Your SlideShare is downloading. ×
Atendimento em primeiros socorros basicos
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Atendimento em primeiros socorros basicos

27,558
views

Published on

Noções necessarias para atendimento em situações de acidentes e traumas

Noções necessarias para atendimento em situações de acidentes e traumas

Published in: Health & Medicine

0 Comments
9 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
27,558
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
7
Actions
Shares
0
Downloads
1,248
Comments
0
Likes
9
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Enfª Ana Eugênia L. Hollanders
  • 2.
    • Vítima: Nome que se dá à pessoa que sofreu o acidente
    • Socorrista: Individuo que auxilia a vítima de modo a impedir o agravamento das suas lesões e, se possível, fazê-la melhorar. O socorrista não cura ninguém, não dispensa nunca um médico ou enfermeiro, é um bom colaborador deles.
    • Curiosos: Pessoas que sofrem influência indireta do evento. Participam passivamente. Podem ser bastante úteis em tarefas simples. (sinalizando o transito(isolando a área do acidente) e acionando o serviço de emergência)
  • 3. O atendimento imediato prestado a uma pessoa vitimada por algum acidente, visando, principalmente, o não agravamento de seu estado. Os primeiros socorros não substituem o atendimento médico. Consistem apenas em um suporte básico à vida, até a chegada do socorro profissional (caso seja necessário), entretanto a sua correta execução pode significar a diferença entre a vida ou a morte.
  • 4.  
  • 5.
    • Tenha conhecimento do que faz e inspire confiança - ao abordar a vítima, fale sempre com segurança, observando seu estado de consciência. E não faça nada mais do que o rigorosamente o essencial para controlar a situação até a chegada do socorro qualificado.
    • Se a vítima estiver consciente, perguntar seguidamente: NOME, DIA, ENDEREÇO , TELEFONE de Referencia.
    • Caso comece a trocar idéias ou não se lembrar, observar e removê-la o mais rápido possível para socorro especializado. Caso a vítima tenha sede, não oferecer líquidos para beber, apenas molhar a boca com gaze/pano úmido.
  • 6. Em alguns instantes o socorrista deve observar a situação e começar a decidir com calma, mas rapidamente, o melhor a fazer.
  • 7.
    • Ter espírito de liderança,
    • Ser educado, ter bom senso, compreensão, tolerância e paciência;
    • Saber planejar e executar suas ações;
    • Saber delegar funções;
    • Saber promover e improvisar com segurança;
    • Ter iniciativas e atitudes firmes;
    • Ter, acima de tudo, o espírito de solidariedade humana, o “Amor ao Próximo”;
    • Criatividade;
    • Reconhecer suas limitações.
  • 8.
    • Coloque dispositivos de advertência (triângulo, pisca –alerta, folhagens, tochas pelo menos 50 metros antes do local.
    • • Peça a outras pessoas para parar e ajudar;
    • • À noite, use roupas claras ou tenha sempre a mão um pedaço de tecido claro;
  • 9.
    • • Art. 135 - Deixar de prestar assistência, quando possível fazê-lo sem risco pessoal, à criança abandonada ou extraviada, ou à pessoa inválida ou ferida, ao desamparo ou em grave e iminente perigo; ou não pedir, nesses casos, o socorro da autoridade pública:
  • 10. A avaliação da vítima pode ser dividida em primária e secundária. É através dela que vamos identificar as condições da vítima e poder eliminar ou minimizar os fatores causadores de risco de vida.
  • 11.
    • • Respiração e manutenção da coluna vertebral
    • • Circulação
    • • Avaliação neurológica
  • 12.
    • • Estado de choque
    • • Fraturas
    • • Objetos encravados
    • • Deslocamento de articulação
  • 13.
    • Mantendo a respiração
    • Mantendo a circulação
    • Cessando hemorragias
    • Impedindo o agravamento da lesão
    • Prevenindo o estado de choque
  • 14.  
  • 15.
    • Batidas e atropelamentos
    • Escorregões em pisos molhados
    • Quedas provocadas por desequilibrio, chão molhado produtos líquidos ou com cascas e folhas
    • Quedas de escadas, rampas,
    • Esbarrões em pontos extras, terminais de exposição e caixas
    • Instrumentos de corte ( facas, serras)
    • Picadas, mordidas de animais
    • Queimaduras
  • 16. Cessando hemorragias
  • 17. Mantendo as áreas com suspeitas de fratura ou luxação protegidas e imobilizadas
  • 18. Protegendo as áreas queimadas
  • 19.  
  • 20.  
  • 21.
    • palito,
    • elástico,
    • curativo,
    • lápis,
    • borracha,
    • chiclete,
    • chocolate “Kiss”
    • e chá de camomila.
  • 22.
    • Para lembrar de “ escavar” nos outros todas as qualidades que eles têm... PALITO
    • ELÁSTICO Para lembrar de ser flexível, já que as coisas e as pessoas nem sempre são da maneira como você quer que sejam.
    • Para ajudar a curar aqueles sentimentos feridos, tanto os seus como os dos demais. CURATIVO
    • LÁPIS Para que você registre diariamente tudo de bom que lhe acontece (e são muitas coisas)...
    • Para você se lembrar que todos nós cometemos erros e que temos a oportunidade corrigi-los... BORRACHA
    • CHICLETE Para lembrar-se de “ grudar” em tudo aquilo que é importante e que você pode esquecer...
    • CHOCOLATE “KISS” Para que você se lembre que todo mundo precisa de um beijo e um abraço, diariamente...
    • CHÁ DE CAMOMILA Para que, no final do dia, descanse, relaxe e reflita sobre o que falta na sua caixinha de primeiros socorros.
  • 23.
    • Isso!
    • Pensem bem antes de tomar uma decisão e ...
    • Sejam felizes!

×