Alimentação das calopsitas - www.calopsitabr.blogspot.com

  • 8,118 views
Uploaded on

Por Thomas Reducino

Por Thomas Reducino

More in: Lifestyle
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
8,118
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
1
Comments
0
Likes
1

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. ALIMENTAÇÃO DAS CALOPSITAS A Alimentação das calopsitas é baseada em sementes. Porém uma mistura seleta não é necessária para fornecer todos os nutrientes que estas belas aves precisam para a manutenção de uma vida saudável. Boa parte das doenças que a acometem as aves pode provir de uma alimentação insuficiente. Habitualmente, as calopsitas são alimentadas com misturas de sementes, porém a complementação com frutas, verduras e alguns vegetais é muito importante para manutenção do bem-estar da ave. A mistura de sementes deve ser adquirida em locais confiáveis, de preferência lacradas e não pesadas a granel. Deve conter em sua maioria a semente de painço, que é rico em ácidos graxos, e menor quantidade de outras sementes como aveia, arroz cateto e girassol que completam a alimentação com carboidratos, proteínas, vitaminas e auxilia a digestão. Alguns cuidados devem ser tomados quando adquirir esta mistura de sementes tais como: presença de pó, brilho, coloração e se há cheiro de mofo. Para quem opte por esta alimentação, é indispensável o fornecimento de verduras, frutas e legumes, conforme lista: Verduras: Couve, brócolis, almeirão, rúcula, espinafre. Legumes: Jiló, pepino, beterraba, cenoura. Frutas: Maçã, laranja, uva, tangerina. Observação importante: Estes alimentos devem ser fornecidos em temperatura ambiente e muito bem lavados, cortando sempre os talos, onde há maior concentração de agrotóxicos. Para as verduras, aconselha- se lavar com água e deixar de molho 30 minutos em solução de cloro ou vinagre, depois lave antes de oferecer às aves. Uma solução simples e altamente eficaz é a utilização de ração apropriada paras as calopsitas. Trata-se de uma alimentação completa e
  • 2. balanceada que vai fornecer à ave uma quantidade ideal de vitaminas, proteínas, carboidratos e sais minerais diariamente. Esta alimentação não dispensa o uso das verduras, legumes e frutas diariamente. As calopsitas se divertem muito comendo estes alimentos e devemos sempre deixar à disposição. Um dos maiores problemas para os Amantes das Calopsitas é a transição das sementes para a ração. Este período precisa de muita atenção do responsável, paciência e dedicação. Devemos seguir exatamente as instruções do rótulo de cada fabricante e a persistência fará toda a diferença neste processo. A calopsita está habituada e descascar as sementes e ter uma alimentação mais gordurosa. A partir do momento que oferecemos a ração, pode haver certa resistência e ave pode ficar estressada com esta situação, por isso o dono deve ficar sempre atento para ver se ave está realmente se alimentando e sempre checar o seu estado físico: ave sempre alerta e bricalhona são indicativos ótimos de boa saúde, porém sonolência e ave amuada exigem maior atenção. Sempre é bom orientar que qualquer alteração no estado físico da ave, mudança de alimentação, mudança de localidade, entre outros fatores que ofereçam estresse às calopsitas, deve sempre ser acompanhado por um veterinário especializado em aves, que poderá a qualquer momento tomar alguma atitude para manter a saúde da ave. Thomas Reducino Criadouro Calopsítio