0
UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS E LETRAS DEPARTAMENTO DE BIBLIOTECONOMIA Disciplina: Introd...
PRODUÇÃO DA BIBLIOGRAFIA NACIONAL Controle do depósito legal BIBLIOTECA NACIONAL  Papel de Agência Bibliográfica Nacional
AGÊNCIA BIBLIOGRÁFICA NACIONAL (ABN) PROPOSTAS PARA A ABN- ESTÃO RELACIONADAS ÀS DIVERSAS AÇÕES LIGADAS À PRODUÇÃO DA BIBL...
AGÊNCIA BIBLIOGRÁFICA NACIONAL (ABN) O PAPEL DA ABN- incluiria, portanto, responsabilidade nacional e internacional. Por u...
BIBLIOTECA NACIONAL NO BRASIL ATUAR COMO CENTRO REFERENCIAL DE INFORMAÇÕES BIBLIOGRÁFICAS PRESERVAR E DIFUNDIR OS REGISTRO...
NO CONTROLE BIBLIOGRÁFICO PRECISAMOS DE MECANISMOS QUE PERMITAM O INTERCAMBIO ENTRE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DO MUNDO INTEIR...
MECANISMOS DE CONTROLE BIBLIOGRÁFICO PUBLICAÇÕES EDITADAS DENTRO DE CADA PAÍS BIBLIOGRAFIA NACIONAL / BIBLIOGRAFIA COMERCI...
<ul><li>) </li></ul>DEPÓSITO LEGAL CAPTAR MATERIAL BIBLIOGRAFIA NACIONAL FORMAR A COLEÇÃO PROPICIAR A PRESERVAÇÃO DA HERAN...
OUTRAS ORGANIZAÇÕES QUE DESENVOLVEM ATIVIDADES DE CONTROLE BIBLIOGRÁFICO 1. INSTITUTO BRASILEIRO DE INFORMAÇÃO EM CIÊNCIA ...
ESTRUTURA DE SUSTENÇÃO DO CONTROLE PRECISAMOS  PARA O CONTROLE BIBLIOGRÁFICO. CADA PAÍS É RESPONSÁVEL PELA DESCRIÇÃO BIBLI...
<ul><li>COORDENAR o intercâmbio de registros bibliográficos com ABNs de outros países; </li></ul><ul><li>ASSESSORAR sistem...
ESTRUTURA DE SUSTENÇÃO DO CONTROLE PRECISAMOS  PARA O CONTROLE BIBLIOGRÁFICO REDE UNIVERSAL DE CONTROLE E INTERCÂMBIO DE I...
IBICT CATÁLOGO COLETIVO NACIONAL DE PUBLICAÇÕES SERIADAS(CCN) AGÊNCIA BRASILEIRA DO ISSN MECANISMOS DE CONTROLE BIBLIOGRÁF...
<ul><li>) </li></ul>LEI 10.994, DE 14 DE DEZEMBRO DE 2004. Dispõe sobre o depósito legal de publicações, na Biblioteca Nac...
Institui a Política Nacional do Livro “ Art. 6° Na editoração do livro, é obrigatória a adoção do Número Internacional Pad...
<ul><ul><ul><ul><li>Publicações com fins publicitários  </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Cartazes de material ...
Usuário CLIENTE O  PROFISSIONAL DA INFORMAÇÃO: BIBLIOTECÁRIO Produtor R E C U R S O S I NFORMAC I ONA I S MEDIADOR TEMOS Q...
A BIBLIOTECONOMIA PODE DAR UMA SIGNIFICATIVA CONTRIBUIÇÃO NO AMPLO ACESSO  DEMOCRÁTICO À INFORMAÇÃO ACESSO PRECISA DE UMA ...
POR ONDE COMEÇAR... <ul><li>Livros; eletrônicos </li></ul><ul><li>Folhetos; </li></ul><ul><li>Monografias; </li></ul><ul><...
Ocorrendo apenas uma circulação restrita,  O que faz com a publicação fique restrita; Depósito legal .AS INSTITUIÇÕES DESC...
Disponível>http://www.mtecbo.gov.br/busca/descricao.asp?codigo=2612>. Acesso em: 29 mar. 2008.
 
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

DEPÓSITO LEGAL

1,251

Published on

AGÊNCIA BIBLIOGRÁFICA NACIONAL (ABN)

1 Comment
0 Likes
Statistics
Notes
  • Venho te apresentar um novo marketing multinível

    www.gobull.com.br e-mail de indicação: bbomsuporte@bol.com.br

    Sobre MMN GoBull:
    1)Divulgadores da GoBull compram créditos de Estoques Multisetorial diretamente da GoBull

    2)GoBull repassa a venda dos Créditos de Estoques às empresas que fomentam suas vendas

    3)Empresas vendem aos seus consumidores finais e repassam parte de suas Margens de Lucro

    4)Divulgadores da GoBull recebem margem de lucro de Créditos de Estoques de 2% a 12% por Recompra

    A adesão simples de R$ 600.00 permite a participação de compra e recompra de estoque de 1 empresa.

    (há varios pacotes de adesões)

    Por indicar alguém você ganha (bonus direto) de R$ 70.00 / pessoa
    2º nível bonus de R$ 20.00 / pessoa
    3º e 4º nível = R$ 10.00 / pessoa
    5º nível = R$ 5.00 / pessoa

    Eu sinceramente estou muito confiante, eu estudei logística e sei o quanto as empresas
    penam com custo de estoque e sazonalidade. A proposta que a GOBULL tá oferecendo é muito interessante.

    Vamos lá, vamos acreditar.

    www.gobull.com.br e-mail de indicação bbomsuporte@bol.com.br
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
1,251
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
24
Comments
1
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "DEPÓSITO LEGAL"

  1. 1. UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS E LETRAS DEPARTAMENTO DE BIBLIOTECONOMIA Disciplina: Introdução ao Controle Bibliográfico Docente: Andrielle de Aquino Marques UNIDADE II DEPÓSITO LEGAL BIBLIOTECA NACIONAL
  2. 2. PRODUÇÃO DA BIBLIOGRAFIA NACIONAL Controle do depósito legal BIBLIOTECA NACIONAL Papel de Agência Bibliográfica Nacional
  3. 3. AGÊNCIA BIBLIOGRÁFICA NACIONAL (ABN) PROPOSTAS PARA A ABN- ESTÃO RELACIONADAS ÀS DIVERSAS AÇÕES LIGADAS À PRODUÇÃO DA BIBLIOGRAFIA NACIONAL E INCLUEM: 1.º DEPÓSITO LEGAL CONTROLAR E ACOMPANHAR O CUMPRIMENTO DA LEI DE DEPÓSITO 2.º CATÁLOGOS COLETIVOS “ MANTER ATUALIZADOS ATUAR COMO AGÊNCIA CENTRAL CATALOGAÇÃO DESCRITIVA LISTA PADRONIZADAS DE NOMES DE AUTORES DO PAÍS
  4. 4. AGÊNCIA BIBLIOGRÁFICA NACIONAL (ABN) O PAPEL DA ABN- incluiria, portanto, responsabilidade nacional e internacional. Por um lado, estaria comprometida com a satisfação das necessidade de informação dos usuários; por outro, deveria contribuir, como centro nacional para a consecução do CBU <ul><li>MANTER o programa de catalogação na publicação; </li></ul><ul><li>MANTER centros de atribuição de números padronizados para documentos : </li></ul>ISSN- IBICT ISBN
  5. 5. BIBLIOTECA NACIONAL NO BRASIL ATUAR COMO CENTRO REFERENCIAL DE INFORMAÇÕES BIBLIOGRÁFICAS PRESERVAR E DIFUNDIR OS REGISTROS DA MEMÓRIA ÓRGÃO RESPONSÁVEL PELA EXECUÇÃO DA POLITICA GOVERNAMENTAL DE RECOLHIMENTO, GUARDA E PRESERVAÇÃO DA PRODUÇÃO INTELECTUAL DO PAÍS. BIBLIOGRÁFICA DOCUMENTAL NACIONAL ASSEGURAR O CUMPRIMENTO DA LEGISLAÇÃO RELATIVA AO DEPÓSITO LEGAL
  6. 6. NO CONTROLE BIBLIOGRÁFICO PRECISAMOS DE MECANISMOS QUE PERMITAM O INTERCAMBIO ENTRE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DO MUNDO INTEIRO E FACILITAR O ACESSO DE QUALQUER CIDADÃO AO CONJUNTO DA PRODUÇÃO UNIVERSAL. ACESSO: implica no uso de registros padronizados, PARA ISSO A BN UTILIZA O MARC E DISPONIBILIZA MANUAL DE DESCRIÇÃO
  7. 7. MECANISMOS DE CONTROLE BIBLIOGRÁFICO PUBLICAÇÕES EDITADAS DENTRO DE CADA PAÍS BIBLIOGRAFIA NACIONAL / BIBLIOGRAFIA COMERCIAL (B) DEPÓSITO LEGAL Exigência , definida por lei, de se efetuar a entrega a um órgão público (Biblioteca Nacional), um ou mais exemplares, de todas as publicações, produzidas por qualquer meio ou processo, para distribuição gratuita ou venda, editadas no país (CAMPELLO, 2006, p.32)
  8. 8. <ul><li>) </li></ul>DEPÓSITO LEGAL CAPTAR MATERIAL BIBLIOGRAFIA NACIONAL FORMAR A COLEÇÃO PROPICIAR A PRESERVAÇÃO DA HERANÇA CULTURAL DO PAÍS <ul><li>material disponibilizado para o público e </li></ul><ul><li>Produzido em múltiplo exemplares para distribuição ao público </li></ul>CRITÉRIO
  9. 9. OUTRAS ORGANIZAÇÕES QUE DESENVOLVEM ATIVIDADES DE CONTROLE BIBLIOGRÁFICO 1. INSTITUTO BRASILEIRO DE INFORMAÇÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA (IBICT) CATALOGO COLETIVO NACIONAL DE PUBLICAÇÕES SERIADAS (CCN). 2 CÂMARA BRASILEIRA DO LIVRO (CBL ) PROGRAMA DE CATALOGAÇÃO NA PUBLICAÇÃO.
  10. 10. ESTRUTURA DE SUSTENÇÃO DO CONTROLE PRECISAMOS PARA O CONTROLE BIBLIOGRÁFICO. CADA PAÍS É RESPONSÁVEL PELA DESCRIÇÃO BIBLIOGRÁFICA E DIVULGAÇÃO DE PUBLICAÇÕES O CBU ACOPLADO AO MARC DESENVOLVE PROGRAMA COM O NOME DE UNIVERSAL BIBLIOGRAPHIC CONTROL AND INTERNACIONAL MARC (ubcim)- COORDENAR O DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS E NORMAS PARA O CBU
  11. 11. <ul><li>COORDENAR o intercâmbio de registros bibliográficos com ABNs de outros países; </li></ul><ul><li>ASSESSORAR sistemas de informação especializada na incorporação de seus registros bibliográficos em sistemas internacionais : </li></ul>ABN EXAMINANDO AS FUNÇÕES da ABN pode-se constatar que as relacionadas com a captação do material bibliográfico do país, por meio do depósito legal e com a preservação desse material, são funções tradicionalmente desempenhadas por muitas bibliotecas nacionais. BIBLIOTECA NACIONAL
  12. 12. ESTRUTURA DE SUSTENÇÃO DO CONTROLE PRECISAMOS PARA O CONTROLE BIBLIOGRÁFICO REDE UNIVERSAL DE CONTROLE E INTERCÂMBIO DE INFORMAÇÕES BIBLIOGRÁFICAS QUE TORNE DISPONÌVEIS DE FORMA UNIVERSALMENTE COMPATÍVEL, OS DADOS BIBLIOGRÁFICOS BÁSICOS DE TODAS AS PUBLICAÇÕES DE TODOS OS PAÍSES PARA VIABILIZAR O CONTROLE UNIVERSAL OS PAÍSES DEVEM ACEITAR NORMAS INTERNACIONAIS PARA O REGISTRO DE SUA PRODUÇÃO BIBLIOGRÁFICA (AACR).
  13. 13. IBICT CATÁLOGO COLETIVO NACIONAL DE PUBLICAÇÕES SERIADAS(CCN) AGÊNCIA BRASILEIRA DO ISSN MECANISMOS DE CONTROLE BIBLIOGRÁFICO PUBLICAÇÕES SERIADAS
  14. 14. <ul><li>) </li></ul>LEI 10.994, DE 14 DE DEZEMBRO DE 2004. Dispõe sobre o depósito legal de publicações, na Biblioteca Nacional, e dá outras providências.
  15. 15. Institui a Política Nacional do Livro “ Art. 6° Na editoração do livro, é obrigatória a adoção do Número Internacional Padronizado, bem como a ficha de catalogação para publicação. Parágrafo único. O número referido no caput deste artigo constará da quarta capa do livro impresso”. LEI 10.753, DE 30 DE OUTUBRO DE 2003
  16. 16. <ul><ul><ul><ul><li>Publicações com fins publicitários </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Cartazes de material de propaganda </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Publicações em xerox do original publicado </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Calendários/ Cadernetas escolares </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Agendas </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Recortes de jornais </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Obras não editadas (no prelo) </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Folders/Convites </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Monografias/Teses universitárias(sendo de competência das universidades de origem, sua guarda e tratamento) </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Catálogo de Publicações </li></ul></ul></ul></ul>MATERIAIS QUE NÃO DEVEM SER DEPOSITADOS
  17. 17. Usuário CLIENTE O PROFISSIONAL DA INFORMAÇÃO: BIBLIOTECÁRIO Produtor R E C U R S O S I NFORMAC I ONA I S MEDIADOR TEMOS QUE TER O A PERCEPÇÃO DE LUTA A FIM DE QUE SE ESTABELEÇA POR MEIO DE INSTRUMENTOS AMPLIAÇÃO DE ACESSO E O CUIDADO COM REGISTRO DO CONHECIMENTO
  18. 18. A BIBLIOTECONOMIA PODE DAR UMA SIGNIFICATIVA CONTRIBUIÇÃO NO AMPLO ACESSO DEMOCRÁTICO À INFORMAÇÃO ACESSO PRECISA DE UMA ORGANIZAÇÃO CONTROLE PERMITI A IDENTIFICAÇÃO E LOCALIZAÇÃO PRESSUPÕE
  19. 19. POR ONDE COMEÇAR... <ul><li>Livros; eletrônicos </li></ul><ul><li>Folhetos; </li></ul><ul><li>Monografias; </li></ul><ul><li>Artigos; </li></ul><ul><li>Informativos; </li></ul><ul><li>Discursos; </li></ul><ul><li>Relatórios; </li></ul><ul><li>Normas; </li></ul><ul><li>LITERATURA CINZENTA (cartilha). </li></ul><ul><li>A BIBLIOTECA TAMBÉM FUNCIONA COMO DEPOSITÁRIA </li></ul><ul><li>DEVE RECOLHER E PRESERVAR TODA PRODUÇÃO DA INSTITUIÇÃO MATERIAIS INFORMACIONAIS </li></ul>
  20. 20. Ocorrendo apenas uma circulação restrita, O que faz com a publicação fique restrita; Depósito legal .AS INSTITUIÇÕES DESCONHECEM A LEGISLAÇÃO; E OS PROFISSIONAIS TAMBÉM; POUCAS INSTITUIÇÕES, PÚBLICAS, DO JUDICIÁRIO, POR EXEMPLO COMPÕEM O CATALOGO DA BN. OS ARTIGOS, JURISPRUDÊNCIAS FICAM RESTRITOS, LOCALMENTE. E POR OUTRA FALTA POLITICA DE EDITORAÇÃO NAS INSTITUIÇÕES
  21. 21. Disponível>http://www.mtecbo.gov.br/busca/descricao.asp?codigo=2612>. Acesso em: 29 mar. 2008.
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×