Elias e Elizeu
(Um ministério de Poder para toda a Igreja)
Lição 1- A apostasia no reino de Israel.
Israel passa por um dos períodos mais sombrios da
história do reino do Norte, qua...
Houve algumas consequências com a apostasia,
uma delas foi a perda da identidade nacional e
espiritual, o povo estava tão ...
Esta lição nos mostra um pouco da vida de um dos maiores
personagens da história sagrada. Elias aparece nas páginas da
Bíb...
O nome do profeta Elias significa: Javé é o meu Deus ou
Javé é Deus, Elias conhecia o Deus que servia, como
Israelita que ...
Lição 3- A longa seca sobre Israel.
A longa seca na qual profetizou Elias teve seu
cumprimento nos dias do rei Acabe e o A...
Quando Jezabel vei para Israel não veio sozinha. Ela
trouxe consigo a sua religião e lima vontade fora do
normal de fazer ...
Lição 4- Elias e os profetas de Baal.
Baal era uma divindade cananéia, a palavra Baal
significa proprietário ou marido ou ...
Elias, porém sabia que aquela religião era falsa e apesar de
seus rituais, jamais iria produzir fogo. O teste seria então ...
Lição 5- Um homem de Deus em depressão.
Ficamos muitas vezes fascinados com os relatos
bíblicos dos grandes homens e mulhe...
Elias era um homem espiritual, e vemos isso nas escrituras,
primeiramente vemos Elias como um profeta envolvido com a
pala...
Lição 6- A viúva de Sarepta
Logo após profetizar uma grande seca sobre o reinado de
Acabe , Elias recebeu a orientação div...
Lição 7- A Vinha de Nabote
Este episódio que envolve o rei Acabe a vinha de Nabote é
um dos mais tristes do registro bíbli...
Lição 8- O Legado de Elias
Elias foi o responsável por ajudar o povo de Deus a
manter sua identidade, Deus revela ao profe...
Lição 9- Elias no Monte da transfiguração.
Esse episódio da transfiguração teve como principal
objetivo mostrar que Jesus ...
Lição 10- Há um milagre em sua casa.
Nessa lição aprendemos que Deus nos surpreende nas
pequenas coisas, vemos uma mulher ...
Lição 11- Os milagres de Elizeu.
Aqui vemos o profeta Elizeu sendo usado de maneira
sobrenatural para abençoar vidas, vemo...
Lição 12- Elizeu e a Escola de Profetas.
No Antigo Testamento podemos perceber que a
educação religiosa já tinha lugar de ...
Os estudiosos acreditam que as escolas de profetas surgiram
com Samuel (1Sm 19.20) e posteriormente, consolidaram-se
com a...
Estas Escolas tinham alguns objetivos:
1º O texto de (2 Rs 2.15,16) mostra que trabalhar sob a
orientação e ordens do líde...
Através do ministério de Elizeu, observamos que as Escolas de
Profetas eram dedicadas ao ensino formal. Ali era ensinada a...
Lição 13
A morte de Elizeu
Nesta lição, acompanhamos os últimos passos de do
Profeta Elizeu, foi de fato um gigante espiri...
Às vezes idealizamos de tal forma os homens de Deus, que
acabamos esquecendo que são humanos, que ficam velhos e
doentes e...
Resumo 1º trimestre  2013.
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Resumo 1º trimestre 2013.

396

Published on

Elias e Eliseu, um Ministério de Poder para a Igreja

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
396
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
6
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Resumo 1º trimestre 2013.

  1. 1. Elias e Elizeu (Um ministério de Poder para toda a Igreja)
  2. 2. Lição 1- A apostasia no reino de Israel. Israel passa por um dos períodos mais sombrios da história do reino do Norte, quando Acabe filho de Onri estava no governo, Acabe tentou associar os elementos do culto cananeu com a adoração ao Deus de Israel. Uma das causas da apostasia foi o casamento misto de Acabe com Jezabel filha de Etbaal rei dos sidônios. A Bíblia diz que Acabe tomou Jezabel como mulher e foi e serviu a baal e o adorou. ( 1 Rs 16.31 ) Foi com essa união desastrosa que idolatria entrou com força em Israel, embora se fale dum casamento político, graves fora as consequências espirituais que aconteceu com Israel.
  3. 3. Houve algumas consequências com a apostasia, uma delas foi a perda da identidade nacional e espiritual, o povo estava tão envolvido com a adoração a baal ao ponto de estarem totalmente divididos em sua adoração, quem deveria ser adorado, baal ou o Senhor? A outra consequência foi o julgamento divino, e é nesse cenário que aparece o servo de Deus, o profeta Elias predizendo uma seca que duraria cerca de três anos, a fim de que a nação não viesse a perder a sua identidade espiritual e até mesmo deixar de ser vista com o povo de Deus, o Senhor enviou o seu servo para trazer um tratamento de choque à nação.
  4. 4. Esta lição nos mostra um pouco da vida de um dos maiores personagens da história sagrada. Elias aparece nas páginas da Bíblia como se viesse do nada, a bíblia silencia acerca de seus pais e de sua parentela, diz apenas que ele era tisbita, dos moradores de Gileade. Elias se tornou muito maior do que o lugar no qual vivia. Na verdade não foi Tisbe que deu nome a Elias, mas foi Elias que colocou Tisbe no mapa. Davi, Pedro, Paulo também construíram uma vida cheia de sentidos e valores, que nós possamos imitar esses homens e ter uma vida regrada diante do Senhor de modo que nosso testemunho se torne um testemunho para as gerações futuras. Lição 2- Elias o Tisbita
  5. 5. O nome do profeta Elias significa: Javé é o meu Deus ou Javé é Deus, Elias conhecia o Deus que servia, como Israelita que era conhecia através da história como Deus havia se revelado ao seu povo. E vemos isso quando ele desafiava os profetas de Baal, ele oro e disse assim: “ Ò Senhor, Deus de Abraão, de Isaque e de Israel, manifeste- se hoje que tu é Deus em Israel. E que eu sou teu servo” (1 Rs 18.36). Assim como Elias, todo crente deve saber o Deus que está servindo para que tenha um fé inabalável.
  6. 6. Lição 3- A longa seca sobre Israel. A longa seca na qual profetizou Elias teve seu cumprimento nos dias do rei Acabe e o Apóstolo Tiago fala a respeito dela quando ele diz que Elias orou ao Senhor e pediu que não chovesse, e por três anos e seis meses não choveu sobre a terra (Tg 5.17). O culto a Baal financiado pelo estado do reino do norte afastou o povo da adoração verdadeira e Elias sabia disso e chega ao povo perguntando: até quando coxeareis entre dois pensamentos? Se o Senhor é Deus segui-o; se é Baal, segui-o (1Rs 18.21).
  7. 7. Quando Jezabel vei para Israel não veio sozinha. Ela trouxe consigo a sua religião e lima vontade fora do normal de fazer os seus deuses o principal objeto de adoração entre o povo de Deus. E de fato podemos observar que o povo trocou a adoração ao Senhor por Baal. E a consequência disso foi a total decadência moral e espiritual. E a longa seca foi o meio que Deus usou para mostrar na pessoa de Elias desafiando os profetas de Baal e Assera e provando que tal divindade não passava de deus falso.
  8. 8. Lição 4- Elias e os profetas de Baal. Baal era uma divindade cananéia, a palavra Baal significa proprietário ou marido ou senhor. Os profetas de Baal eram realmente profetas, mas com seus ministérios alugados, comiam da mesa de jezabel. A adoração a Baal possuía rituais com certa semelhança com o ritual hebreu. Usavam altar havia música, danças e também havia sacrifícios.
  9. 9. Elias, porém sabia que aquela religião era falsa e apesar de seus rituais, jamais iria produzir fogo. O teste seria então a produção de fogo! Os profetas de Baal ficaram grande parte do dia tentando produzir fogo e não conseguiram. O desafio do profeta de Israel contra os profetas de Baal foi muito mais do que uma simples luta do bem contra o mal, serviu para mostrar quem era o verdadeiro Deus e merecedor desta adoração.
  10. 10. Lição 5- Um homem de Deus em depressão. Ficamos muitas vezes fascinados com os relatos bíblicos dos grandes homens e mulheres de Deus, que esquecemos que eles eram humanos, passamos a vê-los como heróis e pensamos sim realmente que eles não tinham falhas. A Bíblia Sagrada nos mostra esses homens e mulheres como de fato são: homens vigorosos, destemidos, corajosos e ousados; mas mesmo assim são todos humanos. Com Elias não foi diferente, ele foi um homem que deixou seu legado na história bíblica, um servo de verdadeira convicção espiritual e consciente de sua missão profética .
  11. 11. Elias era um homem espiritual, e vemos isso nas escrituras, primeiramente vemos Elias como um profeta envolvido com a palavra de Deus quando ora ao Senhor e Ele faz descer fogo do Céu. Em segundo lugar vemos Elias com uma profunda vida devocional, enquanto Acabe subiu a comer e a beber, Elias subiu ao cume do Carmelo e se inclinou por terra, e meteu o seu rosto entre os joelhos.
  12. 12. Lição 6- A viúva de Sarepta Logo após profetizar uma grande seca sobre o reinado de Acabe , Elias recebeu a orientação divina para ir até o ribeiro de Querite, que está diante do Jordão. Mais uma vez Deus mostra que em tempos de Crise, é Ele quem cuida de nós, Deus usa uma viúva que também estava em dificuldades devido à seca e faz dela um instrumento para cuidar do profeta e posteriormente ser abençoada. Quem faz do Querite seu ponto final vai com certeza ter problemas, é no Querite que Ele vai te abençoar, te deixar na medida certa, ou seja: no prumo de Deus.
  13. 13. Lição 7- A Vinha de Nabote Este episódio que envolve o rei Acabe a vinha de Nabote é um dos mais tristes do registro bíblico, onde um homem inocente perde sua vida por causa da cobiça. Nabote não podia vender sua vinha vinha, porque era herança, e estava respaldado pela lei do Senhor, e até mesmo Acabe como rei estava sujeito a essa lei, e ficou triste por não ter conseguido se objetivo. A sua esposa Jezabel, sabendo disso indignou-se muito com a situação, ora, ela vinha de um reino pagão onde os reis, não eram apernas monarcas, mas tiranos. porque com o juízo com que julgardes sereis julgados, e com a medida com que tiverdes medido vos hão de medir a vós. Mt 7.2
  14. 14. Lição 8- O Legado de Elias Elias foi o responsável por ajudar o povo de Deus a manter sua identidade, Deus revela ao profeta a necessidade de um sucessor (1Rs 19.6). Precisamos nos conscientizar que na obra de Deus não somos descartáveis, mas de igual forma, ninguém, é insubstituível. Deus chama e prepara pessoas fiéis para a sua obra. Elias nos deixa um grande exemplo de : Fé, perseverança, confiança e ao mesmo tempo também nos mostra a fragilidade que temos como simples seres humanos que somos.
  15. 15. Lição 9- Elias no Monte da transfiguração. Esse episódio da transfiguração teve como principal objetivo mostrar que Jesus era de fato o messias esperado, vemos Moisés que tipicava a lei e Elias que prefigurava os profetas. Vemos também Pedro, João e Tiago participando deste lindo momento, Deus alí fala: Este éo meu filho amado em que tenho me comprazido, a Ele ouvi. Ou seja escutem meu filho, chega desse negócio de Antiga Aliança, escutem a Ele, somente a Ele.
  16. 16. Lição 10- Há um milagre em sua casa. Nessa lição aprendemos que Deus nos surpreende nas pequenas coisas, vemos uma mulher que havia perdido seu esposo, e os credores queriam levar seus filhos como escravos para quitar um débito do seu marido, e Deus usa o Profeta Elizeu de uma maneira grandiosa para abençoar aquela família. E as vezes Deus pergunta para nós o que temos em casa, seja a menor porção que seja; de fé ou alimento, é nessa pequena porção que o Senhor fará o impossível acontecer.
  17. 17. Lição 11- Os milagres de Elizeu. Aqui vemos o profeta Elizeu sendo usado de maneira sobrenatural para abençoar vidas, vemos o profeta realizando milagres de provisão, de restituição, de restauração e de julgamento que foi o caso dos rapazinhos que zombavam dele e de Geazi que foi ganancioso. Aqui o profeta alimenta cem homens com 20 pães, traz abundância de alimentos para a cidade de Samaria, ressucita o filho da sunamita, devolve o ferro do machado que era emprestado, restaura a lepra de Naamã, faz doce as as águas amargas de Jericó.
  18. 18. Lição 12- Elizeu e a Escola de Profetas. No Antigo Testamento podemos perceber que a educação religiosa já tinha lugar de destaque entre o povo de Israel, As escolas de profetas são uma prova disso, não que fosse ensinado como profetizar, pois profecia é dom divino, mas era para ensinar valores morais e éticos, as escolas de profetas forneciam instrução e encorajamento aos alunos para que compreendessem melhor a palavra de Deus. Tinham a preocupação de passar as gerações futuras a sua herança cultural.
  19. 19. Os estudiosos acreditam que as escolas de profetas surgiram com Samuel (1Sm 19.20) e posteriormente, consolidaram-se com a monarquia nos ministérios de Elias e Elizeu. No texto de (2 Rs 6.1) podemos perceber que os discípulos dos profetas estavam sob a orientação de Elizeu, e era com este profeta que eles buscavam instrução, e como é bom irmãos buscar instrução com um homem ou uma mulher de Deus. A boca do justo fala da sabedoria; a sua língua fala do que é reto. (Sl 37.30), tomemos cuidado com quem vamos buscar um conselho, quantos crentes buscam conselhos com pessoas sem temor a Deus. (Sl 1.1) nem com todo crente podemos buscar conselhos, imagine com pessoas que não temem a Deus.
  20. 20. Estas Escolas tinham alguns objetivos: 1º O texto de (2 Rs 2.15,16) mostra que trabalhar sob a orientação e ordens do líder fazia parte do treinamento, obtendo assim permissão para a execução de cada tarefa, diferente de alguns obreiros que querem relizar as tarefas da casa de Deus sem comunicar ao seu líder. 2º Os expositores bíblicos observam que Elizeu não limitava o seu ministério à pregação itinerante e a operação de milagres. Ele tinha a preocupação de transmitir em transmitir às gerações mais novas. E hoje nós como obreiros e ensinadores da palavra de Deus, não há maior objetivo do que encorajar aqueles que são por nós ensinados.
  21. 21. Através do ministério de Elizeu, observamos que as Escolas de Profetas eram dedicadas ao ensino formal. Ali era ensinada a Palavra de Deus. E observando isso, vemos que é o modelo de exemplo para nós, porque nos mostra a preocupação de homens de Deus comprometidos em ensinar as verdades sobre o único e verdadeiro Deus. Aleluia, os tempos são diferentes, hoje sabemos que o ensino secular possui grande importância, e infelizmente para uma grande maioria é a única forma de educação que existe, mas que não percamos de vista a dimensão espiritual do conhecimento divino que se encontra na Palavra de Deus, e eu digo amém.
  22. 22. Lição 13 A morte de Elizeu Nesta lição, acompanhamos os últimos passos de do Profeta Elizeu, foi de fato um gigante espiritual, mas como todos os homens, também estava sujeito às limitações comuns a todos os mortais, nasceu, cresceu, ficou velho e morreu, entendemos que os homens fazem parte da história, mas Deus é o Senhor da história. Um bom tempo já havia se passado desde a última aparição do profeta de Abel-meloá no registro bíblico (2Rs 9.1), entre os capítulos 9 e 13 de 2 Rs há um intervalo de mais ou menos quarenta anos, os estudiosos acreditam que, por essa época, Elizeu deveria estar com a idade aproximadamente de oitenta anos. O profeta foi chamado ainda jovem pelo Senhor para o ministério profético, mas agora estava velho e doente.
  23. 23. Às vezes idealizamos de tal forma os homens de Deus, que acabamos esquecendo que são humanos, que ficam velhos e doentes e que também morrem. Elizeu esta doente, e sem dúvida alguma essa enfermidade lhe causava desconforto, mas se bem atentarmos paro o texto em: (2 Rs 13.14-19) mesmo já velho e doente, Elizeu tinha o mesmo vigor dantes, possuia a mesma visão da obra de Deus, doença ou qualquer outra coisa veio impedir que ele continuasse sendo a voa profética do Deus de Israel. Amém e que o Senhor continue nos abençoando, que tenhamos a visão da obra de Deus, que as dificuldades da vida não sejam obstáculos para o povo de Deus.
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×