0
RONDONÓPOLIS
EPIEPI
Equipamento de ProteçãoEquipamento de Proteção
IndividualIndividual
1.1. ApresentaçãoApresentação
2.2. Conteúdo ProgramáticoConteúdo Programático
3.3. ConceitoConceito
4.4. LegislaçãoLegisla...
12. Tipo de EPI’s12. Tipo de EPI’s
13. Proteção para a cabeça13. Proteção para a cabeça
14. Proteção contra quedas14. Prot...
Todo dispositivo de uso individual, de
fabricação nacional ou estrangeira
destinado a proteger a saúde e integridade
físic...
Regido pela Lei 6514, Portaria 3214 - NR 6:
Determina parâmetros de uso, responsabilidades,
EPI’s destinados para cada tip...
O uso do equipamento de proteção
individual é de obrigação dos
trabalhadores expostos à agentes
agressivos que podem causa...
A Empresa é obrigada a fornecer aos
empregados, gratuitamente, EPI
adequado ao risco, em perfeito estado
de conservação e ...
1. Adquirir o tipo adequado à atividade do
trabalhador;
2. Fornecer o EPI aprovado pelo MTE e ser de
empresas cadastradas ...
1. Usá-lo apenas para as finalidades que se
destina;
2. Responsabilizar pela conservação e guarda;
3. Comunicar o empregad...
São todos os equipamentos de proteção individual que
deverão ser utilizados na Brado Logística,
independente do cargo e da...
São todos os equipamentos de proteção individual que
indicados para utilização de acordo com cada tipo de
atividade e expo...
1. De uso individual;
2. Serem adequados às situações de riscos à
qual são destinados, para efetuar a devida
preservação d...
A seleção correta do EPI deverá ser efetuada
pelo SESMT. O trabalhador deverá auxiliar nas
informações quanto à adequação ...
Todos os equipamentos de proteção individuais,
deverão possuir o CA - Certificado de
Aprovação, emitido pelo MTE e Fundace...
•Exposição obrigatória a agentes agressivos.Exposição obrigatória a agentes agressivos.
Ex.:Ex.: Uso da máscara de soldado...
Existem EPI’s para diversas finalidades e diversos tipos deExistem EPI’s para diversas finalidades e diversos tipos de
pro...
Em atenção a diversas peculiaridades deEm atenção a diversas peculiaridades de
cada atividades profissionais, existem vári...
Itens componentes do capacete.Itens componentes do capacete.
•Carneira;Carneira;
•JugularJugular..
Os capacetes são dividi...
Óculos de Segurança.Óculos de Segurança.
A vista pode ser danificada quando recebeA vista pode ser danificada quando receb...
Modelos de óculos de segurança.Modelos de óculos de segurança.
•De ajustagem flexível com ventilação normal;De ajustagem f...
Capuz de Segurança.Capuz de Segurança.
O capuz é destinado a proteger a cabeçaO capuz é destinado a proteger a cabeça
(cab...
Protetores faciaisProtetores faciais
Existem inúmeros protetores faciais destinados aExistem inúmeros protetores faciais d...
Os protetores faciais, proteção do rosto, sãoOs protetores faciais, proteção do rosto, são
destinados para as seguintes a ...
• Facial inteira com filtros adaptados ou ar mandadoFacial inteira com filtros adaptados ou ar mandado
• Semi-faciais com ...
• Poeiras: material sólido moído, quebrado ou triturado.
Ex.: minério, madeira, grãos, amianto, sílica, etc.
• Fumos: meta...
DOENÇAS
• Silicose: sílica (cerâmicas, minerações, pedreiras,
metalúrgicas, etc.);
• Asbestose: fibras de asbesto (amianto...
Pulmão normal
•Pulmão sem tecidos
enfermos;
•Local de trabalho sem
contaminantes
imediatamente
nocivos.
•Idade: 36 anos.
Pulmão de residente de cidade
•Contaminates normais
de uma cidade
(poluição);
•Idade: 42 anos.;
•O pulmão apresenta os
efe...
Pulmão de residente de cidade
•Exposição: 15 anos a
partículas que contém
asbestos numa fábrica
têxtil;
•Idade: 42 anos;
•...
Pulmão de soldador
•Exposição: 34 anos
numa fábrica pequena;
•Idade: 52 anos;
•Enfermidade
Ocupacional:
provocada por fumo...
Pulmão do trabalhador de fundição
•Exposição: 35 anos em
contato com fumos de
metais e poeiras de
sílica;
•Idade: 63 anos;...
MEDIDAS DE PREVENÇÃO
• MEDIDAS DE ENGENHARIA:
• ventilação natural e/ou artificial;
• exaustão.
• Uso de Equipamento de Pr...
COMO COLOCAR ADEQUADAMENTE UM
RESPIRADOR
CUIDADOS COM O RESPIRADOR
• A barba impede o ajuste e
vedação do respirador,
facilitando a passagem dos
contaminantes.
Protetores AuricularesProtetores Auriculares
Utilizados quando exposto a ruídos acima do limite deUtilizados quando expost...
PROTETOR AURICULAR
• Protetor auditivo circum-auricular para proteção do
sistema auditivo contra níveis de pressão sonora
...
Jornada Trabalho x Ruído
• Ruído Jornada Permitida
• 85 dB.....................................................8 horas
• 9...
• Luva de segurança para proteção das mãos contra agentes
abrasivos e escoriantes;
• Luva de segurança para proteção das m...
RISCORISCO
NÃO USO DO EPINÃO USO DO EPI
QUEIMADURAQUEIMADURA AMPUTAÇÕESAMPUTAÇÕES
ESMAGAMENTOESMAGAMENTO
Para a proteção das mãos, existem também osPara a proteção das mãos, existem também os
cremes, destinados principalmente p...
•Proteção das pernas e pés.Proteção das pernas e pés.
São aplicados nas atividades que oferecem os seguintes riscosSão apl...
Utilizados quando há :Utilizados quando há :
• RISCO DE QUEDA;RISCO DE QUEDA;
• EXECUTAR ATIVIDADES EM ALTURA ACIMA DOSEXE...
NÃO USO DE CINTO DE SEGURANÇA
Projeção de
partículas
Óculos de proteção ou protetor
facial
Poeira
Máscara de proteção com filtros
ou descartáveis
Umidad...
Perfuração ocular
Caco de vidro no olho
Queimadura química
Queimadura térmica
Projeção de prego
Perfuração com prego
Medidas de proteção
Os EPI’s podem salvar sua vida,Os EPI’s podem salvar sua vida,
mas só se estiverem sendomas só se estiverem sendo
USADOS e...
Treinamento para uso de epi
Treinamento para uso de epi
Treinamento para uso de epi
Treinamento para uso de epi
Treinamento para uso de epi
Treinamento para uso de epi
Treinamento para uso de epi
Treinamento para uso de epi
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Treinamento para uso de epi

4,213

Published on

Published in: Education
1 Comment
4 Likes
Statistics
Notes
  • Conheça os produtos da Zanel Luvas - Equipamentos de Proteção Individual

    http://www.zanel.com.br
    https://www.facebook.com/Zanelluvas
    https://plus.google.com/+ZanelLuvas/posts
    https://twitter.com/zanel_epis

    Bocaina SP - CEP 17.240-000 - Rua Heraclito lacerda 663 - Fone 14 3666 2046
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
No Downloads
Views
Total Views
4,213
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
230
Comments
1
Likes
4
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Treinamento para uso de epi"

  1. 1. RONDONÓPOLIS
  2. 2. EPIEPI Equipamento de ProteçãoEquipamento de Proteção IndividualIndividual
  3. 3. 1.1. ApresentaçãoApresentação 2.2. Conteúdo ProgramáticoConteúdo Programático 3.3. ConceitoConceito 4.4. LegislaçãoLegislação 5.5. Quem deve usar os EPI’sQuem deve usar os EPI’s 6.6. Quem deve fornecer os EPI’sQuem deve fornecer os EPI’s 7.7. Responsabilidade do EmpregadorResponsabilidade do Empregador 8.8. Os EPI’s deverão serOs EPI’s deverão ser 9.9. Quem deve selecionar os EPI’sQuem deve selecionar os EPI’s 10.10. Certificado de AprovaçãoCertificado de Aprovação 11.11. Principais situações onde é necessário uso de EPI’sPrincipais situações onde é necessário uso de EPI’s CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:
  4. 4. 12. Tipo de EPI’s12. Tipo de EPI’s 13. Proteção para a cabeça13. Proteção para a cabeça 14. Proteção contra quedas14. Proteção contra quedas 15. Riscos e seus EPI’s15. Riscos e seus EPI’s 16. Conclusão16. Conclusão CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:
  5. 5. Todo dispositivo de uso individual, de fabricação nacional ou estrangeira destinado a proteger a saúde e integridade física do trabalhador, devendo ser usado sempre que as medidas de ordem geral não ofereçam completa proteção contra os riscos existentes no ambiente de trabalho. CONCEITO:CONCEITO:
  6. 6. Regido pela Lei 6514, Portaria 3214 - NR 6: Determina parâmetros de uso, responsabilidades, EPI’s destinados para cada tipo de riscos e partes do corpo, obrigações por parte dos fabricantes, empregados e empregadores, cadastramento da empresa fabricante e certificação da qualidade do equipamento de proteção individual. LEGISLAÇÃOLEGISLAÇÃO
  7. 7. O uso do equipamento de proteção individual é de obrigação dos trabalhadores expostos à agentes agressivos que podem causar danos à saúde e danos a integridade física. QUEM DEVE USAR O EPIQUEM DEVE USAR O EPI
  8. 8. A Empresa é obrigada a fornecer aos empregados, gratuitamente, EPI adequado ao risco, em perfeito estado de conservação e funcionamento. QUEM DEVE FORNECER O EPIQUEM DEVE FORNECER O EPI
  9. 9. 1. Adquirir o tipo adequado à atividade do trabalhador; 2. Fornecer o EPI aprovado pelo MTE e ser de empresas cadastradas no SSST/MTE; 3. Treinar o empregado sobre o seu uso adequado; 4. Tornar obrigatório o seu uso; 5. Substituí-lo quando danificado; RESPONSABILIDADE DORESPONSABILIDADE DO EMPREGADOREMPREGADOR
  10. 10. 1. Usá-lo apenas para as finalidades que se destina; 2. Responsabilizar pela conservação e guarda; 3. Comunicar o empregador sobre quaisquer alterações observado no EPI; 4. Usar o EPI sempre que executar atividades em que estejam expostos a agentes agressivos. RESPONSABILIDADE DO EMPREGADORESPONSABILIDADE DO EMPREGADO
  11. 11. São todos os equipamentos de proteção individual que deverão ser utilizados na Brado Logística, independente do cargo e das atividades que serão realizadas. Os EPI´s básicos são: • ÓCULOS DE SEGURANÇAÓCULOS DE SEGURANÇA • PROTETOR AURICULARPROTETOR AURICULAR • CALÇADO DE SEGURANÇACALÇADO DE SEGURANÇA EPI´s Básicos: CLASSIFICAÇÃO DE EPICLASSIFICAÇÃO DE EPI
  12. 12. São todos os equipamentos de proteção individual que indicados para utilização de acordo com cada tipo de atividade e exposição ao risco de acidentes, exemplos: • Macacão de PVC: proteção contra produtos químicos.Macacão de PVC: proteção contra produtos químicos. • Capacete de segurança: proteção contra quedas deCapacete de segurança: proteção contra quedas de materiais.materiais. EPI´s Específicos: CLASSIFICAÇÃO DE EPICLASSIFICAÇÃO DE EPI
  13. 13. 1. De uso individual; 2. Serem adequados às situações de riscos à qual são destinados, para efetuar a devida preservação do trabalhador. 3. Obrigatório o seu uso. 4. Usar os EPI’s, conforme os prazos estipulados pelo fabricante. OS EPI’s DEVERÃO SER:OS EPI’s DEVERÃO SER:
  14. 14. A seleção correta do EPI deverá ser efetuada pelo SESMT. O trabalhador deverá auxiliar nas informações quanto à adequação dos equipamentos no dia-dia. QUEM DEVE SELECIONAR O EPIQUEM DEVE SELECIONAR O EPI
  15. 15. Todos os equipamentos de proteção individuais, deverão possuir o CA - Certificado de Aprovação, emitido pelo MTE e Fundacentro. Apenas com o número desta certificação o EPI estará disponível para o USO. CERTIFICADO DE APROVAÇÃOCERTIFICADO DE APROVAÇÃO
  16. 16. •Exposição obrigatória a agentes agressivos.Exposição obrigatória a agentes agressivos. Ex.:Ex.: Uso da máscara de soldador no processo de soldagem.Uso da máscara de soldador no processo de soldagem. •Complemento de outros recursos.Complemento de outros recursos. Ex.:Ex.: Uso de óculos de segurança em trabalho com esmeril.Uso de óculos de segurança em trabalho com esmeril. •EmergênciasEmergências Ex.:Ex.: Uso de proteção respiratória em locais contaminados porUso de proteção respiratória em locais contaminados por gases e vapores.gases e vapores. PRINCIPAIS SITUAÇÕES ONDE ÉPRINCIPAIS SITUAÇÕES ONDE É NECESSÁRIO O USO DE EPINECESSÁRIO O USO DE EPI
  17. 17. Existem EPI’s para diversas finalidades e diversos tipos deExistem EPI’s para diversas finalidades e diversos tipos de proteção à agentes agressivos. São eles:proteção à agentes agressivos. São eles: •Protetores Auriculares (concha e inserção); •Máscaras faciais, semi-faciais e descartáveis; •Botinas com biqueira de aço e proteções de origens térmicas, etc; •Capacetes; •Proteção para os membros – capa de chuva. TIPOS DE EPITIPOS DE EPI
  18. 18. Em atenção a diversas peculiaridades deEm atenção a diversas peculiaridades de cada atividades profissionais, existem várioscada atividades profissionais, existem vários tipos de proteção:tipos de proteção: •Capacetes de Segurança;Capacetes de Segurança; •Óculos de Segurança;Óculos de Segurança; •Protetores Faciais;Protetores Faciais; •Protetores auditivos;Protetores auditivos; •Capuzes.Capuzes. PROTEÇÃO PARA A CABEÇAPROTEÇÃO PARA A CABEÇA
  19. 19. Itens componentes do capacete.Itens componentes do capacete. •Carneira;Carneira; •JugularJugular.. Os capacetes são divididos em 3 classes.Os capacetes são divididos em 3 classes. •Isolante térmica e elétrica;Isolante térmica e elétrica; •Resistência a impacto;Resistência a impacto; •Resistência a penetração;Resistência a penetração; Proteção para a cabeçaProteção para a cabeça
  20. 20. Óculos de Segurança.Óculos de Segurança. A vista pode ser danificada quando recebeA vista pode ser danificada quando recebe impactos procedentes de partículasimpactos procedentes de partículas aerodispersadas, poeiras.aerodispersadas, poeiras. Proteção para olhosProteção para olhos
  21. 21. Modelos de óculos de segurança.Modelos de óculos de segurança. •De ajustagem flexível com ventilação normal;De ajustagem flexível com ventilação normal; •Com meia haste e elástico;Com meia haste e elástico; •Com armação de metal e proteção lateral;Com armação de metal e proteção lateral; •Para operadores de rebarbamento;Para operadores de rebarbamento; •Para operados de soldas;Para operados de soldas; •Etc.Etc. Proteção para os olhosProteção para os olhos
  22. 22. Capuz de Segurança.Capuz de Segurança. O capuz é destinado a proteger a cabeçaO capuz é destinado a proteger a cabeça (cabelo) contra partículas incandescentes(cabelo) contra partículas incandescentes projetadas de diversos processos de trabalhos.projetadas de diversos processos de trabalhos. Os capuzes podem ser de:Os capuzes podem ser de: •Raspa de couroRaspa de couro •BrimBrim Proteção para a cabeçaProteção para a cabeça
  23. 23. Protetores faciaisProtetores faciais Existem inúmeros protetores faciais destinados aExistem inúmeros protetores faciais destinados a proteção contra agentes agressivos que prejudicamproteção contra agentes agressivos que prejudicam tanto o rosto, quanto as vias respiratórias, são eles:tanto o rosto, quanto as vias respiratórias, são eles: •Protetores faciais contra partículas de projeção;Protetores faciais contra partículas de projeção; •Márcaras descartáveis contra poeira diversas eMárcaras descartáveis contra poeira diversas e fumos;fumos; •Máscaras semi-faciais e faciais totais contra gases,Máscaras semi-faciais e faciais totais contra gases, vapores orgânicos e inorgânicos.vapores orgânicos e inorgânicos. Proteção para a faceProteção para a face
  24. 24. Os protetores faciais, proteção do rosto, sãoOs protetores faciais, proteção do rosto, são destinados para as seguintes a atividades:destinados para as seguintes a atividades: •Atividades destinados a equipamentos de esmerilAtividades destinados a equipamentos de esmeril e lixadeira;e lixadeira; •Atividades destinados a projeção de partículasAtividades destinados a projeção de partículas sólidas;sólidas; •etc.etc. Proteção para a faceProteção para a face
  25. 25. • Facial inteira com filtros adaptados ou ar mandadoFacial inteira com filtros adaptados ou ar mandado • Semi-faciais com filtros adaptadosSemi-faciais com filtros adaptados • Descartáveis: PFF1; PFF2 e PFF3Descartáveis: PFF1; PFF2 e PFF3 Os protetores faciais, proteção das vias respiratóriasOs protetores faciais, proteção das vias respiratórias são classificados como se segue:são classificados como se segue: Proteção respiratóriaProteção respiratória
  26. 26. • Poeiras: material sólido moído, quebrado ou triturado. Ex.: minério, madeira, grãos, amianto, sílica, etc. • Fumos: metal ou plástico aquecido, vaporizado e resfriado rapidamente. Ex.: soldagem, fundição, etc. • Névoas: líquidos pulverizados (operação de pintura); • Gases: substâncias líquidas ou sólidas nas condições normais de temperatura e pressão (oxigênio, gás carbônico, nitrogênio, etc.); • Vapores: caracterizados pelos odores e proveniente da evaporação de líquidos ou sólidos (gasolina, querosene, solvente de tintas, etc.). RISCOS AO SISTEMA RESPIRATÓRIO
  27. 27. DOENÇAS • Silicose: sílica (cerâmicas, minerações, pedreiras, metalúrgicas, etc.); • Asbestose: fibras de asbesto (amianto); • Antracose: partículas de carvão mineral;
  28. 28. Pulmão normal •Pulmão sem tecidos enfermos; •Local de trabalho sem contaminantes imediatamente nocivos. •Idade: 36 anos.
  29. 29. Pulmão de residente de cidade •Contaminates normais de uma cidade (poluição); •Idade: 42 anos.; •O pulmão apresenta os efeitos dos anos, expostos a poluição da cidade.
  30. 30. Pulmão de residente de cidade •Exposição: 15 anos a partículas que contém asbestos numa fábrica têxtil; •Idade: 42 anos; •Causa Mortis: cancer.
  31. 31. Pulmão de soldador •Exposição: 34 anos numa fábrica pequena; •Idade: 52 anos; •Enfermidade Ocupacional: provocada por fumos metálicos (siderose e febre).
  32. 32. Pulmão do trabalhador de fundição •Exposição: 35 anos em contato com fumos de metais e poeiras de sílica; •Idade: 63 anos; •Enfermidade ocupacional: silicose clássica.
  33. 33. MEDIDAS DE PREVENÇÃO • MEDIDAS DE ENGENHARIA: • ventilação natural e/ou artificial; • exaustão. • Uso de Equipamento de Proteção Respiratória (EPR)
  34. 34. COMO COLOCAR ADEQUADAMENTE UM RESPIRADOR
  35. 35. CUIDADOS COM O RESPIRADOR • A barba impede o ajuste e vedação do respirador, facilitando a passagem dos contaminantes.
  36. 36. Protetores AuricularesProtetores Auriculares Utilizados quando exposto a ruídos acima do limite deUtilizados quando exposto a ruídos acima do limite de tolerância - 85 dB(a).tolerância - 85 dB(a). Existem dois tipos de protetores auriculares:Existem dois tipos de protetores auriculares: •Concha;Concha; •Inserção: Plug ou moldável.Inserção: Plug ou moldável. Proteção para os ouvidosProteção para os ouvidos
  37. 37. PROTETOR AURICULAR • Protetor auditivo circum-auricular para proteção do sistema auditivo contra níveis de pressão sonora superiores ao estabelecido na NR - 15, Anexos I e II; • Protetor auditivo de inserção para proteção do sistema auditivo contra níveis de pressão sonora superiores ao estabelecido na NR - 15, Anexos I e II; • Protetor auditivo semi-auricular para proteção do sistema auditivo contra níveis de pressão sonora superiores ao estabelecido na NR - 15, Anexos I e II.
  38. 38. Jornada Trabalho x Ruído • Ruído Jornada Permitida • 85 dB.....................................................8 horas • 90 dB.....................................................4 horas • 95 dB.................................................... 2 horas • 100 dB.....................................................1 hora • 105 dB...................................................30 minutos • 110 dB...................................................15 minutos • 115 dB.....................................................7,5 minutos
  39. 39. • Luva de segurança para proteção das mãos contra agentes abrasivos e escoriantes; • Luva de segurança para proteção das mãos contra agentes cortantes e perfurantes; • Luva de segurança para proteção das mãos contra choques elétricos; • Luva de segurança para proteção das mãos contra agentes térmicos; • Luva de segurança para proteção das mãos contra agentes biológicos; • Luva de segurança para proteção das mãos contra agentes químicos; • Luva de segurança para proteção das mãos contra vibrações; • Luva de segurança para proteção das mãos contra radiações ionizantes PROTEÇÃO PARA OS MEMBROS SUPERIORESPROTEÇÃO PARA OS MEMBROS SUPERIORES
  40. 40. RISCORISCO NÃO USO DO EPINÃO USO DO EPI
  41. 41. QUEIMADURAQUEIMADURA AMPUTAÇÕESAMPUTAÇÕES ESMAGAMENTOESMAGAMENTO
  42. 42. Para a proteção das mãos, existem também osPara a proteção das mãos, existem também os cremes, destinados principalmente paracremes, destinados principalmente para atividade que exijam contatos com substânciasatividade que exijam contatos com substâncias químicas.químicas. PROTEÇÃO PARA OS MEMBROSPROTEÇÃO PARA OS MEMBROS SUPERIORESSUPERIORES
  43. 43. •Proteção das pernas e pés.Proteção das pernas e pés. São aplicados nas atividades que oferecem os seguintes riscosSão aplicados nas atividades que oferecem os seguintes riscos de acidentes:de acidentes: • Escorregamento; existência de pregos; materiais quentes eEscorregamento; existência de pregos; materiais quentes e incandescentes; produtos químicos; choques elétricos; origensincandescentes; produtos químicos; choques elétricos; origens mecânicas; frio; umidade; etc.mecânicas; frio; umidade; etc. Podem ser em três principais tipos:Podem ser em três principais tipos: Botina de couro e PVC;Botina de couro e PVC; Calça e perneira.Calça e perneira. PROTEÇÃO PARA OS MEMBROS INFERIORESPROTEÇÃO PARA OS MEMBROS INFERIORES
  44. 44. Utilizados quando há :Utilizados quando há : • RISCO DE QUEDA;RISCO DE QUEDA; • EXECUTAR ATIVIDADES EM ALTURA ACIMA DOSEXECUTAR ATIVIDADES EM ALTURA ACIMA DOS 2 (dois) METROS.2 (dois) METROS. Podem ser em dois principais tipos:Podem ser em dois principais tipos: Pára-quedista/AlpinistaPára-quedista/Alpinista Abdominal.Abdominal. PROTEÇÃO CONTRA QUEDASPROTEÇÃO CONTRA QUEDAS
  45. 45. NÃO USO DE CINTO DE SEGURANÇA
  46. 46. Projeção de partículas Óculos de proteção ou protetor facial Poeira Máscara de proteção com filtros ou descartáveis Umidade Bota e Macacão de PVC Ruído Protetor auricular tipo concha e inserção RISCOS E SEUS EPI’sRISCOS E SEUS EPI’s
  47. 47. Perfuração ocular
  48. 48. Caco de vidro no olho
  49. 49. Queimadura química
  50. 50. Queimadura térmica
  51. 51. Projeção de prego
  52. 52. Perfuração com prego
  53. 53. Medidas de proteção
  54. 54. Os EPI’s podem salvar sua vida,Os EPI’s podem salvar sua vida, mas só se estiverem sendomas só se estiverem sendo USADOS e da maneira correta.USADOS e da maneira correta. Cuide do seu EPICuide do seu EPI CONCLUSÃOCONCLUSÃO
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×