• Save
Movimento feminista
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Movimento feminista

on

  • 5,006 views

 

Statistics

Views

Total Views
5,006
Views on SlideShare
5,006
Embed Views
0

Actions

Likes
4
Downloads
0
Comments
1

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
  • Adorei o slide!!!!!!
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Movimento feminista Movimento feminista Presentation Transcript

  • MOVIMENTO FEMINISTAColégio Evangélico Divino MestreAndressa, Eloisa e Leticia
  • O COMEÇO Quando? 1848 Onde? Na convenção dos direitosda mulher em Nova Iorque. Motivações: Adquire cunhoreivindicatório por causa das grandesrevoluções. As conquistas daRevolução Francesa, que tinha comolema Igualdade, Liberdade eFraternidade, são reivindicadas pelasfeministas porque elas acreditavamque os direitos sociais e políticosadquiridos a partir das revoluçõesdeveriam se estender a elas enquantocidadãs.
  • MOVIMENTO FEMINISTA METASO tais movimentos sãosobretudo movimentospolíticos, que tem comometa conquistar a igualdadede direitos entre homens emulheres, garantindo assima participação da mulher nasociedade de forma igual àdos homens. CARACTERÍSTICASOs movimentos feministassão movimentos intelectuaise teóricos que procuramdesnaturalizar a ideia de quehá uma diferença entre osgêneros. No que se refereaos seus direitos, não devehaver diferenciação entre ossexos.
  • A mulher sempreesteve em buscade seu lugar nasociedade,sobretudo após asgrandesrevoluções. Na Idade Média, a mulher tinha direitos maisabrangentes como acesso total à profissão e àpropriedade além de chefiar a família. Estesespaços se fecharam com o capitalismo. O movimento feminista se fortifica porocasião da Revolução Industrial, quando amulher assume postos de trabalho e éexplorada pelo fato de que assume umadupla jornada de trabalho. Na década de 1960, a publicação do livro OSegundo Sexo(Simone de Behavoir) viriainfluenciar os movimentos feministas namedida em que mostra que a hierarquizaçãodos sexos é uma construção social e não umaquestão biológica.ALUTAFEMINISTAAOLONGODAHISTORIA
  • ALUTAFEMINISTAAOLONGODAHISTÓRIA Reivindicações por direitos democráticos como odireito ao voto, divórcio, educação etrabalho no fim do século XIX. O segundo, no fim da década de 1960, foimarcado pela liberação sexual (impulsionada peloaumento dos contraceptivos).  Já o terceiro começou a ser construído no fimdos anos 70, com a luta de caráter sindical
  • FEMINISMO NO BRASIL Nas últimas décadas, o movimento feministabrasileiro conseguiu a ampliação dos direitos damulher. As açõesdo movimento feminista foram decisivas paraarticular o caminho da igualdade entre os gêneros,que, apesar de todos os avanços, ainda não éplenamente garantida. O movimento feminista brasileiro pode contarcom os esforços da Secretaria de Políticas dasMulheres, que atua não apenas pela redução dadesigualdade dos gêneros, mas também paraajudar na redução da miséria e de pobreza para,assim, garantir a autonomia econômicadas brasileiras. Reconhecimento dos direitos econômicos, sociais,culturais e ambientais das mulheres; Necessidade do reconhecimento do direitouniversal à educação, saúde e previdenciária;  Defesa dos direitos sexuais e reprodutivos; Reconhecimento do direito das mulheres sobre agestação;Quanto a evolução Reivindicações
  • A VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER A cada dois minutos, cinco mulheres sãoespancadas no País.(2010)  Constatou-se que 11,5 milhões de mulheres já sofreram tapas eempurrões e 9,3 milhões sofreram ameaças de surra. No entanto, as agressões diminuíram entre 2001 e 2010. Anteriormente, oito mulheres eram agredidas a cada dois minutos. Diminuição devido a criação da Lei Maria da Penha, que garanteproteção legal e policial às vitimas de agressão doméstica.