Your SlideShare is downloading. ×

Xamanismo

2,034
views

Published on

Trabalho para a matéria: "Introdução ao Pensamento Teológico II". …

Trabalho para a matéria: "Introdução ao Pensamento Teológico II".
Tema: Religiões.
Subtema: Xamanismo.

Published in: Spiritual, Education

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
2,034
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
74
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Estudo das religiões
  • 2. Xamanismo • Primeira manifestação de divino praticado pela humanidade. • Desde o homem primitivo, aperfeiçoado pelos indígenas.
  • 3. Xamanismo • Um conjunto de práticas universais. • Filosofia de Vida x Religião.
  • 4. Xamanismo Xamã: • Líder espiritual, político e religioso. • Semelhante a um sacerdote. • Não é uma escolha. • “Organiza o caos”.
  • 5. Xamanismo • Focado no êxtase – Alexandre Meireles. • Transe ou total concentração. • Fogo, música, silêncio...
  • 6. Xamanismo • Recuperação do poder pessoal. • Causa das doenças = nos afastamos do nosso núcleo de força.
  • 7. Xamanismo • Nós somos responsáveis pela nossa saúde e pela nossa alegria. • Irradia para a sociedade. • “Você atrai aquilo que você emana”.
  • 8. Xamanismo • Filosofia de vida. • Processo terapêutico. • Religião (?).
  • 9. Origem • Não há raízes histórico-geográficas. • Nome – Sibéria. • Práticas surgiram nos povos paleolíticos após o surgimento do fogo. • Vários clãs = vários fundadores.
  • 10. Crenças • Observaram a natureza – interação com o todo. • Com essa percepção: – aprendizado do que realmente somos, – capacidade de elevar a consciência,
  • 11. Crenças – capacidade de se relacionar com outras realidades e dimensões, – manter plena e perfeita harmonia com a natureza, – integração dos corpos físico, mental, emocional e espiritual.
  • 12. Textos Sagrados • Tradição oral – lendas. • Origem do Mundo e da Humanidade. • A origem das doenças e dos remédios.
  • 13. Culto • Não há, exatamente, um culto. • Conjunto de práticas e técnicas antigas.
  • 14. Culto • Uso do simbolismo varia de acordo com a cultura da pessoa que as praticam. • Mesmas forças e os mesmos elementos.
  • 15. Culto • “Possibilitando aos indivíduos aprenderem conscientemente a transpor o aparente abismo existente entre o mundo físico e o espiritual, entre as esferas da visão e da imaginação”.
  • 16. Ritos • Buscam o estado de êxtase para a cura. • Fogueira, instrumentos de poder, música. • Cantam. Vídeo [1]
  • 17. Animais de Poder • Ferramenta poderosa – crescimento pessoal. • Espírito do animal de poder = o que precisa ser trabalhado na sua vida.
  • 18. Animais de Poder • Trabalhar com o Animal de Poder = trabalhar consigo mesmo. • Você = seu animal de poder.
  • 19. Animais de Poder • Ajudam a alcançar qualquer objetivo. • Para descobrir o seu animal de poder – Jornada Simples Xamânica.
  • 20. Animais de Poder • Águia. • iluminação, a visão interior, coragem, elevação do espírito a grandes alturas. • ajuda a ver o mundo em um contexto mais amplo, a tomar decisões com clareza e objetividade.
  • 21. Animais de Poder • Búfalo. • sabedoria ancestral. • esperança, paz, tolerância. • espiritualidade, preces.
  • 22. Animais de Poder • Cavalo. • poder interior, liberdade de espírito, viagem xamânica, força.
  • 23. Animais de Poder • Gaivota. • voar através da vida com calma e esforço para alcançar objetivos.
  • 24. Animais de Poder • Lagarto. • otimismo, adaptabilidade, sonhos. • regeneração, renovação, transformação.
  • 25. Animais de Poder • Lobo • amor, relacionamentos saudáveis, fidelidade, generosidade, ensinamento.
  • 26. Animais de Poder • Macaco • inteligência, bom humor, alegria, agilidade, perícia, irreverência, amizade.
  • 27. Animais de Poder • Aranha • Abelha • Alce • Antílope • Beija-flor • Borboleta • Cabra/cabrito • Camelo • Canguru • Castor • Cisne • Coiote • Cobra • Cachorro • Esquilo • Falcão • Gambá • Gato • Galo • Girafa
  • 28. Animais de Poder • Gofinho • Gorila • Guaxinim • Jaguar • Leopardo • Lince • Libélula • Minhoca • Morcego • Onça • Porco-Espinho • Puma • Raposa • Rato • Salmão • Texugo • Touro • Urso • Veado
  • 29. Plantas Nativas e Ervas • Empregadas em várias cerimônias. • Defumação, tomar, emplastros.
  • 30. Plantas Nativas e Ervas • Objetivos: – proporcionar cura de doenças, – bem-estar, equilíbrio, sabedoria, – limpeza, purificação, – contato com nosso interior e espíritos guardiães.
  • 31. Plantas Nativas e Ervas • Tabaco; • Sálvia Branca; • Sweetgrass; • Cedro; • Lavanda; • Copal; • Urucum; • Cravo;
  • 32. Instrumentos de Poder • Tambor sagrado; • Chocalho sagrado; • Pedras e cristais; • Bastão Falante; • Abalone; • Penas de Poder; • Pau de Chuva; • Cachimbo Sagrado.
  • 33. Considerações Xamã • assumir a responsabilidade com o Universo de: – viver em harmonia com a natureza, – ajudar o próximo, – transformar o ambiente em que vive, – ser aparelho de transformações nas pessoas. • não é uma profissão, é um dom.
  • 34. Considerações Carpe Diem • Viver cada momento como sagrado é reconhecer que todas as coisas são interligadas numa grande Teia Cósmica. • Nos curamos = mundo se beneficia.
  • 35. Considerações Carpe Diem • Viver completamente: aqui e agora é o único ponto em que podemos fazer escolhas e podemos mudar nosso mundo. • despertar e abranger o divino – restabelece nossa conexão com a natureza e com o mistério do cosmo = adquirir capacidade e sabedoria.
  • 36. Considerações Conceitos de cura • A cura é a jornada de toda uma vida no sentido da inteireza. • Curar é: – lembrar o que foi esquecido sobre o vínculo, unidade e interdependência entre tudo o que é vivente e não-vivente. – Curar é abrir os braços ao que é mais temido;
  • 37. Considerações – é abrir o que estava fechado e suavizar o que endureceu em forma de obstrução; – é penetrar no momento transcendente e atemporal em que se experimenta o divino;
  • 38. Considerações – é criatividade, amor e paixão. – Curar é buscar e expressar o ser em sua plenitude, sua luz e sua sombra, o masculino e o feminino. – Curar é aprender a confiar na vida.
  • 39. Considerações Mulheres • um xamã pode ser tanto homem quanto mulher. • podem praticar a medicina da cura. Ciência • Vídeo [2]
  • 40. Conclusão • O xamanismo pode não ter uma instituição religiosa, mas ele cumpre a função religiosa. • “re-ligar” = religião = base do xamanismo – há ligação entre tudo o que existe, toda ação que fizermos irá afetar o ambiente e as outras vidas. • Religião, filha do desejo, filha do medo – xamanismo = rituais de cura; combate enfermidades do século XXI.
  • 41. Xamanismo Alunos: Gabriela T Freitas Rodrigo Morais Thiago Mittermayer Professor: Jozimas Introdução ao Pensamento Teológico II Tecnologia e Mídias Digitais – 2º semestre/2010.