Seminários CEF/SEABN
Procedimentos de Avaliação
de ativos florestais no Brasil
O que são investidores & fundos de investim...
Procedimentos de Avaliação
de ativos florestais no Brasil

Silvana Nobre
Luiz C. E. Rodriguez
Bruno Kanieski
Chris Singlet...
Conteúdo

Procedimentos de Avaliação
de ativos florestais no Brasil

1. Um pouco de
História

2. Organização do
Mercado

1...
Conteúdo

Um pouco de História

1. Um pouco de
História

2. Organização do
Mercado

3. Quem são os
investidores?

 Nos an...
Conteúdo

Um pouco de História

1. Um pouco de
História

2. Organização do

O que permeia a história durante esse período:...
Conteúdo

Organização do Mercado

1. Um pouco de
História

Atores e funções

2. Organização do
Mercado

3. Quem são os

In...
Conteúdo

Organização do Mercado

1. Um pouco de
História

Disponibilizar
Recursos

Alocar os
recursos

Monitorar Valor

E...
Conteúdo

Quem são os investidores

1. Um pouco de
História

1. Fundos de pensão
2. Organização do
Mercado

3. Quem são os...
Conteúdo

Quem são os investidores?

1. Um pouco de
País

Fundo

História
Japan

Government Pension Investment Fund

Ativo...
Conteúdo

Quem são os investidores?

1. Um pouco de
História

2. Organização do
Mercado

3. Quem são os
investidores?

4. ...
Conteúdo

Quem são os investidores?

1. Um pouco de
História
28 Maiores Funcações em Março de 2008
Rank

2. Organização do...
Conteúdo

As TIMOs

1. Um pouco de
História

TIMO – Timber Investment Management Organization
2. Organização do
Mercado

3...
Conteúdo

1. Um pouco de
História

2. Organização do
Mercado

3. Quem são os
investidores?

4. As TIMOs

As TIMOs
As TIMOs...
Conteúdo

As TIMOs

1. Um pouco de
História

As TIMOs brasileiras

2. Organização do

Disponibilizar
Recursos

Mercado

3....
Conteúdo

As TIMOs

1. Um pouco de
História

As TIMOs brasileiras

2. Organização do
Mercado

3. Quem são os
investidores?...
Conteúdo

Amadurecimento do mercado

1. Um pouco de

Aumenta a quantidade de transações de florestas:

História

Mais de 9...
Conteúdo

1. Um pouco de

Amadurecimento do mercado
Origem dos Appraisals:

História

2. Organização do
Mercado

3. Quem s...
Conteúdo

Appraisal

1. Um pouco de
História

Definição:
O ato ou processo de estimar o valor, uma análise, uma opinião.

...
Conteúdo

Appraisal

1. Um pouco de
História

Sales Comparison

2. Organização do

T1

T2

T3

T4

T5

T6

...

...

Tn-1
...
Conteúdo

Appraisal

1. Um pouco de
História

Custos (Cost Approach)
2. Organização do
Mercado

3. Quem são os

Estimativa...
Conteúdo

Appraisal

1. Um pouco de

Vendas (Sales Comparison)

História

2. Organização do
Seleção das vendas

Mercado
Sa...
Conteúdo

1. Um pouco de

Appraisal
Ajuste da composição (land mix)

Land Mix Adjustment Table

História

Subject

Sale 1
...
Conteúdo

Appraisal

1. Um pouco de
História

Ajustes das características diferentes das vendas
2. Organização do
Distance...
Sales
State

Conteúdo

County

Subject

2. Organização do
Mercado

7

8

9

XX

XX

XX

XX

XX

XX

XX

Garça

Garça Casa ...
Conteúdo

Appraisal

1. Um pouco de
História

2. Organização do
Mercado

Fluxo de Caixa Futuro (Income Approach)
Nosso tra...
Caso 1

Conciliação

Conteúdo

16,000

Appraisal

14,000

 Qual é o valor da floresta?
10,000

1. Um pouco de
História co...
Conteúdo

Conclusões

1. Um pouco de
História

2. Organização do
Mercado

 Floresta como investimento: um modelo que veio...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Procedimentos de Avaliação de ativos florestais no Brasil

540
-1

Published on

O que são investidores & fundos de investimento
TIMOs & Gestores de ativos florestais
Appraisals & Appraisers

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
540
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
25
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Procedimentos de Avaliação de ativos florestais no Brasil

  1. 1. Seminários CEF/SEABN Procedimentos de Avaliação de ativos florestais no Brasil O que são investidores & fundos de investimento TIMOs & Gestores de ativos florestais Appraisals & Appraisers Silvana Nobre Atrium Forest Consulting, Brasil 15 Fevereiro 2012 12:30h - 13:30h Auditório Florestal Instituto Superior de Agronomia
  2. 2. Procedimentos de Avaliação de ativos florestais no Brasil Silvana Nobre Luiz C. E. Rodriguez Bruno Kanieski Chris Singleton John Welker Atrium Forest Consulting, Brasil Professor ESALQ-USP, Brasil MSc Eng Florestal, ESALQ-USP, Brasil Certified Appraiser AFM - EUA Vice President AFM - EUA Atrium Forest Consulting – Brasil silvana@atriumforest.com
  3. 3. Conteúdo Procedimentos de Avaliação de ativos florestais no Brasil 1. Um pouco de História 2. Organização do Mercado 1. Um pouco de história 2. Organização do Mercado 3. Quem são os 3. Quem são os investidores investidores? 4. As TIMOs 5. Amadurecimento do mercado 4. As TIMOs Nr de transações Origem dos Appraisals 5. Amadurecimento do mercado 6. Appraisals 7. Conclusões 6. Appraisals Definição Composição Cálculos 7. Conclusões Atrium Forest Consulting – Brasil silvana@atriumforest.com
  4. 4. Conteúdo Um pouco de História 1. Um pouco de História 2. Organização do Mercado 3. Quem são os investidores?  Nos anos 70, o congresso americano aprovou leis que encorajavam investidores institucionais a diversificarem seus portfólios. Antes dessa legislação somente as empresas da indústria florestal plantavam e mantinham florestas.  Desde o início dos anos 90, já em virtude das possibilidades da lei de diversificação dos portfólios, houve uma mudança fundamental na estrutura de posse das florestas. As grandes empresas de produtos florestais iniciaram a venda dos seus ativos florestais a investidores. E entregaram, então, a gestão das florestas a empresas que supostamente teriam conhecimento para maximizar a produção florestal. 4. As TIMOs 5. Amadurecimento do mercado 6. Appraisals  Menos de 30 anos depois, em 2002, e segundo o Yale's Program on Private Forest Certification, aproximadamente $14.4 bilhões em ativos florestais já eram gerenciados por TIMOs.  Últimos 5 anos: Americanos investem fora dos EUA, (i) oportunidade: grandes empresas florestais brasileiras tem restrições sociais, expansão da área florestal brasileira; (ii) condições favoráveis brasileiras 7. Conclusões Atrium Forest Consulting – Brasil silvana@atriumforest.com
  5. 5. Conteúdo Um pouco de História 1. Um pouco de História 2. Organização do O que permeia a história durante esse período: a floresta entendida como um investimento comparável a outros investimentos financeiros tradicionais Mercado 3. Quem são os investidores? 4. As TIMOs 5. Amadurecimento do mercado 6. Appraisals 7. Conclusões Atrium Forest Consulting – Brasil silvana@atriumforest.com
  6. 6. Conteúdo Organização do Mercado 1. Um pouco de História Atores e funções 2. Organização do Mercado 3. Quem são os Investidores: Qualquer pessoa que disponibiliza um capital para um negócio com a expectativa de retorno financeiro. O investidor utiliza o investimento para fazer crescer o montante dos seus recursos. investidores? “Brokers”: Um indivíduo ou firma que cobra uma taxa para executar uma compra ou uma venda a serviço de um investidor. 4. As TIMOs “Gestão do investimento”: é a gestão profissional de ativos para atingir as metas dos investimentos em benefício do investidor. Os serviços de “management investment” incluem análises financeiras, seleção de ativos, monitoramento do investimento. Existem em todos os tipos de investimento. 5. Amadurecimento do mercado Gestão Florestal: “active management”, gestão das atividades silviculturais para garantir o crescimento otimizado da floresta e colheita apropriada. 6. Appraisals 7. Conclusões Atrium Forest Consulting – Brasil silvana@atriumforest.com
  7. 7. Conteúdo Organização do Mercado 1. Um pouco de História Disponibilizar Recursos Alocar os recursos Monitorar Valor Executor Cliente Gerir tecnicamente o ativo Cliente 2. Organização do Mercado 3. Quem são os investidores? 4. As TIMOs Investidores “Brokers” Executor Gestores de investimento Executor Cliente Gestores operacionais Fornecedor de Informação Executor 5. Amadurecimento do mercado 6. Appraisals “brokers” especializados em florestas, economistas florestais, gestores operacionais florestais se organizaram para realizar as funções de escolher terras e florestas, calcular e reportar os valores dos ativos florestais e gerir as florestas em organizações especializadas Timber Investment Management Organization 7. Conclusões Atrium Forest Consulting – Brasil silvana@atriumforest.com
  8. 8. Conteúdo Quem são os investidores 1. Um pouco de História 1. Fundos de pensão 2. Organização do Mercado 3. Quem são os investidores? 4. As TIMOs Um fundo criado por uma entidade patronal para facilitar e organizar o investimento de fundos de aposentadoria de funcionários. O fundo de pensão é um ativo comum destinado a gerar crescimento estável de longo prazo, e pagamento das pensões aos empregados quando chegam ao final de seus anos de trabalho e começarem a aposentadoria. Os fundos de pensão controlam grandes quantidades de capital e são os maiores investidores em muitos países. 2. Fundos de doação Endowment funds, doação, é uma transferência de dinheiro ou propriedades a uma instituição. Instituições como universidades, fundações, igrejas ou instituições de caridade administram endowments. Criam fundos para investimentos regidos por políticas de aplicação dos recursos determinadas pelos doadores. 5. Amadurecimento do mercado 3. Fundos familiares ou de grupos 6. Appraisals 7. Conclusões Atrium Forest Consulting – Brasil silvana@atriumforest.com
  9. 9. Conteúdo Quem são os investidores? 1. Um pouco de País Fundo História Japan Government Pension Investment Fund Ativo (bilhões de US$) 1.370 Início Origem Valor por cidadão (US$) 2006 Non-Commodity 10.800 91.000 Norway Government Pension Fund of Norway 560 1990 Oil Netherlands Stichting Pensioenfonds ABP (ABP) 313 1922 Non-Commodity 270 1988 Non-Commodity 5.000 California Public Employees' Retirement System (CalPERS) 202 1932 Non-Commodity 126.250 Canada Caisse de dépôt et placement du Québec (The Caisse, or CDPQ) 199 1965 Non-Commodity Malaysia Employees Provident Fund 130 1991 Non-Commodity 3. Quem são os Netherlands Stichting Pensioenfonds Zorg en Welzijn (PFZW, formerly PGGM) 123 1969 Non-Commodity Canada investidores CPP Investment Board (Canada Pension Plan) 122 1997 Non-Commodity Canada Ontario Teachers' Pension Plan 109 1990 Non-Commodity Brazil Caixa de Previdencia dos Funcionários do Banco do Brasil (PREVI) 80 1904 Finance National Pension Reserve Fund (NPRF) 30 2001 Non-commodity 2. Organização do National Pension Service (NPS) South Korea United Mercado States Ireland 4. As TIMOs 12 maiores fundos 5. Amadurecimento do mercado 6.000 todos os fundos 3.500 3.508 300 maiores fundos 4.500 20.000 67 vezes o que precisamos para reduzir o desmatamento do mundo pela metade 6. Appraisals US$ 20 trilhões = US$ 15 bilhões X 20 anos (Relatório Stern) X 67 vezes 92 vezes o PIB de Portugal 7. Conclusões Brasil: US$ 342 bilhões em fundos de pensão 10 vezes o PIB do Brasil Atrium Forest Consulting – Brasil silvana@atriumforest.com
  10. 10. Conteúdo Quem são os investidores? 1. Um pouco de História 2. Organização do Mercado 3. Quem são os investidores? 4. As TIMOs 5. Amadurecimento do mercado Instituição de Educação Harvard University Yale University Princeton University University of Texas System (system-wide) Stanford University Massachusetts Institute of Technology University of Michigan Columbia University Northwestern University Texas A&M University System (system-wide) 2005 25,473 15,224 11,207 11,610 12,205 6,712 4,931 5,191 4,215 4,964 Fundo de doações em bilhões US$ 2006 2007 2008 2009 28,916 34,635 36,556 25,662 18,031 22,530 22,870 16,327 13,045 15,787 16,349 12,614 13,235 15,614 16,111 12,163 14,085 17,165 17,200 12,619 8,368 9,980 10,069 7,982 5,652 7,090 7,572 6,001 5,938 7,150 7,147 5,893 5,141 6,503 7,244 5,445 5,643 6,590 6,659 5,084 2010 27,557 16,652 14,391 14,052 13,851 8,317 6,564 6,517 5,945 5,738 10 maiores 119,584 todas (77) 246,745 Fonte: Wikipedia & Relatórios anuais das Universidades 6. Appraisals 7. Conclusões Atrium Forest Consulting – Brasil silvana@atriumforest.com
  11. 11. Conteúdo Quem são os investidores? 1. Um pouco de História 28 Maiores Funcações em Março de 2008 Rank 2. Organização do Mercado 3. Quem são os investidores? 4. As TIMOs Organização País Escritório Central 1 Bill & Melinda Gates Foundation 2 Stichting INGKA Foundation 3 Wellcome Trust 4 Howard Hughes Medical Institute 5 Ford Foundation 6 The Church Commissioners for England 7 J. Paul Getty Trust 8 Li Ka Shing Foundation 9 Robert Wood Johnson Foundation 9 Mohammed bin Rashid Al Maktoum Foundation 10 William and Flora Hewlett Foundation United States Netherlands United Kingdom United States United States United Kingdom United States Hong Kong United States United Arab Emirates United States Seattle, Washington Leiden, Netherlands London Chevy Chase, Maryland New York City, New York London Los Angeles, California Hong Kong Princeton, New Jersey Dubai Menlo Park, California 10 maiores 28 maiores 25 Calouste Gulbenkian Foundation Portugal Lisbon 5. Amadurecimento do mercado Endowment (bilhões $USD) 36,700 36,000 22,900 16,100 13,800 10,500 10,100 10,100 10,000 10,000 8,500 184,700 289,460 3,800 Fonte: Wikipedia & Relatórios anuais das Instituições 6. Appraisals 7. Conclusões Atrium Forest Consulting – Brasil silvana@atriumforest.com
  12. 12. Conteúdo As TIMOs 1. Um pouco de História TIMO – Timber Investment Management Organization 2. Organização do Mercado 3. Quem são os As TIMOs atuam primeiramente como brokers para clientes institucionais. A primeira responsabilidade é alocar o recurso, isto é, encontrar, analisar e comprar propriedades florestais que atendam as necessidades dos investidores seus clientes. Uma vez o investimento tendo sido feito, à TIMO é dada a responsabilidade de atingir os retornos esperados pelos investidores.. investidores? 4. As TIMOs Serviços prestados (fonte: websites das TIMOs) Acquisitions & Sales Active Management Timberland Accounting Timberland management 5. Amadurecimento Client reporting Harvest optimization do mercado Marketing supporting Apply Forest Technology 6. Appraisals "We're actually investment advisers" 7. Conclusões Atrium Forest Consulting – Brasil silvana@atriumforest.com
  13. 13. Conteúdo 1. Um pouco de História 2. Organização do Mercado 3. Quem são os investidores? 4. As TIMOs As TIMOs As TIMOs brasileiras  Início 2001  R$ 1,9 bilhão em 2008  100% estrangeiros  Duas formas de investimento  Compra de ativos  Novos Plantios  Previsão: R$ 1 bilhão de $$ brasileiro entre 2008 a 2018 5. Amadurecimento do mercado  Hoje:  30%/70% 6. Appraisals Brasileiros/Estrangeiros 2001 – PISA – Paraná 7. Conclusões Atrium Forest Consulting – Brasil silvana@atriumforest.com
  14. 14. Conteúdo As TIMOs 1. Um pouco de História As TIMOs brasileiras 2. Organização do Disponibilizar Recursos Mercado 3. Quem são os Alocar os recursos Monitorar Valor Executor Cliente Cliente Investidores Gerir tecnicamente o ativo investidores? “Brokers” 4. As TIMOs 5. Amadurecimento do mercado Executor Gestores de investimento Executor Gestores operacionais Fornecedor de Informação Cliente Executor 6. Appraisals Arranjos Locais 7. Conclusões Atrium Forest Consulting – Brasil silvana@atriumforest.com
  15. 15. Conteúdo As TIMOs 1. Um pouco de História As TIMOs brasileiras 2. Organização do Mercado 3. Quem são os investidores? 4. As TIMOs 5. Amadurecimento do mercado 667.444 ha R$ 2,3 bilhões 6. Appraisals 7. Conclusões Atrium Forest Consulting – Brasil silvana@atriumforest.com
  16. 16. Conteúdo Amadurecimento do mercado 1. Um pouco de Aumenta a quantidade de transações de florestas: História Mais de 9,3 milhões de hectares de floresta mudaram de proprietário entre 1999 e 2004, mais da metade foram comprados por instituições financeiras. (Warnell School of Forest Resources at the University of Georgia- 2004) 2. Organização do Mercado 3. Quem são os investidores? 4. As TIMOs 5. Amadurecimento do mercado 6. Appraisals 7. Conclusões Atrium Forest Consulting – Brasil silvana@atriumforest.com
  17. 17. Conteúdo 1. Um pouco de Amadurecimento do mercado Origem dos Appraisals: História 2. Organização do Mercado 3. Quem são os investidores? 4. As TIMOs 5. Amadurecimento do mercado 6. Appraisals  1989 - FIRREA – Financial Institutions Reform, Recovery, and Enforcement Act: regulação federal para os appraisals e obrigatoriedade de certificar appraisers.  1991 - Office of Management and Budget Circular A-129; obrigatoriedade do uso de appraisals & certified appraisers por agências federais.  Como as florestas eram negociadas por instituições financeiras como os demais ativos, os appraisals também eram necessários. Regulamentação dos appraisals florestais  Necessidade de confiabilidade dos valores para as negociações e monitoramento.  Regulamentação dos appraisals florestais. USPAP (Uniform Standards of Professional Appraisal Practice) http://commerce.appraisalfoundation.org/html/2006%20USPAP/toc.htm  IVS (International Valuation Standards) http://www.ivsc.org/ 7. Conclusões Atrium Forest Consulting – Brasil silvana@atriumforest.com
  18. 18. Conteúdo Appraisal 1. Um pouco de História Definição: O ato ou processo de estimar o valor, uma análise, uma opinião. 2. Organização do Mercado Por que fazemos um appraisal? o estimativa do valor para venda o conhecer o valor do ativo para relatórios financeiros o doações, divórcios etc.. 3. Quem são os investidores?  Inspeção da propriedade  Análise do ambiente 4. As TIMOs  Região  Uso do solo 5. Amadurecimento do mercado  Cálculos  (C) Cost Approach  (S) Sales Comparison 6. Appraisals (C) (S) (I) Análise do ambiente  (I) Income Approach  Conciliação Conciliação 7. Conclusões Atrium Forest Consulting – Brasil silvana@atriumforest.com
  19. 19. Conteúdo Appraisal 1. Um pouco de História Sales Comparison 2. Organização do T1 T2 T3 T4 T5 T6 ... ... Tn-1 Tn Mercado 3. Quem são os investidores? Cost Approach Income Approach 4. As TIMOs Perspectiva do vendedor: 5. Amadurecimento do mercado ele não gostaria de vender por menos de (C) Perspectiva do comprador: ele não pode comprar por mais de (I) 6. Appraisals Perspectiva do mercado: em geral, deve existir uma disposição para pagar (S) 7. Conclusões Atrium Forest Consulting – Brasil silvana@atriumforest.com
  20. 20. Conteúdo Appraisal 1. Um pouco de História Custos (Cost Approach) 2. Organização do Mercado 3. Quem são os Estimativa do custo de construir ou reproduzir o que já existe na propriedade. Decompor o ativo em partes:  terra nua: metodologia de cálculo baseada na comparação com as vendas de terra na região investidores?  madeira pré-comercial: custo de estabelecimento da floresta X preço proporcional da madeira 4. As TIMOs  madeira comercial: preço da madeira na região X produtividade  benfeitorias: pesquisa de valor do mercado de construções 5. Amadurecimento  outras coisas que porventura tenham valor na fazenda, estradas, aceiros. do mercado 6. Appraisals 7. Conclusões Atrium Forest Consulting – Brasil silvana@atriumforest.com
  21. 21. Conteúdo Appraisal 1. Um pouco de Vendas (Sales Comparison) História 2. Organização do Seleção das vendas Mercado Sale Subject 1 2 3 4 5 6 7 8 9 State XX XX XX XX XX XX XX XX XX XX Garça Borda Borda Garça Garça Casa Grande Pedra Alta Pedra Alta Fogo Verde Jacaré County Quem 3. são os Date investidores? Size (Hectares) 2010 2009 2010 2009 2010 2011 2011 2010 2011 2.200 3.600 4.500 10.000 3.000 2.900 2.900 8.000 10.000 3.000.000 12.000.000 13.500.000 18.000.000 34.000.000 7.250.000 8.700.000 11.000.000 65.000.000 2.500 3.333 3.000 1.800 2.000 2.500 3.000 1.500 6.500 7.240.914 - 2.569.306 - - 18.616.872 - - - 47.789.592 195.000 600.000 2.000.000 2.500.000 3.000.000 3.200.000 1.700.000 2.000.000 500.000 - 5.800 Sales Price R$/Hectare 4. As TIMOs Value Components (R$) Timber Improvements Allotments 5. Amadurecimento - - - - - - - - - - 2.400.000 7.430.694 11.000.000 15.000.000 12.183.128 5.550.000 6.700.000 10.500.000 17.210.408 1.091 2.064 2.444 1.500 4.061 1.914 2.310 1.313 1.721 3.300 1.000 1.800 2.000 8.000 1.000 1.200 1.700 3.000 3.500 500 1.200 1.700 2.500 2.000 - 1.700 1.200 5.000 - - - - - - - - - 2.000 - 100 Bare Land Value (R$) do mercado Bare Land R$/Hectare Land Class Hectare Savanna Degraded Pasture 6. Appraisals Cropland Timberland - - 2.000 - - - 6.500 7. Conclusões Atrium Forest Consulting – Brasil silvana@atriumforest.com
  22. 22. Conteúdo 1. Um pouco de Appraisal Ajuste da composição (land mix) Land Mix Adjustment Table História Subject Sale 1 Sale 2 Sale 3 Sale 4 Sale 5 Sale 6 Sale 7 Sale 8 Sale 9 1 3 4 5 6 7 8 9 2.200 3.600 4.500 10.000 3.000 2.900 2.900 8.000 10.000 2.400.000 7.430.694 11.000.000 15.000.000 12.183.128 5.550.000 6.700.000 10.500.000 17.210.408 1.091 2.064 2.444 1.500 4.061 1.914 2.310 1.313 1.721 3.300 1.000 1.800 2.000 8.000 1.000 1.200 1.700 3.000 3.500 500 1.200 1.700 2.500 2.000 1.700 1.200 5.000 - Hectares 2 - - - - 2.000 - 100 - - 5.800 Sale Price (just bare land) 2. Organização do sale price $/Hectare (just bare land) Land Breakdown Mercado Savanna Degraded Pasture Cropland 3. Quem Timberland são os - - 2.000 - - - investidores? Savanna $ / Hectare Degrated Pasture $ / Hectare - - 6.500 - Sale Land Class Value Per Ha - 1.686 3.038 3.816 1.723 6.391 3.083 3.155 2.203 2.670 595 1.073 1.348 608 2.257 1.089 1.114 778 943 764 1.377 1.729 781 2.896 1.397 1.430 998 1.210 5.562.621 10.026.310 12.591.512 5.685.528 21.089.914 10.172.919 10.410.637 7.270.570 8.811.376 297.649 536.495 673.756 304.225 1.128.495 544.340 557.060 389.039 471.486 - - - - - - - Cropland $ / Hectare Timberland $ / Hectare 4. As TIMOs Total Sale Land Class Values Savanna Degraded Pasture 5. Amadurecimento Cropland - Timberland do mercado 1.527.747 2.753.678 3.458.199 1.561.503 5.792.245 2.793.944 2.859.232 1.996.828 2.420.003 Total Adjusted Land Value 7.388.017 13.316.483 16.723.467 7.551.257 28.010.654 13.511.203 13.826.930 9.656.436 11.702.865 Per Hectare Value in terms of Subject 1.274 2.296 2.883 1.302 4.829 2.330 2.384 1.665 2.018 Sale price per hectare (just bare land) 1.091 2.064 2.444 1.500 4.061 1.914 2.310 1.313 1.721 183 232 198 768 416 74 352 297 1.274 2.296 1.302 4.829 2.330 2.384 1.665 2.018 Land Mix Adjustment 6. Appraisals Land Mix Adjustment 7. Conclusões Indicated subject Value per Ha 439 2.883 Atrium Forest Consulting – Brasil silvana@atriumforest.com
  23. 23. Conteúdo Appraisal 1. Um pouco de História Ajustes das características diferentes das vendas 2. Organização do Distance from road frontage adjustment Mercado Sale 7 5Km 3. Quem são os Sales Land adjusted price 2384 2.330 2% 9 15Km 2.018 18% Road frontage 20Km 1.274 87% 5Km 0% 2 20Km 2.296 4% 10Km 20% 4 20Km 1.302 83% 15Km 22% 5 20Km 4.829 -51% 20Km 33% 8 4. As TIMOs 10Km 1 investidores? 6 30Km 1.665 43% 30Km 30% 5. Amadurecimento do mercado 6. Appraisals 7. Conclusões Atrium Forest Consulting – Brasil silvana@atriumforest.com
  24. 24. Sales State Conteúdo County Subject 2. Organização do Mercado 7 8 9 XX XX XX XX XX XX XX Garça Garça Casa Grande Pedra Alta Pedra Alta Fogo Verde Jacaré 2010 2009 2010 2009 2011 2011 2011 2011 2011 2.200 3.600 4.500 10.000 3.000 2.900 2.900 8.000 10.000 1.091 2.064 2.444 1.500 4.061 1.914 2.310 1.313 1.721 1.686 3.038 3.816 1.723 6.391 3.083 3.155 2.203 2.670 5.800,00 Appraisal 595 0 Km 1.073 1.348 608 2.257 1.089 1.114 778 943 1.274 2.296 2.883 1.302 4.829 2.330 2.384 1.665 2.018 20Km ni ni 20Km 20Km 10Km 5Km 30Km 15Km no yes yes no no no yes yes no no 812 <600 735 850 <600 <600 600 600 600 720 0 2.569.306 0 0 18.616.872 0 0 0 47.789.592 600.000 2.000.000 2.500.000 3.000.000 3.200.000 1.700.000 2.000.000 500.000 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 2.400.000 7.430.694 11.000.000 15.000.000 12.183.128 5.550.000 6.700.000 10.500.000 17.210.408 1.091 2.064 2.444 1.500 4.061 1.914 2.310 1.313 1.721 Value Components (R$) Timber Improvements Allotments 3. Quem são os Land Value (R$) Bare investidores? XX 6 Borda ajusted price Topography Adjustment 5 XX pasture's price per hectare Gov Support (Sudene) 4 Borda savana's price per hectare 1. Um pouco de Distance from Road Frontage 3 XX Sale Price/Hectare (bare land) História 2 Garça Date Size (Hectares) 1 Bare Land R$/Hectare Land Mix Adjustment 7.240.914 4. As TIMOs 183 232 439 -198 768 416 74 352 297 Indicated subject Value per Ha 1.274 2.296 2.883 1.302 4.829 2.330 2.384 1.665 2.018 Time Adjustment -2,0% -3,0% -2,0% -3,0% 0,0% 0,0% 0,0% 0,0% 0,0% Adjustment Adjusted Bare Land $/hectare County Adjustment 5. Amadurecimento Adjustment do mercado Adjusted Bare Land $/hectare Road frontage Adjustment 6. Appraisals Adjusted Bare Land $/hectare Topography Adjustment 7. Conclusões Adjustment Adjusted Bare Land $/hectare -25 -69 -58 -39 0 0 0 0 0 1.248 2.227 2.826 1.263 4.829 2.330 2.384 1.665 2.018 28% 28% 0% 0% -57% -11% -11% 2% 4% 346 617 0 0 -2.737 -261 -267 29 75 1.594 2.844 2.826 1.263 2.093 2.069 2.117 1.694 2.093 33% 0% 0% 33% 33% 20% 0% 30% 22% 531 0 0 421 697 414 0 508 460 2.126 2.844 2.826 1.684 2.790 2.483 2.117 2.202 2.553 28% 0% 0% 28% 28% 28% 28% 28% 0% 602 0 0 477 790 703 600 624 0 2.728 2.844 2.826 2.161 3.581 3.186 2.717 2.826 2.553 Average 2.825 Atrium Forest Consulting – Brasil silvana@atriumforest.com LandValue 16.382.579
  25. 25. Conteúdo Appraisal 1. Um pouco de História 2. Organização do Mercado Fluxo de Caixa Futuro (Income Approach) Nosso tradicional método de fluxo de caixa descontado das atividades florestais até a colheita, com todas as receitas e despesas. 3. Quem são os investidores? 4. As TIMOs 5. Amadurecimento do mercado 6. Appraisals 7. Conclusões Atrium Forest Consulting – Brasil silvana@atriumforest.com
  26. 26. Caso 1 Conciliação Conteúdo 16,000 Appraisal 14,000  Qual é o valor da floresta? 10,000 1. Um pouco de História conselho  Que devemos dar ao investidor, nos casos 1, 2 e 3 ? 2. Organização do Mercado Caso 2 Cost Conciliação Sales Income 15,000 3. Quem são os 12,000 investidores? 9,000 4. As TIMOs Caso 3 Conciliação 13,000 5. Amadurecimento Cost do mercado Sales Income 10,000 8,000 6. Appraisals 7. Conclusões Cost Sales Atrium Forest Consulting – Brasil Income silvana@atriumforest.com
  27. 27. Conteúdo Conclusões 1. Um pouco de História 2. Organização do Mercado  Floresta como investimento: um modelo que veio para ficar 3. Quem são os investidores?  Tendência: Arranjos produtivos locais têm sido favoráveis para o que recebe o investimento 4. As TIMOs  Engenheiros florestais podem ser appraisers 5. Amadurecimento  Appraisal: compreensão do mercado do mercado 6. Appraisals 7. Conclusões Atrium Forest Consulting – Brasil silvana@atriumforest.com

×