www.AulasDePortuguesApoio.com - -Português - Concordância Nominal

5,476 views

Published on

Português - VideoAulas Sobre Concordância Nominal – Faça o Download desse material em nosso site. Acesse www.AulasDePortuguesApoio.com

Published in: Education
0 Comments
13 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
5,476
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
49
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
13
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

www.AulasDePortuguesApoio.com - -Português - Concordância Nominal

  1. 1. Concordância Nominal Adjetivo (gênero e número) Adjunto adnominal Pronome Advérbio Sujeito e predicativo do sujeito Substantivo (gênero e número) Numeral
  2. 2. Concordância nominal Na elaboração da frase , as palavras relacionam-se umas com as outras. Ao se relacionarem , elas obedecem a alguns princípios: um deles é o da concordância. Ex: O pequeno garoto perambulava pela cidade. Tanto o artigo quanto o adjetivo concordam co o gênero (masculino) e o número (singular) do substantivo.
  3. 3. Concordância nominal : casos gerais
  4. 4. Concordância do adjetivo com o substantivo a) O adjetivo concorda em gênero e número com o substantivo a que se refere. Ex: As mãos trêmulas denunciavam o que sentia.
  5. 5. b) Um só adjetivo referindo-se a mais de um substantivo de gênero ou número diferentes.  Quando vem após os substantivos , o adjetivo pode: ‒ ir para o masculino plural. Ex: O vaqueiro e a moça apaixonados fugiram pelo sertão afora. ‒ concordar com o substantivo mais próximo. Ex: Temos que decidir pelo caminho e pela vida mais tranquila.
  6. 6.  Quando vem antes dos substantivos , o adjetivo concorda geralmente com o mais próximo. Ex: Os antigos postes e luminárias foram reconduzidos ao museu. c) Mais de um adjetivo referindo-se a um só substantivo.  O substantivo vai para o plural sem que se repita o artigo antes de cada adjetivo. Ex: As populações mineira e sulista participaram da feira do gado.
  7. 7.  O substantivo fica no singular e se repete o artigo antes de cada adjetivo. Ex: A população mineira e a sulista participaram da feira do gado.
  8. 8. Concordância nominal O adjetivo concorda em gênero e número com o substantivo a que se refere. Um só adjetivo referindo-se a mais de um substantivo de gênero ou número diferentes. Quando vem após os substantivos , o adjetivo : masculino plural. concordar com o substantivo mais próximo. Antes dos substantivos , o adjetivo concorda geralmente com o mais próximo. Mais de um adjetivo referindo-se a um só substantivo. O substantivo vai para o plural sem que se repita o artigo antes de cada adjetivo. O substantivo fica no singular e se repete o artigo antes de cada adjetivo.
  9. 9. Exercícios 1- (CESBRANRIO) “Noites pesadas de cheiros e calores amontoados...” Aponte a opção em que, substituídos os substantivos destacados acima, fica incorreta a concordância de “amontoado”. a) nuvens e brisas amontoadas b) odores e brisas amontoadas c) nuvens e morros amontoados d) morros e nuvens amontoados e) brisas e odores amontoadas
  10. 10. Resolução 1- (CESBRANRIO) “Noites pesadas de cheiros e calores amontoados...” Aponte a opção em que, substituídos os substantivos destacados acima, fica incorreta a concordância de “amontoado”. a) nuvens e brisas amontoadas b) odores e brisas amontoadas c) nuvens e morros amontoados d) morros e nuvens amontoados e) brisas e odores amontoadas
  11. 11. Concordância do adjetivo com o sujeito a) Predicativo e sujeito simples.  O predicativo concorda em gênero e número com o sujeito. Ex: Os meus olhos permaneciam embaçados pela névoa. predicativo do sujeito
  12. 12. b) Predicativo e sujeito composto.  Quando o predicativo aparece após o sujeito, podem ocorrer as seguintes concordâncias: ‒ se os substantivos do sujeito composto são do mesmo gênero, o predicativo toma a forma plural no gênero dos substantivos. Ex: O ódio e o amor pareciam idênticos. As malas e as sacolas estavam pesadas.
  13. 13. ‒ se os substantivos são de gêneros diferentes, o predicativo toma a forma masculina plural. Ex: A pulseira e o anel eram dourados como os cabelos.  Quando o predicativo aparece antes do sujeito constituído de substantivos de gêneros diferentes , podem ocorrer as seguintes concordâncias: ‒ ir para o masculino plural. Ex: São italianos a revista e o jornal. ‒ concordar com o substantivo mais próximo. Ex: É italiana a revista e o jornal.
  14. 14. c) Predicativo e sujeito representado por pronome de tratamento .  Quando um sujeito é constituído de pronome de tratamento, é comum concordar o predicativo com o sexo da pessoa a quem se refere. Ex: Sua Alteza ficou revoltada com os jornalistas. (com referência a uma princesa)
  15. 15. Observação A concordância do predicativo com o objeto é feita segundo as regras do predicativo com o sujeito.
  16. 16. Concordância nominal O adjetivo concorda em gênero e número com o substantivo a que se refere. Um só adjetivo referindo-se a mais de um substantivo de gênero ou número diferentes. Quando vem após os substantivos , o adjetivo : masculino plural. concordar com o substantivo mais próximo. Antes dos substantivos , o adjetivo concorda geralmente com o mais próximo. Mais de um adjetivo referindo-se a um só substantivo. O substantivo vai para o plural sem que se repita o artigo antes de cada adjetivo. O substantivo fica no singular e se repete o artigo antes de cada adjetivo. Predicativo e sujeito simples. O predicativo concorda em gênero e número com o sujeito. Predicativo e sujeito composto. Quando o predicativo aparece após o sujeito. Quando o predicativo aparece antes do sujeito constituído de substantivos de gêneros diferentes. Substantivos do sujeito são do mesmo gênero, o predicativo fica no plural no gênero dos substantivos. Substantivos de gêneros diferentes, o predicativo fica no masculino plural. masculino plural. concordar com o substantivo mais próximo. Predicativo e sujeito – pronome de tratamento Concorda o predicativo com o sexo da pessoa a quem se refere.
  17. 17. Concordância do numeral com o substantivo a) Os numerais cardinais que sofrem flexões de gênero concordam com o substantivo a que se referem. Ex: Havia, na reunião, apenas duas mulheres. b) Quando mais de um numeral ordinal se referir a um mesmo substantivo:  o substantivo fica no singular ou vai para o plural se os numerais forem precedidos de artigo. Ex: O primeiro e o segundo andar do edifício foram danificados. O primeiro e o segundo andares do edifício foram danificados.
  18. 18.  o substantivo irá para o plural se não houver repetição do artigo. Ex: O primeiro e segundo andares do edifício foram danificados  o substantivo irá para o plural se aparecer antes dos numerais. Ex: Os andares primeiro e o segundo do edifício foram danificados
  19. 19. Concordância nominal O adjetivo concorda em gênero e número com o substantivo a que se refere. Um só adjetivo referindo-se a mais de um substantivo de gênero ou número diferentes. Quando vem após os substantivos , o adjetivo : masculino plural. concordar com o substantivo mais próximo. Antes dos substantivos , o adjetivo concorda geralmente com o mais próximo. Mais de um adjetivo referindo-se a um só substantivo. O substantivo vai para o plural sem que se repita o artigo antes de cada adjetivo. O substantivo fica no singular e se repete o artigo antes de cada adjetivo. Predicativo e sujeito simples. O predicativo concorda em gênero e número com o sujeito. Predicativo e sujeito composto. Quando o predicativo aparece após o sujeito. Quando o predicativo aparece antes do sujeito constituído de substantivos de gêneros diferentes. Substantivos do sujeito são do mesmo gênero, o predicativo fica no plural no gênero dos substantivos. Substantivos de gêneros diferentes, o predicativo fica no masculino plural. masculino plural. concordar com o substantivo mais próximo. Predicativo e sujeito – pronome de tratamento Concorda o predicativo com o sexo da pessoa a quem se refere. Numerais cardinais que sofrem flexões de gênero concordam com o substantivo a que se referem. Mais de um numeral ordinal se referir a um mesmo substantivo. Substantivo fica no singular ou vai para o plural se os numerais forem precedidos de artigo. Substantivo irá para o plural se aparecer antes dos numerais. Substantivo irá para o plural se não houver repetição do artigo.
  20. 20. Concordância do pronome com o substantivo a) O pronome concorda em gênero e número com o substantivo a que se refere. Ex: Poucos homens acreditavam que aquelas medidas fossem justas. b) Se o pronome se referir a mais de um substantivo de gêneros diferentes, vai para o masculino plural. Ex: Agressões e tapas, recebera-os sem saber o porquê.
  21. 21. Concordânci a nominal Concordância do pronome com o substantivo O pronome concorda em gênero e número com o substantivo a que se refere. Se o pronome se referir a mais de um substantivo de gêneros diferentes, vai para o masculino plural.
  22. 22. Concordância do particípio com o substantivo O particípio concorda em gênero e número com o substantivo a que se refere:  nas orações reduzidas. Ex: Dado o sinal, todos se retiraram. Terminadas as entrevistas, os políticos saíram.  na voz passiva. Ex: Foram anotadas as reclamações do dia. Foi encontrado o corpo do rapaz.
  23. 23. Observações  Quando o particípio se refere a dois ou mais substantivos de gêneros diferentes, toma a forma masculina plural. Ex: Com a notícia, os desejos e as esperanças foram aumentados.  O particípio não varia quando forma tempo composto. Ex: Ninguém havia anotado as reclamações.
  24. 24. Concordânci a nominal Concordância do pronome com o substantivo O pronome concorda em gênero e número com o substantivo a que se refere. Se o pronome se referir a mais de um substantivo de gêneros diferentes, vai para o masculino plural. Concordância do particípio com o substantivo nas orações reduzidas. na voz passiva.
  25. 25. Concordância nominal: outros casos
  26. 26. É preciso – É necessário – É bom – É proibido. Com expressões desse tipo podem ocorrer duas construções:  com sujeito sem elemento determinante, essas expressões ficam invariáveis. Ex: É preciso álcool para limpar a mesa. É necessário segurança para se viver bem. É bom plantação de erva-cidreira para afugentar formigas. É proibido entrada de pessoas estranhas.
  27. 27.  com sujeito acompanhado de elemento determinante, essas expressões concordam com ele em gênero e número. Ex: Seriam precisos vários conferencistas. É necessária a tua denúncia no tribunal. É proibida a entrada de animais.
  28. 28. Concordância nominal É preciso – É necessário – É bom – É proibido. com sujeito sem elemento determinante, essas expressões ficam invariáveis. com sujeito acompanhado de elemento determinante, essas expressões concordam com ele em gênero e número.
  29. 29. Mesmo – Próprio- Incluso – Anexo – Obrigado - Quite Essas palavras concordam, geralmente, com o nome a que se referem. Exemplos: Os alunos mesmos organizaram o trabalho. Declaro ter recebido inclusa a escritura do imóvel. Anexa ao requerimento, segue a fotocópia da Carteira de Identidade. - Muito obrigado – disse ele. - Muito obrigada – respondeu ela. Estou quite com as minhas dívidas.
  30. 30. Concordância nominal É preciso – É necessário – É bom – É proibido. com sujeito sem elemento determinante, essas expressões ficam invariáveis. com sujeito acompanhado de elemento determinante, essas expressões concordam com ele em gênero e número. Mesmo – Próprio- Incluso – Anexo – Obrigado - Quite Essas palavras concordam, geralmente, com o nome a que se referem.
  31. 31. Menos – Alerta São invariáveis. Exemplos: Na classe há menos moças do que rapazes. Nos movimentos grevistas, os policiais ficam alerta.
  32. 32. Concordância nominal É preciso – É necessário – É bom – É proibido. com sujeito sem elemento determinante, essas expressões ficam invariáveis. com sujeito acompanhado de elemento determinante, essas expressões concordam com ele em gênero e número. Mesmo – Próprio- Incluso – Anexo – Obrigado - Quite Essas palavras concordam, geralmente, com o nome a que se referem. Menos – Alerta São invariáveis.
  33. 33. Bastante - Meio Essas palavras podem aparecer como:  advérbios, ficando invariáveis. Exemplos: Perguntaram bastante sobre o assunto. A laranja estava meio estragada advérbioverbo advérbio adjetivo
  34. 34.  adjetivo ou numeral fracionário – no caso de meio - , sofrendo variações. Exemplos: Fizeram bastantes perguntas sobre o assunto. Era meio-dia e meia. (=meia hora) adjetivo substantivo numeral
  35. 35. Concordância nominal É preciso – É necessário – É bom – É proibido. com sujeito sem elemento determinante, essas expressões ficam invariáveis. com sujeito acompanhado de elemento determinante, essas expressões concordam com ele em gênero e número. Mesmo – Próprio- Incluso – Anexo – Obrigado - Quite Essas palavras concordam, geralmente, com o nome a que se referem. Menos – Alerta São invariáveis. Bastante - Meio advérbios, ficando invariáveis adjetivo ou numeral fracionário – no caso de meio - , sofrendo variações.
  36. 36. Só – A sós A palavra só pode ser aparecer como advérbio ou adjetivo:  como advérbio equivale a somente, ficando invariável. Ex: Todos concordaram, só eles não.  como adjetivo equivale a sozinho, sendo variável. Ex: As crianças permaneciam sós. A expressão a sós é invariável.
  37. 37. Concordância nominal É preciso – É necessário – É bom – É proibido. com sujeito sem elemento determinante, essas expressões ficam invariáveis. com sujeito acompanhado de elemento determinante, essas expressões concordam com ele em gênero e número. Mesmo – Próprio- Incluso – Anexo – Obrigado - Quite Essas palavras concordam, geralmente, com o nome a que se referem. Menos – Alerta São invariáveis. Bastante - Meio advérbios, ficando invariáveis adjetivo ou numeral fracionário – no caso de meio - , sofrendo variações. Só – A sós como advérbio equivale a somente, ficando invariável. como adjetivo equivale a sozinho, sendo variável.
  38. 38. Possível A palavra possível pode aparecer:  invariável, quando acompanhada de: o/a mais, o/a menos, o/a melhor, o/a pior... Ex: Ela deixou as portas o mais bem fechadas possível.  variável, quando o artigo dessas expressões aparece no plural. Ex: Nós fazíamos trabalhos os mais completos possíveis. A expressão quanto possível é invariável.
  39. 39. Concordância nominal É preciso – É necessário – É bom – É proibido. com sujeito sem elemento determinante, essas expressões ficam invariáveis. com sujeito acompanhado de elemento determinante, essas expressões concordam com ele em gênero e número. Mesmo – Próprio- Incluso – Anexo – Obrigado - Quite Essas palavras concordam, geralmente, com o nome a que se referem. Menos – Alerta São invariáveis. Bastante - Meio advérbios, ficando invariáveis adjetivo ou numeral fracionário – no caso de meio - , sofrendo variações. Só – A sós como advérbio equivale a somente, ficando invariável. Possível invariável, quando acompanhada de: o/a mais, o/a menos, o/a melhor, o/a pior... variável, quando o artigo dessas expressões aparece no plural. como adjetivo equivale a sozinho, sendo variável.
  40. 40. Caro - Barato  São invariáveis quando usados com o verbo custar. Ex: Curiosidade está custando caro.  Sem o verbo custar concorda com o nome a que se refere. Ex: A blusa está cara.
  41. 41. Concordância nominal É preciso – É necessário – É bom – É proibido. com sujeito sem elemento determinante, essas expressões ficam invariáveis. com sujeito acompanhado de elemento determinante, essas expressões concordam com ele em gênero e número. Mesmo – Próprio- Incluso – Anexo – Obrigado - Quite Essas palavras concordam, geralmente, com o nome a que se referem. Menos – Alerta São invariáveis. Bastante - Meio advérbios, ficando invariáveis adjetivo ou numeral fracionário – no caso de meio - , sofrendo variações. Só – A sós como advérbio equivale a somente, ficando invariável. Possível Caro - Barato invariável, quando acompanhada de: o/a mais, o/a menos, o/a melhor, o/a pior... São invariáveis quando usados com o verbo custar. variável, quando o artigo dessas expressões aparece no plural. como adjetivo equivale a sozinho, sendo variável. Sem o verbo custar concorda com o nome a que se refere.
  42. 42. Exercícios 1- (CESGRANRIO) Há erro de concordância em: a) atos e coisas más b) dificuldades e obstáculo intransponível c) cercas e trilhos abandonados d) fazendas e engenho prósperas e) serraria e estábulo conservados
  43. 43. 1- (CESGRANRIO) Há erro de concordância em: a) atos e coisas más b) dificuldades e obstáculo intransponível c) cercas e trilhos abandonados d) fazendas e engenho prósperas e) serraria e estábulo conservados
  44. 44. 2- (UF-FLUMINENSE) Assinale a frase que possui um erro de concordância nominal: a) Estavam abandonadas a casa, o templo e a vila. b) Ela chegou com o rosto e as mãos feridas. c) Decorrido um ano e alguns meses, lá voltamos. d) Decorridos um ano e alguns meses, lá voltamos. e) Ela comprou dois vestidos cinza.
  45. 45. 2- (UF-FLUMINENSE) Assinale a frase que encerra um erro de concordância nominal: a) Estavam abandonadas a casa, o templo e a vila. b) Ela chegou com o rosto e as mãos feridas. c) Decorrido um ano e alguns meses, lá voltamos. d) Decorridos um ano e alguns meses, lá voltamos. e) Ela comprou dois vestidos cinza.
  46. 46. 3- (MACK) Indique a alternativa em que há erro: a) Os fatos falam por si sós. b) A casa estava meio desleixada. c) Os livros estão custando cada vez mais caro. d) Seus apartes eram sempre o mais pertinentes possíveis. e) Era a mim mesma que ele se referia, disse a moça.
  47. 47. 3- (MACK) Indique a alternativa em que há erro: a) Os fatos falam por si sós. b) A casa estava meio desleixada. c) Os livros estão custando cada vez mais caro. d) Seus apartes eram sempre o mais pertinentes possíveis. e) Era a mim mesma que ele se referia, disse a moça.
  48. 48. 4- Assinale a frase que contraria a norma culta quanto à concordância nominal. a)Falou bastantes verdades. b)Já estou quites com o colégio. c)Nós continuávamos alerta. d)Haverá menos dificuldades na prova.
  49. 49. 4- Assinale a frase que contraria a norma culta quanto à concordância nominal. a)Falou bastantes verdades. b)Já estou quites com o colégio. c)Nós continuávamos alerta. d)Haverá menos dificuldades na prova.
  50. 50. 5- Em qual alternativa apenas a segunda palavra dos parênteses pode ser usada na lacuna? a) Histórias quanto.............................. tristes. ( possível / possíveis ) b) Aquela decisão me custou muito (caro /cara). c) Só respondia com .......................palavras. ( meio / meias )
  51. 51. 5- Em qual alternativa apenas a segunda palavra dos parênteses pode ser usada na lacuna? a) Histórias quanto.............................. tristes. ( possível / possíveis ) b) Aquela decisão me custou muito (caro /cara). c) Só respondia com .......................palavras. ( meio / meias )
  52. 52. Bibliografia PASCHOALIN, Maria Aparecida; SPADOTO, Neuza. Gramática. Teoria e exercícios . São Paulo: FTD, 1996.

×