• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Slide monografia familia e escola
 

Slide monografia familia e escola

on

  • 1,795 views

slide de monografia retaratando a importancia da relação das familias com a escola.

slide de monografia retaratando a importancia da relação das familias com a escola.

Statistics

Views

Total Views
1,795
Views on SlideShare
1,795
Embed Views
0

Actions

Likes
1
Downloads
21
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Slide monografia familia e escola Slide monografia familia e escola Presentation Transcript

    • UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ CENTRO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO E ARTES LICENCIATURA EM NORMAL SUPERIOR FAMILIA E ESCOLA: todos aprendem com essa parceria. ANTONIA CARLA ARAUJO DA COSTA RITA MARIA BARBOSA DE SOUSA ORIENTADORA: MS. GORETE DE CASSIA SOUSA MAIA
    • OBJETIVO GERAL Analisar os benefícios da relação família e escola, dentro do contexto educacional da escola investigada.
    • OBJETIVOS ESPECIFICOS CONHECER A VISÃO SOCIAL DAS DUAS INSTITUIÇÕES: FAMILIA E ESCOLA DO CONTEXTO EDUCACIONAL INVESTIGADO. IDENTIFICAR OS BENEFICIOS DESTA RELAÇÃO.
    • JUSTIFICATIVA O INTERESSE PELO TEMA PESQUISADO SURGIU ATRAVÉS DA VIVÊNCIA E DAS OBSERVAÇÕES NO ÂMBITO EDUCACIONAL.  PERCEBEU-SE MUITAS VEZES A FALTA DE APOIO DA FAMILIA NAS ATIVIDADES ESCOLARES.  ALÉM DA FALTA DE MOTIVAÇÃO POR PARTE DA ESCOLA EM BUSCAR A PARTICIPAÇÃO DOS PAIS.
    • FAMILIA E ESCOLA DA ANTIGUIDADE A ATUALIDADE A CRIANÇA DA IDADE MÉDIA ERA CLASSIFICADA PELA SOCIEDADE DA EPOCA COMO ADULTOS EM MINIATURA. A ESSE RESPEITO ÁRIES (1986) “A CRIANÇA COM PAPARICAÇÃO LIMITAVA-SE AS PRIMEIRAS IDADES E CORRESPONDIA A IDEIA DE UMA INFÂNCIA CURTA.”
    • Por volta dos anos 60 e 70 os jovens buscaram a liberdade, pois antes eram contidos. Já nos anos 80 a mulher poderia escolher se iria ter filho com o surgimento da pilula.
    • ENCONTRAR RECEITAS PRONTAS SOBRE EDUCAÇÃO SERIA UTOPIA, POIS SABE-SE QUE É NECESSÁRIO ELEMENTOS QUE AJUDEM A CONSTRUIR A ESCOLA DOS NOSSOS SONHOS. CHALITA (2009 P. 93) O PREDIO ESCOLAR A DE SER ACOLHEDOR. NÃO HÁ NECESSIDADE DE SE CONSTRUIR ESCOLAS FARAÔNICAS. UMA ESCOLA DEVE SER SIMPLES MAS FUNCIONAL.
    • FAMILIA E ESCOLA COMO INSTITUIÇÃO SOCIAL AS REUNIÕES DEVEM SER MOMENTOS DE INTEGRAÇÃO QUE OS PAIS CONHEÇAM, SINTAM, E REFLITAM SOBRE O COTIDIANO DO FILHO NA ESCOLA, E QUE ESCOLA E FAMILIA ESTEJAM CÔNCIOS DE SEUS DEVERES.
    • Caetano (2009 p. 52) afirma Alguns fatores impedem muitas vezes a participação dos pais nas reuniões: horários inadequados, a impossibilidade de levar os filhos, experiências desagradáveis vivenciadas em encontros anteriores, sentimentos de vergonha e humilhação diante do contexto de suas vidas (autocrítica, quanto as roupas simples, aparência físicas, condição de desemprego, ignorância etc.)
    • PERCURSO METODOLOGICO ESCOLA PESQUISADA ESCOLA MUNICIPAL CONSELHEIRO SARAIVA LOCALIZAÇÃO POVOADO BOA HORA – ZONA RURAL NORTE
    • METODOLOGIA A pesquisa foi de natureza empírica, tendo uma abordagem qualitativa; Visita a escola e as famílias. Foram descritos a organização e analise do material coletado além das interpretações dos resultados. Foram utilizados relato de dados e uso de questionários fechados.
    • ANALISE DE DADOS A pesquisa contou com a participação de oito funcionários e nove pais dos alunos do 1º ao 5º ano dos turnos manhã e tarde.
    • Caetano (2009, p.35) afirma: [...] embora pareça que os encontros entre escola e família sejam mais constantes toda a literatura a respeito do tema afirma que tais momentos são permeados de dificuldades fato admitido pelos próprios professores que se queixam comumente do despreparo, da ausência e, principalmente dos desinteresses dos pais pela vida escolar dos filhos.
    • da freqüência do acompanhamento do desenvolvimento dos filhos:  4 pais vão a escola sempre que tem alguma dúvida, 3 comparecem a escola bimestralmente;  2 somente quando há necessidade ou convite.
    • Dos convites para as reunião de pais e mestres:  7 dos responsáveis afirmaram que sempre que possível participam dos encontros;  2 comparecem sempre que há algum problema;
    • Durante a reunião:  4 ouvem o que os profissionais da escola tem a dizer;  5 manifestam-se exclusivamente sobre os problemas dos seus filhos. Das atividades de casa:  7 dos res ponsáveis mencionaram que as atividades são realizadas no reforço,; 2 onde o filho quiser: sala, quarto ...,
    • Os acompanhamento dos pais aos deveres de casa:  5 as tarefas ficam nas mãos da professora de reforço;  2 preferem não se meter nos assuntos da escola, 1 ajuda mas não faz pelo filho;  1 cobra do filho sempre que lembra.
    • CONSIDERAÇÕES FINAIS [...] É de suma importância que a família participe do processo educativo para aprender e ensinar junto com a escola (CHALITA, 2009. p.103-104)  Compreende-se com a pesquisa a necessidade por parte da escola em motivar e em procurar estar mais próximo da família.
    • REFERÊNCIAS ARIÈS,Philippe.História social da família e da criança. Tradução Dora Flaksman. Rio Janeiro:Guanabara,1986.p.225-271. CAETANO, Luciana Maria, Dinâmicas para reuniões de pais: construindo a parceria na relação escola e família. São Paulo, 2009. p.15-55. Chalita Gabriel, A escola dos nossos sonhos. A escola: espaço de acolhimento. Ed ciranda cultural São Paulo 2009. P.110