Your SlideShare is downloading. ×
  • Like
Apresentacao OST-Jan2010
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Now you can save presentations on your phone or tablet

Available for both IPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply
Published

Apresentação que visa mostrar que fazer "mais do mesmo" não resulta. O recurso à Metodologia de Reunião em Espaço Aberto (OST) pode ser uma das soluções e pode abrir novas perspectivas.

Apresentação que visa mostrar que fazer "mais do mesmo" não resulta. O recurso à Metodologia de Reunião em Espaço Aberto (OST) pode ser uma das soluções e pode abrir novas perspectivas.

Published in Education , Business
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
358
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
7
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. OPEN SPACE TECHNOLOGY Artur Ferreira da Silva artur.silva@ist.utl.pt artur.silva@instituto-ost.pt
  • 2. Algumas Considerações Preliminares Sobre este Seminário ◦ Integração dos temas “Aprendizagem Organizacional”, “Inovação” e “OST” ◦ Dúvidas em ser “orador” (versus participar apenas no debate) ◦ Dúvidas em falar de OST (versus “aplicar”OST) AFS, ESCE - 16/01/2010
  • 3. Algumas Considerações Preliminares  Vivemos, diz-se, numa Sociedade da Informação e do Conhecimento  Vivemos, sabe-se, numa sociedade com rápidas mutações  Os conhecimentos atingem a obsolescência em 3 a 5 anos  O passado já não serve para prever o futuro – não sabemos como será, mas sabemos que será muito diferente!  E temos novos instrumentos de comunicação e trabalho colaborativo AFS, ESCE - 16/01/2010
  • 4. Algumas Considerações Preliminares Mas ◦ Os modelos de Ensino/Aprendizagem ◦ Os modelos de realização de Seminários, Colóquios e Conferências culturais ou científicas assentam todos nos modelos herdados da Sociedade Industrial. De facto…. AFS, ESCE - 16/01/2010
  • 5. Algumas Considerações Preliminares ◦ Salas dispostas em filas, anti- convivenciais e que impedem o diálogo ◦ Explora-se o conhecimento explícito, mas raramente o tácito ◦ Uns (sabem e) falam e outros (ignoram e) ouvem, tomam notas e fazem “perguntas de esclarecimento” ◦ Ignora-se que quem está na sala pode saber tanto, ou mais, que quem está no palco AFS, ESCE - 16/01/2010
  • 6. Algumas Considerações Preliminares Por outro lado ◦ Os modelos das Organizações e Empresas, incluindo os modelos de Planeamento Estratégico ◦ Os modelos de governação dos países e do Mundo assentam todos nos modelos herdados da Sociedade Industrial. De Facto… AFS, ESCE - 16/01/2010
  • 7. Algumas Considerações Preliminares ◦ As Organizações são baseadas no Planeamento e Controlo autoritários ou burocráticos e no Modelo I (Argyris e Schon) ◦ Envolvem-se no planeamento estratégico os gestores de topo, mas não os gestores intermédios, os colaboradores que fazem (e sabem como se faz), os clientes e outros stakeholders ◦ Planeia-se com base em extrapolações do passado e não com base no Presencing (Scharmer) do que está emergir e a “querer nascer”, nem na auto-organização dos sistemas complexos e/ou caóticos AFS, ESCE - 16/01/2010
  • 8. Algumas Considerações Preliminares  O conúbio entre o poder político e os accionistas e gestores de algumas grandes empresas (em particular bancárias)  O aumento absurdo das diferenças de rendimentos entre os muitos ricos e uma empobrecida classe média e um número crescente de novos pobres e excluídos  PME’s estranguladas  As mordomias e corrupção generalizada no mundo desenvolvido e nos países pobres (com dirigentes ricos) AFS, ESCE - 16/01/2010
  • 9. Algumas Considerações Preliminares ◦ geraram a actual crise económico-financeira ◦ geraram e mantém a crise ecológica ◦ pode não haver terra habitável para os nossos filhos ou netos! AFS, ESCE - 16/01/2010
  • 10. Algumas Considerações Preliminares  Temos hoje conhecimentos teóricos, metodologias e instrumentos de suporte computacional em rede, para fazer face a essas situações e criar padrões justos e participativos de governação, a nível micro e macro Mas…  Temos mecanismos estabelecidos que nos governam (a todos os níveis), incluindo “modelos mentais”, inculcados nas nossas cabeças, que nos impedem de os usar adequadamente AFS, ESCE - 16/01/2010
  • 11. Algumas Considerações Preliminares  Não há soluções milagrosas  Exige-se pesquisa e prática (Action Research) de vários tipos de soluções, a vários níveis, e uma complementaridade de esforços  Mas sabemos que “mais do mesmo” não funciona!  E que há caminhos provados que podem ser tentados para ultrapassar alguns dos vícios anteriores  Entre outros…Open Space… AFS, ESCE - 16/01/2010
  • 12. OPEN SPACE  OPEN SPACE TECHNOLOGY – uma metodologia de reunião e a base do que segue, assente nos trabalhos de Harrison Owen  OPEN SPACE LEARNING (Classes)  OPEN SPACE ORGANIZATIONS  OPEN SPACE GOVERNANCE  OPEN SPACE SOCIETY AFS, ESCE - 16/01/2010
  • 13. OPEN SPACE  Meter fotografia da CP (Aberta no NING) AFS, ESCE - 16/01/2010
  • 14. OPEN SPACE AFS, ESCE - 16/01/2010
  • 15. OPEN SPACE AFS, ESCE - 16/01/2010
  • 16. ESPAÇO ABERTO: Fundamentos (1)  BASEIA-SE NA “AUTO-ORGANIZAÇÃO DOS SISTEMAS COMPLEXOS” E NA “PAIXÃO E RESPONSABILIDADE”  TODAS AS REUNIÕES SE REALIZAM EM CÍRCULO  AS REUNIÕES TÊM UM TEMA, MAS NÃO TÊM ORDEM DE TRABALHOS PRÉ-DEFINIDA – ESTA É CRIADA PELA TOTALIDADE DOS PARTICIPANTES  HÁ DURAÇÃO, SALAS E CALENDÁRIO DE SESSÕES DE GRUPOS PRÉ-DEFINIDOS AFS, ESCE - 16/01/2010
  • 17. ESPAÇO ABERTO: Fundamentos (2)  CÍRCULO INICIAL  ABERTURA DO ESPAÇO  BREVE EXPLICAÇÃO DA METODOLOGIA  CRIAÇÃO DAS SESSÕES NO JORNAL DE PAREDE  INSCRIÇÃO NAS SESSÕES NUM “MERCADO TRADICIONAL”  VÁRIAS REUNIÕES EM SIMULTÂNEO (EM CÍRCULOS MENORES) AFS, ESCE - 16/01/2010
  • 18. ESPAÇO ABERTO: Fundamentos (3) SESSÕES EM SIMULTÂNEO  DE CADA SESSÃO FAZ-SE UM RESUMO / ACTA QUE É AFIXADO NO JORNAL DE PAREDE  LEI DOS 2 PÉS ◦ SE, NUM GRUPO, SENTIR QUE NÃO ESTÁ A CONTRIBUIR, NEM A APRENDER, USE OS SEUS DOIS PÉS, E MUDE PARA OUTRO GRUPO  ABELHAS E BORBOLETAS  POSSÍVEIS REUNIÕES “EM VOO” AFS, ESCE - 16/01/2010
  • 19. ESPAÇO ABERTO: Fundamentos (4) NO FINAL  LIVRO DE ACTAS (SEMPRE)  PRIORITIZAÇÃO E PLANO DE ACÇÕES (SE CONVENIENTE E SE HOUVER TEMPO SUFICIENTE)  CÍRCULO FINAL (SEMPRE) AFS, ESCE - 16/01/2010
  • 20. ESPAÇO ABERTO: Fundamentos (5) 4 PRINCÍPIOS (“O QUE SEMPRE ACONTECE” SEGUNDO HARRISON OWEN) ◦ QUANDO AS COISAS COMEÇAM, É A ALTURA CERTA ◦ QUANDO AS COISAS ACABAM, ACABAM ◦ QUEM VIER, SÃO AS PESSOAS CERTAS ◦ O QUE QUER QUE ACONTEÇA, É A ÚNICA COISA QUE PODIA ACONTECER AFS, ESCE - 16/01/2010
  • 21. FACILITAÇÃO (1) Fase de Preparação  QUAL É O PROBLEMA?  OST É MESMO O MÉTODO CONVENIENTE?  ESCOLHA DOS PARTICIPANTES, ENGLOBANDO TODOS OS STAKEHOLDERS E MAXIMIZANDO A DIVERSIDADE  SELECÇÃO DO TEMA  ESCRITA DO CONVITE AFS, ESCE - 16/01/2010
  • 22. FACILITAÇÃO (2) Durante a Sessão  ABERTURA DO ESPAÇO  EXPLICAÇÃO DAS REGRAS E FACILITAÇÃO DA CRIAÇÃO DA AGENDA DAS SESSÕES  HOLD THE SPACE OPEN (DURANTE AS SESSÕES)  “BE FULLY PRESENT AND ABSOLUTELY INVISIBLE” AFS, ESCE - 16/01/2010
  • 23. Open Space Technology World Community A space for OST language, region or thematic Based Communities Tem 237 membros e 23 grupos, um dos quais é Espaço Aberto - OST em língua portuguesa AFS, ESCE - 16/01/2010
  • 24. INSTITUTO DA METODOLOGIA OST Brevemente em http://www.instituto-ost.pt/ AFS, ESCE - 16/01/2010