• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
www.AulasEnsinoMedio.com.br - História – Ideologia e Propaganda no Estado Novo
 

www.AulasEnsinoMedio.com.br - História – Ideologia e Propaganda no Estado Novo

on

  • 243 views

História - VideoAulas Sobre Ideologia e Propaganda no Estado Novo – Faça o Download desse material em nosso site. Acesse www.AulasEnsinoMedio.com.br

História - VideoAulas Sobre Ideologia e Propaganda no Estado Novo – Faça o Download desse material em nosso site. Acesse www.AulasEnsinoMedio.com.br

Statistics

Views

Total Views
243
Views on SlideShare
243
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
0
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    www.AulasEnsinoMedio.com.br - História – Ideologia e Propaganda no Estado Novo www.AulasEnsinoMedio.com.br - História – Ideologia e Propaganda no Estado Novo Presentation Transcript

    • HISTÓRIA
    • A ERA VARGAS 1930 - 1945
    • O que vocêO que você sabesabe sobresobre ideologiaideologia queque está por trás daestá por trás da propagandapropaganda nono Estado NovoEstado Novo??
    • Ao final dessa aula você aprenderá:Ao final dessa aula você aprenderá: ► OsOs períodosperíodos dede atuaçãoatuação do Presidente Getúliodo Presidente Getúlio VargasVargas nana políticapolítica;; ► Como seComo se concretizouconcretizou oo golpegolpe dodo Estado NovoEstado Novo;; ► Como GetúlioComo Getúlio VargasVargas fundamentoufundamentou seuseu projetoprojeto político-político- nacionalistanacionalista atravésatravés dada propaganda;propaganda; ► Como o Departamento de Imprensa e Propaganda -Como o Departamento de Imprensa e Propaganda - DIPDIP -- viabilizouviabilizou a divulgação daa divulgação da ideologiaideologia proposta porproposta por Getúlio Vargas;Getúlio Vargas; ► Como osComo os intelectuaisintelectuais trabalharamtrabalharam em favorem favor dodo regimeregime;; ► Como foi construída aComo foi construída a ideologiaideologia queque marcoumarcou aa históriahistória dada política brasileirapolítica brasileira..
    • Relembrando os períodos históricos:Relembrando os períodos históricos: VocêVocê sabesabe dizer quais osdizer quais os períodosperíodos GetúlioGetúlio VargasVargas esteve noesteve no poder até 1945poder até 1945?? REVOLUÇÃO 1930 GOVERNO PROVISÓRIO 1930 - 1934 GOVERNO CONSTITUCIONAL 1934 - 1937 ESTADO NOVO 1937 - 1945
    • Revolução de 1930 - Quebra da política do café-com-leite - Instabilidade e medo diante da Crise de 29 - Apoio dos militares insatisfeitos Governo Provisório 1930 - 1934 - Interventores estaduais nomeados por Vargas - Clima de tensão nas oligarquias - Revolução Constitucionalista em 1932 em São Paulo Governo Constitucional 1934 - 1937 - Surgimento da AIB – Aliança Integralista Brasileira - Surgimento da ANL – Aliança Nacional Libertadora - Intentona Comunista - 1935
    • ESTADO NOVOESTADO NOVO  O Estado Novo perdurou de 1937 até 1945. O pretexto para o golpe foi o chamado Plano Cohen: um suposto Plano Comunista. Instauração da ditadura de Vargas: Estado Novo.  Fechamento do Congresso Nacional.  É estabelecida uma nova Constituição.  Censura aos meios de comunicação.  Repressão à atividade política.  Surgimento do plano político-nacionalista.
    • O Departamento de Imprensa e PropagandaO Departamento de Imprensa e Propaganda ►19391939 éé criadocriado o DIP –o DIP – Departamento deDepartamento de Imprensa e Propaganda.Imprensa e Propaganda. ►SubordinadoSubordinado diretamente ao Presidentediretamente ao Presidente GetúlioGetúlio VargasVargas.. ►FaziaFazia parteparte de umde um conjuntoconjunto dede departamentosdepartamentos criados paracriados para burocratizarburocratizar oo EstadoEstado..
    • ►ExaltarExaltar o ideal deo ideal de NaçãoNação;; ►ModificarModificar a ótica doa ótica do malandromalandro parapara oo homemhomem trabalhadortrabalhador;; ►SelecionarSelecionar todotodo materialmaterial artístico a serartístico a ser divulgadodivulgado;; ►FiscalizarFiscalizar aa produção jornalísticaprodução jornalística e ose os próprios jornalistas.próprios jornalistas. ►ExaltarExaltar aa figurafigura do Presidente Getúliodo Presidente Getúlio VargasVargas.. As ações do DIPAs ações do DIP
    • ►OO rádiorádio foi um dos meios de comunicaçãofoi um dos meios de comunicação maismais utilizadosutilizados pelopelo DIPDIP.. ►AlcançavaAlcançava os mais longínquosos mais longínquos territóriosterritórios.. ►FacilitavaFacilitava aa compreensãocompreensão dada populaçãopopulação queque era em sua maioria,era em sua maioria, pobrepobre ee analfabetaanalfabeta.. ►SeusSeus programasprogramas exaltavamexaltavam os ideaisos ideais nacionais e osnacionais e os feitosfeitos do Presidente Getúliodo Presidente Getúlio VargasVargas.. O RÁDIOO RÁDIO
    • Em 1940, a Rádio Nacional foi encampada pelo governo (Produzia programas como A HORA DO BRASIL e REPÓRTER ESSO: A testemunha ocular da história para destacar os atos do projeto nacionalista.
    • OS INTELECTUAISOS INTELECTUAIS ►OsOs intelectuaisintelectuais também compuseram atambém compuseram a sociedade que, de certa forma,sociedade que, de certa forma, apoiavaapoiava oo projetoprojeto dede VargasVargas.. ►Muitos delesMuitos deles participavamparticipavam assiduamenteassiduamente dasdas revistasrevistas publicadas pelo DIP.publicadas pelo DIP. ►PublicavamPublicavam livroslivros, como exemplo temos, como exemplo temos Gilberto Freyre que publicouGilberto Freyre que publicou Casa GrandeCasa Grande e Senzalae Senzala ee Raízes do BrasilRaízes do Brasil, de Sérgio, de Sérgio Buarque de Holanda.Buarque de Holanda.
    • Através de cartilhas produzidas pelo DIP, Vargas procurava atingir o público infantil, distribuindo mensagens sobre a importância da educação como forma de fortalecer o país.
    • OO Estado NovoEstado Novo, através do DIP,, através do DIP, censuravacensurava qualquerqualquer cultoculto dada malandragemmalandragem, relacionado à, relacionado à vadiagem e ao não-trabalho.vadiagem e ao não-trabalho. SambistasSambistas erameram desestimuladosdesestimulados aa escrever sambas deste gênero,escrever sambas deste gênero, muitas músicas tiveram suasmuitas músicas tiveram suas letrasletras negadasnegadas pelapela censuracensura ee atéaté modificadas.modificadas. OO sambasamba passa apassa a exaltarexaltar oo trabalhotrabalho ee o trabalhador.o trabalhador. A MÚSICA
    • “Quem trabalha é quem tem razão Eu digo e não tenho medo de errar O bonde de São Januário Leva mais um SÓCIO OTÁRIO Sou eu que NÃO vou trabalhar ... “Quem trabalha é quem tem razão Eu digo e não tenho medo de errar O bonde de São Januário Leva mais um operário Sou eu que vou trabalhar ... (Wilson Batista e Ataulfo Alves, 1940.) Antes do DIP Depois do DIP
    • No fragmento de letra de música apresentado abaixo temos o samba-exaltação deNo fragmento de letra de música apresentado abaixo temos o samba-exaltação de Ary Barroso “Aquarela do Brasil” (1939). ´Poderíamos dizer que tal música estáAry Barroso “Aquarela do Brasil” (1939). ´Poderíamos dizer que tal música está de acordo com o projeto nacionalista estabelecido por Getúlio Vargas? Por quê?de acordo com o projeto nacionalista estabelecido por Getúlio Vargas? Por quê? (...) o Brasil samba que dá(...) o Brasil samba que dá bamboleio que faz gingarbamboleio que faz gingar o Brasil do meu amor,o Brasil do meu amor, terra de nosso senhorterra de nosso senhor Brasil pra mim, Brasil pra mimBrasil pra mim, Brasil pra mim ah! abre a cortina do passado,ah! abre a cortina do passado, tira a mãe preta do serrado,tira a mãe preta do serrado, bota o rei congo no congadobota o rei congo no congado Brasil pra mim, Brasil pra mimBrasil pra mim, Brasil pra mim deixa cantar de novo o trovador,deixa cantar de novo o trovador, América olha a luz da luaAmérica olha a luz da lua quando é canção do meu amorquando é canção do meu amor quero ver essa dona caminhandoquero ver essa dona caminhando pelos salões arrastando o seu vestido rendadopelos salões arrastando o seu vestido rendado (...)(...) Exercitando
    • No fragmento de letra de música apresentado abaixo temos o samba-exaltação deNo fragmento de letra de música apresentado abaixo temos o samba-exaltação de Ary Barroso “Aquarela do Brasil” (1939). ´Poderíamos dizer que talAry Barroso “Aquarela do Brasil” (1939). ´Poderíamos dizer que tal músicamúsica estáestá de acordode acordo com ocom o projeto nacionalistaprojeto nacionalista estabelecido por Getúlio Vargas?estabelecido por Getúlio Vargas? Por quêPor quê?? (...) o Brasil samba que dá(...) o Brasil samba que dá bamboleio que faz gingarbamboleio que faz gingar o Brasil do meu amor,o Brasil do meu amor, terra de nosso senhorterra de nosso senhor Brasil pra mim, Brasil pra mimBrasil pra mim, Brasil pra mim ah! abre a cortina do passado,ah! abre a cortina do passado, tira a mãe preta do serrado,tira a mãe preta do serrado, bota o rei congo no congadobota o rei congo no congado Brasil pra mim, Brasil pra mimBrasil pra mim, Brasil pra mim deixa cantar de novo o trovador,deixa cantar de novo o trovador, América olha a luz da luaAmérica olha a luz da lua quando é canção do meu amorquando é canção do meu amor quero ver essa dona caminhandoquero ver essa dona caminhando pelos salões arrastando o seu vestido rendadopelos salões arrastando o seu vestido rendado (...)(...) Exercitando
    • Resposta aceitávelResposta aceitável Sim. Pois a letraSim. Pois a letra exaltaexalta claramente o louvor dasclaramente o louvor das grandezasgrandezas e belezase belezas brasileirasbrasileiras, indo ao encontro, indo ao encontro do nacionalismo pregado no período denominadodo nacionalismo pregado no período denominado Estado Novo.Estado Novo. Observe os versos:Observe os versos: (...)o(...)o BrasilBrasil samba que dásamba que dá bamboleio que faz gingarbamboleio que faz gingar o Brasil doo Brasil do meu amormeu amor,, terra de nosso senhorterra de nosso senhor Brasil pra mimBrasil pra mim, Brasil pra mim(...), Brasil pra mim(...)
    • Importância social do trabalho como instrumento para o crescimento do país  Sindicalização dos trabalhadores Pelegos – líderes que concordavam com o governo Ausência de consciência política por parte da massa trabalhadora. Criação do salário mínimo – 1940. Criação da Consolidação das Leis Trabalhistas – CLT – em 1943 para os trabalhadores urbanos. O PAPEL DO TRABALHO NA CONSTRUÇÃO DO ESTADO
    • EXERCITANDO O cartaz ao lado exalta a figura do Presidente Getúlio Vargas porque ele elaborou leis que atendiam ao trabalhador urbano. Por que o trabalhador rural não foi beneficiado por essas leis?
    • EXERCITANDO O cartaz ao lado exalta a figura do Presidente Getúlio Vargas porque ele elaborou leis que atendiam ao trabalhador urbano. Por que o trabalhador rural não foi beneficiado por essas leis?
    • ►RESPOSTA ACEITÁVEL:RESPOSTA ACEITÁVEL: Getúlio Vargas não tinha interesse emGetúlio Vargas não tinha interesse em atingir as velhas oligarquias que dependiamatingir as velhas oligarquias que dependiam da mão-de-obra rural, afinal, tambémda mão-de-obra rural, afinal, também necessitava do apoio desses gruposnecessitava do apoio desses grupos políticos para manter seu projeto.políticos para manter seu projeto.
    • Mais uma propaganda da Era Vargas, agora exaltando o Estado Forte, militarizado que conseguiu obter algumas vantagens devido à aproximação com os Estados Unidos durante a Segunda Guerra Mundial. ESTADO FORTE
    • ►Com relação à Segunda Guerra Mundial, responda porque o apoio, responda porque o apoio dado pelo Brasil aos Estadosdado pelo Brasil aos Estados Unidos foi considerado uma dasUnidos foi considerado uma das incoerências do regime adotadoincoerências do regime adotado pelo Presidente Getúlio Vargas?pelo Presidente Getúlio Vargas? Exercitando
    • Exercitando ►Com relação à Segunda Guerra Mundial, responda, responda por quepor que oo apoioapoio dadodado pelopelo BrasilBrasil aosaos EstadosEstados UnidosUnidos foifoi consideradoconsiderado uma dasuma das incoerênciasincoerências dodo regimeregime adotadoadotado pelo Presidente Getúliopelo Presidente Getúlio VargasVargas??
    • RESPOSTA ACEITÁVELRESPOSTA ACEITÁVEL ►A incoerência encontrada e o motivo peloA incoerência encontrada e o motivo pelo qual muitos criticaram Vargas está no fatoqual muitos criticaram Vargas está no fato dele, como ditador, apoiar os Estadosdele, como ditador, apoiar os Estados Unidos, um país democrático e não aUnidos, um país democrático e não a Alemanha, que era liderada por Hitler,Alemanha, que era liderada por Hitler, também ditador.também ditador.
    • ESTADO NOVO D.I.P Revistas Rádio Cartilhas Letras de Músicas Estado Forte Trabalhador Estratégia Propaganda militar Sindicalização Educação e Civismo Censura Temas nacionais População analfabeta
    • Hoje aprendemosHoje aprendemos ► Os períodos de atuação do Presidente Getúlio VargasOs períodos de atuação do Presidente Getúlio Vargas na política;na política; ► Como se concretizou o golpe do Estado Novo;Como se concretizou o golpe do Estado Novo; ► Como Getúlio Vargas fundamentou seu projeto político-Como Getúlio Vargas fundamentou seu projeto político- nacionalista através da propaganda;nacionalista através da propaganda; ► Como o Departamento de Imprensa e Propaganda -Como o Departamento de Imprensa e Propaganda - DIP - viabilizou a divulgação da ideologia proposta porDIP - viabilizou a divulgação da ideologia proposta por Getúlio Vargas;Getúlio Vargas; ► Como os intelectuais trabalharam em favor do regime;Como os intelectuais trabalharam em favor do regime; ► Como foi construída a ideologia que marcou a históriaComo foi construída a ideologia que marcou a história da política brasileira.da política brasileira.
    • BibliografiaBibliografia - Estado NovoEstado Novo. Autora: Maria Celina D’Araújo.. Autora: Maria Celina D’Araújo. Ed. Jorge Zahar.Ed. Jorge Zahar. - Getúlio Vargas - O poder e o sorriso.Getúlio Vargas - O poder e o sorriso. Autor: Boris Fausto. Ed. Cia das Letras.Autor: Boris Fausto. Ed. Cia das Letras. - A invenção do trabalhismo.A invenção do trabalhismo. Autora: ÂngelaAutora: Ângela de Castro Gomes. Ed. Relume Dumará.de Castro Gomes. Ed. Relume Dumará. - Site:Site: http://cpdoc.fgv.br/http://cpdoc.fgv.br/
    • OS INTELECTUAISOS INTELECTUAIS
    • A MÚSICA
    • ESTADO FORTE