Your SlideShare is downloading. ×
Introdução a fisiologia
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Introdução a fisiologia

767
views

Published on

Aula dada no pre vestibular PPV

Aula dada no pre vestibular PPV


0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
767
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
39
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Andrey Moreira
  • 2. - Funções celulares
  • 3. Membrana plasmática PRESENTE EM TODOS OS TIPOS DE CÉLULAS. EM PROCARIONTES APENAS REVESTE A CÉLULA (célula pobre em membranas) EM EUCARIONTES REVESTE A CÉLULA E CONSTITUI AS ORGANELAS (célula rica em membranas)
  • 4.  Denominação: Plasmalema  Funções: Controle de entrada e saída de substância na célula. (Permeabilidade Seletiva) Proteção e forma  Composição química: Fosfolipídios e proteínas
  • 5. PROPRIEDADES DA MEMBRANA Devido às proteínas -Elasticidade -Resistência mecânica Devido aos lipídios -Alta resistência elétrica -Alta permeabilidade às substâncias lipossolúveis.
  • 6. TEORIA DO MOSAICO FLUIDO Segundo Singer e Nicolson (1972) A membrana plasmática é constituída por uma dupla camada de lipídios disposta por moléculas de proteínas. OBSERVAÇÃO: Os lipídios são estáticos. As proteínas são dinâmicas. Proteínas mergulhadas = intrínsecas ou integrais Proteínas aderentes a face = extrínsecas ou periféricas
  • 7.  As proteínas constituintes são de tipo globular (Canal, carreadora, reconhecimento)  Os lípidos são moléculas longas e anfipáticas: (possuem duas extremidades com propriedades de solubilidade, diferentes): Hidrofílica (polar) - solúvel em meio aquoso. Hidrofóbica (apolar) - insolúvel em meio aquoso mas com afinidade para outros lípidios. CARACTERÍSTICAS IMPORTANTES
  • 8. Composição química: Glicoproteínas e glicolipídios (Reconhecem células compatíveis entre si) GLICOCÁLIX OU GLICOCÁLICE
  • 9. PERMEABILIDADE CELULAR
  • 10. - Transportes passivos (difusão simples, difusão facilitada e osmose) - Transporte ativo (bomba de sódio e potássio) - Endocitose -Exocitose
  • 11. TRANSPORTE PASSIVO Ocorre a favor do gradiente de concentração sem gasto de energia (ATP). Compreende: DIFUSÃO SIMPLES OSMOSE DIFUSÃO FACILITADA
  • 12. DIFUSÃO SIMPLES Passagem de soluto do meio mais concentrado para o meio menos concentrado.
  • 13. OSMOSE Passagem de solvente do meio menos concentrado em soluto para o meio mais concentrado em soluto.
  • 14. DIFUSÃO FACILITADA Passagem de macromoléculas por proteínas carreadoras denominadas PERMEASES.
  • 15. TRANSPORTE ATIVO Ocorre contra o gradiente de concentração com gasto de energia (ATP). Exemplo: BOMBA DE Na + ( Sódio ) e K + ( Potássio)
  • 16. BOMBA DE Na+ e K+ É decorrente da diferença de concentração entre os íons sódio e potássio no interior e exterior da célula. A CONCENTRAÇÃO DE Na+ MAIOR NO MEIO EXTRACELULAR CONCENTRAÇÃO DE K+ MAIOR NO MEIO INTRACELULAR PROTEÍNA CARREADORA: ATPase
  • 17. A célula gasta energia, na forma de ATP, para fazer o transporte oposto desses íons: colocar o Na+ (vermelho) para fora e colocar o K+ (azul) para dentro.
  • 18. ENDOCITOSE FAGOCITOSE Englobamento de partículas SÓLIDAS por pseudópodes. PINOCITOSE Englobamento de partículas LÍQUIDAS por invaginações.
  • 19. EXOCITOSE CLASMOCITOSE OU CLASMATOSE Eliminação de resíduos.

×