Your SlideShare is downloading. ×
 A Casa de Windsor - Uma Linhagem Sanguínea Nobre (rede reptiliana de manipuladores políticos e financeiros, satanistas)
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Introducing the official SlideShare app

Stunning, full-screen experience for iPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

A Casa de Windsor - Uma Linhagem Sanguínea Nobre (rede reptiliana de manipuladores políticos e financeiros, satanistas)

505
views

Published on

Os Windsor, um nome que eles adotaram em 1917, a partir do nome deles em alemão,são ricos além de qualquer discrição. O título da Rainha de “a mulher mais rica do mundo” dificilmente conta a história, …

Os Windsor, um nome que eles adotaram em 1917, a partir do nome deles em alemão,são ricos além de qualquer discrição. O título da Rainha de “a mulher mais rica do mundo” dificilmente conta a história, e assim, não admira que o Príncipe Phillip chame os Windsor de ‘a firma da família”. Eles têm herdado a riqueza acumulada dos ancestrais da “Nobreza Negra” da Rainha em terra, casas, tesouros de arte e jóias. Algumas delas são propriedade da Rainha e outras do “Estado” que, como resultado, ela pode passar sem ser tributada para a próxima geração da família dela. A propriedade do Estado significa propriedade da Nobreza Negra que controla o Estado. Os Windsor são parte da rede reptiliana de manipuladores políticos e financeiros, satanistas e assassinos rituais de crianças. Reconhecidamente, a rede tem entre seus números, via as incontáveis sociedades secretas, proeminentes juízes, policiais, políticos, homens de negócios, principais servidores públicos, proprietários da mídia e editores. Sob estes reis e generais da rede vêm os oficiais e soldados a pé que não têm idéia da escala da agenda na qual estão envolvidos.

Published in: Education

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
505
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
13
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. A Casa de Windsor Uma Linhagem Sanguínea Nobre http://vaticproject.blogspot.com.br/2011/10/black-nobility-bloodline.html – A Riqueza Windsor
  • 2. Nota do Vatic: Seja o que for que possamos ter especulado ou imaginado sobre a família real, empalidece em comparação as coisas escumalhentas que eles têm feito para obter a riqueza deles… e estas são as pessoas que querem governar o globo? Digo… “deixe que eles comam o bolo”. Uma outra grande exposição da poça de escumalha que constitui nossa elite. Se eu tivesse me sentido menos do que estas pessoas, o que nunca aconteceu, mas se eu tivesse, nunca mais me sentiria assim depois de ler o quão patética, psicopática e falência moral eles têm. Dificilmente posso esperar até falarmos sobre poder. Minha maior imagem destas pessoas era a de um evento público no qual a Rainha, os Príncipes Charles e Phillip estavam de pé em uma varanda acenando para a multidão e o Príncipe Phillip deve ter deixado algum “bom” sair porque a Rainha, o Príncipe Charles e todo mundo na varanda se virou e deu um olhar terrível ao Príncipe Phillip que estava rindo de orelha a orelha. Ele também é um enorme racista. Um verdadeiro nazista. Isto mostra que a riqueza e o poder não podem mascarar a falta de caráter e de classe. Eles definitivamente não têm ambos. Mas isso tudo deve ser lido completamente; por agora, é apenas para mostrar que o que você custeia para Israel empalidece em comparação com o que nós, contribuintes, subsidiamos a Rainha. Ainda estamos sob o controle dela. Ao menos financeiramente e os bancos dela continuam a afiançar com o nosso dinheiro de contribuinte. Está começando a aparecer que os únicos países contra os quais não entraremos em guerra e que são comprovados inimigos de nosso povo, são Israel e agora a Grã-Bretanha. Os Windsor (VN: um nome que eles adotaram em 1917 a partir do nome deles alemão para soar mais britânico já que eles estavam sendo vistos como não se importando com os britânicos, muito mais que o seu bem estar pessoal) são ricos além de qualquer discrição. O título da Rainha de “a mulher mais rica do mundo” dificilmente conta a história e assim não admira que o Príncipe Phillip chame os Windsor de ‘a firma da família”. Eles têm herdado a
  • 3. riqueza acumulada dos ancestrais da “Nobreza Negra” da Rainha em terra, casas, tesouros de arte e joias. Algumas delas são propriedade da Rainha e outras do “Estado” que, como resultado, ela pode passar sem ser tributada para a próxima geração da família dela. A propriedade do Estado significa propriedade da Nobreza Negra que controla o Estado. Isto é apenas alguns dos botins dos Windsor: A Rainha tem mais de 300 residências, incluindo castelos e palácios como o Palácio de Buckingham, o castelo de Windsor, o Palácio de Kensington (onde Diana viveu), o Palácio St James, (a base em Londres do Príncipe Charles), a Casa Holyrood em Edinburgh, Castelo Balmoral na Escócia e Sandringham em Norfolk onde Diana conheceu o Príncipe Charles. Ela possui o Ducado de Lancaster com aproximadamente 40.000 acres de terra, a maioria agricultáveis, mas incluindo principais sítios de desenvolvimento de enorme valor. Em 1988 o Parlamento aprovou uma lei para permitir que ela desenvolvesse e vendesse algumas de suas terras ao redor de Strand, em Londres. Como muito de sua riqueza, os conteúdos do Ducado de Lancaster foram roubados, neste caso de Simon de Montfort junior pelo filho de Henry III depois que dos esforços de Montfort para estabelecer um parlamento forte foram derrotados em 1265. Se você der uma olhada nos registros provavelmente descobrirá que os Monfort roubaram isso de alguém mais. Os Windsor possuem um outro ducado, aquele da Cornuália, administrado pelo Príncipe Charles. Esse também tem 44.000 acres o que também inclui parcelas nas partes mais caras de Londres. A Rainha também comprou ou herdou a maior coleção particular mundial de jóias. O diamante Koh-i-noor, então o maior do mundo, foi presenteado à Rainha Vitória depois que a Companhia das Índias Ocidentais tinha derrotado o Marajá de Punjab em 1851. O Diamante Cullinen foi uma oferta de paz à realeza britânica depois da Guerra Boer na África do Sul que foi engendrada por Cecil Rhodes, Alfred Milner, od Rothschilds e a Mesa Redonda. Outros presentes vieram dos sheiques do petróleo árabe e vários chefes de Estado. Mais de 7.000 pinturas e 20.000 desenhos de velhos mestres pertencem à coleção Real que a Rainha controla. Ela particularmente possui uma vasta coleção de outros trabalhos e tudo isso será passado a linhagem Windsor quando ela morrer, a menos que a nação acorde e ponha um fim na monarquia. Ninguém sabe o que realmente os Windsor possuem porque é proibido ao parlamento até mesmo discutir o fato que a Rainha mantém sua riqueza particular secreta. Tal segredo é vital para evitar a afronta a seus ”súditos” e permite que ela use seu privilégio para “comerciar internamente”, uma prática que é ilegal. O comércio interno é estar em uma posição para ouvir informação privilegiada que pode ser usada para cometer um assassinato financeiro e então usar o conhecimento para fazer exatamente isso. A Rainha com seu colossal portfólio de investimentos globais, está na posição perfeita para obter ganhos ilimitados. Ela é constantemente mantida informada por meio de encontros com primeiro- ministros, ministros, funcionários, inteligência britânica e outras fontes, de acontecimentos secretos no mundo. Ela sabe através destes canais e de outros, onde estão os melhores e os piores investimentos e através de sua rede secreta ela pode assegurar que o mais eficaz uso financeiro seja feito com esta informação. Foi exposto em 1977 que o Banco da Inglaterra, uma criação da Nobreza Negra, tinha estabelecido uma companhia chamada Bank of England Nominees Ltd (BOEN), para esconder os investimentos da Rainha. A linhagem Windsor havia tido um relacionamento particularmente lucrativo com o City of London desde o reinado de Edward VII, o filho da Rainha Victoria. O Principal conselheiro financeirode Edward era Ernest Cassel, o banqueiro da Nobreza Negra. A filha e herdeira de
  • 4. Cassel, Edwina, casar-se-ia com Lord Louis Mountbatten, da maior influência sobre os Príncipes Philip e Charles. Edward VII, um proeminente maçom, também era próximo dos Rothschilds, dos Sassoons (um ramo da linhagem Rothschild), e dos clones americanos Payseur-Rothschild, Morgan e Harriman. Outros nomes financeiros com longas associações reais são Barings e Morgan Grenfell. O conselheiro financeiro particular de George VI, o pai da Rainha Elizabeth, era Sir Edward Peacock do Barings Bank e do Bank of England. O Rei recompensou Peacock com uma Grã Cruz da Ordem Real Vitoriana, então o aconselhamento foi muito lucrativo. George VI também fez Lord Cromer seu Lord Chamberlain, o mais alto posto na Casa Real. Cromer uma vez foi diretor de Barings. Pesquisadores como Philip Beresford, o autor de The Book Of The British Rich, diz que a Rainha Elizabeth investe nas maiores corporações, tais como Rio Tinto (antes Rio Tinto Zinc or RTZ), Royal Dutch Shell, ICI e General Electric. Isto faz sentido porque todas elas são pilares da Nobreza Negra. A Rainha parece ter investimentos substanciais na Rio Tinto, a maior companhia de mineração do mundo. Rio Tinto foi criada em 1873 por Hugh Matheson da operação global de comércio de drogas chamada Jardine Matheson. Rio Tinto estava no início no petróleo do Mar do Norte juntamente com a Texaco, usando as refinarias da BP nas quais se acredita que a Rainha tenha maiores investimentos. A Rainha teria lucros enormes a cada ponto da operação e ela deve ter conhecimento interno do potencial do Mar do Norte. Talvez o mais flagrante conflito de interesses a ser identificado foi o envolvimento da Rio Tinto em um cartel formado em 1971 para fixar o preço do urânio. Um grande júri federal e o Comitê das Relações Estrangeiras do Senado dos EUA presidido por Frank Church, expôs a coisa. Ele também incluía uma companhia chamada Mary Kathleen Uranium of Australia. Esta companhia tinha estado secretamente enorajando os aborígenes a ocuparem as terras de urânio na Austrália para retira-las da produção e aumentar o preço no mercado mundial. A escassez de urânio manufaturado teve um sério efeito sobre a companhia americana Westinghouse que moveu ação legal contra a Rio Tinto pelo aparelhamento de preços. Uma corte americana ordenou que os funcionários da Rio Tinto respondessem as perguntas, mas isto foi extinto pelos Lordes Legais britânicos [Nobreza Negra e seus clones]. O governo australiano aprovou uma legislação com o mesmo efeito. Ito foi depois que o Primeiro- ministro australiano, Gough Whitlam, tinha sido demitido de sua função pelo Governador- geral da Austália [da Rainha], Sir John Kerr. Whitlam estava buscando uma política de comprar cartéis de mineração e matéria-prima, como Rio Tinto e Anglo-American, para Pará- los de rapinar a base de recursos da Austrália, enquanto nada davam em retorno. (VN: Austrália e Canadá realmente acreditam serem países livres, governados pelo povo. Agora sabemos desde que a Rainha pode se livrar de alguém eleito pelo povo, se assim o desejar, estes países não são independentes nem livres. Eles são da monarquia.) A Rainha, com enormes investimentos em ambas companhias, removeu Whitlam usando alguns de seus “poderes prerrogativos” de amplo alcance que ela pode instigar quando necessário. Hoje em dia a Rainha não tem poder? Certo. Parte da fraude é encorajar as pessoas a acreditarem que ela não tem poder enquanto dão a ela poderes surpreendentes que devem responder quando surge a necessidade como uma ação de emergência da Irmandade. Sir John Kerr, um ex agente operacional de alto nível da inteligência britânica, um braço da Nobreza Negra, foi feito membro do Conselho Privado e da Ordem Real Vitoriana pelos seus
  • 5. serviços leais e muito lucrativos ao portfólio da Rainha. Ele mais tarde foi assassinado, contudo, quando havia o perigo da verdade vir à tona sobre a remoção de Gough Whitlam. A Rainha tem investimentos maciços na América e muitos deles estão relacionados ao fundo da Virginia Company sob James I e Sir Francis Bacon que ambicionaram estas terras desde o início. A Coroa Britânica ainda possui a América [possivelmente em benefício do Vaticano] e, com a Irmandade baseada em Londres, a Rainha desfruta de uma incrível receita vinda de matérias-primas (VN: A Rainha está para o urânio como DeBeers está para os diamante, esse é o porquê eles desejam guerras nucleares, assim ela faz mais dinheiro…) e outros lucros gerados pelos EUA (a Virginia Company). Em 1966 dois congressistas americanos descreveram no registro congressional como a Rainha possuía uma da maiores plantações do mundo em Scott, Mississipi, perto da fronteira com o Arkansas, chamada Delta and Pine Land Company. Naquele tempo ela valia 44.5 milhões de dólares ainda que pagasse a suas centenas de trabalhadores negros uma insignificância. Um fato a ser citado também, o Delta [triângulo ou pirâmide] é um maior símbolo e este é i porquê a força militar de elite dos EUA é chamada Delta Força. A coleção de pornografia na Livraria do Congresso é conhecida como Coleção Delta (VN: dizer que eles eram pervertido, viciados e sem alma e este é o porquê eles falharão em seus esforços] e Delta, ou Tríade é apresentado em centenas de logos de negócios americanos, inclusive Delta Airlines. Não por coincidência Delta também é o símbolo da Arco Maçonaria Livre Real. Este é o motivo pelo qual a operação chinesa de crime organizado, as Tríades [triângulo] recebem estes nomes e um grupo de elite se intitula Comissão Trilateral. Quando Adnan Khashoggi, o notório comerciante global de armas, abriu seu ramo na América ele o chamou Tríade América. Khashoggi, um parente dos Fayeds, é um associado de George Bush, que é um amigo íntimo da Rainha Queen Elizabeth e do Príncipe Philip. De 1968 a Delta e Pine Company da Rainha atraiu subsídios do governo dos EUA de 1.5 milhão de dólares. (VN: acabei de descobrir que a Delta and Pine Co. tinha penalidades por suborno e agora faz parte da Monsanto. Então a questão é, “ela recebeu ações da Monsanto em troca pela Delta & Pine co?” Ela está com os Gates?) O Senador McIntyre disse no Congresso em 16 de abril de 1970 que o governo tinha “pago à Rainha 120.000 dólares para não plantar algodão na fazenda de sua propriedade no Mississipi” A revista The New Yorker também relatou que a Rainha é a maior proprietária da propriedade “favela” na cidade de New York e suas explorações incluem o distrito de teatros, a 42nd. Street (VN: isso surpreende alguém que compreenda o quanto não sabemos e o quão invasivo é o furto de nossos impostos que têm ido para estas elites. Estou atônito e desgostoso. As coisas mudarão e isso é certo. A Rainha também possui a maior propriedade particular no Colorado que inclui as terras sob o Aeroporto de Denver… hum…]. É reconhecido que entre 3.000 a 5.000 famílias possuem e controlam a economia mundial, mas o número de pessoas no núcleo do controle é muitíssimo menor: relativamente um punhado. Definitivamente os Windsor estão entre esta elite do núcleo. (VN: Com estes poucos, podemos manejar isso e cuidar do problema, absolutamente sem dúvida sobre isso e o fazer globalmente, sim, e estou muito mais encorajado do que desde que isso tudo começou). Este cartel da Irmandade controla cada e todo aspecto da rede econômica global, os bancos, as companhias de seguro, matérias-primas, transportes, fábricas, produtos acabados e maiores grupos varejistas [o mercado aparelhando todo o resto], os mercados de ações e materiais, governos, mídia, agências de inteligência e assim por diante.
  • 6. Isto é coordenado por meio de sociedades secretas e um de seus mais importantes veículos é a operação City of London-Casa de Windsor, chamada Club of the Isles. Este foi o nome dado pelo Rei Edward VII, o filho da Rainha Vitória que foi o primeiro a receber o título de Príncipe de Isles. Hoje o título é do Príncipe Charles. Edward esteve pesadamente envolvido com os barões da Nobreza Negra do distrito financeiro londrino de Square Mile. E os ajudou a arquitetar a Guerra da Criméia, a guerra Rússia-Japão, as preparações para a primeira guerra mundial e a Guerra do Ópio com a China. Através da organização central do Club of the Isles vem uma rede fantástica de diretorados interligados que aparentemente são companhias “independentes” em uma rede de controle e agenda comuns. Alguns desta teia incluem: • O Banco da Inglaterra • Corporação Anglo-Americana da África do Sul • Rio Tinto • Minorco Minerals and Resources Corp • De Beers Consolidated Mines e De Beers Centenary AG • N.M. Rothchild Bank • Barclays Bank • Lloyds Bank • Lloyds Insurance Market • Midland Bank • National Westminster Bank • Barings Bank • Schroders Bank • Standard Chartered Bank • Hambros Bank • S. G. Warburg • Toronto Dominion Bank • Johnson Matthey • Klienwort Benson Group • Lazard Brothers • Lonrho • J. P. Morgan and Co • Morgan Grenfell Group • British Petroleum • Shell and Royal Dutch Petroleum
  • 7. • Cadbury-Schweppes • BAT Industries • Assicurazioni Generali SpA, (Venice) Italy • Courtaulds • General Electric (VN: lembre-se que esta foi a companhia que estava indo nos envenenar com a lâmpadas de mercúrio? Ela faz parte do plano de depopulação? Penso que sim) • Cazeenove and Co • Grand Metropolitan • Hanson plc • HSBS Holdings (Hong Kong and Shanghai Bank) • Imperial Chemical Industries • Inchscape plc Inco Ltd • ING Group • Jardine Matheson • Peninsular and Oriental Steam Navigation Co (P & 0) • Pilkington Glass • Reuters Holdings • Glaxo Wellcome SmithKline Beecham (VN: Hmmm, As companhias farmacêuticas estão contaminando nossas vacinas que são obrigatórias) • Unilever and Unilever NV • Vickers plc E isso é apenas umas poucas delas! Cada uma destas corporações tem escalonadas listas de subsidiárias seguindo página após página. Lonrho sozinha ao tempo em que escrevo tem 640 subsidiárias. Estas operações domiciliadas em Londres se conectam com aquelas em outros países desenvolvidos e em desenvolvimento dando aos cartéis Nobreza Negra-Windsor o controle sobre os bancos mundiais e os minerais, energia e produção de alimentos. Uma das companhias da Nobreza Negra nos EUA é a Archer Daniels Midland, chefiada pelos Bilderberger, Dwayne Andreas, um dos principais sustentadores financeiros do político americano profundamente corrupto, Bob Dole, que tão mansamente se “opôs” a escolha da Irmandade, Bill Clinton, na eleição presidencial de 1996. A Nobreza Negra tem feito da cidade de Londres o centro financeiro mundial desde sua chegada em massa com William de Orange. Hoje este centro é o lar de mais de um quarto do cambio mundial e a London Stock Exchange lista mais companhias estrangeiras do que qualquer outra. 90% do comércio de câmbio da Europa é manuseado pelo City e ele é o maior emitidor de Eurobonds.
  • 8. O principal mercado de futuros na Europa tem sua base em Londres como também London Metal Exchange, International Financial Petroleum Exchange e London Commodity Exchange. Aprendi através de contactos na América que é por meio de organizações como London Metal Exchange que os lucros da Virginia Company (EUA) são canalizados de volta a Londres. A cidade é o centro para a marinha internacional, aviação e seguro e resseguro comerciais. O City domina o gerenciamento do fundo mundial para instituições e governos estrangeiros e todas estas operações do City tem maçons em posições proeminentes. Mais de 500 bancos estrangeiros têm escritórios em Londres e em 1993 os bancos baseados no Reino Unido respondiam por 16% dos empréstimos mundiais, uma estatística perplexante para estas pequenas ilhas. Os diretorados interligados entre estes bancos e os negócios são simplesmente de tirar o fôlego. Imagine o poder que você tem para controlar eventos quando você controla todas estas companhias e governos tomando decisões que afetem estas companhias. Acrescente o controle da mídia via organizações como BBC, agência de notícias Reuters, Hollinger Inc., Thomson, News Corporation, Pearson, Reed Elsevier, The Washington Post, New York Times, NBC, CBS, ABC, etc, etc… e você controla o mundo. Mais do que isso, as pessoas não sabem o que está acontecendo e portanto você pode continuar indefinidamente sem desafio ou exposição. (VN: para mudar agora, faça isso seguir viral, ele está tão certo) Um dos bancos íntimos da Rainha é o Hambros plc, uma fortaleza da Nobreza Negra baseado em Tower Hill, Londres. Joseph Hambro foi um banqueiro para os reis da Dinamarca, Noruega e Suécia e fez muitos negócios com os Rothschilds. Seu filho, Carl Joachim Hambro, mudou-se de Copenhagen para Londres em 1839 e quatro anos mais tarde o Parlamento aprovou uma legislação para fazer do Hambros um banco britânico. Como os Rothschilds, a família Hambros fez grande parte de sua fortuna financiando guerras e, novamente como os Rothschilds, tornaram-se pesadamente envolvidos na inteligência britânica. J. H. ‘Jack’ Hambro, o chefe da firma em 1933, dirigiu a Corporação do Reino Unido, a operação de guerra econômica da inteligência britânica durante a primeira guerra mundial. Seu filho, Sir Charles Hambro, foi o diretor de Operações Executivas Especiais [SOE] durante a segunda guerra mundial enquanto Victor Rothschild também estava manipulando os eventos dentro da rede da inteligência britânica. Foi o SOE que formou a companhia agora conhecida como Hollinger Inc., o gigante da mídia chefiado por Conrad Black, o filho do agente da SOE que ajudou a criar isso. O filho de Sir Charles Hambro, Lord Hambro, agora dirige a firma. Seu currículo inclui a presidência da Guardian Royal Exchange Insurance; Peninsular and Oriental Steam Navigation Company, diretor da operação de comércio de drogas durante as Guerras do Ópio agora conhecida como P & 0; diretor do San Paolo Bank Holdings; e tesoureiro sênior do Partido Conservador. Também na diretoria da Hambros Board estão Sir Chippendale Keswick da infame família do comércio de drogas que também é ligada aos De Beers, Anglo-American e Banco da Inglaterra entre muitos outros; o diretor da Hambros, Lord Kingsdowne, tem um currículo que inclui Glaxo Wellcome, Banco da Inglaterra, Banco National Westminster, Redland plc, Foreign and Colonial Investment Trust, Conselho Econômico Nacional de Investgimento, Fundação Ditchley, um círculo da Irmandade que se interliga com outros como o Grupo Bilderberg.
  • 9. Também entre os diretores do Hambro estão Lord Halifax e John Clay, um diretor do grupo de mídia Guardian que afirma ser “anti-estabelecimento” enquanto faz parte da rede. Na década de 1970 um diretor do Hambros foi Lord Carrington, íntimo associado de Henry Kissinger e presidente do Grupo Bildreberg a partir de 1991. Foi durante os anos de 1970 que os Hambros tinham uma aposta significativa em um banco chamado Banco Privata que esteve envolvido no escândalo da maçonaria P2 e estava ligado ao banco no centro do escândalo, o Banco Ambrosiano. O coordenador desta fraude foi Michael Sindona, o principal acionista do Banco Privata e outra de suas companhias de exporação, La Centrale Finanzaria, tinha Jocelyn Hambro e Evelyn de Rothschild na diretoria. A rede financeira de Sidona estava financiando o P2 e sangrando enormes somas do Banco do Vaticano. Por sua vez, o P2 estava financiando e organizando o terrorismo na Itália, inclusive a bomba que matou 85 pessoas na estação ferroviária de Bolonha. A exposição do P2 foi seguida pelo assassinato, de acordo com o ritual maçônico, do chefe do Banco Ambrosiano, Roberto Calvi sob a Ponte de Blackfriars em Londres ao longo do distrito financeiro. Aposto que o clã Hambro ficou tão aliviado que não foi nem capaz de falar. Sidona mais tarde disse que os maçons da América do Sul cometeram o assassinato. Cada parte da rede sub-contrata seus assassinatos de um ourto ramo para tornar difícil o estabelecimento da verdade. A operação Hambros, como todas as outras, “fede tão alto” que precisaria de todo suprimento mundial de desodorantes para suprimir o fedor. Mas poupe o seu mais poderoso desedorizador de ar para a Rainha e a Casa de Windsor. Eles estão ligados a todos intitulados criminosos que estão saqueando o planeta e causando morte, destruição e miséria pelo mundo. E observe isso: se você é britânico está pagando a eles para fazerem isso! Os Windsor são conhecidamente parte desta teia e sua face pública é uma mera fachada para ocultar a fossa da qual eles operam por trás das cenas. Este controle rola em cascata de Londres para o resto do mundo onde as linhagens sanguíneas da elite governam em benefício da agenda reptiliana.
  • 10. Uma Negra Linhagem Sanguínea Nobre – O Poder Windsor e seus Amigos Nazistas http://vaticproject.blogspot.com.br/2011/10/black-nobility-bloodline-part-iii.html Vatic Note: Toda vez que começo a acreditar que sei muito, encontro algo como isso e entendo que estou tão ignorante quanto estive. Quando garoto eu era ignorante sobre esta família. Acredito que o mundo era ignorante sobre eles, exceto aqueles que foram perseguidos por eles. Estes dois assuntos me educaram não apenas quanto a Rainha mas quanto a estrutura de poder aqui na América e o quanto isto é ligado á Coroa. Eu não tinha ideia de como isto era intenso até isso. A traição é palpável e além da dúvida. Pensamos que nossos líderes, eram como nós, americanos leais e guiados pelos valores americanos; bem, este é um outro lugar no qual eu estava errado. Tenho aprendido diferentemente desde o 11 de setembro, apenas não compreendia os quão ligados os nossos oficiais eleitos estavam com a Realeza britânica, que são ocultos e satanistas e khazars também. Por favor, leia completamente, vale cada minuto que você leva para ler. Obrigado. Oh, a propósito, depois que ler lembre-se que Obama está relacionado a Bush como o está Cheney. Não sei sobre Biden. Isto tem muito a ver como foi fácil para Obama sair da obscuridade e ir para a presidência. Este fato também pode estar ligado a ser um grande segredo seu certificado de nascimento. O Poder Windsor A família real britânica sempre tem tido laços íntimos com a maçonaria e suas próprias ordens como Cavaleiros de Garter, a Ordem do Cardo e a Ordem Real Vitoriana que se interligam às redes maçônicas. Então, com certeza, assim o faz a Ordem de São João de Jerusalém [Cavaleiros de Malta]. A expansão da maçonaria na Inglaterra no século XVIII coincidiu com a chegada da dinastia germânica Hanoveriana. O atual Grão Mestre da Grande Loja Inglesa na Rua Great Queen (Semiramis/Isis) em Londres é o primo da Rainha, o Duque de Kent. O Príncipe Phillip foi iniciado na Loja da Marinha número 2612 em 5 de dezembro de 1952. Seu sogro, o pai da Rainha e marido da rainha-mãe, George VI, foi um ardente maçom, bem como outros monarcas como Edward VII. A Rainha é a grande patrona da maçonaria. Ela é servida por 390 membros do chamado Conselho Privado que se conecta com seus equivalentes nos países da Comunidade Britânica. Isto está legalmente acima do Parlamento por causa de seus poderes prerrogativos. Seus membros, que são indicados para toda vida, incluem os Príncipes Phillip e Charles, o Arcebispo de Canterbury e o Primeiro-ministro. Nove encontros oficiais são realizados a cada ano e os ministros do governo ficam em atenção enquanto é dito á Rainha que medidas de governo eles estão pedindo que sejam aprovadas. Este Conselho Privado dos políticos do círculo interno, cortesãos e servidores públicos tem que se curvar á Rainha e apertar a mão dela antes de ficar de pé em linha e jurarem conduzir seus negócios no mais completo segredo. Um outro veículo dos Windsor e da Nobreza Negra para manipulação global são os Agentes da Coroa. Esta organização foi formada em 1833 quanto ”Agentes da Coroa para as Colônias” dirigiam a administração dia-a-dia no Império e serviam como banqueiros privados para funcionários do governo, autoridades coloniais e chefes de Estado. Isto também fornecia uma ampla variedade de bens, inclusive armas. Dado os métodos e a base do Império Britânico, eles certamente estariam envolvidos no mercado de drogas. Os Agentes da Coroa têm uma longa história de envolvimento com o crime organizado e opera embarques encobertos de armas para a África que são usados para causar guerras genocidas.
  • 11. Esta foi e é uma Agência da Coroa trabalhando para o monarca e ainda tinha sua dívida inteira garantida pelo governo britânico. Na década de 1970 ela foi afiançada pelo Banco da Inglaterra em um resgate custando centenas de milhões de libras. Pro muitos anos, ela gerenciou a riqueza pessoal do Sultão de Brunei, um amigo pessoal da Rainha e custeador de muitos projetos dos Príncipes Phillip e Charles e de George Bush. O sultão também é um apoiador financeiro não oficial de operações de inteligência americanas e britânicas e um homem que ele financiou a operação foi Mohamed Al Fayed, pai de Dodi [namorado da princesa Diana]. Os Agentes da Coroa foram “privatizados” em 1996 com o nome Agentes da Coroa para Governos e Administrações Além Mar Ltd. A “privatização” é a palavra da Irmandade para transferir o poder da Nobreza Negra via agência do governo para a propriedade direta da Nobreza Negra. Os novos Agentes da Coroa agem como uma companhia de exploração para uma longa lista de companhias e iniciativas e continua como uma vital roda dentada na rede pelo mundo. Seu presidente, David H. Probert, é o antigo diretor da fabricante britânica de armas, Birmingham Small Arms Ltd, e um diretor é F. Cassell um companheiro de Bath [um título concedido pela Rainha] e ex diretor executivo do FMI e Banco Mundial para a Grã-Bretanha. A Fundação Agentes da Coroa, que mantém capital de ações em confiança, é chefiada por Sir David Rowe-Ham, Cavaleiro da Grã Cruz do Império Britânico. Este truste inclui o Banco Barclays, Banco Standard and Chartered, Unilever, Tate and Lyle, Securicor (um operador global de “serviços de segurança”), Telecom britânica, o Fórum dos Líderes de Negócios de Gales [chefiado pelo Príncipe Charles] e a Fundação Aga Khan. Sempre os mesmos camaradas. Os Agentes da Coroa gerenciam os serviços aduaneiros de Moçambique e, através de uma companhia chamada Europe SA, está a cargo de todos os contratos públicos de construção econômica da Bósnia… sim, Bósnia. Eles também estão envolvidos em uma iniciativa conjunta com uma companhia com sede em Mônaco, a ES-KO, para fornecer toda a comida para as forças de paz da ONU em Angola e Bósnia. Quanto mais guerra e conflito, mais dinheiro os Agentes da Coroa tem o potencial de fazer. Uma parte importante da rede de união Windsor-Nobreza Negra- City de Londres são as chamadas ‘City Livery Companies’. Elas alegam representar os vários grupos de mercadores, como os fabricantes de armas, papelarias e fabricantes de jornais, ourives e similares. De fato eles são sociedades secretas fundamentais no controle das instituições da cidade e além. Em 1350, no amanhecer da praga conhecida como Peste Negra, o governo da cidade foi passado dos conselhos de enfermaria para as City Livery Companies. Os Templários ainda estavam muito ativos por trás das cenas e o poder parecia estar concentrado na Guilda Maçonica. Esta rede se liga com seus derivados pelo mundo. Em 1979, o ano em que Margaret Thatcher tornou-se Primeira-ministra britânica, a Honorável Companhia de Homens Livres da Cidade de Londres da América do Norte começou a realizar encontros em Nova Iorque e Toronto, e em 21 de outubro de 1991 a Associação de Homens Livres da Cidade de Londres em Hong Kong foi fundada e todos os seus membros pareciam ser arquitetos [maçons livres]. O falecido autor, Peter Jones, pesquisdou algumas das Livery Companies na década de 1990 para seu livro, A Obediência da Austrália, que expôs a manipulação que levou a remoção pela Rainha do Primeiro-Ministro australiana, Gough Whitlam. Um outro nome que aparece em muitas destas companhias Livery é McAlpine, a família da construção, com tendências satanistas. Estes grupos se ligam à rede maçônica. Há mais
  • 12. maçons por metro quadrado no centro financeiro londrino de Square Mile do que em qualquer outro lugar do planeta Terra. O Banco da Inglaterra tem suas próprias lojas maçônicas [loja número 263], e assim outros 50 bancos como o Lloyds (Black Horse of Lombard Street Lodge, No 4155),e há a elite da Loja Guildhall, baseada em Mansion House desde 1905. A Mansion House é a residência oficial do Lorde Prefeito de Londres [maçom] e mais de 60 prefeitos têm sido Mestres da Loja. Olhe o símbolo do Lloyd, o cavalo negro [sol negro] da Loja da Rua Lombardy. Lombardy era um feudo financeiro da Nobreza Negra veneziana/fenícia. Os Windsor são parte da rede reptiliana de manipuladores políticos e financeiros, satanistas e assassinos rituais de crianças. Reconhecidamente. A rede tem entre seus números, via as incontáveis sociedades secretas, proeminentes juízes, policiais, políticos, homens de negócios, principais servidores públicos, proprietários da mídia e editores. Sob estes reis e generais da rede vêm os oficiais e soldados a pé que não têm ideia da escala da agenda na qual estão envolvidos. • Se a Irmandade deseja que alguém seja incriminado, processado ou assassinado, isso acontece. • Se eles querem que algum dos seus seja protegido de ser processado, isso acontece. • Se eles querem que seja aprovada uma proposta controvertida como uma nova estrada, um edifício ou mudança na lei, eles se asseguram que seus camaradas sejam indicados chefe do “inquérito” oficial para tomar a decisão que eles querem. Esta rede seleciona os primeiros-ministros através de sua manipulação de todos partidos políticos e indica os principais oficiais do governo. As redes da Nobreza Negra fazem o mesmo em seus países incluindo, não especialmente, os EUA. Veja … ”And the Truth Shall Set You Free “ de David Icke para detalhes sobre isso. Os Amigos dos Windsor Você pode falar muito sobre as atitudes e motivações das pessoas pela companhia que elas escolhem manter e honrar. É raro que a Rainha confira títulos de “Cavaleiro” para pessoas de fora da Comunidade Britânica e aqueles que ela tem escolhido como “Cavaleiros Honorários” são na verdade como um encontro de negócios dos agentes operacionais da Irmandade. Os títulos trazem a palavra “Honorário” porque a Constituição americana proíbe a aceitação de títulos do monarca de um país estrangeiro sem a permissão do Congresso. Muito poucas destas honras são concedidas porque, como o expressou um funcionário britânico: “Ninguém deve rebaixar a moeda”; imagine o que você pensa dos seguintes nomes rebaixando a moeda: Henry Kissinger, o satanista, assassino ritual de crianças e assassino em massa foi feito Cavaleiro Comandante da Ordem de São Miguel e São Jorge em uma cerimônia no Castelo de Windsor. (VN: isto mencionado acima, por si só, deveria resultar na sua prisão, contudo, acrescente ainda sua alta traição por fazer conluio com a Coroa contra seu próprio país. Ele deve perder tudo o que possui, porque esta seria a única coisa de impacto sobre ele porque ele não tem alma). Esta condecoração geralmente é conferida aos principais diplomatas britânicos e isso é muito apropriado porque Kissinger sempre serviu á Nobreza Negra em Londres. Isto inclui o tempo em que ele quando Secretário de Estado dos EUA e Conselheiro de Segurança Nacional manipulou o caso Watergate para remover Richard Nixon e substitui-lo pelo
  • 13. satanista e violentador e abusador de crianças Gerald Ford e seu vice presidente e Nelson Rockefeller (veja. And The Truth Shall Set You Free). O associado de Kissinger, Brent Scowcroft, um executivo deKissinger Associates e principal conselheiro de George Bush, foi feito um Cavaleiro Honorário do Império Britânico pela Rainha. Assim o foi Casper Weinberger, um outro clone de Bush, que esteve envolvido no escândalo drogas-por-armas do Irã-Contra. O próprio George Bush, um pedófilo, assassino ritual de crianças, assassino em massa e satanista é um amigo muito íntimo dos Windsor. A Rainha conferiu a ele o título de Cavaleiro Honorário Grã Cruz da Ordem de Bath, como ela o fez com o leitor de roteiros e violentador de escravas de controle mental, Ronald Reagan, ele próprio um produto de controle mental. Esta é a mais alta regalia possível de ser conferida a alguém fora da Comunidade Britânica. A Ordem de Bath soa como um título tolo a menos que você compreenda o simbolismo. A ressurreição bath da alquimia simboliza renascimento, purificação ou absolvição. O título Bath era dado aos maçônicos “Cavaleiros do Bath” antes que eles realizassem horrorosos deveres, daí o nome banho de sangue [blood bath]. George Bush e a Rainha se dão tão bem porque ambos são de sangue reptiliano europeu real e aristocrático. Ambos são “camaleões”. George e sua esposa, Barbara Pierce Bush (de Merrill, Lynch, Fenner e Smith), são descendentes da mesma família Pierce da Inglaterra do presidente americano Franklin Pierce. A família Pierce é, de fato, a poderosa família aristocrática da Inglaterra – Percy – que mudou seu nome para Pierce e alguns deles emigraram para a América quando tornou-se conhecido o envolvimento deles no fracassado complô da pólvora que tentou explodir o Parlamento. Uma das casas Percy onde foi planejado o complô era chamada de Casa Sion. (VN: Lembre-se que
  • 14. a apenas algumas semanas atrás Barbara claramente declarou que Bush é um khazar. Eu ouvi e vocês também devem ter ouvido.) Outros parentes de Bush incluem as famílias Grosvenor da Inglaterra e América e a família Taft de Ohio. Os Grosvenor ingleses são os Duques de Westminster que possuem as principais propriedades na Cidade de Londres, os quarteirões financeiros da Nobreza Negra. Os Grosvenor da América fundaram o National Geographic que é notório pela remoção de tesouros arqueológicos do mundo, especialmente aqueles de importância religiosa, e realoca- los no Instituto Smithsoniano em Washington DC. O Instituto é controlado pelos primos dos Grosvenor, os Smithsons, que também descendem dos Percy. (VN: Aaaah, imaginei quem ordenou aos militares para furtarem artefatos de museu de uma das mais velhas nações no planeta. Eu imaginava onde eles foram e agora sabemos! Raciocínio dedutivo). A ancestralidade de George Bush também pode ser rastreada ao Rei da Inglaterra Alfredo O Grande e a Carlos Magno, o celebrado monarca que serviu a agenda da Irmandade na França nos séculos 8 e 9. A mesma linha genealógica pode ser traçada a outros presidentes dos EUA e portanto, são relacionados a Bush. A Rainha foi mais grata a Bush e outros amigos que manipularam e “venceram” a Guerra do Golfo. O comandante militar, Norman Schwarzkopf, que foi enganado até os dentes sobre as causas da Síndrome da Guerra do Golfo, e Colin [Cohn ou Colon] Powell, o presidente da Irmandade para a Junta de Chefes de Staff, ambos foram premiados por sua mais graciosa majestade, com o título de Cavaleiro Honorário do Império Britânico. Douglas Fairbanks, o ator e instrumento dos militares britânicos e americanos, foi ajudante de campo do satanista e facista Lord Mountbatten, e foi recompensado com uma corrente de honras de cavaleiro, inclusive Cavaleiro do Império Britânico. Um outro nome que aparece é Paul Mellon, um amigo muito íntimo da Rainha. Ela o fez Cavaleiro Honorário do Império Britânico. A ala holandesa da Nobreza Negra, através do camarada do Príncipe Philip, o oficial da SS Príncipe Bernhard, fez Mellon um Cavaleiro da Ordem de Orange Nassau. O título é em honra de Guilherme [William] de Orange e a sociedade secreta, a Ordem de Orange. Paul Mellon é uma figura central no controle baseado em Londres dos EUA por uma outra rede incrível de famílias, incluindo os Rockefellers, Harrimans, Bushes, Kennedys e Morgans, que é baseada em Nova Iorque, Virgínia (Washington) e Boston. Isto é conhecido como Estabelecimento Leste. A associação da família Mellon com os Windsor remonta a um longo tempo. A mãe de Paul foi uma herdeira da fortuna Guiness e seu pai, Andrew Mellon, tornou-se um confidente dos Windsor quando foi o embaixador dos EUA em Londres em 1932 e 1933 [a corte de St James). Ele fio seguido por um outro da Irmandade, Joseph Kennedy, pai de JFK. Mellon foi três vezes Secretário do Tesouro sob os presidentes Harding, Coolidge e Hoover, representando os interesses da Nobreza Negra. Foi ele que financiou a criação do cartel do alumínio conhecido como ALCOA para controlar o preço e o suprimento de alumínio, do mesmo modo que a Irmandade tem feito com o petróleo, ouro, diamantes, drogas ad infinitum. Foi Mellon e a ALCOA que introduziram a política de colocar fluoreto na água potável para fazer dinheiro com um sub-produto da indústria de alumínio que ao mesmo tempo eles estavam lutando para se desfazer. Isto nada tem a ver com salvar os dentes. O fluoreto era na realidade usado como veneno para ratos por 40 anos e é um supressor do intelecto. Veja a “Rebelião dos Robôs” para o resto da história. Andrew Mellon financiou a criação da Gulf Oil que trabalhava estreitamente com a British Petroleum (anteriormente Anglo-Persa). Uma de suas operações foi o golpe contra o primeiro-
  • 15. ministro iraniano, Dr Mohammed Mossadegh, em 1953. Mossedagh queria parar a exploração de seu país, mas a elite anglo-americana conspirou contra ele e impôs ao povo iraniano o regime corrupto e assassino do Xá do Irã. (Scroll & Key – sociedade secreta de Yale) Uma das pessoas envolvidas no golpe foi Norman Schwarzkopf senior, o pai do comandante da Guerra do Golfo tão honrado pela Rainha. Esta história é profundamente contada em And The Truth Shall Set You Free. Andrew Mellon estava por trás dos Dawes e Jovens Planos que financiaram a máquina de guerra nazista e causaram o colapso econômico da Alemanha que levou Adolf Hitler (um Rothschild) ao poder. (VN: Soa familiar?) Seu filho, Paul Mellon, foi levado a Inglaterra mas voltou aos EUA para frequentar a Universidade de Yale, lar da Sociedade Skull and Bones. Ele rompeu sua afiliação a esta e se uniu a Scroll and Key, uma outra operação da Irmandade. Depois de Yale, ele voltou a Inglaterra para estudar na Universidade de Cambridge onde tantos agentes operacionais da inteligência britânica são localizados e recrutados. Seus pais se divorciaram e ele foi morar com ela na Virginia, algumas 40 milhas de Washington DC, onde você encontra nomes de condados como Loudoun e Orange. Esta área a muito tinha sido ocupada pelos representantes americanos da Nobreza Negra como os Harrimans. A Rainha e o Príncipe Phillip têm frequentemente visitado Paul Mellon em sua propriedade Rokeby Estate na Virginia e o Príncipe Charles e a Princesa Anne tem estado lá. O Príncipe Phillip se unui a Mellon para criar o Fundo Mundial para a Vida Selvagem. O Palácio de Buckingham disse ao investigador da Executive Intelligence Review, Scott Thompson: “Recebi ordens da Rainha para lhe agradecer por sua carta... A respeito de Mr. Paul Mellon. A Rainha conhece a muitos anos Mr. Mellon e visitou sua propriedade em Upperville, Virginia, provavelmente pela primeira vez na década de 1950. A Rainha estava seguindo as pegadas de seu tio, o malfado apoiador dos nazistas Eduardo VIII, o Duque de Windsor que abdicou do trono em 1936 para se casar com Wallis Simpson. A irmã de Paul Mellon, Ailsa, fez parte do círculo de amigos íntimos do Duque na Virginia. Wallis Simpson, anteriormente Wallis Warfield, freqüentou a exclusiva escola Foxcroft nesta área. Um outro amigo íntimo da Rainha e dos Mellons é William Farish III. A Rainha mantém algumas de suas éguas para cruzamento na fazenda dele em Lane, perto de Versailles, Kentucky, e ela tem sido uma visitante regular. Paul Mellon frequentemente pega seu jato particular para se unir a eles. (VN: Oh, você pode cheirar isso, ela quer sua colônia de volta) William Farish III é um íntimo associado de um amigo íntimo da Rainha, George Bush. Farish veio a proeminência quando ele era o guardião do “truste cego” de Bush, o sistema no qual presidentes não são supostos saberem onde o dinheiro deles é investido enquanto no exercício do mandato. Diferente da Rainha! Mas, com certeza, isso tudo é uma vergonha e Bush fez fortuna de seus próprios investimentos enquanto estava no mandato, como o faz a Rainha. Posso ver o porquê a Rainha e o Príncipe Phillip gostam da companhia de Farish. Seu avô, William Farish senior, foi o presidente da Standard Oil of New Jersey dos Rockefellers durante a segunda guerra mundial quando esta companhia estava fornecendo petróleo e know- how tecnológico para os nazistas e sua gigante química I. G. Farben que operava o campo de trabalho escravo em Auchwitz. De fato, Standard Oil e I. G. Farben eram basicamente a
  • 16. mesma companhia. Para onde você olha, os Windsor não podem evitar os nazistas, simpatizantes nazistas e apoiadores. ________________________________________ O Genocídio Windsor *** Em linha com as séries sobre o Illuminati, isto cava mais profundo nas sub-divisões internas e esta é a chamada Nobreza Negra. A linhagem sanguínea que também é alemã. Gostaríamos de perguntar ao povo britânico qual é a probabilidade de vocês desejarem formar uma república e abandonar a monarquia. Isto salvaria o mundo se você assim o considerasse. Agradecimentos antecipados... Vocês não devem abrir mão de suas armas. VN: Na minha mente esta é a parte 4, a pior das piores. Isto é o que os britânicos estão celebrando o Jubileu de Diamantes dos 45 anos de reinado de Elizabeth. De modo algum queremos que esta mulher e seus parentes desafiadores da produtividade tenham algo a ver com a governabilidade da nação. Já temos tido demais de nossos representantes eleitos que são relacionados a ela e tem sido um desastre para a nação. Vocês ficarão desgostosos com como o Príncipe Phillip manipula a vida selvagem dado a sua chamada propensão para a preservação da vida selvagem... Ele é parte do Fundo Mundial para Vida Selvagem, mas espere até ler o que ele faz abaixo está em contradição direta com o suposto propósito do Fundo. Quando você ler isso abaixo entenderá porque eu disse isso e imediatamente voltará a ver esta série em profundidade sobre esta misteriosa família de ascendência alemã/Khazariana. Como disse antes, simplesmente não tinha ideia embora eu já houvesse começado a ter lampejos quando li o que o governo britânico fez aos índios americanos... Eles não eram americanos, vamos com eles muito bem... Foi somente o depois que os britânicos se mostraram e começou o genocídio sobre o qual você lerá abaixo. Este é o porquê podemos ser prudentes em combater até a morte esta situação. Não se esqueça dos assassinos dos rituais satânicos de crianças nativo-americanas no Canadá acontecendo até mesmo nos tempos modernos por estes mesmos reais. Como eu disse, “classe” não é sobre posição, é sobre caráter e eles não têm. Continuo dizendo “Lembre-se de Bill Cooper". De qualquer modo, examine tudo isso até o fim. Algumas revelações sérias aqui estão até mesmo na parte inferior. As numerosas intrigas e alianças anglo-holandesas na realidade nada têm a ver com os povos britânico e holandês. Se formos parar de sermos enganados temos que parar de gritar “isto é britânico”, ”isto é holandês”, “isto é alemão”, “isto é francês”, “isto são os brancos”, “são os judeus” ou até mesmo “os reptilianos”. Nem todas estas pessoas estão envolvidas, apenas certas linhagens sanguíneas e facções dentro delas. Culpar uma raça, nação ou sistema de crença é precisamente o que a Irmandade deseja que façamos porque se os povos estão divididos entre eles mesmos eles se tornarão desunidos, belicosos ou até mesmo facções guerreiras. Divida e governe. A manipulação vem de uma rede de linhagens sanguíneas e seus fantoches que trabalham em todos estes países e grupos enquanto mantêm o povo na ignorância. A estreita cooperação entre a Bretanha e a Holanda significa as asas britânicas e holandesas da Nobreza Negra. Este é definitivamente o caso do Príncipe Phillip, o consorte da Rainha da Inglaterra e do Príncipe Bernhard, o consorte da Rainha Juilana da Holana até ela abdicar para sua filha, Beatrix.
  • 17. Philip e Bernhard são da mesma linhagem sanguínea reptiliana e têm uma visão nazista da vida e das pessoas. Phillip e sua família mantêm conexões nazistas e Bernhard foi um membro da assassina SS de Himmler. Ele nasceu alemão em 1912, o primo por lei da Princesa Victoria de Hohenzollern, a irmã do Kaiser Wilhelm. Ele foi recrutado para a inteligência nazista na Universidade de Berlim em 1934 e trabalhou para a operação SS dentro da I. G. Farben, o gigante químico que tinha estreitas ligações com companhias similares britânicas de petróleo e Standard Oil de Rockefeller/ Farish O pano de fundo de Bernhard causou um escândalo na Holanda quando ele se casou com a Rainha Juliana da infame Casa de Orange, e tornou-se na Holanda o equivalente do Príncipe Phillip na Inglaterra. Bernhard ajudou a fubdar o Grupo Bilderberg que oficialmente reuniu- se pela primeira vez em 1954 e em 1961 ele foi o co-fundador [como Príncipe Phillip] do Fundo Mundial para Vida Selvagem [agora Fundo Mundial Selvagem pela Natureza], fundado em parte pelos Mellons. (VN: leia como o Príncipe Phillip trata os animais que supostamente estaria tentando proteger; é uma piada!) Vamos estabelecer uma coisa aqui: o Fundo Mundial Selvagem pela Natureza [WWF] não foi criado para salvar espécies em extinção. Seu registro quanto a essa frente é muito perplexante como o relatório suprimido do professor de Oxford, John Phillipson, revelou em 1989. Uns poucos meses antes do Príncipe Phillip lançar o WWF, ele estava com a Rainha em um tour real na Índia. Isto incluía uma caçada a tiros de tigres que eram atraídos por cabras amarradas para serem mortos pelo “conservacionista” Philip. Este último causou um ultrage mundial quando a história e a fotografia de Phillip de pé sobre um tigre chegou aos jornais. No mesmo tour, desta vez em Catmandu, Phillip esteve em uma caçada a tiros com Alec Douglas Hume (Lord Home), o primeiro-ministro conservador, presidente do Grupo Bilderberg e da linhagem sanguínea das famílias escocesas da Irmandade. Ian MacPhail, o primeiro diretor internacional de apelos do WWF, disse a uma equipe britânica de televisão como uma mãe elefante e seu bebê chegaram ao alcance. Phillip atirou na mãe e o bebê fugiu de terror. MacPhail disse ter ajudado a encobrir o incidente porque o WWF estava para ser lançado e ele acreditava que o Fundo viesse a beneficiar a conservação da vida selvagem. Ele mais tarde pensou diferentemente: “…Com o coração pesado devo relatar que estava errado. O rinoceronte, o elefante e o panda perderam o barco, e nova Arca de Nóe navegou sem eles”. Isto sempre tem sido mistificado ao público quando se trata de ver a contradição entre o Príncipe Phillip o fundador e força diretora por trás do WWF e Phillip o assassino de animais e aves apenas para sua diversão. O mesmo acontece com o “conservacionista do WWF” Príncipe Charles correndo com cães de caça para despedaçar vivas as raposas. Mas não há contradição a esse ponto. Phillip, como Bernhard, não dão a mínima para o bem-estar animal. O WWF foi criado por razões muito diferentes. Ele é o veículo para o controle dos parques de vida selvagem na África e em outros lugares nos quais grupos terroristas e mercenários podem se reunir, treinar e cruzar fronteiras para levar o genocídio a lugares como Ruanda e Burundi. O WWF coordena e custeia a matança sistemática de pessoas e animais e tem feito uma fortuna com o comércio ilegal de marfim que supostamente ele deveria impedir. Muito disso está sendo pago por meio de doações públicas daqueles que pensam estarem apoiando a vida selvagem e coletados por levantadores de fundos em centros e cidades que acreditam na mesma coisa. Na minha opinião, a melhor contribuição que você pode dar para a proteção da vida selvagem é parar de custear o WWF.
  • 18. Sir Peter Scott, o celebrado conservacionista, foi um outro fundador do WWF e em 1972 comissionou um relatório por um grande caçador, Ian Parker, sobre o comércio ilegal de presas de elefantes e chifres de rinocerontes. Parker produziu evidência que a família do presidente do Quênia, Jomo Kenyatta, estava no centro desse comércio. Ele também chamou os mais proeminentes “conservacionistas” do Quênia de caçadores furtivos. Dentro de horas de haver entregue este relatório a Scott, Parker foi preso pelo ramo especial queniano, espancado por três dias e avisado que se não calasse a boca sua esposa seria assassinada. O relatório de Parker nunca foi publicado por Scott e pelo mesmo tempo o Príncipe Bernhard, como presidente internacional do WWF, premiou Jomo Kenyatta com a Ordem da Arca Dourada por salvar os rinocerontes. Não preciso fazer mais do que listar alguns dos nomes do Clube 1001 do WWF para mostrar de onde realmente vem esta organização. Este é um grupo exclusivo, formado pelo Príncipe Bernhard em 1971, para levantar dinheiro para as ”atividades” do WWF. Os membros, recrutados por convite apenas e como todas as sociedades secretas da Irmandade, dão uma grande doação anual. Aqui está um sabor da afiliação do Clube 1001 durante anos: • Conrad Black: agente da inteligência britânica e chefe do império da mídia Hollinger que foi originalmente formado por seu pai, George, um agente operacional da inteligência britânica. Black é um membro do comitê diretor do Grupo Bilderberg • Príncipe Johannes von Thurn und Taxis (já falecido): uma das mais proeminentes famílias venezianas da Nobreza Negra e Sagrado Império Romano. Íntimo associado dos Rothschilds. Seu pai, Max, fundou a Allgemeine SS de Hitler, que tinha sua sede no Castelo Regensburg da família na Bavaria, lar dos Bavaro Illuminati • Tibor Rosenbaum (já falecido): agente opercaional de logística da Mossad e chefe do Banco de Crédito Internacional [BCI] baseado em Genebra, o precursor do notório BCCI que foi apelidado Banco dos Canalhas e Criminosos. A revista Life expôs o banco de Rosenbaum como um lavador de dinheiro para a rede de crime organizado de Meyer Lansky baseada nos EUA e Rosenbaum também foi um sustendador da Permindex, a unidade de assassinato da inteligência britânica que esteve no centro do assassinato de John E Kennedy (veja… And the Truth Shall Set You Free) • Major Louis Mortimer Bloomfield (já falecido): agente da inteligência britânica que era a frente da operação Permindex. • Robert Vesco: patrocinado pelo ramo suíço dos Rothschilds e parte da conexão americana com o cartel colombiano de drogas em Medelin. Mais tarde foi ouvido estar possivelmente em Cuba. • Henry Keswick, presidente do Jardine Matheson, uma da maiores operações de drogas do planeta. Seu irmão, John Keswick, um apoiador do WWF, é presidente do Banco Hambros e um diretor do Banco da Inglaterra. • Sir Francis de Guingand, ex chefe da Inteligência militar britânica, agora vive na África do Sul. • Sir Kenneth Kleinwort: um membro da família de banqueiros por trás de Kleinwort Benson • King Juan Carlos da Espanha: da Nobreza Negra, fundador e presidente de honra do WWF na Espanha • Príncipe Henrik: Presidente do WWF-Dinamarca
  • 19. • Dr Luc Hoffman: vice-presidente do WWF Internacional e diretor da companhia farmacêutica suíça Hoffman-LaRoche • John H. Loudon: presidente da Shell Oil até 1976 e chefe executivo da Royal Dutch Shell. Recebeu títulos de cavaleiro das famílias reais britânica e holandesa e sucessor de Bernhard em 1977 como Presidente Internacional do WWF. Sim, de fato tudo isso soa como um punhado de conservacionistas, não é? Martin Palmer, um conselheiro de Philip para assuntos ambientais, disse que o WWF é uma ”organização missionária”. É mesmo. A primeira onda de missionários começou a destruição da África e das Américas do Sul e Central e, agora, a última onda, disfarçada em operações como o WWF, está buscando concluir o trabalho. O meio ambiente está sendo usado como plataforma central na agenda da Irmandade e falo como alguém que viu o movimento de dentro quando fui porta-voz nacional para o Partido Verde britânico nos anos de 1980. Para aqueles que condenam os ambientalistas como eco-fascistas devo dizer que, como todas as organizações usadas pela Irmandade, inclusive os maçons, a vasta maioria ficaria aterrorizada ao pensamento de estar fazendo parte da Agenda que estou expondo. A maioria deles são pessoas decentes, incrivelmente ingênuas e algumas vezes incrivelmente arrogantes, mas certamente não são fascistas. Novamente esse é o núcleo manipulador que é fascista que nós não temos identificado e não o faremos gritando abuso para todo mundo que fala sobre conservação. O mesmo é verdade sobre o chamado movimento New Age que está sendo absurdamente manipulado. Um dos heróis New Age é o Dalai Lama, uma outra figura mundial que não é o que parece ser. Nancy Nash, a ex diretora do WWF, foi transferida para se tornar a pensadora e controladora do Dalai Lama. Em And The Truth Shall Set You Free, detalho a manipulação do movimento global do meio-ambiente através de organizações como o Clube de Roma e indivíduos como o milionário canadense do petróleo Maurice Strong. Não surpreendentemente, Strong tem sido um membro do Clube 1001 do WWF e assim o tem sido Alexander King, o co-fundador em 1968 do Clube de Roma com Aurelio Peccei, o executivo da Fiat e número dois de Giovanni Agnelli, um dos mais importantes membros da Nobreza Negra e um membro do círculo interno do Grupo Bilderberg. Srtong tambérm é próximo ao Dalai Lama e um conselheiro de Kofi Annan, Secretário Geral da ONU. O meio ambiente está sendo usado de muitos modos para progredir a Agenda artavés de problema-reação-solução. Se você está buscando impor soluções globais você precisa de problemas globais e o meio ambiente é perfeito para isso. Ele lhe permite aprovar leis internacionais e criar organizações globais centralizadas para policia-las. Ele lhe permite a remoção de povos nativos de suas terras ancestrais para criar parques de vida selvagem e áreas de “conservação” por todo o mundo, particularmente na África e nas Américas que então passam ao seu controle centralizado. Isso lhe dá a entrada em áreas estratégicas das quais você pode lançar “lutadores da liberdade” para iniciarem guerras civis. As vantagens são infinitas. Acordos transnacionais, como o Tratado da Biodiversidade, estão tomando o controle de grandes pedaços de terra nos EUA e em todos os lugares sob controle da ONU. A situação é a mesma como na África onde parques são administrados por agências externas sobre as quais as pessoas não têm controle. A Estratégia Global da Biodiversidade foi lançada pela União Internacional pela Conservação da Natureza [IUCN] uma organização baseada na Suíça formada por Sir Julian Huxley em 1948 com uma constituição escrita pelo Escritório do Exterior britânico. Isto se coloca no centro de uma rede que liga 68 países, 103 agências de governo e 640 organizações não-governamentais. Ela trabalha com outros como o
  • 20. Instituto de Recursos Mundiais nos EUA, criado pelos Rockfellers, por Lester Brown (CFR), e sua estratégia fio apresentada no Encontro da Terra realizado no Rio de Janeiro por… Maurice Strong, o homem adiantado dos Windsor-Nobreza Negra, que com sua esposa, está buscando jogar o mesmo jogo com o Movimento New Age. Um de seus veículos para isso é o Dalai Lama. O Clube de Roma foi formado pela Irmandade na propriedade dos Rockefeller na Itália e em 1968 para lançar o movimento ambiental no mundo. Todos os maiores relatos globais ambientais dizem existir uma crise ambiental e que algo deve ser feito, e eles tem sido custeados e liderados pelas mesmas pessoas que estão desmantelando a ecologia do planeta e matando a vida selvagem. Maurice Strong é uma voz maior no Clube de Roma. O Canadá ainda é um país da Comunidade Britânica e age como um centro maciço para as operações dos Windsor-Nobreza Negra. Este é o porquê tantos canadenses, inclusive Strong, Conrad Black, a família de gangsters Bronfman, e primeiro ministros como Pierre Trudeau e Brian Mulroney, estão envolvidos no jogo. Strong também faz parte da organização Rockefeller , a principal representante dos Windsor-Nobreza Negra nos EUA. Strong serviu na Fundação Rockefeller que divide uma liderança comum com todas as outras fundações “independentes” nos EUA como Ford e Carnegie. Seu papel principal nos últimos 20 anos, contudo, tem sido a frente da manipulação do movimento do meio ambiente. Quem foi o primeiro chefe da Agência de Meio Ambiente da ONU? Maurice Strong. Quem foi o líder em 1992 no Encontro da Terra no BrasilMaurice Strong. Quem compilou o altamente influencial relato de meio ambiente chamado Nosso Futuro Comum, mais conhecido como Bruntland? O associado canadense de Maurice Strong, Jim MacNeil, um ‘conselheiro’ no Encontro da Terra no Rio. Quem compilou o documento chamado Relatório Global 2000 para o presidente, durante a administração Carter nos EUA? Cyrus Vance (CFR, TC, Bil) e outras pessoas da Irmandade. Strong é membro do infame Instituto Aspen no Colorado formado pelo membro Bilderberg Robert O. Anderson da Atlantic Richfield Oil (ARCO). Sua companhia tem como logo uma pirâmide onde falta a última pedra. Anderson foi um fundador do grupo ambienta Amigos da Terra, que em seu mais alto nível se liga a outros como: • Greenpeace • WWF • o Sierra Club • Survival International • Earth First • Instituto Mundial de Recursos • Sociedade Zoológica de Londres • Sociedade Geográfica Real • Conservação da Natureza • the Flora and Fauna Preservation Society • UNESCO …. e muitos outros.
  • 21. Estes fornecem uma outra rede de agências nacionais e internacionais através das quais organizam operações encobertas que frequentemente não têm qualquer relação com a “conservação’. O assalto à África e outros países em desenvolvimento pelo Príncipe Phillip e seu WWF é parte de uma operação em andamento. A Sociedade Real Geográfica que foi fundada em 1830 e recebeu uma carta real em 1859, patrocinou expedições à África do Doutor David Livingstone e Sir Richard Burton que ajudaram a abrir o continente para a exploração e tomada pela Nobreza Negra europeia. Quando começou a invasão europeia da África ela também foi alcançada por meio de organizações autorizadas pela Coroa Britânica, incluindo a Companhia Britânica da África do Sul de Cecil Rhodes, a Companhia Britânica da África Oriental e a Companhia Britânica do Niger. A operação foi um espelho do que aconteceu na América com a Companhia da Virgínia. Um dos principais luminares na Sociedade Real Geográfica no último século foi Francis Galton, fundador do movimento da eugenia [raça mestra] que continua hoje sob o nome de “controle da população”. Este é um tema favorito do Príncipe Phillip e seu amigo americano pedófilo e satanista, George Bush (veja... And The Truth Shall Set You Free). A Sociedade Zoológica de Londres foi criada em 1826 por Sir Stamford Raffles, o vice rei da India e fundador de Cingapura. O Príncipe Phillip é um ex-presidente desta organização que se liga com a Sociedade Zoológica de New York e Frankfurt, dois outros maiores centros da Irmandade. As diretorias destas duas organizações e do WWF são virtualmente as mesmas. O Sierra Club foi criado em 1892 por John Muir com custeio da linhagem sanguínea americana da família Harrimans, que também custeou o movimento eugênico de Galton. Foram os líderes do Sierra Club no Canadá que iniciaram o Greenpeace em 1971 e David Ross Brower, ex diretor executivo do Sierra Club, foi o fundador de Amigos da Terra em 1969. Ross Brower mudou-se para a Inglaterra em 1970 com custeio dos interesses dos Rothschild, o bilionário financiador e primo Rothschild de James Goldsmith, e do dono de zoológico John Aspinall, que, com Goldsmith, era um amigo íntimo de Lord Lucan, o conde desaparecido ainda procurado pelo assassinato da babá da família. Amigos da Terra alcançou seu pico de proeminência na Bretanha sob a diretoria de Jonathan Porritt, o filho do ex governador-geral da Nova Zelândia, mais tarde um conselheiro do Príncipe Charles. O fundador de Amigos da Terra na França, Brice LaLonde, era um sócio em uma firma de advogados dos Rockefeller e se tornou ministro do meio ambiente para o presidente francês, maçom de alto nível e amigo dos Rothschilds, Francois Mitterrand, sob cujo “reinado” a pirâmide de vidro negro foi construída ao longo do Museu do Louvre. Como com o Príncipe Philip, as pessoas ficaram surpresas quando o falecido Sir James Goldsmith se tornou um “renascido” ambientalista depois de toda uma vida de manipulação financeira e “investimento” que serviram a Agenda da Irmandade e devastaram o meio ambiente. Novamente não há contradição quando se entende o plano para o qual eles trabalham. Goldsmith, anteriormente Goldschmidt, tinha um pai anglo-alemão e mãe francesa. Seu pai, Franck, foi amigo de Winston Churchill e se tornou um conservador. Os Goldschmidt tinham unido forças com outros primos Rothschild, os Bischoffsheim, para formarem uma parceria bancária que financiou o Norte na Guerra Civil americana. A família de Goldsmith fazia parte da rede financeira da Nobreza Negra na Europa e não há dúvidas qual era a fonte de “inspiração” dos Goldsmith quando eles repentinamente venderam todas as suas ações exatamente antes da enorme quebra no mercado de ações em 1987. Ele posteriormente serviu
  • 22. a Irmandade ao lançar o Partido Referendum na Bretanha para seqüestrar a oposição da União antieuropeia e leva-la á falência. Ele também partiu o voto conservador em matérias constituintes chave que ajudaram a escolha da Irmandade, Tony Blair, a se tornar primeiro- ministro. Parte de sua estratégia envolveu o ex tesoureiro do Partido Conservador, satanista e pedófilo, Lord McAlpine, fazer uma transferência pública para o partido de Goldsmith e mais tarde tornar-se seu líder. O irmão mais velho de Goldsmith, Edward ‘Teddy’, foundou a revista The Ecologist e tem ligações com o WWF. Segundo relatos publicados, Teddy e James Goldsmith há muito tempo têm estreitos laços com o banqueiro de Wall Street, John Train, o irmão de Russell Train, o presidente do WWF USA. Russell Train também é o principal investidor da Fundação Africana para Vida Selvagem, e íntimo do Príncipe Philip e George Bush. John Train vem de uma família de linhagem sanguínea e seu avô foi um fundador do grupo bancário J. P. Morgan. Ele casou-se na família veneziana Cmi e sua esposa, agora divorciada, era filha de Vittono Cmi que desempenhou um papel maior no movimento fascista italiano na década de 1930. Train tem laços profundos com a comunidade de inteligência e é um ‘lacaio’ para Bush e os Windsor. A rede de meio ambiente é apenas uma parte da rede através da qual o Príncipe Phillip e suas operações genocidas sob o WWF podem operar e ressalto muito enfaticamente que a maioria das pessoas que trabalham e apóiam o WWF são pessoas genuínas que nem têm ideia da agenda a quem involuntariamente estão servindo. As companhias da Coroa, que roubaram a África de seus povos no século XIX, geraram muitos de seus equivalentes modernos que continuam o que pessoas como Cecil Rhodes começaram. A companhia Lonrho (Londre-Rodésia), chefiada mais famosamente pelo falecido Tiny Rowland, era uma subsidiária da Companhia da África do Sul de Rhodes e também tem sido responsável por muito do genocídio e guerra na África que tem mantido o povo dividido e governado. Ao tempo em que escrevo, Lonrho tem 640 subsidiárias em 48 países. É o maior produtor de alimentos na África, o maior distribuidor de veículos a motor, o maior produtor de têxteis. Ela até mesmo produz 90% dos seles postais britânicos, desculpem, da Rainha. http://conspireassim.wordpress.com/2013/06/21/a-casa-de-windsor/