benfarras, e pelo JI da Patã. A sua acção educativaabrange como tal, o Pré-Escolar e o 1º, 2º e 3º Ciclos.A escola sede funciona, no entanto, já desde o ano lectivo de 1994/1995 e éconstituída por um edifício com dois pisos que para além das salas de aula, temdiversos espaços de apoio, nomeadamente a Biblioteca Escolar “Lídia Jorge”,laboratórios, salas de informática, auditório, salas de alunos, de professores, dedirectores de turma e de pessoal não docente, serviços administrativos, cozinharefeitório, bufete, papelaria e reprografia, entre outros. Existe ainda um pavilhãogimnodesportivo. Os balneários exteriores foram ampliados e transformados emsalas de aula e Ludoteca. As EB1/JI, embora de tipologia diferente, são constituídaspor salas de aula/actividades, cozinhas, refeitórios, alguns gabinetes de trabalho ezonas de recreio. O JI da Patã utiliza as instalações que eram da EB1, encerrada noano lectivo de 2006/2007, e conta com uma sala de actividades, uma salapolivalente e espaços de recreio. 2.1 Caracterização da População EstudantilO total de alunos tem aumentado ligeiramente desde o ano lectivo 2004/2005, oque confirma a atractividade activa das escolas que constituem o agrupamento.Esta tendência tem sido alimentada pelo aumento de matrículas de alunos filhos deimigrantes e de cidadãos europeus, essencialmente de origem inglesa, que fixaramresidência nas áreas de influência das escolas do agrupamento.Para a escola sede têm confluído alunos de famílias de classe média, média alta ebaixa, nomeadamente os alunos da comunidade cigana que vivem nas suasimediações, em habitações degradadas. Página4 Plano de Acção da BE/CRE 2009/2013
  • 6. Agrupamento de Escolas de Boliqueime 2.1.1 Heterogeneidade sociocultural e diversidade linguística Alunos Estrangeiros - ano lectivo 2009/2010 30 29 25 20 15 10 10 10 9 6 7 5 4 4 5 3 1 2 2 2 1 1 2 0(África do Sul, Alemanha, Brasil, Cabo Verde, Dinamarca, Espanha,França Holanda, Inglaterra, Irlanda, Itália, Luxemburgo, Moldávia,Roménia, Suíça e Ucrânia.) 2.1.2 Distribuição na Escola/ Agrupamento Ano Turma Nº de Alunos Total Escola Sede 1º A 25 Boliqueime 2º B 24 Boliqueime 3º C 24 Boliqueime 4º D 22 Boliqueime 2º/4º F 12+9=21 116 Boliqueime Página5 Plano de Acção da BE/CRE 2009/2013
  • 7. Agrupamento de Escolas de Boliqueime 5º A 21 Boliqueime 5º B 22 Boliqueime 5º C 20 Boliqueime 5º D 22 85 Boliqueime 6º A 21 Boliqueime 6º B 25 Boliqueime 6º C 22 Boliqueime 6º D 22 89 Boliqueime 7º A 21 Boliqueime 7º B 20 Boliqueime 7º C 24 65 Boliqueime 8º A 25 Boliqueime 8º B 22 Boliqueime 8º C 25 72 Boliqueime 9º A 23 Boliqueime 9º B 18 Boliqueime 9º C 18 59 BoliqueimeTotal de alunos: 1º Ciclo 116 + 2º Ciclo 174 + 3º Ciclo 196+ CEF 35= 521alunos Página6 Plano de Acção da BE/CRE 2009/2013
  • 8. Agrupamento de Escolas de Boliqueime Ano Turma Nº de Alunos Total Escola Pólo1º F 17 Benfarras2º/3º G 12+8=20 Benfarras3º/4º H 6+15=21 58 Benfarras1º/2º I 21+3=24 Vale Judeu2º J 19 Vale Judeu2º/3º K 3+21=24 Vale Judeu4º L 16 83 Vale Judeu1º/2º M 14+5=19 Vale Silves2º/3º N 16+3=19 Vale Silves3º/4º O 9+11=20 58 Vale SilvesTotal de Total de Total de Alunos Total de Alunos noAlunos na Alunos das no Pré-Escolar Agrupamento emEscola Sede Escolas Pólo Horário Diurno521 199 98 818 Alunos Página7 Plano de Acção da BE/CRE 2009/2013
  • 9. Agrupamento de Escolas de BoliqueimeCursos Nocturnos Nº de AlunosInglês 38 a frequentar e + - 60 inscriçõesEspanhol 14 a frequentar e + - 20 inscriçõesAlfabetização 20 a frequentarPortuguês para Estrangeiros 20 a frequentar e + - 35 inscriçõesTIC 60 e + - 65 inscrições Total de Alunos + - 120 alunos dado que há alunos que frequentam 2 ou 3 formações.III- IDENTIFICAÇÃO DOS PONTOS FRACOS E DOS PONTOS FORTES DA BE 3.1 - Identificação dos Pontos Fracos. A inexistência de orçamento próprio;. Insuficiente apetrechamento relativamente ao fundo documental material nãolivro, sobretudo multimédia CD áudio;. No 2º e 3º ciclo verifica-se ainda um fraco envolvimento da comunidade educativanas actividades da BE e dos professores na articulação e apoio ao desenvolvimentoCurricular, embora este cenário tenha vindo a registar algumas alterações paramelhor;. Formação ainda incipiente de alguns utilizadores da BE sobretudo no 2º e 3ºciclo;. A BE ainda não é considerada, por toda a Comunidade educativa, como um serviçoque presta um contributo essencial para a aprendizagem e o sucesso educativo dos Página8alunos; Plano de Acção da BE/CRE 2009/2013
  • 10. Agrupamento de Escolas de Boliqueime. Inexistência de uma fotocopiadora no Atendimento na BE;. No 1º ciclo, devido ao elevado número de turmas e à dispersão das escolas, aacção da BE não se faz sentir de forma tão notória em todas elas;. Os dossiers temáticos carecem de actualização e de uma nova forma deorganização, apresentação e arrumação nas estantes;. O fundo documental carece de um investimento ao nível da literatura juvenil (forado catálogo do PNL) e da literatura para os adultos.. O fundo documental não livro (CD-ROM, DVD e CDS) está por catalogar;. No domínio da Leitura e Literacias a BE carece de um trabalho mais consistente esistemático;. A plataforma Moodle do Agrupamento não tem uma disciplina para a BE;. A ligação com a comunidade envolvente ao nível das entidades e instituiçõeslocais carece de um maior investimento;. O horário de funcionamento da BE não contempla os cursos nocturnos;. A necessidade de uma área de arrecadação de materiais e de mobiliário de usoesporádico. Página9 Plano de Acção da BE/CRE 2009/2013
  • 11. Agrupamento de Escolas de Boliqueime 3.2- Identificação dos Pontos Fortes da BE. O trabalho em parceria com o SABE e outras Bibliotecas Escolares do GrupoConcelhio de Loulé;. A BE conta com uma Professora Bibliotecária a tempo inteiro e com uma equipade professores colaboradores multidisciplinar;. As funcionárias têm experiência e formação adequada na área das BibliotecasEscolares e contribuem para um bom ambiente relacional;. O horário diurno funciona de forma ininterrupta das 8.30 às 17.00;. Tem o tratamento documental (registo e catalogação) dos fundos material livroquase a 100%;. O fundo documental está actualizado e equilibrado nas várias classes;. Conta com o apoio do PNL ao nível da atribuição de verbas para aquisição dasobras referenciadas e para o acesso regular a recursos e actividades, a partir doseu site;. Dispõe de espaços bem organizados, cuidados e com equipamentos adequados;. Tem dinamizado actividades ao nível da comemoração de datas e efemérides e asua qualidade tem tido um elevado grau de aceitação;. Divulga e promove as actividades da BE através de um Blogue próprio e do JornalEscolar do Agrupamento; Página10 Plano de Acção da BE/CRE 2009/2013
  • 12. Agrupamento de Escolas de Boliqueime. Disponibiliza on-line o catálogo da BE através do seu Blogue;. O Blogue da BE está integrado no site do Agrupamento.IV- OBJECTIVOS E METAS DO PLANO DE ACÇÃO 4.1 - Objectivos Gerais do Plano de Acção· Desenvolver e aprofundar, nos membros da comunidade educativa, uma culturacívica, científica, tecnológica e artística enquanto formas de estar e de serconsciente e livre no mundo;· Proporcionar oportunidades de contacto com informações, conhecimentos e oconfronto de ideias, experiências e opiniões diversificadas;. Criar e manter nos alunos, e na comunidade educativa, o hábito e o prazer daleitura, da aprendizagem e da utilização das bibliotecas ao longo da vida;· Impulsionar a formação integral do indivíduo numa perspectiva interdisciplinarde acordo com os objectivos e currículo da escola;· Contribuir para a promoção da inovação pedagógica e implementação de novasmodalidades na estruturação das situações de ensino - aprendizagem;· Apoiar a comunidade educativa na aprendizagem e na prática de competências deliteracia da informação, visando a selecção, utilização e produção da informaçãoescrita, digital e multimédia;· Disponibilizar espaços e condições adequados à realização de actividades deestudo e de lazer; Página11 Plano de Acção da BE/CRE 2009/2013
  • 13. Agrupamento de Escolas de Boliqueime. Envolver o corpo docente na animação pedagógica da BE e no melhoraproveitamento dos recursos disponíveis;· Continuar a dotar a BE de um fundo documental diversificado, actualizado eadequado às necessidades do agrupamento e da comunidade educativa,organizado de acordo com as normas técnicas normalizadas.· Dinamizar os registos de memória da escola e do meio envolvente, contribuindopara reforçar a identidade da escola e da comunidade local;. Incentivar a participação das famílias no processo educativo e estabelecerrelações de efectiva colaboração com a comunidade educativa;· Apoiar estratégias de ligação da escola à comunidade envolvente;· Estabelecer parcerias e colaborar com outras instituições. 4.2- Metas para o Quadriénio 2009/2013. Ter o fundo documental catalogado a 100%· Desenvolver, alargar e melhorar os serviços prestados pela BE à ComunidadeEducativa;· Continuar a melhorar progressivamente a gestão e organização de recursoshumanos e materiais da BE;· Elaborar anualmente um orçamento específico para a BE; Página12 Plano de Acção da BE/CRE 2009/2013
  • 14. Agrupamento de Escolas de Boliqueime· Implementar o processo de auto-avaliação da BE, através da aplicação do Modelode Auto-avaliação da RBE;· Promover a valorização da imagem e do papel da BE junto da Direcção Executivae da Comunidade Educativa;· Continuar a desenvolver actividades que promovam o gosto pela leitura e pelaescrita;· Desenvolver nos alunos as competências a nível das Literacias da Informação;· Promover o uso das Novas Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) noprocesso ensino/aprendizagem;· Aumentar a cooperação e o trabalho em parceria com os docentes responsáveispelas Áreas Curriculares Não Disciplinares;· Cooperar com os órgãos de gestão intermédia do Agrupamento;· Colaborar com o corpo docente na aplicação do Plano Nacional de Leitura eapoiar o desenvolvimento curricular;· Contribuir de forma activa e participada na implementação do Projecto Educativoe Plano Anual de Actividades do Agrupamento;· Promover a formação de utilizadores da BE/CRE: alunos, professores eencarregados de educação;· Alargar a acção da BE ao nível das Actividades de Enriquecimento Curricular edos Apoios Educativos; Página13 Plano de Acção da BE/CRE 2009/2013
  • 15. Agrupamento de Escolas de Boliqueime· Apoiar as Actividades de Enriquecimento Curricular (AEC) conciliando-as com autilização livre da BE;· Reforçar o papel da BE no que respeita à formação e educação para a cidadania;· Dinamizar e participar em actividades livres, de carácter lúdico e cultural;· Apoiar e promover a utilização autónoma da BE, como espaço de lazer e fruiçãode recursos Página14 Plano de Acção da BE/CRE 2009/2013
  • 16. Agrupamento de Escolas de BoliqueimeV- PLANIFICAÇÃO DAS ACTIVIDADESDomínio AObjectivos Actividades Calendarização Avaliação  Cooperar com as estruturas educativas - Participação periódica nas reuniões do Ao longo dos 2010/2011 do agrupamento (Conselho Pedagógico, Conselho Pedagógico e sempre que oportuno nas quatro anos Departamentos, Conselhos de Turma, reuniões de Departamento, de Conselho de lectivos Directores de Turma). Turma ou de Directores de Turma; - Planeamento de actividades em articulação com os docentes das Áreas Curriculares Disciplinares e Não Disciplinares; -Colaboração na produção de diferentes materiais didácticos: Guiões de Pesquisa, de Leitura, Dossiers Temáticos, Fichas de Trabalho, e outros materiais de apoio às diferentes actividades. - Divulgação de materiais produzidos através do Plano de Acção da BE/CRE 2009/2013
  • 17. Agrupamento de Escolas de Boliqueime Blogue e da plataforma Moodle; - Participação da BE nos diferentes projectos e actividades da escola/agrupamento: Eco-Escolas, PREAA, Dia Mundial da Alimentação, Ciência, … - Apoio aos professores na planificação do trabalho de pesquisa a realizar pelos alunos na BE. Estabelecer parcerias com os docentes - Apoio ao desenvolvimento de actividades no responsáveis pelas ACND. âmbito da Formação Cívica; - Apoio ao estudo acompanhado/ autónomo dos alunos na BE; - Apoio/organização de actividades no âmbito das Áreas de Projecto (exposições, apresentação de trabalhos pelos alunos a outros alunos…). Articular actividades com os - Desenvolvimento de actividades de articulação responsáveis pelos SAE, com a vista a com os SAE, de acordo com o perfil e as apoiar os seus planos de trabalho. necessidades dos alunos sinalizados. Participar no PTE e noutros projectos e - Articulação de actividades no âmbito do programas. desenvolvimento de programas/ projectos (PNL, Plano de Acção da BE/CRE 2009/2013
  • 18. Agrupamento de Escolas de Boliqueime Plano Nacional da Matemática, Educação para a Saúde, etc.); - Utilização da BE em actividades curriculares e formativas das TIC. Integrar a BE no plano de ocupação dos - Colaboração no planeamento/realização de tempos escolares do agrupamento, actividades de substituição no contexto do plano programando e rentabilizando OTE; actividades de substituição, estudo, - Utilização da BE para actividades de estudo, leitura, pesquisa e clubes. leitura, pesquisa orientada, etc.; -Articulação de actividades no período das interrupções lectivas com as Animadoras da Ludoteca da EBI de Boliqueime. Colaborar com os docentes na - Articulação de actividades entre a BE e o concretização de actividades de apoio trabalho de sala de aula; ao currículo. - Produção/colaboração de materiais formativos de apoio às actividades curriculares; - Organização de pacotes de livros e outros documentos, de acordo com as unidades temáticas em abordagem, consoante a Plano de Acção da BE/CRE 2009/2013
  • 19. Agrupamento de Escolas de Boliqueime solicitação das diversas disciplinas. Organizar actividades de formação de - Formação de utilizadores ao nível dos alunos e Utilizadores da BE a alunos e docentes. docentes; - Produção de materiais informativos e/ou lúdicos de apoio à formação de utilizadores. Promover o ensino em contexto de - Apoio aos utilizadores na selecção e utilização competências da informação, dos recursos audiovisuais e informáticos; tecnológicas e digitais e propor um - Inserção de uma disciplina para a BE/CRE na modelo de pesquisa de informação Plataforma Moodle do Agrupamento comum ao agrupamento. Medir o impacto da BE nas Levantamento de informações, tratamento e competências tecnológicas, digitais e de análise: informação dos alunos. - Observação de utilização da BE (aplicação do questionário 01 e/ou O2; - Estatísticas de utilização da BE. Plano de Acção da BE/CRE 2009/2013
  • 20. Agrupamento de Escolas de BoliqueimeDomínio BObjectivos Actividades Calendarização Avaliação  Promover a leitura no agrupamento, - Sessões de leitura na BE ou nas salas de aula; desenvolvendo um trabalho sistemático - Empréstimo domiciliário envolvendo, inclusive, Ao longo dos 2009/2010 com todas as turmas. o Pré-Escolar e o 1º Ciclo, ao nível das escolas quatro anos pólo; lectivos - Concursos literários; - Concurso de leitura oral expressiva - Feiras do livro; - Encontros com autores; - Horas do Conto; - Exposição de trabalhos dos alunos; - Semana da Leitura.  Integrar a BE nas estratégias e De um modo geral: programas de leitura do agrupamento, - Envolvimento dos docentes do agrupamento incentivando o desenvolvimento do na selecção das obras PNL que deverão ser PNL. adquiridas pela BE; Plano de Acção da BE/CRE 2009/2013
  • 21. Agrupamento de Escolas de Boliqueime - Planificação/articulação com os docentes de actividades a desenvolver na BE ou na sala de aula, no âmbito do PNL; - Planificação/articulação de actividades de leitura envolvendo os diferentes domínios curriculares, os departamentos e os docentes; - Envolvimento da família em projectos e actividades na área da leitura; Organização de um dossier com instrumentos pedagógicos de apoio à exploração de obras do PNL; - Disponibilização em suporte informático de instrumentos pedagógicos para a exploração de obras PNL, na Plataforma Moodle do Agrupamento, na disciplina destinada à BE/CRE. Medir o impacto do trabalho da BE nas Levantamento de informações, tratamento e atitudes e competências da leitura e análise: literacia. - Estatísticas de utilização da BE para actividades de leitura Plano de Acção da BE/CRE 2009/2013
  • 22. Agrupamento de Escolas de Boliqueime - Estatísticas de requisição domiciliária - Questionário aos docentes (QD2) - Questionário aos alunos (QA2)Domínio CObjectivos Actividades Calendarização Avaliação  Apoiar a aquisição e desenvolvimento - Apoio aos alunos nas actividades livres de Ao longo dos 2011/2012 de métodos de trabalho e de estudo nos leitura, pesquisa, estudo e elaboração de quatro anos alunos. trabalhos escolares; lectivos - Produção de materiais de apoio ao estudo, à pesquisa e à elaboração de trabalhos.  Dinamizar actividades livres e de - Organização de exposições, palestras, debates, carácter lúdico e cultural no sessões informativas sobre temáticas de agrupamento, através de um programa interesse, concursos, e eventos de cariz cultural; de animação cultural. - Comemoração de efemérides e datas festivas; Plano de Acção da BE/CRE 2009/2013
  • 23. Agrupamento de Escolas de Boliqueime - Disponibilização do espaço e dos recursos da BE para a realização de actividades de Enriquecimento Curricular e outras de âmbito Cultural. Apoiar a utilização autónoma e - Promoção da utilização autónoma da BE como voluntária da BE. forma de lazer e ocupação dos tempos livres. - Aquisição de novas obras de literatura juvenil tomando em consideração as sugestões dadas pelos alunos. Apoiar as AECs. (1º Ciclo) - Colaboração com os docentes das AECs (1ºciclo) na planificação e dinamização de Actividades de Enriquecimento Curricular ao nível da utilização dos seus recursos. Envolver a BE em projectos do - Envolvimento no PREAA – Contos do Mago: agrupamento ou a nível local. planificação e articulação com os docentes do agrupamento envolvidos e desenvolvimento de actividades na BE e nas escolas pólo; - Divulgação dos Concursos Manuel Teixeira Gomes e Sophia de Mello Breyner. Plano de Acção da BE/CRE 2009/2013
  • 24. Agrupamento de Escolas de Boliqueime Colaborar com os outros agrupamentos - Desenvolvimento do empréstimo e com as outras BE. Interbibliotecas; - Articulação com o SABE da CML; - Divulgação no Wikispace do concelho de Loulé, de instrumentos de trabalho e de documentos produzidos pela BE. Colaborar com entidades a nível - Participação nas reuniões e actividades do concelhio. Grupo de Trabalho Concelhio Promover a participação dos pais nas - Produção de materiais informativos e/ou actividades desenvolvidas pela BE. formativos dirigidas aos pais/EE; - Desenvolvimento de actividades envolvendo os pais/EE. Plano de Acção da BE/CRE 2009/2013
  • 25. Agrupamento de Escolas de BoliqueimeDomínio DObjectivos Actividades Calendarização Avaliação  Integrar plenamente a BE no - Participação na elaboração dos documentos Ao longo dos 2012/2013 agrupamento, através da discussão da orientadores do Agrupamento, de forma a quatros anos sua missão, princípios e objectivos. supervisionar a inclusão da BE nos documentos lectivos do Agrupamento: RI, PC, PE e PAA; - Divulgação, partilha e discussão, de forma regular, da missão e objectivos da BE, nos órgãos de administração e gestão, nos departamentos curriculares e nas estruturas de coordenação educativa e pedagógica; - Elaboração do PAA da BE tomando em consideração o Projecto Educativo do Agrupamento.  Manter um diálogo constante com a - Reuniões formais e contactos informais, Plano de Acção da BE/CRE 2009/2013
  • 26. Agrupamento de Escolas de Boliqueime direcção com vista à valorização da BE desenvolvidas (os) com a Direcção Executiva, no agrupamento. regularmente, de modo a que os seus elementos estejam sensibilizados, motivados e informados acerca do papel e desempenho da BE. Responder às necessidades do - Desenvolvimento de uma Gestão da colecção agrupamento. tendo em conta os Currículos Nacionais, os recursos financeiros disponíveis, os interesses dos alunos e professores e as recomendações do PNL (Política de Gestão da Colecção); - Prática de um horário de funcionamento nocturno adequado às necessidades dos utilizadores. Implementar o modelo de auto- - Implementação de um sistema de autoavaliação avaliação da BE. contínuo, recolhendo informação e organizando evidências de forma sistemática no decurso do processo de gestão; - Sensibilização junto da comunidade escolar para a importância da implementação da autoavaliação da BE; Plano de Acção da BE/CRE 2009/2013
  • 27. Agrupamento de Escolas de Boliqueime - Envolvimento dos docentes em geral, órgãos de administração e gestão e estruturas de coordenação educativa/ pedagógica no processo de auto-avaliação; - Selecção dos domínios a avaliar; - Selecção e adaptação dos inquéritos a aplicar; - Aplicação dos inquéritos e das grelhas de observação; - Tratamento e análise dos dados recolhidos; - Apresentação dos resultados da auto-avaliação aos órgãos de direcção, administração e gestão, estruturas de coordenação educativa e de supervisão pedagógica; - Elaboração do Plano de Melhoria; - Integração dos resultados da auto-avaliação da BE na Avaliação Interna do Agrupamento. Exercer uma liderança forte e eficaz. - Desenvolvimento por parte do professor bibliotecário de um trabalho sistemático de comunicação com os órgãos de direcção, Plano de Acção da BE/CRE 2009/2013
  • 28. Agrupamento de Escolas de Boliqueime administração e gestão, departamentos curriculares e demais estruturas de coordenação educativa e supervisão pedagógica; - Desenhar e planificar, conjunta e articuladamente com os docentes, projectos/actividades inerentes ao cumprimento dos diferentes domínios do funcionamento da BE; - Realização de espaços de comunicação informal entre o professor bibliotecário e os demais elementos da equipa com vista ao desenvolvimento de um bom clima de relações interpessoais; - Realização de reuniões de equipa, pelo menos 1x por período e sempre que se considere pertinente para a planificação, articulação e avaliação das actividades. Adequar os recursos humanos ao - Gestão dos recursos humanos da BE em espaço e necessidades de articulação com a Direcção do Agrupamento Plano de Acção da BE/CRE 2009/2013
  • 29. Agrupamento de Escolas de Boliqueime funcionamento da BE. (formação, horário e funções da Equipa, …); - Realização, por parte da professora bibliotecária, da Oficina de Formação da RBE – Práticas e Modelos de Auto-Avaliação das BE; e da Acção de Formação “Contadores de Histórias” no âmbito do PREAA – DREAlg, bem como de outras que venham a surgir; - Realização de acções de formação na área das BE e do modelo de auto-avaliação pelos demais elementos da Equipa da BE; Adequar os equipamentos tecnológicos - Aprofundar a articulação com a equipa PTE às necessidades do agrupamento. para rentabilizar os equipamentos e as possibilidades de trabalho, ao nível nomeadamente da criação de uma disciplina na Plataforma Moodle do Agrupamento para a BE. Plano de Acção da BE/CRE 2009/2013
  • 30. Agrupamento de Escolas de BoliqueimeVI- AVALIAÇÃO /REFORMULAÇÃOEste Plano de Acção deverá constituir-se como um instrumento orientador, flexível epassível de ser reestruturado, consoante os resultados da Auto-Avaliação da BE/CRE. Assim,e embora a sua acção vise um desenvolvimento que se vai estender ao longo dos próximosquatro anos lectivos, para uma maior facilidade de acompanhamento e de controlo deexecução, proceder-se-á a uma avaliação intermédia e aos necessários reajustamentos, nofinal de cada ano lectivo. A Professora Bibliotecária Ana Maria Palma Página29 Plano de Acção da BE/CRE 2009/2013
  • 31. Agrupamento de Escolas de BoliqueimeBIBLIOGRAFIAGabinete da Rede de Bibliotecas Escolares - Modelo de Auto-Avaliação das BibliotecasEscolares ( 2009). Página30 Plano de Acção da BE/CRE 2009/2013