0
Anderson Rodrigues
Marcos Rosa
Marcel Midlej
Escopo
Introdução cliente-servidor
Endereço IP
Domínios
DNS
WWW
HTTP
Browsers e Servidores
Html
FTP
TFTP
Correi...
Cliente-servidor
Características dos clientes
Sempre inicia pedidos de servidores;
Espera por respostas;
Recebe respos...
Cliente-servidor
Características dos servidores
Sempre espera por um pedido de um
cliente;
Atende os pedidos e, em segu...
Cliente-servidor
Vantagens
Facilidade de manutenção;
Segurança;
Atualizações dos dados;
Economia.
Cliente-servidor
Desvantagens
Sobrecarga;
Falhas;
Comparação p2p.
Endereço IP
Exemplo (IPv4)
216.27.61.137
11011000.00011011.00111101.10001001
Endereço IP
Limite da tecnologia
232
= 4.294.967.296 ~= 4,3 bi
Endereço IP
IPv6
2128
= 3,4028236692093846346337460743177e+38
Domínios
Memória
64.233.169.147
www.google.com
Domínios
Descrição
http://www.globoesporte.globo.com/futebol/brasileirao
-serie-a/musa-do-brasileirao-2011/palmeiras.html...
Domínios
Domínios globais
DNS (Domain Name System -
Sistema de Nomes de Domínios)
DNS
Exemplo informal
“DNS, você sabe qual o endereço IP associado ao
nome www.blablabla.com.br?”
R1: Sim, o endereço de I...
DNS
Árvore DNS
DNS
Servidores raiz
DNS
Consultas básicas
Consulta iterativa
Consulta recursiva
DNS
Consulta iterativa
DNS
Consulta recursiva
DNS
Registros de recursos DNS (RRs - resource records)
WWW – World
Wide Web
O que é?
Do inglês “Rede de alcance mundial”;
Como surgiu?
No final dos anos 80, a internet cresc...
Usúarios da internet - 2011
Fonte : http://www.indexmundi.com
Usúarios da internet – Brasil
Fonte : http://www.indexmundi.com
WWW – World
Wide Web
O que é?
Consiste em uma rede de hipermídia conectadas, videos paginas,
texto...
Rapidamente o des...
WWW – World
Wide Web
Como funciona?
É um sistema de hipermídia interconectados;
Vídeos, páginas, musicas, imagens e out...
WWW – World
Wide Web
HTTP
Hipertext Transfer Protocol;
Protocolo da camada de aplicação utilizado na Web;
Modelo clien...
Esquema de http
WWW – World
Wide Web
Clientes (Browser)
Hipertext Transfer Protocol;
Protocolo da camada de aplicação utilizado na Web;...
Clientes HTTP
Servidores HTTP
Servidores Mundiais
Fonte : http://www.indexmundi.com
WWW – World
Wide Web
<HTML>
Hipertext Mark up language;
Codifica as informações através de tags do tipo <..>;
Possibil...
Documento HTML
PEQUENA DEMONSTRAÇÃO
FUNCIONAMENTO HTTP
FTP – File Transfer
Protocol
O que é?
Transfere arquivos de/para um host remoto;
 Modelo cliente/servidor;
 Cliente – ...
Esquema de FTP
TFTP - Trivial File Transfer
Protocol
O que é?
O FTP é muito complexo e de difícil implementação;
 Muitas aplicações nã...
TFTP - Trivial File Transfer
Protocol
Aguarda um ACK para cada bloco enviado;
Primeiro pacote enviado especifica nome do...
Correio Eletrônico
História
Existe há mais de 20 anos
Inicialmente utilizado principalmente no meio acadêmico
Durante ...
Correio Eletrônico
Arquitetura
Agentes do usuário: programas locais que fazem interface
com o sistema de correio eletrôn...
Correio Eletrônico
Arquitetura
Correio Eletrônico
 Arquitetura (as 5 funções básicas)
Composição: processo de criar mensagens e respostas, ex.:
respond...
Correio Eletrônico
Agente do Usuário
 > Leem endereços de destino no formato user@adress-dns
 > Algoritmo do AU:
1. whi...
Correio Eletrônico
Agente do Usuário
 Deve organizar as mensagens
Correio Eletrônico
Agente do Usuário
 Deve organizar as mensagens
Correio Eletrônico
Agente do Usuário
 Realizar suas operações de acordo com o cabeçalho
da mensagem
Correio Eletrônico
Agente do Usuário
 Inicialmente o sistema de correio eletrônico lidava
apenas com mensagens textos es...
Correio Eletrônico
Agente do Usuário
Correio Eletrônico
Agente de Transferencia (SMTP: Simple Mail Transfer
Protocol)
A máquina de origem estabelece uma cone...
Correio Eletrônico
Agente de Transferencia (SMTP: Simple Mail Transfer
Protocol)
Correio Eletrônico
Agente de Transferência (Inconvenientes do SMTP)
Algumas implementações só suportam mensagens
tamanho...
Correio Eletrônico
Entrega Final (POP3: Post Office Protocol version 3)
O agente de transferência do usuário comunica-se...
Correio Eletrônico
Entrega Final (POP3)
Correio Eletrônico
Entrega Final (IMAP: Internet Message Access
Protocol )
Correio Eletrônico
Webmail
Agentes de transferência de mensagens escutam a porta 25 em
busca de conexões de SMTP de entr...
VoIP (Voz sobre IP)
Digitalizar a voz em pacotes de dados para que trafegue
pela rede IP e converter em voz novamente em ...
Referências
 http://www.das.ufsc.br/~emerson/academico/estagio/estagio07.html
 http://pt.wikipedia.org/wiki/World_Wide_W...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Apresentação de sd2

240

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
240
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
8
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Apresentação de sd2"

  1. 1. Anderson Rodrigues Marcos Rosa Marcel Midlej
  2. 2. Escopo Introdução cliente-servidor Endereço IP Domínios DNS WWW HTTP Browsers e Servidores Html FTP TFTP Correio eletrônico SMTP POP3 VoIP
  3. 3. Cliente-servidor Características dos clientes Sempre inicia pedidos de servidores; Espera por respostas; Recebe respostas; Normalmente conecta-se a um pequeno número de servidores de uma só vez; Normalmente interage diretamente com os usuários finais através de qualquer interface com o usuário; Utiliza recursos da rede.
  4. 4. Cliente-servidor Características dos servidores Sempre espera por um pedido de um cliente; Atende os pedidos e, em seguida, responde aos clientes com os dados solicitados; Pode se comunicar com outros servidores para atender uma solicitação específica do cliente; Fornece recursos de rede.
  5. 5. Cliente-servidor Vantagens Facilidade de manutenção; Segurança; Atualizações dos dados; Economia.
  6. 6. Cliente-servidor Desvantagens Sobrecarga; Falhas; Comparação p2p.
  7. 7. Endereço IP Exemplo (IPv4) 216.27.61.137 11011000.00011011.00111101.10001001
  8. 8. Endereço IP Limite da tecnologia 232 = 4.294.967.296 ~= 4,3 bi
  9. 9. Endereço IP IPv6 2128 = 3,4028236692093846346337460743177e+38
  10. 10. Domínios Memória 64.233.169.147 www.google.com
  11. 11. Domínios Descrição http://www.globoesporte.globo.com/futebol/brasileirao -serie-a/musa-do-brasileirao-2011/palmeiras.html Protocolo de comunicação cliente-servidor Sistema de documentos em hipermídia Subdomínio Domínio Domínio global Arquivo solicitado
  12. 12. Domínios Domínios globais
  13. 13. DNS (Domain Name System - Sistema de Nomes de Domínios)
  14. 14. DNS Exemplo informal “DNS, você sabe qual o endereço IP associado ao nome www.blablabla.com.br?” R1: Sim, o endereço de IP é: 216.27.61.137 R2: Não, mas acho que o DNS fulano sabe. R3: Não sei, e não conheço ninguém que saiba.
  15. 15. DNS Árvore DNS
  16. 16. DNS Servidores raiz
  17. 17. DNS Consultas básicas Consulta iterativa Consulta recursiva
  18. 18. DNS Consulta iterativa
  19. 19. DNS Consulta recursiva
  20. 20. DNS Registros de recursos DNS (RRs - resource records)
  21. 21. WWW – World Wide Web O que é? Do inglês “Rede de alcance mundial”; Como surgiu? No final dos anos 80, a internet cresceu muito; Utilizada apenas por pesquisadores, cientista e estudantes universitários; Necessidade de Acesso pela população em geral; O Físico Tim Berners-Lee, do CERN – Centro Europeu de pesquisa nuclear teve a idéia .
  22. 22. Usúarios da internet - 2011 Fonte : http://www.indexmundi.com
  23. 23. Usúarios da internet – Brasil Fonte : http://www.indexmundi.com
  24. 24. WWW – World Wide Web O que é? Consiste em uma rede de hipermídia conectadas, videos paginas, texto... Rapidamente o desenvolvimento das aplicações WWW (browsers e servidores) chamou a atenção do público em geral;  As aplicações Web elevaram o nível da internet;
  25. 25. WWW – World Wide Web Como funciona? É um sistema de hipermídia interconectados; Vídeos, páginas, musicas, imagens e outros documentos; Protocolo utilizado HTTP, podendo variar em HTTPS; Dns resolve a url; Browser manda requisição http; Servidor responde;
  26. 26. WWW – World Wide Web HTTP Hipertext Transfer Protocol; Protocolo da camada de aplicação utilizado na Web; Modelo cliente/servidor; Cliente – browser que requisita, recebe, e mostra objetos Web; Servidor – servidor Web que envia objetos em resposta às requisições; Controle de fluxo “in band” Náo Persistente HTTP 1.0 persistente HTTP 1.1
  27. 27. Esquema de http
  28. 28. WWW – World Wide Web Clientes (Browser) Hipertext Transfer Protocol; Protocolo da camada de aplicação utilizado na Web; Modelo cliente/servidor; Cliente – browser que requisita, recebe, e mostra objetos Web; Servidor – servidor Web que envia objetos em resposta às requisições;
  29. 29. Clientes HTTP
  30. 30. Servidores HTTP
  31. 31. Servidores Mundiais Fonte : http://www.indexmundi.com
  32. 32. WWW – World Wide Web <HTML> Hipertext Mark up language; Codifica as informações através de tags do tipo <..>; Possibilita interpretações através de diversos tipos de dispositivos; HTML 1 [FRC 1866], HTML 2.0, HTML 3.0 HTML 4.01 E XHTML; Interage com , JAVA, javascript, Flash, AJAX CGI
  33. 33. Documento HTML
  34. 34. PEQUENA DEMONSTRAÇÃO FUNCIONAMENTO HTTP
  35. 35. FTP – File Transfer Protocol O que é? Transfere arquivos de/para um host remoto;  Modelo cliente/servidor;  Cliente – inicia a transferência (de ou para o servidor);  Servidor – host remoto;  FTP – RFC 959; 2 conexões TCP, 21,20; Out of band diferente do http; Controle de privilégios;
  36. 36. Esquema de FTP
  37. 37. TFTP - Trivial File Transfer Protocol O que é? O FTP é muito complexo e de difícil implementação;  Muitas aplicações não necessitam de todos os recursos oferecidos pelo FTP;  O TFTP não oferece autenticação, sendo portanto muito mais simples; O tamanho do código é muito menor; O TFTP não requer um serviço de transporte confiável, e portanto utiliza o UDP na porta 69; A transmissão do arquivo é feita em blocos de tamanho fixo de 512 bytes;
  38. 38. TFTP - Trivial File Transfer Protocol Aguarda um ACK para cada bloco enviado; Primeiro pacote enviado especifica nome do arquivo e direção de transferência;
  39. 39. Correio Eletrônico História Existe há mais de 20 anos Inicialmente utilizado principalmente no meio acadêmico Durante os anos 90 substituiu o correio convencional Consistiam em FTP onde a primeira linha do arquivo continha o endereço do destinatário (Incovenientes): Enviar mensagens a um grupo, sem estrutura interna, sem confirmação, interface mal integrada com o usuário, somente textos. Foram propostos sistemas mais elaborados (ex.: Um por alunos de Ciência da Computação baseado na RFC 822).
  40. 40. Correio Eletrônico Arquitetura Agentes do usuário: programas locais que fazem interface com o sistema de correio eletrônico (responsável por ler e enviar mensagens).  Agentes de transferência: processos executados em background (responsáveis por deslocar a mensagem da origem ao destino).
  41. 41. Correio Eletrônico Arquitetura
  42. 42. Correio Eletrônico  Arquitetura (as 5 funções básicas) Composição: processo de criar mensagens e respostas, ex.: responder mensagens (AU) Transferência: o sistema faz automaticamente (AT) Geração de Relatórios: informar o remetente sobre o que aconteceu com a mensagens enviada (AU e AT)  Exibição das mensagens recebidas: permitir ao usuário a leitura das mensagens(AU)  Disposição: o que o destinatário faz com a msg ? joga fora, grava.(AU)  Pode ter outras funções mais avançadas (enviar msg a lista de pessoas)
  43. 43. Correio Eletrônico Agente do Usuário  > Leem endereços de destino no formato user@adress-dns  > Algoritmo do AU: 1. while (usuario ON && at ON && servicosInternet ON) 2. do { 3. buscar_msgs_recebidas_na_caixa_do_correio_do_usuario() 4. exibir_organizadamente_msgs(void) 5. auxiliar_usuario_no_envio(vários parametros)}
  44. 44. Correio Eletrônico Agente do Usuário  Deve organizar as mensagens
  45. 45. Correio Eletrônico Agente do Usuário  Deve organizar as mensagens
  46. 46. Correio Eletrônico Agente do Usuário  Realizar suas operações de acordo com o cabeçalho da mensagem
  47. 47. Correio Eletrônico Agente do Usuário  Inicialmente o sistema de correio eletrônico lidava apenas com mensagens textos escritas em linguagem comum e expressa em ASCII, inconvenientes: Mensagens em: alfabetos não latinos, idiomas sem alfabetos, áudio ou imagens. Para sanar este problema foi proposto o MIME (Multipurpose Internet Mail Extensions)
  48. 48. Correio Eletrônico Agente do Usuário
  49. 49. Correio Eletrônico Agente de Transferencia (SMTP: Simple Mail Transfer Protocol) A máquina de origem estabelece uma conexão TCP com a porta 25 da máquina de destino  Um daemon de correio eletrônico escuta os eventos e copia as mensagens recebidas pela conexão para a caixa de correio
  50. 50. Correio Eletrônico Agente de Transferencia (SMTP: Simple Mail Transfer Protocol)
  51. 51. Correio Eletrônico Agente de Transferência (Inconvenientes do SMTP) Algumas implementações só suportam mensagens tamanhos considerados muito pequenos. Se o cliente e o servidor tiverem diferentes timeouts, um pode desistir enquanto o outro ainda estiver ocupado, encerrando a conexão, dentre outros problemas.
  52. 52. Correio Eletrônico Entrega Final (POP3: Post Office Protocol version 3) O agente de transferência do usuário comunica-se com o de transferência de mensagens (no ISP), através da porta 110 e permite que as mensagens sejam copiados do ISP para o usuário.
  53. 53. Correio Eletrônico Entrega Final (POP3)
  54. 54. Correio Eletrônico Entrega Final (IMAP: Internet Message Access Protocol )
  55. 55. Correio Eletrônico Webmail Agentes de transferência de mensagens escutam a porta 25 em busca de conexões de SMTP de entrada; Estabelecer a conexão TCP, onde os comandos SMTP podem ser enviados;  Após a autorização (login e senha digitados pelo usuário)  pelo servidor, se validado, o servidor encontrará a caixa de correio do usuário e exibirá as mensagens formatada como uma página em HTML; Exemplos: hotmail e gmail.
  56. 56. VoIP (Voz sobre IP) Digitalizar a voz em pacotes de dados para que trafegue pela rede IP e converter em voz novamente em seu destino. O Skype. Telefonia convencional vs VoIP.
  57. 57. Referências  http://www.das.ufsc.br/~emerson/academico/estagio/estagio07.html  http://pt.wikipedia.org/wiki/World_Wide_Web  http://wiki.locaweb.com.br/pt-br/Entradas_dispon %C3%ADveis_no_Gerenciador_de_DNS  http://pt.wikipedia.org/wiki/Domain_Name_System#Hierarquia  http://pt.scribd.com/doc/7230930/Aplicacoes-TCPIP-Apresentacao  http://pt.wikipedia.org/wiki/Endere%C3%A7o_IP  http://www.juliobattisti.com.br/artigos/windows/tcpip_p8.asp  http://pt.wikipedia.org/wiki/Cliente-servidor#Vantagens  http://technet.microsoft.com/pt-br/library/cc737203(WS.10).aspx  http://pt.wikipedia.org/wiki/Servidor_Raiz  http://www.icann.org.br/correspondence/roberts-testimony-14feb01.htm  http://www.portaltecnologia.net/downloads/artigos/Tipos_de_Consulta_ DNS.pdf  http://www.iana.org/assignments/dns-parameters
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×