7o. ano renascimento na itália

3,517 views
3,208 views

Published on

7o. Ano- Renascimento na Itália.

Published in: Education
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
3,517
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
7
Actions
Shares
0
Downloads
132
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

7o. ano renascimento na itália

  1. 1. Pintura/ escultura/arquitetura/ características artistas Professora Elisa Herrera
  2. 2. • DefiniçãoRenascimento, Renascença ou Renascentismo são os termosusados para identificar o movimento cultural desenvolvido naEuropa entre os anos 1300 e 1650, que corresponde ao finaldo século XIII e meados do século XVII. Os artistas doRenascimento, igual que os artistas da época medieval,retomam o interesse pela cultura greco-romana. Exemplo dissoé o poeta italiano Dante Alighieri (1265-1321), que manifestouentusiasmo pelos clássicos. Também nas escolas das catedrais edos mosteiros, autores latinos e filósofos gregos eram muitoestudados.
  3. 3. • Humanismo, o espirito do RenascimentoPodemos entender humanismo como a valorização doser humano e da natureza em oposição ao divino e aosobrenatural, ideias muito presentes na Idade Média(no românico e gótico).Os artistas do Renascimento expressaram sempre osmaiores valores da época: a racionalidade – traduzidano valor cientifico, na experimentação e na observaçãoda natureza – e a dignidade humana.
  4. 4. Características gerais do Renascimento: * Racionalidade * Dignidade do Ser Humano * Rigor Científico * Ideal Humanista * Reutilização das artes greco-romana
  5. 5. • Na ARQUITETURASe no período românico construíam-se templos fechados e aarquitetura Gótica buscava a verticalidade, já o arquiteto doRenascimento buscou espaços em que as partes do edifícioparecessem proporcionais entre si. Procurou, ainda uma ordemque superasse a busca do infinito das catedrais góticas.Na arquitetura renascentista, a ocupação do espaço pelo edifíciobaseia-se em relações matemáticas estabelecidas de tal forma queo observador possa compreender a lei que o organiza, de qualquerponto em que se coloque.
  6. 6. • Principais características:* Ordens Arquitetônicas* Arcos de Volta-Perfeita* Simplicidade na construção* A escultura e a pintura se desprendem da arquitetura epassam a ser autônomas* Construções; palácios, igrejas, vilas (casa de descanso fora dacidade), fortalezas (funções militares).
  7. 7. • O principal arquiteto renascentista:Filipo Brunelleschi (1377-1446)- é um exemplo de artistacompleto renascentista, pois foi pintor, escultor e arquiteto.Além de dominar conhecimentos de Matemática, Geometria ede ser grande conhecedor da poesia de Dante. Foi comoconstrutor, porém, que realizou seus mais importantestrabalhos, entre eles a cúpula da Igreja Santa Maria del Fiorede Florença. A construção desta catedral começou em 1296;em 1369 as obras haviam terminado , mas o espaço da cúpulacontinuava aberto. Em 1420, coube a Brunelleschi projetá-la.
  8. 8. Planta da Igreja Santa Maria del FioreBrunelleschi baseou-seem estudos do Panteãone de outras cúpulasromanas para construir acúpula sobre o tamboroctogonal, isto é de oitolados formado pelasparedes de pedra jáexistentes. Construída aolongo de quatorze anos.Ficou tão integrada aoedifício que parece tersido concebida no projetooriginal da igreja.
  9. 9. Igreja Santa Maria del Fiore de Florença, Itália
  10. 10. Fachada da IgrejaSanta Maria del Fiore, Florença Fachada da Igreja Santa Maria del Fiore
  11. 11. Cúpula da Catedral Santa Maria del Fiore
  12. 12. Interior da Igreja SantaMaria del Fiore
  13. 13. • Na PINTURA: Principais características:* Perspectiva: arte de figura, no desenho oupintura, as diversas distâncias e proporções quetêm entre si os objetos vistos à distância, segundoos princípios da matemática e da geometria.* Uso do claro-escuro: consiste em pintar algumasáreas iluminadas e outras na sombra, esse jogo decontrastes reforça a sugestão de volume doscorpos.
  14. 14. * Realismo: o artistas do Renascimento não vê mais ohomem como simples observador do mundo que expressaa grandeza de Deus, mas como a expressão mais grandiosado próprio Deus. * Inicia-se o uso da tela e da tinta à óleo.* Tanto a pintura como a escultura que antes apareciamquase que exclusivamente como detalhes de obrasarquitetônicas, tornam-se manifestações independentes.* Surgimento de artistas com um estilo pessoal, diferentedos demais, já que o período é marcado pelo ideal deliberdade e, consequentemente, pelo individualismo.
  15. 15. • Piero della Francesca -(1410-1492)Para ele a pintura não tem a função principal derepresentar um acontecimento ou transmitir emoçõescomo tristeza, alegria, sensualidade. Sua obraapresenta, muitas vezes uma combinação geométricacombinada do uso de áreas de luz e sombra.
  16. 16. Batista Sforza, (1472)- 27 x 33 cm Federico de Montefeltro, (1472) 27 x 33 cm Este díptico se encontra na Galeria Uffizi de Florença.
  17. 17. A Madona do Parto Piero della Francesca
  18. 18. • Os principais pintores foram:Sandro Botticelli - os temas de seus quadros foramescolhidos segundo a possibilidade que lheproporcionavam de expressar seu ideal de beleza. Para ele,a beleza estava associada ao ideal cristão. Por isso, asfiguras humanas de seus quadros são belas porquemanifestam a graça divina, e, ao mesmo tempo,melancólicas porque supõem que perderam esse dom deDeus.Obras destacadas: A Primavera e O Nascimento de Vênus.
  19. 19. Nascimento de Vênus- Sandro Botticelli- Galeria Uffizzi de Florença, Itália
  20. 20. cupido Ninfa As três Vênus Clóris Zéfiro graçasMercúrio Flora A primavera- 1478 -2,03 x 3,14 m –Galleria degli Uffizi, Florença
  21. 21. A primavera foi pintada para decorar a casa de um dos membrosda família Médici de Florença, tem como tema personagensmitológicos. Ao centro a deusa Venus, acima dela Cupido disparasuas setas que despertam o amor. A direita está Zéfiro – o ventooeste na mitologia grega – e, com um ramo de flores nos lábios, aninfa Clóris, que ele captura e transforma em Flora, mãe das flores– a jovem de vestes floridas. A esquerda as Três Graças queformam um ciclo repetido eternamente: Aglaé, representa a açãode doar, Eufrosina, a de receber, Talia a de devolver. Ao lado delasesta Mercurio, mensageiro dos deuses. Boticelli apreciava arepresentação de ideias por meio de imagens, muitos significadospodem ser atribuídos a esta obra.
  22. 22. Aparentemente as figuras não tem muitarelação entre si, as vemos como umconjunto. O que as une é a suavidade dosgestos e a paisagem em tons escuros, quecontribui para destacar as figuras claras emprimeiro plano.
  23. 23. Sandro Botticelli, "Virgem eCriança com o Jovem “
  24. 24. Leonardo da Vinci: conhecimento científico e beleza artísticaDa Vinci (1452-1519) teve múltiplos interesses e habilidades. Aos 17anos, em Florença, foi aluno de Verrocchio, pintor e escultorconsagrado. Em 1492 foi para Milão, onde fez um projeto urbanísticopara a cidade: rede de canais e um sistema de abastecimento de águase de esgotos, ruas alinhadas, praças e jardins públicos.Por volta de 1500 o artista passou a dedicar-se a estudos deperspectiva, óptica e anatomia. Nessa época fez milhares de desenhoscom anotações, estudos sobre anatomia humana, proporções deanimais, movimentos, plantas de edifícios e engenhos mecânicos.
  25. 25. • Leonardo da Vinci –Ele dominou com sabedoriaum jogo expressivo de luz esombra, gerador de umaatmosfera que parte darealidade mas estimula aimaginação do observador.Foi possuidor de um espíritoversátil que o tornou capazde pesquisar e realizartrabalhos em diversoscampos do conhecimentohumano.Obras destacadas: A Virgemdos Rochedos e Monalisa.
  26. 26. A Última ceia, de Leonardo da Vinci, foi feito para o refeitório domosteiro de Santa Maria delle Grazie em Milão, esse mural em afresco representa a última refeição de Jesus e seus discípulos.
  27. 27. Leonardo da Vinci anatomistaInteressava muito pela anatomia humana e procurava reproduzir ocorpo humano com bastante realismo. Como vemos neste desenhoonde representou uma criança no útero. É importante, porem, que aoolhar seus desenhos não esqueçamos que, na época os estudos deanatomia humana estavam apenas começando.
  28. 28. Leonardo daVinciA Virgem das Rochas, versão de Londres,1503-1506. National Gallery
  29. 29. • Michelângelo –Entre 1508 e 1512 trabalhou na pintura do teto daCapela Sistina, no Vaticano. Para essa capela, concebeue realizou grande número de cenas do AntigoTestamento. Dentre tantas que expressam agenialidade do artista, uma particularmenterepresentativa é a criação do homem.Obras destacadas: Teto da Capela Sistina e a SagradaFamília.
  30. 30. Capela Sistina do Vaticano pintada por Michelangelo.
  31. 31. Detalhe da Criação do homem de Michelangelo, pintado naCapela Sistina no Vaticano, observe as imagens: Deusrepresentado por um homem de cabelos brancos, estende amão para tocar a mão de Adão, representado por umhomem jovem, de corpo forte. As duas expressam o ideal debeleza do Renascimento.
  32. 32. A Sagrada Família de Michelangelo
  33. 33. • Rafael SanzioRafael Sanzio ,em italiano Raffaello Sanzio, (nasceu em Urbino em6 de abril de 1483 e faleceu em Roma, 6 de abril de 1520),frequentemente referido apenas como Rafael, foi um mestre dapintura e da arquitetura da escola de Florença durante oRenascimento italiano, celebrado pela perfeição e suavidade desuas obras. Também é conhecido por Raffaello Sanzio, RaffaelloSanti, Raffaello de Urbino ou Rafael Sanzio de Urbino. Junto comMichelangelo e Leonardo Da Vinci forma a tríade de grandesmestres do Alto Renascimento.
  34. 34. Urbino era então capital do ducado do mesmo nome eseu pai, Giovanni Santi, pintor de poucos méritos mashomem culto e bem relacionado na corte do duqueFederico da Montefeltro. Transmitiu ao filho, de precocetalento, o amor pela pintura e as primeiras lições doofício. O duque, personificação do ideal renascentista dopríncipe culto, encorajara todas as formas artísticas etransformara Urbino em centro cultural, a que foramatraídos homens como Donato Bramante, Piero dellaFrancesca e Leone Battista Alberti.
  35. 35. RafaelMadonna Cowper,1504/1505.National Gallery of Art,WashingtonRafael –Suas obras comunicam aoobservador um sentimento deordem e segurança, pois oselementos que compõem seusquadros são dispostos em espaçosamplos, claros e de acordo comuma simetria equilibrada. Foiconsiderado grande pintor de“Madonas”.Obras destacadas: A Escola deAtenas e Madona da Manhã.
  36. 36. Rafael- A Escola de Atenas, 1509, Stanza della Segnatura, Museus Vaticanos
  37. 37. RafaelO casamento da virgem
  38. 38. Afresco Allegoria della virtù, Stanza della Segnatura, Museus Vaticanos
  39. 39. RafaelTransfiguração, 1518- 1520, Museus Vaticanos
  40. 40. A Sagrada Família(Corigiani), 1518AntigaPinacoteca,Munique
  41. 41. • Na ESCULTURAEm meados do século XV, com a volta dos papas de Avinhão paraRoma, esta adquire o seu prestígio. Protetores das artes, os papasdeixam o palácio de Latrão e passam a residir no Vaticano. Ali,grandes escultores se revelam, o maior dos artista é Michelângelo,que domina a escultura italiana do século XVI. Algumas obras:Moisés, Davi (4,10m) e Pietá.Outro grande escultor desse período foi Andrea del Verrochio.Trabalhou em ourivesaria e esse fato acabou influenciando suaescultura. Obra destacada: Davi (1,26m) em bronze.
  42. 42. • Principais Características da escultura:• Buscavam representar o homem tal como é na realidade,• Proporção da figura mantendo a sua relação com a realidade,• Profundidade e perspectiva,• Estudo do corpo e do caráter humano.
  43. 43. Moises de Michelangelo
  44. 44. DaviMichelangelo
  45. 45. PietáEsculpida porMichelangeloquando o artistatinha apenas 27anos, mostra umsurpreendentetrabalho notrabalho dasvestes de Mariae no corpo deJesus.
  46. 46. • Andrea del VerrocchioAndrea di Francesco di Cione, conhecido como Andrea del Verrocchio, (1435-1488) foi um artista florentino italiano que esteve ativo durante aRenascença.Era escultor, ourives e pintor, e trabalhou na corte de Lorenzo de Médici. Éconsiderado um dos pintores mais influentes de seu período. Entre seusalunos incluem-se Leonardo da Vinci, Sandro Botticelli, Perugino eGhirlandaio. Também influenciou Michelangelo e foi um escultor de primeiragrandeza.Verrocchio nasceu em Florença em 1435. Andrea começou a trabalhar comoourives na oficina de Giulio Verrocchi, de quem tomou o sobrenome. Não sesabe se foi aprendiz de Donatello. Suas primeiras pinturas são de 1460,quando trabalhava com Filippo Lippi.
  47. 47. Em 1474 e 1475, pintou O Batismo de Cristo, agora na Galeria Uffizi, emFlorença. Nesse trabalho, foi ajudado por Leonardo Da Vinci ainda jovem, queterminou a paisagem e o anjo na extrema esquerda. Segundo Giorgio Vasari,Andrea decidiu então nunca mais pintar, pois Leonardo tinha o ultrapassado emtécnica e genialidade. Em 1475, Verrocchio começou a se dedicar quaseinteiramente à escultura.Em 1478, Verrocchio começou seu trabalho mais importante, uma estátuaequestre de Bartolomeo Colleoni, que tinha morrido três anos antes. O trabalhofoi encomendado pela República de Veneza. Era a primeira tentativa de produziruma estátua com uma das pernas do cavalo não tocando o chão. A estátua étambém notável pela expressão firme de comando no rosto de Colleoni.Verrocchio enviou para seus clientes um modelo de cera em 1480, em 1488finalmente mudou-se para Veneza para ajudar na fundição da estátua. Contudo,ele morreu antes de terminar o trabalho.
  48. 48. Lorenzo de Médici Andrea del Verrocchio
  49. 49. DaviAndrea del Verrocchio
  50. 50. Andrea delVerrocchio – Busto deuma moça jovem (1465-66)
  51. 51. Andrea del Verrocchio, Giuliano de Medici, 1475/1478

×