0
Ação de (In)formaçãoO que muda com o novo Acordo Ortográfico ?                        Maio de 2011
Estrutura da Apresentação1.   O Acordo Ortográfico de 19902.   O que muda com o novo Acordo Ortográfico3.   Materiais, rec...
1. O Acordo Ortográfico de 1990
•   Desde a primeira grande reforma ortográfica de 1911, a língua portuguesa    tem sido objeto de várias tentativas de re...
•   Após 18 anos, foi aprovada a 16 de maio de 2008 uma resolução da    Assembleia da República que abriu caminho à aplica...
Objetivos do Acordo Ortográfico Pôr fim à existência de duas normas ortográficas oficiais divergentes; permitir que um ú...
Características do Acordo Ortográfico Privilégio do critério fonético em desfavor do etimológico Supressão de alguns ace...
2. O que muda como novo Acordo Ortográfico
9As principais alterações ortográficas dizemrespeito a: ALFABETO (BASE I) MINÚSCULAS (BASE XIX) ACENTUAÇÃO GRÁFICA (BAS...
10 ALFABETO (BASE I)
11Alfabeto (Base I)  O alfabeto passa a ser composto oficialmente por 26 letras, com a introdução das  consoantes K, W e Y...
12 MINÚSCULAS (BASE XIX)
13Minúsculas (Base XIX)   Passam a escrever-se obrigatoriamente com minúscula inicial:       os meses do ano              ...
14Minúsculas (Base XIX) Passam a escrever-se facultativamente com minúscula inicial:   nos bibliónimos, os vocábulos após ...
15Minúsculas (Base XIX)Passam a escrever-se facultativamente com minúscula inicial:  categorizações de logradouros público...
16 ACENTUAÇÃO GRÁFICA (BASES VIII-XI)
17Acentuação gráfica (Bases VIII-XI)   Elimina-se o acento agudo nas palavras graves que têm como sílaba   tónica o ditong...
18Acentuação gráfica (Bases VIII-XI)   Elimina-se o acento circunflexo das formas verbais terminadas em   êem:           A...
19Acentuação gráfica (Bases VIII-XI)   Elimina-se o acento agudo sobre a vogal tónica u nas terminações   verbais de verbo...
20Acentuação gráfica (Bases VIII-XI)    Eliminam-se os acentos agudos e circunflexos de palavras    homógrafas. Será o con...
21Mantêm-se apenas em alguns casos excecionais:      Exceções – manutenção obrigatória do acentopode (presente do indicati...
22 SEQUÊNCIAS CONSONÂNTICAS (BASE IV)
23Sequências consonânticas (Base IV)  As consoantes c e p deixam de ser escritas sempre que não se pronunciam  nas sequênc...
24Sequências consonânticas (Base IV)  Sempre que as consoantes c e p forem pronunciadas, deverão permanecer  na escrita:  ...
25Dupla grafia  Permite-se a coexistência de duas grafias devido à oscilação de pronúncia,  sendo a palavra escrita de aco...
26Dupla grafia  (b) Entre espaços geográficos diferentes:        VARIANTE LUSOAFRICANA           VARIANTE BRASILEIRA      ...
27 HÍFEN (BASES XV, XVI E XVII)
28Hífen em palavras compostas e locuções(Base XV)
29Hífen em palavras compostas e locuções(Base XV)  NÃO SE USA HÍFEN:  Nas locuções de qualquer tipo, sejam elas substantiv...
30Hífen em palavras compostas e locuções(Base XV)  USA-SE HÍFEN:  (a) Nas palavras compostas por justaposição cujos elemen...
31Hífen em palavras compostas e locuções(Base XV)  USA-SE HÍFEN:  (b) Nas palavras compostas que designam espécies na área...
32Hífen em palavras compostas e locuções(Base XV)  USA-SE HÍFEN:  (c) Em topónimos compostos iniciados pelos adjetivos grã...
33Hífen em palavras compostas e locuções(Base XV)  USA-SE HÍFEN:  (d) Nos gentílicos derivados de topónimos compostos:    ...
34Hífen nas palavras formadas por prefixação erecomposição (Base XVI)
35Hífen nas palavras formadas por prefixação erecomposição (Base XVI)  NÃO SE USA HÍFEN:  (a) Nas palavras derivadas cujo ...
36Hífen nas palavras formadas por prefixação erecomposição (Base XVI)   NÃO SE USA HÍFEN:   (b) Nas palavras derivadas cuj...
37Hífen nas palavras formadas por prefixação erecomposição (Base XVI)  USA-SE HÍFEN:  (a) Nas palavras formadas por interm...
38Hífen nas palavras formadas por prefixação erecomposição (Base XVI)  Exceção:  Os prefixos co-, re- e pre- aglutinam-se ...
39Hífen nas palavras formadas por prefixação erecomposição (Base XVI)  USA-SE HÍFEN:  (b) Nas palavras derivadas cujo pref...
40Hífen nas palavras formadas por prefixação erecomposição (Base XVI)  Exceção:  As palavras derivadas pelos prefixos re-,...
41Hífen nas palavras formadas por prefixação erecomposição (Base XVI)  USA-SE HÍFEN:  (c) Nas palavras formadas por interm...
42Hífen nas palavras formadas por prefixação erecomposição (Base XVI)  USA-SE HÍFEN:  (d) Nas palavras formadas por interm...
43Hífen nas palavras formadas por prefixação erecomposição (Base XVI)  USA-SE HÍFEN:  (e) Nas palavras formadas por interm...
44Hífen nas palavras formadas por prefixação erecomposição (Base XVI)  USA-SE HÍFEN:  (f) Nas palavras derivadas cujo pref...
45Hífen nas palavras formadas por prefixação erecomposição (Base XVI)  USA-SE HÍFEN:  (g) Quando o elemento da direita é u...
46Hífen nas formas monossilábicas do verbohaver (Base XVII)
47Hífen nas formas monossilábicas do verbohaver (Base XVII)  NÃO SE USA HÍFEN:  Nas ligações da preposição de às formas mo...
3. Materiais, recursose ferramentas de apoio
Recursos disponíveis em linha - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa http://www.ciberduvidas.pt/ - Portal da Língua Portugues...
Portal da Língua PortuguesaRecursos disponíveis:- Vocabulário de MudançaÉ uma lista de todas as palavras modificadas pelo ...
Vocabulário Ortográfico do Português (VOP)http://www.portaldalinguaportuguesa.org/index.php?action=vop&page=info O VOP é u...
Lince: conversor para a nova ortografiahttp://www.portaldalinguaportuguesa.org/index.php?action=linceÉ uma ferramenta de a...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Formacao acordoortografico pt_final[1]

1,030

Published on

Regras do novo acordo ortográfico

Published in: Education, Travel
1 Comment
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
1,030
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
55
Comments
1
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Formacao acordoortografico pt_final[1]"

  1. 1. Ação de (In)formaçãoO que muda com o novo Acordo Ortográfico ? Maio de 2011
  2. 2. Estrutura da Apresentação1. O Acordo Ortográfico de 19902. O que muda com o novo Acordo Ortográfico3. Materiais, recursos e ferramentas de apoio
  3. 3. 1. O Acordo Ortográfico de 1990
  4. 4. • Desde a primeira grande reforma ortográfica de 1911, a língua portuguesa tem sido objeto de várias tentativas de regulamentação, com vista à criação de uma norma ortográfica única para os países de expressão portuguesa.• No dia 12 de outubro de 1990, foi aprovado em Lisboa o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa, pela Academia das Ciências de Lisboa, Academia Brasileira de Letras e pelas delegações de Angola, Cabo Verde, Guiné- Bissau, Moçambique e São Tomé e Príncipe, com base no texto de um anteprojeto desenvolvido em anos anteriores.
  5. 5. • Após 18 anos, foi aprovada a 16 de maio de 2008 uma resolução da Assembleia da República que abriu caminho à aplicação deste Acordo.• O Acordo Ortográfico de 1990 está em vigor no Brasil desde janeiro de 2009 e em Portugal desde maio de 2009, com um período de transição de seis anos.• O Acordo será aplicado no Ensino no próximo ano letivo, 2011/2012.
  6. 6. Objetivos do Acordo Ortográfico Pôr fim à existência de duas normas ortográficas oficiais divergentes; permitir que um único documento, numa grafia única, represente todos os países da CPLP internacionalmente; facilitar a aprendizagem no ensino do português como língua estrangeira; promover a unidade ortográfica do português, concedendo-lhe assim uma maior visibilidade a nível internacional.
  7. 7. Características do Acordo Ortográfico Privilégio do critério fonético em desfavor do etimológico Supressão de alguns acentos gráficos Sistematização do uso de minúscula em início de palavra Redução e sistematização das regras de emprego do hífen Definição de casos de dupla grafia
  8. 8. 2. O que muda como novo Acordo Ortográfico
  9. 9. 9As principais alterações ortográficas dizemrespeito a: ALFABETO (BASE I) MINÚSCULAS (BASE XIX) ACENTUAÇÃO GRÁFICA (BASES VIII-XI) SEQUÊNCIAS CONSONÂNTICAS (BASE IV) HÍFEN (BASES XV, XVI E XVII)
  10. 10. 10 ALFABETO (BASE I)
  11. 11. 11Alfabeto (Base I) O alfabeto passa a ser composto oficialmente por 26 letras, com a introdução das consoantes K, W e Y. Estas letras passam a integrar oficialmente o alfabeto do português, embora, na prática, o seu uso se mantenha: - Em nomes de pessoas de origem estrangeira e seus derivados: Kant, kantiano, Darwin, darwinismo… - Em nomes geográficos de origem estrangeira e seus derivados: Kuwait, kuwaitiano, Seychelles, seychellense… - Em siglas, símbolos e unidades de medida internacional: www (World Wide Web), kg (quilograma), km (quilómetro)… - Em estrangeirismos: windsurf, bodyboard, check-in…
  12. 12. 12 MINÚSCULAS (BASE XIX)
  13. 13. 13Minúsculas (Base XIX) Passam a escrever-se obrigatoriamente com minúscula inicial: os meses do ano as estações do ano março primavera os axiónimos senhor doutor, o cardeal os pontos cardeais e colaterais (mas não as suas abreviaturas) norte, sul, este, oeste (mas N: norte; S: sul) as formas fulano, sicrano, beltrano
  14. 14. 14Minúsculas (Base XIX) Passam a escrever-se facultativamente com minúscula inicial: nos bibliónimos, os vocábulos após o primeiro elemento, excetuando os nomes próprios neles contidos | OPÇÃO PT: maiúsculas O Crime do Padre Amaro A Cidade e as Serras A Divina Comédia O crime do padre Amaro A cidade e as serras A divina comédia os hagiónimos | OPÇÃO PT: maiúsculas Santa Bárbara santa Bárbara os domínios do saber, cursos e disciplinas | OPÇÃO PT: minúscula Filosofia Matemática Geografia filosofia matemática geografia
  15. 15. 15Minúsculas (Base XIX)Passam a escrever-se facultativamente com minúscula inicial: categorizações de logradouros públicos, templos e edifícios | OPÇÃO PT: maiúscula Rua da República Avenida da Liberdade Igreja da Graça Palácio da Cultura rua da República avenida da Liberdade igreja da Graça palácio da CulturaN.B.: Estas disposições não obstam a que, em usos específicos, se use maiúscula inicialpara efeitos de destaque, reverência ou outros: palavras usadas “reverencialmente ou hierarquicamente” Excelentíssimo Doutor Professor Vossa Excelência
  16. 16. 16 ACENTUAÇÃO GRÁFICA (BASES VIII-XI)
  17. 17. 17Acentuação gráfica (Bases VIII-XI) Elimina-se o acento agudo nas palavras graves que têm como sílaba tónica o ditongo oi: Antes do AO Depois do AO bóia boia heróico heroico jóia joia paranóia paranoia Tróia Troia
  18. 18. 18Acentuação gráfica (Bases VIII-XI) Elimina-se o acento circunflexo das formas verbais terminadas em êem: Antes do AO Depois do AO lêem, vêem leem, veem crêem, dêem, creem, deem, revêem, relêem preveem, releem
  19. 19. 19Acentuação gráfica (Bases VIII-XI) Elimina-se o acento agudo sobre a vogal tónica u nas terminações verbais de verbos como arguir, averiguar, adequar, enxaguar, apaziguar e afins: Antes do AO Depois do AO argúi argui averigúem averiguem adeqúes adeques
  20. 20. 20Acentuação gráfica (Bases VIII-XI) Eliminam-se os acentos agudos e circunflexos de palavras homógrafas. Será o contexto que permitirá fazer a sua distinção: Antes do AO Depois do AO pára (v.), para (prep.) para (v.), para (prep.) pêra (n.), pera (prep.) pera (n.), pera (prep.) pêlo (n.), pélo (v.), pelo (contr.) pelo (n.), pelo (v.), pelo (contr.)
  21. 21. 21Mantêm-se apenas em alguns casos excecionais: Exceções – manutenção obrigatória do acentopode (presente do indicativo do v. poder)pôde (pretérito perfeito do v. poder)por (preposição)pôr (verbo) Casos facultativos – manutenção opcional do acento OPÇÃO PT: Palavras acentuadasdemos (pretérito perfeito do v. dar)dêmos (presente do conjuntivo e imperativo do v. dar)estudamos (presente do indicativo dos v. da 1.ª conj.)estudámos (pretérito perfeito dos v. da 1.ª conj.)
  22. 22. 22 SEQUÊNCIAS CONSONÂNTICAS (BASE IV)
  23. 23. 23Sequências consonânticas (Base IV) As consoantes c e p deixam de ser escritas sempre que não se pronunciam nas sequências cc, cç, ct, pc, pç e pt : ação direção acionar diretor afetivo adoção ator objeção coleção adotar coletivo ótimo
  24. 24. 24Sequências consonânticas (Base IV) Sempre que as consoantes c e p forem pronunciadas, deverão permanecer na escrita: facto adepto eucalipto rapto convicção opção egípcio núpcias erupção ficção
  25. 25. 25Dupla grafia Permite-se a coexistência de duas grafias devido à oscilação de pronúncia, sendo a palavra escrita de acordo com a pronúncia dominante. Ou seja, nos casos em que a norma culta do português padrão produz, para a mesma palavra, uma pronúncia em que a consoante é articulada e outra pronúncia sem registo dessa consoante. (a) No mesmo espaço geográfico: perfeccionista perfecionista (opção PT) telespectador telespetador (opção PT) expectativa (opção PT) expetativa sector Setor (opção PT) Nota: Faça download no éPT!, no canal “Acordo Ortográfico”, da lista de 200 palavras com duas grafias onde constam as opções PT
  26. 26. 26Dupla grafia (b) Entre espaços geográficos diferentes: VARIANTE LUSOAFRICANA VARIANTE BRASILEIRA receção recepção característica caraterística facto fato percetível perceptível
  27. 27. 27 HÍFEN (BASES XV, XVI E XVII)
  28. 28. 28Hífen em palavras compostas e locuções(Base XV)
  29. 29. 29Hífen em palavras compostas e locuções(Base XV) NÃO SE USA HÍFEN: Nas locuções de qualquer tipo, sejam elas substantivas, adjetivas, pronominais, adverbiais, prepositivas ou conjuncionais: Antes do AO Depois do AO fim-de-semana fim de semana sala-de-jantar sala de jantar caminho-de-ferro caminho de ferroExceção: locuções já consagradas pelo uso, como por exemplo, água-de-colónia, arco-da-velha, cor-de-rosa, mais-que-perfeito, pé-de-meia.
  30. 30. 30Hífen em palavras compostas e locuções(Base XV) USA-SE HÍFEN: (a) Nas palavras compostas por justaposição cujos elementos, de natureza nominal, adjetival, numeral ou verbal, constituem uma unidade sintagmática e semântica e mantêm acento próprio: segunda-feira primeiro-ministro guarda-chuva arco-íris abre-latas decreto-lei guarda-noturno médico-cirurgião norte-americano tenente-coronel
  31. 31. 31Hífen em palavras compostas e locuções(Base XV) USA-SE HÍFEN: (b) Nas palavras compostas que designam espécies na área da botânica e da zoologia, ligadas ou não por preposição: couve-flor feijão-verde brincos-de-princesa erva-doce alho-porro abóbora-menina
  32. 32. 32Hífen em palavras compostas e locuções(Base XV) USA-SE HÍFEN: (c) Em topónimos compostos iniciados pelos adjetivos grã, grão ou por forma verbal, ou cujos elementos estejam ligados por artigos: Trás-os-Montes Grã-Bretanha Entre-os-Rios Abre-Campo Albergaria-a-Velha Grão-Pará
  33. 33. 33Hífen em palavras compostas e locuções(Base XV) USA-SE HÍFEN: (d) Nos gentílicos derivados de topónimos compostos: nova-iorquino mato-grossense porto-alegrense
  34. 34. 34Hífen nas palavras formadas por prefixação erecomposição (Base XVI)
  35. 35. 35Hífen nas palavras formadas por prefixação erecomposição (Base XVI) NÃO SE USA HÍFEN: (a) Nas palavras derivadas cujo prefixo ou radical de composição terminam em vogal e o elemento seguinte começa por vogal diferente: Antes do AO Depois do AO auto-estrada autoestrada co-autor coautor anti-aéreo antiaéreo euro-asiático euroasiático
  36. 36. 36Hífen nas palavras formadas por prefixação erecomposição (Base XVI) NÃO SE USA HÍFEN: (b) Nas palavras derivadas cujo prefixo ou radical de composição terminam em vogal e o elemento seguinte começa por r ou s, dobrando-se estas consoantes: Antes do AO Depois do AO mini-saia minissaia auto-serviço autosserviço anti-rugas antirrugas anti-revolucionário antirrevolucionário
  37. 37. 37Hífen nas palavras formadas por prefixação erecomposição (Base XVI) USA-SE HÍFEN: (a) Nas palavras formadas por intermédio de um prefixo ou radical de composição que terminam em letra igual à que inicia a palavra-base: micro-ondas contra-ataque anti-inflamatório
  38. 38. 38Hífen nas palavras formadas por prefixação erecomposição (Base XVI) Exceção: Os prefixos co-, re- e pre- aglutinam-se à base, mesmo que esta se inicie pelas vogais o ou e: cooperante reeleger preencher
  39. 39. 39Hífen nas palavras formadas por prefixação erecomposição (Base XVI) USA-SE HÍFEN: (b) Nas palavras derivadas cujo prefixo ou radical de composição se associam a uma palavra iniciada por h: co-herdeiro anti-histamínico super-homem semi-hospitalar
  40. 40. 40Hífen nas palavras formadas por prefixação erecomposição (Base XVI) Exceção: As palavras derivadas pelos prefixos re-, des- e in-, que já se escrevem aglutinadas, mantêm-se aglutinadas: reabilitar desumano inábil
  41. 41. 41Hífen nas palavras formadas por prefixação erecomposição (Base XVI) USA-SE HÍFEN: (c) Nas palavras formadas por intermédio dos prefixos tónicos acentuados graficamente pós-, pré- e pró-: pós-operatório pré-cozinhado pró-independência
  42. 42. 42Hífen nas palavras formadas por prefixação erecomposição (Base XVI) USA-SE HÍFEN: (d) Nas palavras formadas por intermédio dos prefixos hiper-, inter- e super-, quando combinados com palavras iniciadas por r: hiper-rugoso inter-regional super-rápido
  43. 43. 43Hífen nas palavras formadas por prefixação erecomposição (Base XVI) USA-SE HÍFEN: (e) Nas palavras formadas por intermédio do prefixo ex- (com sentido de anterioridade) e vice-: ex-aluno vice-presidente
  44. 44. 44Hífen nas palavras formadas por prefixação erecomposição (Base XVI) USA-SE HÍFEN: (f) Nas palavras derivadas cujo prefixo ou radical de composição terminam em b (sub-), d (ad-), n (pan-) ou m (circum-) e da sua aglutinação resulte uma leitura indesejada, perdendo-se a autonomia fonética da palavra-base: sub-reptício ad-rogar pan-americano circum-navegação
  45. 45. 45Hífen nas palavras formadas por prefixação erecomposição (Base XVI) USA-SE HÍFEN: (g) Quando o elemento da direita é um estrangeirismo, um nome próprio ou uma sigla/acrónimo: anti-apartheid anti-Salazar anti-NATO
  46. 46. 46Hífen nas formas monossilábicas do verbohaver (Base XVII)
  47. 47. 47Hífen nas formas monossilábicas do verbohaver (Base XVII) NÃO SE USA HÍFEN: Nas ligações da preposição de às formas monossilábicas do presente do indicativo do verbo haver: hei de hás de há de hão de
  48. 48. 3. Materiais, recursose ferramentas de apoio
  49. 49. Recursos disponíveis em linha - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa http://www.ciberduvidas.pt/ - Portal da Língua Portuguesa http://www.portaldalinguaportuguesa.org/
  50. 50. Portal da Língua PortuguesaRecursos disponíveis:- Vocabulário de MudançaÉ uma lista de todas as palavras modificadas pelo Acordo Ortográfico e apresenta asprincipais mudanças nas regras de escrita.- Vocabulário Ortográfico do Português (VOP)É uma lista extensa de palavras com indicação da sua categoria morfossintática e dassuas peculiaridades de flexão.- Lince: conversor para a nova ortografiaÉ uma ferramenta de apoio à implementação do AO que converte o conteúdo de ficheirosde texto para a nova grafia.- Outros recursosDicionário de Gentílicos e TopónimosAcordos ortográficos e outra legislação
  51. 51. Vocabulário Ortográfico do Português (VOP)http://www.portaldalinguaportuguesa.org/index.php?action=vop&page=info O VOP é uma lista extensa de palavras que tomou como base o Vocabulário da Língua Portuguesa de Rebelo Gonçalves. Características: • contém mais de 200 000 entradas; • com base em critérios linguísticos. Informação não apenas ortográfica: • gramatical (classe de palavra); • flexional (ex.: plural de palavras hifenizadas); • variantes ortográficas; • cobertura de estrangeirismos, gentílicos e nomes próprios.
  52. 52. Lince: conversor para a nova ortografiahttp://www.portaldalinguaportuguesa.org/index.php?action=linceÉ uma ferramenta de apoio à implementação do AO que converte o conteúdo deficheiros de texto para a nova grafia. Suporta vários formatos e permite converter emsimultâneo um número elevado de ficheiros de qualquer dimensão.Características: suporte de todas as plataformas / sistemas operativos; disponível em linha e como aplicação independente; capacidade de conversão de ficheiros de grande dimensão; atualização permanente ao longo do período de transição do AO.
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×