Dalton Maag portfolio- cidades
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Dalton Maag portfolio- cidades

on

  • 592 views

 

Statistics

Views

Total Views
592
Views on SlideShare
592
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
8
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Dalton Maag portfolio- cidades Dalton Maag portfolio- cidades Document Transcript

  • Perfil CorporativoDalton MaagAs letras que usamos dão forma a nossa linguagem.São a voz da página impressa. Uma letra séria fala coma sobriedade de um locutor de rádio, enquanto umamanuscrita pode gritar com a eloquencia de um narradorde futebol na hora do gol. As empresas sabem disso e hátempos grandes marcas encomendam fontes exclusivas,desenvolvidas sobmedida de acordo com suas estratégiasde negócios. Assim como seus logotipos e suas cores, asfontes são um bem intangível da marca.Nas páginas a seguir exemplificamos com dois projetosbem pontuais como o design de fontes próprias podeenriquecer a experiência de cidadãos com suas cidades eseus governantes.UK Unit 107 245A Coldharbour Lane London, SW9 8RR United Kingdom Brazil Rua Oswaldo Cruz, 73/301 Sapiranga RS 93800 000+44 20 7924 0633 info@daltonmaag.com +55 51 3599 5543 brasil@daltonmaag.com
  • Perfil Corporativo Case SouthamptonDalton MaagIntrodução O ProcessoSouthampton é uma cidade portuária ao Sul da Inglaterra. Um workshop de dois dias com a City ID, a Dalton Maag eDurante a Segunda Guerra Mundial ela foi severamente o cliente auxiliou no estabelecimento das necessidadesbombardeada e muito de sua herança arquitetônica foi e desejos do cliente, e em como traduzi-los visualmente.perdida. Na década de 60, construções baratas proliferaram Enquanto a City ID trabalhava nos rascunhos da sinalização,pela cidade tornando-a pouco atrativa para turistas, apesar Bruno Maag e Ron Carpenter da Dalton Maag trabalharamdos inúmeros pontos de interesse existentes. Além disso, nos rascunhos iniciais da fonte para títulos. Ao final doo sistema de sinalização era pobre e de difícil compreensão. workshop, todos os envolvidos tinham uma ideia clara da direção da identidade do sistema de sinalização.O BriefingEm 2007 fomos solicitados pela City ID para colaborar Durantes as semanas e meses seguintes a equipe da Daltonno redesign do sistema de sinalização de Southampton. Maag trabalhou em colaboração direta com a City ID paraAlém de introduzir um sistema simples e coerente para desenvolver a fonte para títulos com forte expressividade emapear a cidade, uma família de fontes, para títulos e relação com a cidade de Southampton. As versões de textotextos era necessária. A versão para títulos deveria ser que a acompanharam seriam utilizadas em mapas, entãocontemporânea e apresentar uma forte personalidade em tamanhos bem pequenos, mas também em descritivosque pudesse auxiliar a identidade da cidade. As fontes nas peças de sinalização, em tamanhos maiores. Devida apara textos, nos pesos Light, Regular e Bold, precisavam leitura à distância de aproximadamente 1 metro ou mais,espelhar a expressão da versão de títulos, porém ao a fonte precisou ser projetada como se fosse para usomesmo tempo, serem funcionais e aderir às regulações de reduzido apenas. Através de uma série de testes chegamosacessibilidade. no design que combina funcionalidade e o espírito da versão de títulos, criando uma coerente família de fontes para Southampton. Em complemento ao projeto da fonte, também fomos solicitados a desenvolver uma série de ícones para a sinalização e mapas. O visual e o espírito da fonte, assim como sua simplicidade, foi carregada ao desenho dos mais complexos ícones. Por ser uma cidade, todo o trabalho realizado para Southampton precisava ter o mais alto nível de acessibilidade e as fontes foram testadas extensivamente por diversas pessoas de Southampton. Conclusão Combinamos a expressividade uma fonte para títulos com a funcionalidade de fontes para texto proporcionando ao o acesso às informações de forma clara e inconfundível.UK Unit 107 245A Coldharbour Lane London, SW9 8RR United Kingdom Brazil Rua Oswaldo Cruz, 73/301 Sapiranga RS 93800 000+44 20 7924 0633 info@daltonmaag.com +55 51 3599 5543 brasil@daltonmaag.com
  • Perfil Corporativo Case SouthamptonDalton Maag Acima à esquerda: versão para títulos Ao lado: versão para textos Abaixo: exploração inicial do conceitoUK Unit 107 245A Coldharbour Lane London, SW9 8RR United Kingdom Brazil Rua Oswaldo Cruz, 73/301 Sapiranga RS 93800 000+44 20 7924 0633 info@daltonmaag.com +55 51 3599 5543 brasil@daltonmaag.com
  • Perfil Corporativo Case Land RegistryDalton MaagIntroduçãoTodos os títulos e registros territoriais da Inglaterra e País Os estudos do conceito que capturasse a expressãode Gales são gerenciados pela Land Registry, que em desejada para a fonte foram iniciados no estilo para títulos.conjunto com outros órgãos do governo, adotou uma Uma série de variações foram desenvolvidas seguindopostura mais aberta e transparente, com foco no seu um grid semelhante à estrutura do símbolo e testadospúblico. Como resultado, a identidade de marca anterior em materiais reais da Land Registry. Nossas conclusõesprovou-se negativa e era percebida como sinônimo de resultaram na criação de um design que lembra as formasbaixa qualidade, não estando em sintonia com a nova fase octagonais do símbolo, mas que possui uma suavidade eda Land Registry. calor anunciados pela nova etapa da Land Registry.O Briefing A maioria dos documentos da Land Registry são densosEm 2002 a Land Registry assumiu o compromisso de de texto, por isso os estilos para texto precisavam serelevar sua imagem com uma identidade visual nova, limpa altamente funcionais. A equipe de design da Dalton Maage humana, refletindo a natureza deste orgão do governo. realizou diversos estudos para investigar o quão longeTrabalhando com a North Design, nosso objetivo foi criar a ideia octagonal do símbolo poderia ir sem prejudicaruma família de fontes com um estilo especial para títulos a legibilidade e a funcionalidade da fonte. O design finale outros quatro estilos para uso em textos, carregando a foi então extendido ao Bold e a dois itálicos, e hinting foimesma expressão e aderindo às leis de acessibilidade. aplicado para garantir a alta legibilidade em monitores.O Processo Para garantir que as fontes de texto respeitassem asO símbolo com a estrutura de uma colmeia foi regulações de acessibilidade, o departamento de Tipografiadesenvolvido para lembrar as áreas de terra que a Land da Universidade de Reading foi solicitado para testar asRegistry administra. As cores foram escolhidas pela sua fontes independentemente. Após uma minuciosa análisesignificância cultural: amarelo para o País de Gales e verde e testes, comparando as fontes com a Arial, a equipe dapara a Inglaterra. universidade certificou a qualidade superior e legibilidade das fontes da Land Registry. Conclusão Em conjunto com a North Design nós garantimos que a fonte elevasse a imagem de marca da Land Registry em toda a sua comunicação. Em especial por se tratar de um órgãos governamental, nos certificamos de que todas as fontes aderem às regulações de acessibilidade e são funcionais para a imensa maioria da população.UK Unit 107 245A Coldharbour Lane London, SW9 8RR United Kingdom Brazil Rua Oswaldo Cruz, 73/301 Sapiranga RS 93800 000+44 20 7924 0633 info@daltonmaag.com +55 51 3599 5543 brasil@daltonmaag.com
  • Perfil Corporativo Case Land RegistryDalton MaagVersão para títulos com alta expressividadeVersão para textos com foco na legibilidade,mantendo sutilmente a expressão da marcaVariação entre a forma básica do símbolocom a letra ‘o’ tradicionalUK Unit 107 245A Coldharbour Lane London, SW9 8RR United Kingdom Brazil Rua Oswaldo Cruz, 73/301 Sapiranga RS 93800 000+44 20 7924 0633 info@daltonmaag.com +55 51 3599 5543 brasil@daltonmaag.com
  • Perfil Corporativo DubaiDalton MaagIntrodução O ProcessoA jóia do sistema de metrô de Dubai são suas estações, Com um número reduzido de palavras chave no alfabetoprojetadas pelos especialistas globais de design latino, Bruno Maag e a equipe da Dalton Maag estabeleceuarquitetônico Aedas com temas Fogo, Terra, Vento e Água, as proporções e a expressão visual da fonte. Estasonde cada elemento define o tom de cores das estações definições foram logo aplicadas a uma seleção de letrase os grafismos ornamentais que são parte da estrutura arábicas. Trabalhamos com a consultoria do professorarquitetônica. A Aedas também forneceu ideias iniciais para Rayan Abdullah que nos trouxe valiosos comentários sobreo sistema de sinalização, incluindo a escolha da tipografia. os princípios da caligrafia árabe e a construção de suasA empresa de Londres Transport Design Consultancy foi letras.acionada para refinar as ideias da Aedas, projetando um Frequentemente o design de uma fonte arábica é definidosistema que atendesse a todos os padrões e requisitos de pelo design do alfabeto latino já existente, porém, para auma sinalização inclusiva, na qual a escolha da fonte é um fonte projetada para Dubai é unico pois ambos sistemasingrediente vital. de escrita foram projetados lado a lado, nunca priorizando um ou outro. Durante o processo de design, a equipe daO Briefing Dalton Maag diariamente comparava os desenhos de cadaO design das estações pela Aedas é rico e grandioso, alfabeto, evoluindo ambos em conjunto.construído com materiais sofisticados em generososespaços abertos. Para garantir que os visitantes Conclusãoencontrassem seu caminho sem esforços, um simples e Nossa equipe de design criou uma fonte multicultural,eficiente sistema de sinalização precisava ser projetado, latina e arábica, respeitando a tradição de cada sistemacom uma fonte alinhada com este objetivo. Além disso, a de escrita visando comunicar para ambos os povos comfonte deveria conter além do alfabeto latino o arábico, que clareza. Em especial, a engenharia de fontes não-latinas éseria utilizado em conjunto. complexa. Nosso experiente time de engenheiros estudou os processos e entregou fontes que atendem a grande variedade de exigências da equipe de TI do cliente.ABCDEFGHIJKLMNOPQRSTUVWXYZÆŒØ&abcdefghijklmnopqrstuvwxyzæœøfiflß$¢ƒ£¥€0123456789%‰½¼¾¹²³{[(_)]}*,.:;/|¦?@^~†‡§•¶®©™ªº¿¡«»‹›…–—“”‘’‚„#”’°¬+<=>≠≤≥±÷−× ⁄∞∑√◊∏π∫∂∆≈µΩÁÀÂÄÃÅĀĄĂÇĆČĈĊĐĎÉÈÊËĒĚĖĘĔĜĠĢĞĦĤÍÎÌÏĨİĬĮĪĴĶĻĿĹŁĽÑŃŇŅŊÓÒÔÖÕŌŐØŎŔŘŖŠŚȘŞŜŤŢŦÚÙÛÜŪŲŮŰŬŨŴẂẄẀŸÝŶỲŹŽŻÞIJáàâäãåāąăçćčĉċďđðéèêëēěėęĕĝġģğħĥíîìïıĩĭįīĵķļŀĺłľñńňņʼnŋóòôöõōőøŏŕřŗšśșşŝťţŧúùûüūųůűŭũŵẃẅẁÿýŷỳźžżþſĸij‫ﺯﺰﺭﺮﺫﺬﺩﺪﺧﺨﺥﺧﺨﺦﺡﺣﺤﺢﺝﺟﺠﺞﺙﺛﺜﺚﺖﺗﺘﺖﺓﺔﺏﺑﺒﺐﺍﺎ‬‫ﻅﻇﻈﻆﻁﻃﻄﻂﺽﺿﻀﺾﺹﺻﺼﺺﺵﺷﺸﺶﺱﺳﺴﺲ‬‫ﻩﻫﻬﻪﻥﻧﻨﻦﻡﻣﻤﻢﻝﻟﻠﻞﻙﻛﻜﻚﻕﻗﻘﻖﻑﻓﻔﻒﻍﻏﻐﻎﻉﻋﻌﻊ‬‫ﻱﻳﻴﻲﻭﻮ‬UK Unit 107 245A Coldharbour Lane London, SW9 8RR United Kingdom Brazil Rua Oswaldo Cruz, 73/301 Sapiranga RS 93800 000+44 20 7924 0633 info@daltonmaag.com +55 51 3599 5543 brasil@daltonmaag.com
  • Dalton MaagAcima: detalhe de 3 estudos de designDireita: conceito final, em finalizaçãoAbaixo: fonte sendo utilizada em painel de sinalizaçãoUK Unit 107 245A Coldharbour Lane London, SW9 8RR United Kingdom Brazil Rua Oswaldo Cruz, 73/301 Sapiranga RS 93800 000+44 20 7924 0633 info@daltonmaag.com +55 51 3599 5543 brasil@daltonmaag.com
  • Perfil CorporativoDalton MaagApresentação ServiçosO estúdio inglês Dalton Maag foi fundado por Bruno Maag A natureza dos projetos de branding corporativos exigeem 1991 e têm trabalhado exclusivamente no projeto que eles sejam desenvolvidos com o mais alto nível dede fontes para clientes corporativos e para seu acervo segurança. Por esta razão, e para garantir a mais altaexclusivo. Durante este período, Bruno Maag proporcionou qualidade de design, a Dalton Maag não utiliza designerso crescimento da empresa passando de um designer freelancers. Ao invés disso, investimos em aperfeiçoar asozinho para um time de 15 profissionais, com escritórios nossa crescente equipe. Para auxiliar no gerenciamento dena Inglaterra e no Brasil. Hoje, a equipe criativa da Dalton projeto desenvolvemos nossa própria ferramenta de gestãoMaag consiste em 8 designers e 3 engenheiros de fontes. que permite ao nosso Gerente de Projetos planejar comBruno Maag é o Diretor de Criação e Diretor Executivo, precisão datas de entrega e alocar os recursos adequados afornecendo visão à empresa e a supervisão criativa de todos os projetos.todos os trabalhos da Dalton Maag. Todos os serviços de engenharia são realizados dentroA Equipe da Dalton Maag. Com o passar dos anos, desenvolvemosA equipe da Dalton Maag é coordenada por 2 de nossos processos de produção que nos permitem entregas fontesdesigners seniors, Ron Carpenter, designer de fontes com multi-plataformas que aderem a todas as especificações40 anos de experiência, grande parte na Monotype; e e padrões de qualidade. Estamos constantemente nosFabio Haag, um criativo jovem brasileiro com experiência atualizando para garantir a confiabilidade das nossas fontesem design gráfico e de identidade antes de se tornar um e reinventando estes processos. A Dalton Maag trabalhaespecialista em design de fontes. Os outros membros com as ferramentas padrão do mercado, como Fontlab,da equipe são Amélie Bonet e Lukas Paltram, designers Microsoft VTT, Microsoft VOLT e Microsoft Font Validator,plenos; Jonathan Pierini, Pilar Cano, Francesca Bolognini assim como nossas próprias ferramentas de produção,e Fernando Caro, designers. A equipe de engenharia é manipulação e validação de fontes.composta por Vincent Connare, que havia trabalhado naprodução de fontes digitais na Microsoft, Malcolm Wooden, Segurançaex-colaborador da Monotype e DTP Types e Paolo Mazzetti, O projeto de fontes corporativas geralmente demandaum jovem designer com marcantes habilidades de a criação de uma fonte original. A Dalton Maag sempreprogramação no FontLab e Adobe FDK. aborda cada projeto como se fosse o primeiro já desen- volvido; nunca recorremos a uma fonte existente, nemNossa equipe de criação tem o apoio do nosso Gerente modificamos uma fonte pronta para entregar algo apa-de Projetos Shiraaz Gabru, do Diretor de Operações Dave rentemente novo, e nunca copiamos o trabalho de outros.Marshall e da nossa Gerente de Contas Angela Gilroy. Cada caractere é desenhado do zero, pelo designer com o software Fontlab. A modificação de fontes somente é considerada por solicitação expressa do cliente e com a permissão legal do designer original da fonte e de sua empresa. Para proteger nossos clientes e nós mesmos contra qualquer potencial ação que questione a legalidade de nosso trabalho, a Dalton Maag possui um seguro no valor de 5 milhões de Libras Esterlinas.UK Unit 107 245A Coldharbour Lane London, SW9 8RR United Kingdom Brazil Rua Oswaldo Cruz, 73/301 Sapiranga RS 93800 000+44 20 7924 0633 info@daltonmaag.com +55 51 3599 5543 brasil@daltonmaag.com
  • Perfil CorporativoDalton MaagA Equipe da Dalton Maag Vincent Connare: Eng. de Fontes Sênior Inglês e francês conversacionalBruno Maag: Diretor de Criação e ExecutivoInglês, alemão, francês conversacional e italiano básico Malcolm Wooden: Eng. de Fontes Sênior InglêsDavid Marshall: Diretor de Operações, Suporte TécnicoInglês e alemão básico Paolo Mazetti: Engenheiro de Fontes Italiano e inglêsRon Carpenter: Designer SêniorInglês Shiraaz Gabru: Gerente de Projetos Inglês e dialtos africanos básicoFabio Haag: Designer SêniorPortuguês, inglês e espanhol Angela Gilroy: Gerente de Contas Inglês e francês básicoAmélie Bonet: Designer PlenoFrancês e inglêsLukas Paltram: Designer PlenoAlemão e inglêsPilar Cano: DesignerEspanhol e inglêsJonathan Pierini: DesignerItaliano e inglêsFrancesca Bolognini:DesignerItaliano e inglêsFernando Caro: DesignerPortuguês e inglêsUK Unit 107 245A Coldharbour Lane London, SW9 8RR United Kingdom Brazil Rua Oswaldo Cruz, 73/301 Sapiranga RS 93800 000+44 20 7924 0633 info@daltonmaag.com +55 51 3599 5543 brasil@daltonmaag.com
  • Perfil CorporativoDalton MaagLegislaçãoAs fontes utilizadas nos computadores são softwares, ecomo softwares, estão protegidos pelas mesmas leis depropriedade intelectual e contra a pirataria vigentes.Citando a ABES, Assoc. Brasileira das Empresas de Software,“Qualquer pessoa envolvida com a prática ilícita – usuáriode programa ‘pirata’, comerciante ilegal ou cúmplicena pirataria corporativa – está sujeita a punições quevariam de seis meses a dois anos de detenção, além dopagamento de indenização milionária aos produtores dosoftware.”Na prática, as fontes merecem a mesma atenção e pre-ocupação que um Gerente de TI tem com o uso desoftwares piratas em sua empresa.Vigente em vários países do mundo, incluindo o Brasil, aConvenção de Berna foi acordada na Suíça e estabeleceo reconhecimento do direito de autor entre as naçõessoberanas. Isso significa que uma empresa de softwaresamericana, por exemplo, tome medidas legais contra umaempresa brasileira seguindo a legislação do país de origem.Fontes como Arial ou Times New Roman estão legalmentevinculadas à licença do Windows, não constituindo nenhumproblema. No entanto, estas fontes “de sistemas” sãogenéricas e não possuem a diferenciação e exclusividadede uma fonte única.UK Unit 107 245A Coldharbour Lane London, SW9 8RR United Kingdom Brazil Rua Oswaldo Cruz, 73/301 Sapiranga RS 93800 000+44 20 7924 0633 info@daltonmaag.com +55 51 3599 5543 brasil@daltonmaag.com