Projeto de Implantação do Curso de Extensão em Mecânica Automotiva

2,758 views
2,556 views

Published on

Published in: Automotive
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
2,758
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
49
Actions
Shares
0
Downloads
15
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Projeto de Implantação do Curso de Extensão em Mecânica Automotiva

  1. 1. FUNDAÇÃO ESCOLA TÉCNICA LIBERATO SALZANO VIEIRA DA CUNHA CURSO TÉCNICO EM MECÂNICA PROJETO EM PARCERIA COM A GENERAL MOTORS DE IMPLANTAÇÃO DO CURSO DE EXTENSÃO EM MECÂNICA AUTOMOTIVA FUNDAÇÃO ESCOLA TÉCNICA LIBERATO SALZANO VIEIRA DA CUNHA Novo Hamburgo - RS
  2. 2. 1. IDENTIFICAÇÃO DO PROJETO 1.1 Nome : Implantação do Curso de Extensão em Mecânica Automotiva. 1.2 Administração: Fundação Escola Técnica Liberato Saizano Vieira da Cunha. 1.3 Coordenação: Diretoria de Pesquisa e Produção Industrial e Diretoria de Ensino. 1.4 Elaboração: Curso Técnico em Mecânica e Centro de Planejamento e Avaliação. 1.5 Cliente: Concessionárias e Autorizadas GM. 1.6 Clientela: Técnicos Mecânicos, Eletrotécnicos e Eletrônicos. 1.7 Período de Execução: Planejamento e Organização: Julho a Dezembro/97 Realização do Curso: ano letivo de 1998. 1.8 Instrumento Legal: Convênio a ser firmado entre as partes. 2. IDENTIFICAÇÃO DA INSTITUIÇÃO 2.1 Nome: Fundação Escola Técnica Liberato Saizano Vieira da Cunha. 2.2 Endereço: Rua Inconfidentes, 395 - Bairro Primavera - Novo Hamburgo, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP: 93340-140. 2.3 Área Construída: 14.000 m2, em terreno de 20 hectares. 2.4 Área de Atuação: - formação de técnicos em nível de 2o grau para o setor secundário daeconomia, nas habilitações de Eletrotécnica, Eletrônica, Mecânica, Química, em 4 anos,mais estágio supervisionado nas empresas, perfazendo um total de 4.560 horas deatividades. no diurno, e Cursos de Complementação Profissional, para alunos que jáconcluíram o 2o grau regular, no noturno, onde também oferece o Curso Técnico deSegurança do Trabalho; - prestação de serviços (consultoria, análises e ensaios em geral, fabricaçãode peças, cursos de extensão e curta duração) e pesquisa nas áreas de sua atuação. 2.5 Área de Abrangência: Estado do Rio Grande do Sul.
  3. 3. 2.6 Dirigente: Prof. Hélio Luiz Brochier. 2.7 Cargo: Diretor Executivo. 2.8 Histórico: A Fundação Escola Técnica Liberato Salzano Vieira da Cunha foi criada apartir de um convênio firmado em 08 de março de 1957, entre o município de NovoHamburgo, com cedência da área, a União, através do Ministério da Educação eCultura, com a construção e aquisição de equipamentos, e o Estado, com amanutenção dos recursos humanos e património. Instituída oficialmente nos termos doDecreto Estadual n° 18418, de 28 de janeiro de 1957, a Fundação é uma instituição dedireito privado, subvencionada pelo Estado. O início das atividades deu-se em 12 deabril de 1967, data em que se comemora o aniversário da instituição. A Fundação estáinstalada em uma área de 20 (vinte) hectares, possuindo amplas instalações (14.000m2), com salas ambientes e administrativas, (biblioteca, audiovisual, reprografia, dedesenho, de vídeo, de estudos, de computação e outras), salas-de-aula, várioslaboratórios e oficinas nas áreas de Química, Eletrônica, Eletrotécnica, Mecânica eSegurança do Trabalho, além de um módulo desportivo-cultural, todos equipados commaterial permanente. Aliado ao ensino, a Fundação mantém a Diretoria de Pesquisae Produção Industrial - DPPI, que presta serviços a empresas do Estado. AAdministração da Fundação está assim constituída: Conselho Técnico Deliberativo,Conselho de Curadores, Diretoria Executiva, Diretoria Administrativa, Diretoria deEnsino, Diretoria de Pesquisa e Produção Industrial. 2.9 Quadro de Pessoal: A Instituição mantém, em seus serviços administrativos, de ensino e de produção, um quadro de servidores, assim distribuído: -141 professores, de nível superior, sendo 3 com mestrado e 73 com pós- graduação, em regime de 20, 30, 40 horas semanais; -19 auxiliares de ensino, com 2o grau técnico, todos em regime de 40 horas semanais; - 59 funcionários, com nível de escolaridade que vai do 1o grau ao nível superior, todos em regime de 40 horas semanais; - 39 estagiários. 2.10 Abrangência da Fundação:
  4. 4. Atualmente, a instituição tem cerca de 2.300 alunos matriculados, incluindoos estagiários, provenientes, na maioria, dos municípios da grande Porto Alegre.Vale dos Sinos e Vale do Caí. Os alunos originam-se de 40 municípios. 2.11 Estágio: Em 1997, 454 alunos estão matriculados para realização do estágioem ^aproximadamente 324 empresas do Estado, com a seguinte distribuição: Novo Hamburgo.......................................................... 29,38% São Leopoldo.............................................................. 14,91% Porto Alegre................................................................. 10,08% Canoas ......................................................................... 7,01% Sapiranga..................................................................... 1,54% Campo Bom ................................................................... 4,38% Esteio............................................................................. 3,94% Cachoeirinha.................................................................. 1,31% Sapucaia do Sul.............................................................. 2,63% Gravataí........................................................................... 1,54% Caxias do Sul................................................................... 1,54% Estância Velha.................................................................. 4,38% Ivoti................................................................................... 1,31% Dois Irmãos ....................................................................... 1,54% Triunfo............................................................................... 2,63% Outros............................................................................... 10,96% 2.12 Prestação de Serviço à Empresas: A Fundação mantém um departamento que atua na produção de peças complexas, ensaios mecânicos, consultoria e cursos de atuaiização para empresas do Estado. Utilizam os serviços desse departamento cerca de 200 empresas, entre as quais destacam-se: . Convênio com o SEBRAE/RS (vários projetos) .FAPERGS .IPT/SP
  5. 5. .CIENTEC/RS .Astembor – Ind. Com. De Máquinas e Equip. Ltda . Vinilex - Produtos Injetados Ltda. . R. Matte Cia. Ltda. . Pincéis Atlas S. A. . Taurus Ferramentas Ltda. . Andreas Still Moto-Serras Ltda. . Metalúrgica Daniel Ltda. . Máquinas Klein S. A. . Copesul - Companhia Petroquímica do Sul . Amapá do Sul S. A. . Asea Brown Boveri Ltda. . Elisabete B. Farias - ME . Microtécnica Ind. de Ferramentas Ltda. . Palves - Indústria e Comércio de Máquinas Industriais Ltda. . Unimaq Indústria de Peças e Máquinas Ltda. . Máquinas Mohrbach Ltda. . Tecnoservice Metalúrgica Ltda. . CETEMP - "Plínnio Gilberto Kroeff” . Ramon Paulo e Cia. Ltda. . Curtumes da região . CEEE - Mark IV - apoio a micro e pequenas empresas. 2.13 Demanda de Profissionais: A demanda de técnicos tem crescido a cada ano, chegando a ser duasvezes maior que a dos profissionais disponíveis. Nos últimos anos, a Fundação vemformando em média 300 técnicos ao ano, o que a deixa em débito com o mercado detrabalho, uma vez que a procura corresponde ao dobro da oferta de egressos. Com a implementação da nova planta do pólo petroquímico e sua expansãono futuro, com a intensificação da automação e da eletronica em todos os setores daeconomia (parque calçadista do Vale dos Sinos, parque industrial metalúrgico,mecânico, elétrico e eletrônico da grande Porto Alegre e de Caxias do Sul), com aimplementação do MERCOSUL, e, ainda, considerando a tendência dos paísesindustrializados em requisitar sempre mais técnicos especializados, esses níveis dedemanda certamente crescerão e atingirão proporções bem maiores. 3. JUSTIFICATIVAS Considerando que:
  6. 6. 3.1 A Fundação Escola Técnica Liberato Salzano Vieira da Cunha tem uma tradiçãode30 anos na formação de Técnicos para as empresas da região; 3.2 A Instituição oferece cursos nas áreas de Mecânica, Eletetrotécnica eEletrônica,além de Química e Segurança do Trabalho; 3.3 A Instituição necessita ter versatilidade a ponto de atender a contento asuaclientela de empresários; 3.4 A Instituição, face às circunstâncias sociais e económicas atuais precisabuscaralternativas de mercado de trabalho para seus egressos; 3.5 Os egressos de Cursos Técnicos têm solicitado com frequência cursosdeaperfeiçoamento e de complementação profissional; 3.6 A área automotiva ficou a descoberto em relação à formação deprofissionaisespecialmente no momento atual em que destes profissionais se requerconhecimentos maisaprofundados de mecânica, eletricidade e eletrônica a partir dos avançostecnológicospresentes nos automóveis; 3.7 Existe um número tão representativo de empresas concessionárias a pontodegarantir este mercado emergente para os formandos; 3.8 A Fundação Liberato possui uma estrutura de laboratórios e oficinaspraticamentecompatíveis com a ideia do projeto, carecendo de pequena complementação; 3.9 A Fundação Liberato possui um quadro de profissionais capaz de assimilarcom
  7. 7. rapidez as tecnologias automotivas; 3.10 Os contatos recentes dão conta da necessidade destes profissionais; Entendemos que o projeto se justifique. 4. OBJETIVO Oferecer cursos técnicos na área automotiva em três modalidades: a) curso de extensão para Técnicos Mecânicos, Eletrotécnicos, Eletrônicos (um ano); b) curso de complementação para alunos formados no 2º grau (dois anos e meio); c) curso regular para alunos com o 1º grau (quatro anos). 5. ESTRATÉGIAS Face às necessidades de adaptação da instituição a essas novas modalidades,sugerimos que se inicie o projeto com o curso de extensão. Este curso iniciaria com 30 alunos que já possuem formação técnica emMecânica, Eletrotécnica ou Eletrônica. As outras modalidades seriam oferecidas posteriormente, a partir de uma avaliaçãodos resultados obtidos no Curso de Extensão. 5.1 Formação do Quadro Docente: A primeira etapa de implantação do projeto se constituirá na capacitaçâo dosrecursos humanos já existentes na Escola. Esta capacitaçâo será através de cursosespecíficos, sessões de estudos e visitas técnicas em concessionárias, centro detreinamento e na fábrica da GM, etc. 5.2 Estrutura de Laboratórios, Oficinas e Recursos Didáticos: Durante o período de formação do quadro docente será montada a estrutura de
  8. 8. laboratórios, oficinas e recursos didáticos específicos para a área automotiva, emparceria com a General Motors. Sugerimos: Ampliar o acervo da Biblioteca com bibliografia atualizada e específica na áreaautomotiva; Estruturar o serviço de audiovisual (fitas de vídeos, filmes, documentários,demonstrações técnicas, filmadora, TV, vídeo cassete, etc) para enriquecer as aulas; Reestruturar e atualizar o laboratório de motores para aulas práticas e dedemonstração; Atualizar o Laboratório de informática com aquisição de mais computadores,simuladores, softweres automotivos e um datashow; Montar um Laboratório de Eletro/eletrônica com equipamentos modernos usadosnas concessionárias da GM; Atualizar o Laboratório de Controle de Qualidade; Ampliar o Laboratório de Soldas. 5.3 Divulgação: A Instituição fará a divulgação do curso em parceria com a General Motors juntoaos meios de comunicação da região. 5.4 Seleção de Candidatos: A Fundação Liberato realizará prova de seleção de candidatos nos moldesutilizados nos cursos de complementação. As provas serão de Matemática,Português e uma específica da área de formação do candidato. Para efeitos deavaliação, a instituição sugere que sejam selecionados 10 (dez) candidatos de cadauma das áreas: Mecânica, Eletrotécnica e Eletrônica. Isso permitirá a verificação damaior ou menor adaptabilidade a essa nova formação. 5.5 Avaliação: A Fundação em parceria com a General Motors, efetuará uma avaliação dosprofissionais formados, para posterior correção na estrutura do curso, depois de um mêsde atividade dos profissionais. Esta avaliação deverá dar suporte à montagem das
  9. 9. modalidades seguintes. 6. CRONOGRAMA -1997/1998 6.1 Cronograma -1998 As atividades do curso propriamente dito iniciarão em fevereiro de 1998. Asaulas ocorrerão à noite. O curso terá uma duração de 10 (dez) meses. 340 horasmínimas. 7. PROGRAMA DO CURSO7.1 Extensão Automotiva:
  10. 10. GRADE CURRICULAR DO CURSO DE EXTENSÃO EM MECÂNICA AUTOMOTIVAExtensão Duração: 1 anoEstágio Duração: 160 horas GRADE CURRICULAR DA EXTENSÃO AUTOMOTIVA Conteúdo Teoria Laboratórios1 Motores: • gasolina: • álcool: • diesel.2 Sistemas de alimentação: • convencional: • eletrônico.3 Sistemas de: • refrigeração: • lubrificação.4 Sistemas Eletro/eletrônicos5 Bateria, iluminação e acessórios6 Eletricidade. ignição e arranque7 Metrologia aplicada a reparação Automotiva8 Administração e Logística: - do estoque de peças - de operações de serviços 8. RECURSOS Os recursos financeiros, materiais, humanos e demais atribuições dasinstituições envolvidas na execução do Projeto, serão determinadas em Convênio deParceria a ser firmado, após aprovação do Projeto. 9. AVALIAÇÃO DO PROJETO O Projeto terá atingido seus objetivos se conseguir colocar à disposição dasempresas, técnicos que atendam com eficiência as necessidades das empresas e emnúmero suficiente para satisfazer a demanda exigida.

×