Absolutismo na frança e na inglaterra
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Like this? Share it with your network

Share
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
4,987
On Slideshare
4,190
From Embeds
797
Number of Embeds
1

Actions

Shares
Downloads
73
Comments
0
Likes
0

Embeds 797

http://dorasiqueira.wordpress.com 797

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. O ABSOLUTISMO FRANCÊS:
    A) Dinastia Valois:
    Carlos IX (1560 – 1574):
    Católicos X Huguenotes
    Família GUISE X Família BOURBON
    • Apoio de Catarina de Médicis (mãe do rei) apoio dos católicos.
    • 2. Noite de São Bartolomeu (1572): massacre de huguenotes.
  • B) Dinastia Bourbon
    - Henrique IV (1589 – 1610):
    “Paris bem vale uma missa”.
    • 1598: Edito de Nantes – liberdade de culto aos protestantes.
    • Luís XIII (1610 – 1643):
    - Cardeal Richelieu (1624 – 1642)
    • Para transformar a França numa nação poderosa – NOBRES tiveram seus privilégios afetados – BURGUESES PROTESTANTES – altos impostos
    • 3. CONFRONTO com a família Habsburgo (governavam nações vizinhas da França)
    • 4. Guerra dos Trinta Anos (1618 – 1648):
    • 5. BOURBON (FRA)* X HABSBURGOS (AUS + ESP)
    • 6. Paz de Westfália: conquistas territoriais para a FRA (Alsácia-Lorena)
  • Luís XIV (1643 – 1715) – auge:
    “Rei Sol”.
    • Cardeal Mazzarino – eliminação das Frondas
    (associações de nobres e burgueses).
    • Colbert – incentivo às manufaturas de luxo,
    navegações, conquistas na América, criação
    de Cias. de Comércio.
    • Construção do Palácio de Versalhes.
    • 7. Aumento constante de impostos.
    • 8. 1685: Revogação do Edito de Nantes – perseguições e emigração de burgueses.
  • LUÍS XV - (1715-1774)
    • aumento da crise devido a Corte de Versalhes
    • 9. GUERRA DOS SETE ANOS (1756 – 1763) França X Inglaterra (a França perde várias colônias “Canadá”)
    LUÍS XVI - (1774-1791)
    • Generalização da crise
    • 10. Revolução Francesa
  • O ABSOLUTISMO INGLÊS:
    Após a Guerra dos Cem Anos (1337 – 1453) e a Guerra das Duas Rosas (1455 – 1485).
    • Dinastia TUDOR (1485 – 1603)
    - Henrique VII (1485 – 1509)
    - Pacificação interna.
    Henrique VIII (1509 – 1547):
    • Reforma protestante.
    • 11. 1534: Ato de Supremacia – criação da Igreja Anglicana.
    • 12. Eduardo VI (1547 – 1553) – prosseguimento da política de seu pai.
  • Elizabeth I (1558 – 1603) - auge:
    Retomada do anglicanismo.
    Colonização da América (Virgínia).
    Atividade corsária contra ESP e POR (Francis Drake).
    Vitória sobre a “Invencível Armada” (ESP).
    Dinamização do comércio.
    Intensa atividade burguesa.
    Início da supremacia naval inglesa.
  • 13. Revoluções Inglesas
    Definição: movimento político, militar e religioso que destruiu o absolutismo na Inglaterra instalando naquele país a primeira monarquia parlamentar da história;
    Quando: século XVII;
    Antecedentes/causas:
    Atritos entre os reis (dinastia STUART) e o parlamento.
  • 14. Jaime I (1603 – 1625):
    Apoio ao rei: senhores feudais, igreja anglicana e alta burguesia.
    Apoio ao parlamento: pequena e média burguesia, gentry
    (nobreza mercantil) e puritanos (calvinistas ingleses).
    Perseguições a católicos e puritanos.
    Aumento de impostos.
    Dissolução do parlamento (1614 – 1622).
    Carlos I (1625 – 1649):
    Apesar de jurar a Petição dos Direitos, o rei novamente aumenta os impostos e fecha o parlamento.
    Tentativa de impor o anglicanismo na Escócia (revolta).
  • 15. Guerra Civil (1642 – 1649):
    CAVALEIROS – católicos + Anglicanos (Defendiam o rei)
    X
    CABEÇAS REDONDAS - Puritanos
    (Defendiam o parlamento)
    Líder Oliver Cromwell
  • 16. Puritanos vencem e Carlos I é decapitado
  • 17. A República de Cromwell (1649 – 1660):
    • Ditadura pró-burguesia puritana (calvinista);
    • 18. Repressão a opositores externos (Escócia e Irlanda)
    • 19. Repressão interna - (Levellers – niveladores / Diggers – escavadores);
  • Criação dos Atos de Navegação (1650) – somente navios
    ingleses transportariam mercadorias inglesas ou de outros
    países para a Inglaterra. Em caso de venda para a Inglaterra
    só navios do país de origem do produto estariam autorizados
    a entrar na Inglaterra:
  • 20.
    • Guerra contra a Holanda (1652 – 1654).
    • 21. Vitória da Inglaterra (supremacia naval).
    • 22. Desenvolvimento da marinha e do capitalismo inglês.
    • 23. Oliver Cromwell nomeia-se Lorde Protetor da Inglaterra (1653).
    - Após a morte de Oliver (1658), seu filho, Ricardo Cromwell assume o poder, porém, sem a habilidade e carisma do pai, enfrenta nova guerra civil no país, que acaba com a sua derrota e recoloca os monarquistas no poder.
  • 24.
    • A Restauração STUART (1660 – 1688):
    • 25. Carlos II (1660 – 1685).
    • 26. - Anglicano, pró-católicos.
    • 27. - Aproximação com a França.
    • 28. - Parlamento cria o HABEAS CORPUS e exclui católicos de cargos.
    • 29. Whigs (burgueses adversários do rei e defensores do PARLAMENTO) X Tories (anglicanos conservadores – defensores do rei)
    • 30. - Parlamento é novamente fechado pelo rei (1683)
  • - Jaime II ((1683 – 1688).
    - Católico.
    - oposição aos Whigs e Tories
    - Tentativa de restabelecer o absolutismo.
    - Apoiado por Luís XIV (FRA).
    **Parlamento temeroso com a restituição do catolicismo oferece a coroa a Guilherme de Orange (HOL), casado com Maria Stuart, filha mais velha de Jaime II. Em troca, pedia o parlamento livre e a manutenção do anglicanismo.
  • 31. A Revolução Gloriosa (1688):
    • Revolução burguesa.
    • 32. 1689: Guilherme de Orange acata ao Bill of Rights (Declaração dos Direitos).
    • 33. Parlamento decidiria sobre impostos, garantia a propriedade privada, as liberdades individuais e divide o poder.
    • 34. Fim do absolutismo na Inglaterra.
    • 35. Burguesia assume o poder por meio do parlamento (Monarquia Parlamentar).
    - Rei reina, mas não governa.
    - Implantação do liberalismo.