Your SlideShare is downloading. ×
64 células tronco e a doutrina espírita
64 células tronco e a doutrina espírita
64 células tronco e a doutrina espírita
64 células tronco e a doutrina espírita
64 células tronco e a doutrina espírita
64 células tronco e a doutrina espírita
64 células tronco e a doutrina espírita
64 células tronco e a doutrina espírita
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

64 células tronco e a doutrina espírita

1,233

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
1,233
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
25
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. CÉLULASTRONCO E A DOUTRINA ESPÍRITA 1
  • 2. IMPORTANTE REFLEXÃO SOBRE AS CÉLULAS-TRONCO No intuito de ajudar aqueles que ainda não tenham opinião formada, ou ainda os que tenham dúvidassobre esta questão, tentaremos dar algum subsídio para colaborar com o tema. Utilizaremos acima de tudoa razão e a fé raciocinada, como disse Kardec “Fé inabalável só o é a que pode encarar frente a frente arazão, em todas as épocas da Humanidade”. Neste momento que tantas discussões acerca das células-tronco DOUTRINAaparecem nos meios de comunicação e na sociedade, o Espiritismo pelo seu ESPÍRITAtríplice aspecto, Ciência, Filosofia e Religião, tem muito a colaborar para oesclarecimento deste assunto. Não é segredo para ninguém que o desenvolvimento cientifico do séculovinte foi maior que todos os séculos anteriores somados. Estamos em um momento de grandes descobertas em todas as áreas,notadamente na medicina, o que eleva o padrão da vida humana e alongevidade. Muitas descobertas, como a pólvora, a energia atômica, os aviões, etc,acabaram sendo utilizadas com fins bélicos pelas mentes mais primitivas.Temos que ter cuidado para que o mesmo não ocorra com estas novasdescobertas científicas. Atualmente, há um clamor de alguns segmentos da sociedade, para quese use as células tronco embrionárias e nesse caso, se destruirá uma vidapara salvar outra, isto é uma violação às Leis Divinas. Por isso, cabe nesse momento fazermos uma importante reflexão sobre essa importante descobertacientífica, que são as células tronco. O QUE SÃO CÉLULAS-TRONCO As células-tronco foram primeiro descobertas em novembro de 1997, até então, ninguém sabia o queeram estas células, ninguém as tinha estudado antes. As células-tronco, também conhecidas como células-mãe, possuem uma capacidade especial que é a auto-replicação, ou seja, elas podem gerar cópiasidênticas de si mesmo. Outra capacidade especial das células-tronco é que podem se diferenciar e constituirdiferentes tecidos no organismo. FORMAS DE OBTENÇÃO DAS CÉLULAS-TRONCO Existem duas possibilidades de extração das células-tronco, podem ser Adultas ou Embrionárias. • As adultas são encontradas em tecidos como medula óssea, sangue, fígado, cordão umbilical, placenta, entre outros. • As embrionárias, como diz seu próprio nome, são encontradas no embrião humano. 2
  • 3. QUAL A DIFERENÇA ENTRE ELAS Células-tronco embrionárias, com características totipotentes ou pluripotentes, são como um coringa,conseguem se diferenciar em todas as 75 trilhões de células existentes nos 216 tipos de tecidos queformam o corpo humano, como ossos, nervos, músculos e sangue. Células-tronco adultas, de acordo com as pesquisas atuais, as células adultas têm uma capacidade dediferenciação muito mais reduzida que a embrionária. As células adultas se dividem em dois grupos: • As Unipotentes são as que se diferenciam em um único tecido. Por exemplo, uma célula-tronco adulta retirada do fígado de uma pessoa, terá a capacidade de se multiplicar em células do fígado desse indivíduo. • As Oligopotentes são as que conseguem diferenciar-se em poucos tecidos. Por exemplo, uma célula-tronco adulta retirada do cordão umbilical, terá a capacidade de se multiplicar em diversos tipos de células, mas não em todos. QUAL SERIA A APLICAÇÃO DAS CÉLULAS-TRONCO PARA A MEDICINA A utilização das células-tronco para fins terapêuticos pode representar um grande passo para otratamento de inúmeras doenças incuráveis ou para pacientes que sofreram lesões irreversíveis da medulaespinhal, que impedem seus movimentos. As células-tronco podem ser empregadas em todas as enfermidades onde exista a necessidade derecomposição celular: - Doenças neuro-vegetativas: novos neurônios corrigem o mal - Mal de Huntington: correção de neurônios - Mal de Alzheimer: correção de neurônios - Mal de Parkinson: correção de neurônios - Paralisia: corrigem os danos causados na espinha dorsal - Enfarte: recuperação dos tecidos cardíacos - Cirrose: recuperação de células do fígado - Diabetes: células novas restauram a produção de insulina - Queimadura: regeneração de tecidos da pele - Artrite: regeneração dos tendões - Osseoartrite: restaura-se a ligação de ossos e tendões - Transplantes: células-tronco geram qualquer órgão Atualmente há uma preferência por parte dos cientistas na utilização das células-tronco embrionáriaspor essa sua capacidade de se multiplicar em qualquer outro tipo de célula, porém, no uso das células-tronco de embriões humanos é que residem as discussões morais a respeito do tema. Segundo a Dra. Mayana Katz (professora de Genética Humana e Médica do Departamento de Biologia,Instituto de Biociências da Universidade São Paulo, coordenadora do Centro de Estudos do GenomaHumano): Essas células totipotentes só estão presentes até o embrião ter 64 células (até ao 14º dia defecundação) a partir daí elas se diferenciam, para formar os diferentes tecidos e órgãos, sendo entãonecessário o uso do embrião, preferencialmente até essa fase. Por serem extraídas de embriões, a sociedade científica debate se é eticamente correto destruir umavida no primeiro estágio de desenvolvimento (o embrião) para salvar um adulto doente. 3
  • 4. A GRANDE DISCUSSÃO É QUANDO COMEÇA A VIDA O momento em que começa a vida passou a ser muito discutido ultimamente, motivado principalmentepela utilização das células-tronco embrionárias. Até o momento, cientificamente, a junção do óvulo com o espermatozóide, criam uma célula viva quese multiplica milhões de vezes, dando o início da vida. Porém, pelo interesse em se utilizar as células-troncoembrionárias, alguns segmentos da comunidade científica passou a questionar o exato momento em quecomeça a vida. Este está sendo o grande centro da polêmica entre a ciência e as religiões. Na visão das Religiões, incluindo a Doutrina Espírita, a vida começa no momento da concepção. Alémda visão religiosa, há pelo menos 7 visões científicas sobre o início da vida: - A vida humana começa com a concepção; - A vida humana começa com a nidação - fixação do embrião no útero (1 semana); - A vida humana começa com o bater do coração (4 semanas); - A vida humana começa quando está formado o sistema nervoso central (Início 5 semanas/ final 16 anos); - A vida humana começa com o estado de feto (8 semanas); - A vida humana começa com o nascimento; - A vida humana começa com capacidade de ser consciente de si próprio (6 meses de idade). Na questão 344 do LE, os Espíritos afirmaram que a vida humana começa no momento da concepção,isto é, quando o espermatozóide se une ao óvulo. Se a ciência comprovasse que a vida não começa naconcepção, certamente o Espiritismo mudaria seu ponto de vista, pois se a Religião se negar a avançar coma Ciência, esta avançaria sozinha. Kardec disse em A Gênese: "O Espiritismo, caminhando com o progresso, não será jamaisultrapassado, porque se novas descobertas lhe demonstrarem que estava no erro sobre um ponto,modificar-se-á sobre esse ponto; se uma nova verdade se revela, ele a aceita" (A Gênese, cap I, ítem 55Obras Póstumas, cap. X). A ciência e a religião são as duas alavancas da inteligência humana: uma revela as leis do mundomaterial e a outra do mundo moral. Tendo, no entanto, essas leis o mesmo princípio, que é Deus, nãopodem contradizer-se. Se fossem a negação uma da outra, uma necessariamente estaria em erro e aoutra com a verdade, porquanto Deus não pode pretender a destruição de sua própria obra. PESQUISAS COM CÉLULAS-TRONCO ADULTAS Como os cientistas se encontram com dificuldades e em alguns países até impossibilitados deutilizarem células-tronco embrionárias, devido as pressões de diversos segmentos da sociedade, elesdirecionaram as pesquisas para obter células-tronco adultas semelhantes às embrionárias sem a destruiçãode embriões humanos. Muitos cientistas ainda alcançaram avanços significativos nas pesquisas obtendo células-tronco adultascom características muito próximas das embrionárias, vejamos a seguir: - CÉLULAS-TRONCO DO LÍQUIDO AMINIÓTICO: Células-tronco quase tão potentes quanto as células-tronco embrionárias podem ser encontradas no líquido amniótico, disseram pesquisadores dos EUA. E essas células tiradas do líquido amniótico seriam bastante semelhantes as células embrionárias, afirmou Anthony Atala, do Instituto para a Medicina Regenerativa junto à Universidade Faculdade de Medicina Wake Forest. - CÉLULAS-TRONCO NO CORDÃO UMBILICAL: Este tipo de célula-tronco do cordão umbilical tem uma capacidade maior de duplicação e de adaptação do que as demais célula-tronco adultas. Este método tampouco traz complicações morais, já que apenas utiliza material orgânico, que será descartado, depois do nascimento do bebe. No cordão umbilical encontram-se células-tronco adultas que têm o potencial de formar músculo, osso, cartilagem e gordura. Inclusive pensa-se em criar bancos de cordão que, doados logo após o parto, seriam fonte riquíssima de células-tronco que poderiam ser transplantadas para vítimas de diversas doenças degenerativas. - CÉLULAS-TRONCO NO TECIDOS DA PELE: No caso das células-tronco a partir dos tecidos da pele existem novas pesquisas bastante animadoras (Células Induzidas). A partir de células-tronco retiradas da pele de ratos criou-se colônias de fibras musculares e nervosas, o que até anos atrás parecia ser impossível. Variando as proteínas em cada amostra, induziu-se o crescimento de diversos tipos de tecido, demonstrando-se que o uso de células-tronco retiradas de tecidos adultos é menos limitado que se imaginava. 4
  • 5. Atualmente as pesquisas científicas estão direcionadas para dois caminhos: 1. Obtenção de células-tronco adultas que tenham características semelhantes às embrionárias e com isso não necessitar destruir embriões humanos; 2. Desenvolvimento de técnicas para que as células-tronco embrionárias não causem rejeições. VANTAGENS E DESVANTAGENS DAS CÉLULAS-TRONCO VANTAGENS CÉLULAS-TRONCO EMBRIONÁRIAS - As células-tronco extraídas de embrião são bem mais abundantes; - As células-tronco embrionárias conseguem se diferenciar em todas as 75 trilhões de células existentes nos 216 tipos de tecidos que formam o corpo humano. DESVANTAGENS CÉLULAS-TRONCO EMBRIONÁRIAS - Para utilização das células-tronco embrionárias é necessário destruir uma vida no primeiro estágio de desenvolvimento (o embrião) para salvar um adulto doente; - Podem ser atacadas pelo sistema imunológico dos receptores se confundidas com invasores indesejados; - As células-tronco embrionárias causam grande rejeição no organismo transplantado, por isso o indivíduo que usá-las terá que tratar-se com imuno-depressores para o resto da vida; - As células-tronco embrionárias apresentam grande risco de provocar tumores. VANTAGENS CÉLULAS-TRONCO ADULTAS - Para utilização das células-tronco Adultas não é necessário destruir nenhuma vida; - A chance de rejeição ao auto-transplante é bem menor; - As células-tronco Adultas apresentam menor risco de provocar tumores. DESVANTAGENS CÉLULAS-TRONCO ADULTAS - As células-tronco Adultas são bem mais raras e sua qualidade é inferior; - Elas não atingem os 216 tipos de tecidos que formam o corpo humano, só conseguem gerar um número limitado de tecidos diferentes. CUIDADOS PARA USAR AS CÉLULAS-TRONCO COM SEGURANÇA As células-tronco estão trazendo esperança para muitas pessoas portadoras de enfermidades ondeexista a necessidade de recomposição celular. No entanto, estamos apenas no início das pesquisas, aindahá um longo caminho pela frente. Como vimos, as células-tronco, se inseridas de forma incorreta, podem desenvolver tumores nostecidos em que foram aplicadas, em contrapartida, podem salvar vidas e amenizar o sofrimento de muitosseres humanos. Só a ciência poderá desvendar tantas questões e, quem sabe, apresentar soluções paratantas doenças incuráveis até o momento. Com aprovação da Lei de Biossegurança os cientistas do Brasil estão autorizados a realizar, com oconsentimento dos pais, pesquisas em células-tronco de embriões congelados obtidos por fertilização invitro e armazenados há mais de 3 anos. Há preocupação do Ministério da Saúde com a euforia desmesurada do uso das células-tronco eenfatiza: “Elas são uma promessa de cura, não um milagre como se o paciente fosse soltar a muleta e sairandando". TODAS AS OPINIÕES MERECEM RESPEITO As pessoas que por quaisquer razões, são contrários ao uso das células-tronco embrionárias, merecemtodo respeito, assim como os que defendem o seu uso, também merecem todo respeito. Porém, todosconcordam que antes de se liberar o uso de células-tronco embrionários ou adultas é preciso ter certezaque as células transplantadas não desencadeiem outros tipos de enfermidades ou tumores. 5
  • 6. OS EMBRIÕES CONGELADOS PROVÉM DA FERTILIZAÇÃO IN VITRO As células-embrionárias são retiradas de embriões congelados, gerados por fertilização in vitro. Estesembriões ficam congelados em tanques de nitrogênio, a uma temperatura muito baixa (180º negativos). Oespiritismo não faz restrições alguma a fertilização in vitro, porém segundo a Dra Marlene Nobre estesprofissionais que geram vidas, devem ser também os guardiões dessas vidas. VISÃO ESPÍRITA SOBRE AS CELULAS-TRONCO O Espiritismo é favorável ao uso das células-tronco, porém é contrário a destruição dos embriões. Dra.Marlene Nobre presidente da AME - Brasil (Associação Médica Espírita ) em entrevista a RevistaInternacional de Espiritismo disse o seguinte: Defendemos a utilização das células-tronco adultas, somoscontrários à fabricação das embrionárias, Aliás, todo o sucesso terapêutico tem sido obtido com as adultas,que têm se revelado muito mais apropriadas à utilização terapêutica. Portanto, a posição da Doutrina Espírita é contrária à utilização das células-tronco embrionárias, querseja em pesquisas ou em terapias, mas posiciona-se favoravelmente à utilização das células-troncopresentes no indivíduo adulto e no cordão umbilical. DA VOLTA DO ESPÍRITO A VIDA CORPORAL Encontramos no LE 2ª Parte - Cap. VII Questões 330 – 399, ensino relevante passado pelos Espíritos arespeito da volta do espírito a vida corporal. Segundo Dra. Marlene Nobre, não há dúvida de que a união do espírito com a matéria se dá nomomento da concepção ou fertilização, ou seja, no instante em que se fundem os núcleos dos doisgametas, o do óvulo e o do espermatozóide (ww.amebrasil.org.br/html/aborto_uniao.htm). E, de acordo com Dra. Marlene, isso é válido para a fertilização normal e artificial . A questão 344 de OLivro dos Espíritos afirma exatamente isso. Dra. Marlene Nobre diz ainda: Estamos certos de que, tanto na fertilização normal quanto na artificial, oprocesso reencarnatório é o mesmo, visto que não há dois pesos e duas medidas nas leis do Criador. Aosque supõem que a união só se dá na nidação, ou seja, no instante em que o ovo ou zigoto se aninha noútero (6º dia após a concepção), perguntamos: se o perispírito do reencarnante age como modeloorganizador biológico, escolhendo o genoma e modelando o embrião, quem assumiria esse papelessencial, do instante da concepção à nidação? QUANDO O ESPÍRITO SE LIGA AO EMBRIÃO Em O Livro dos Espíritos, questão 344, em A Gênese capítulo XI, item 18 e em O Consolador, questão31, os Espíritos amigos nos dão conta que a partir da fecundação inicia-se a ligação da alma com o corpo,embora a concretização da reencarnação se de apenas no nascimento. O Espírito inicia a ligação ao corpo que lhe dará vida física desde oinstante da concepção por um laço fluídico e entra em uma fase que AllanKardec chamou de "perturbação", ou seja, ele vai perdendo a plenitude desua consciência à medida que a gravidez avança, como se tivesseadormecendo. 6
  • 7. TODOS OS EMBRIÕES TEM ESPÍRITO Na questão 356 de O Livro dos Espíritos, vemos que nem todos os embriões tem um Espírito ligado. Hácasos de gestação nos quais não há um Espírito destinado à vida no corpo em formação e que, ao nascer,será natimorto. Embrião Embrião COM SEM espírito espírito ligado ligado Campo bio-magnético EMBRIÕES CONGELADOS Qual a explicação espírita no caso do congelamento de embriões SEM EXISTIR a ligação espiritual? Neste caso os embriões congelados constituem vida orgânica, mas não vida espiritual, pois o Espírito destinado a encarnação somente esteve ligado a ele no início ou por algum tempo. Alguns Espíritos após constatarem que não irão reencarnar de imediato desligam-se do embrião buscam outra possibilidade encarnatória. Outros Espíritos ficam ligados por algum tempo e após constatarem que o período de espera será longo desligam-se e também buscam outra possibilidade encarnatória. Qual a explicação espírita no caso do congelamento de embriões e EXISTIR a ligação espiritual? Na pergunta 353 do O Livro dos Espíritos, os Espíritos respondem que o Espírito que vai animar aquele corpo tem existência fora dele, ou seja, ele ainda não está encarnado, mas apenas ligado ao embrião. Neste caso os embriões congelados constituem vida orgânica e vida espiritual, pois o Espírito destinado a encarnação está ligado a ele, aguardando a oportunidade de vir a ser implantando e iniciar o processo encarnatório. Como o Espírito reencarnante está apenas ligado por um cordão fluídico ao embrião, ele usufrui de certo grau de liberdade, de acordo com o seu estado evolutivo, como confirma Emmanuel no livro O Consolador. Portanto, enquanto isto não ocorrer dependendo do grau evolutivo do Espírito poderá: - Ter vida normal no plano Espiritual; - Ter restringida sua liberdade; - Ficar em estado de dormência totalmente desligado das atividades do plano espiritual. Se o embrião for destruído o Espírito buscará outra possibilidade encarnatória. Raul teixeira, num artigo publicado na Revista Espírita Allan Kardec, sugeriu que os espíritos que se propõem a esta ligação, seriam entidades espirituais devedoras da sociedade que se oferecem para vir atender ao progresso da Ciência. Nesse trabalho de servir à Ciência eles conseguem ressarcir seus débitos, ao invés de renascerem na Terra e sofrerem situações de enfermidades variadas durante largos anos. Segundo Joanna de Angelis na obra “Dias Gloriosos”, há outros Espíritos que para fugirem de seus perseguidores são levados a "estagiar" nestes embriões congelados, passando por um período de dormência, período este em que estariam livres das perseguições obsessoras e em fase preparatória para um possível retorno ao orbe (Livro Dias Gloriosos, Ditado pelo Espírito Joanna de Angelis Médium Divaldo Pereira Franco). Como não sabemos quando tem espírito ligado ou não ao embrião, não podemos aceitar a eliminação pura e simples desses embriões, assim como somos contra o aborto ou qualquer outro ato contrário à vida. Embrião Embrião COM SEM espírito espírito ligado ligado Campo bio-magnético 7
  • 8. O ESPIRITISMO ENFATIZA A NECESSIDADE DO PROGRESSO Na questão da filosofia, em "O Livro dos Espíritos", Cap. VIII, Da Lei do Progresso, item 778,encontramos o seguinte: "...O homem deve progredir sem cessar... Se ele progride é que Deus assim oquer ...” VÓS SOIS DEUSES E CO-CRIADORES Quando o Modelo e Guia da Humanidade, Jesus, afirmou: Vós sois deuses; e também que Aqueleque crê em mim fará as obras que eu faço e outras maiores, Ele falava de potencial Conhecia profundamente a destinação de cada alma, e que esta seria a perfeição Conhecia a imutável Lei do progresso, e ousou dizer àqueles homens ainda de coração endurecido,que no futuro, quando desejassem, seriam como Ele já era Era o habitante do topo da montanha, dizendo aos que acabavam de começar a escalada, quetodos poderiam chegar no cume um dia. O que percebe-se é que com os avanços da genética pela ciência física, certas atribuições queantes eram realizadas pelos espíritos, agora estão passando a ser dos encarnados liberando osespíritos para outras atividades mais sublimes que se faz necessário com a mudança de planeta deprovas e expiações para planeta de regeneração. MUNDOS DE PROVAS E EXPIAÇÃO- Onde predomina o mal;- Os Espíritos para evoluir, passam por provas e expiações, decorrentes do processo de aprendizado evolutivo. MUNDOS DE REGENERAÇÃO- Ainda existe o mal, mas que não predomina.- Os espíritos estão sujeitos a provas e expiações, as enfermidades serão brandas e não causaram grandes sofrimentos; Os espíritos já adquiriram melhores condições e conhecimentos para estabelecerem uma boa base para sua evolução. Elevação ELEVAÇÃO Correcional Umbral CORRECIONAL Umbral Médio Umbral Denso UMBRAL Imperfeitos Bons Puros Deus, através da evolução intelectual da humanidade, está permitindo que surjam técnicas novaspara auxiliar a natureza no seu processo criativo. O homem evolui intelectualmente, descobrindo ecompreendendo como funciona a natureza, em suas várias manifestações, e, através do conhecimentodas leis naturais, passa a interferir e contribuir com Deus, tornando-se co-criadores (Livro “Evolução emdois Mundos” – Capítulo I Co-criação em plano maior e Co-criação em plano menor). Na questão nº 8 de O Livro dos Espíritos, esclareceram os Espíritos que não existe o acaso. Asdescobertas feitas pela genética, para aportar no planeta Terra, teve necessariamente permissão deDeus. E como essas descobertas abrem um fabuloso leque de possibilidades para o ser humano,indubitavelmente este é o momento adequado para esse importante passo evolutivo. Diante do exposto, por uma questão de coerência com a Doutrina, não podemos repudiar o avançoda ciência, por outro lado, em respeito aos princípios morais, não podemos admitir violações às LeisDivinas. Cabe-nos, portanto, analisar os avanços da ciência, tendo como parâmetro as Leis de Deus. 8

×