TEORIA BEHAVIORISTA BEHAVIORISMO Profa.Dra. Silvia Marina Anaruma Depto de Educação – UNESP  Campus de Rio Claro Abr-2009
BEHAVIOR = Comportamento <ul><li>Teoria Ambientalista </li></ul><ul><li>Corrente baseada no Associacionismo e no Positivis...
Parte do Manifesto de Watson <ul><li>“ A Psicologia, tal como a vê um comportamentalista, é um ramo puramente objetivo e e...
PRESSUPOSTOS BÁSICOS As mudanças significantes que observamos no desenvolvimento, podem ser atribuídas à aprendizagem A an...
<ul><li>Princípio de Causa e efeito – o comportamento não acontece de maneira livre </li></ul><ul><li>O comportamento é mo...
O analista do comportamento não está interessado em investigar o que o comportamento significa, ou o que ele simboliza.  E...
É como se a teoria matematizasse nosso comportamento  Isto + Isto = Aquilo
Conhecida também como teoria  E  R  Estímulo Resposta Ambiente Organismo Este é o controle que se quer
COMPORTAMENTO  =  ESTÍMULO +  RESPOSTA
CONTROLE Mudança de Comportamento Como ?
Conhecendo as contingências de que ele é função  Antecedente – Resposta (Comportamento)  – Consequente   CONTINGÊNCIA
TEORIA AMBIENTALISTA   Como a mudança de ambiente e no ambiente afeta o comportamento ? Consequenciação Cpto Operante Cpto...
Para eles  APRENDIZAGEM = CONDICIONAMENTO Se queremos que uma pessoa aprenda um comportamento, devemos  condicioná-la a um...
Condicionamento respondente Ivan Petrovick Pavlov   (1849-1946)
 
 
CLASSE DE RESPOSTAS   Inatas  Aprendidas  Reflexos  Respostas condicionadas
Reflexos  E  R Cisco no olho Piscar
Respostas Condicionadas  Independem da nossa vontade  Consequentes Antecedentes OPERANTE RESPONDENTE Artificiais ou natura...
Que sinais iliciam respostas ligadas ao comportamento  respondente ?  palavras pessoas cores Lugares  Objetos  animais eti...
Os consequentes?   Dinheiro   Afeto Conversa
E na escola? Quais são os antecedentes?   Quais são os consequentes?
A elaboração das  propagandas partem do princípio do condicionamento
Condicionamento Operante  Bhurrus Frederich  Skinner   (1904-1990)
A caixa de Skinner Fonte: www6.ufrgs.br
No condicionamento operante parte-se do princípio de que:   Tendemos a repetir o que é agradável e a não repetir o que des...
CRÍTICA DAS OUTRAS TEORIAS “ Quando lidamos com seres humanos dotados de vontade livre, nossa predição e controle falham. ...
ESTA TEORIA IMPEROU NA EDUCAÇÃO ATÉ HÁ POUCO TEMPO. DEU LUGAR AS TEORIAS QUE DEFENDEM A ATUAÇÃO DO SUJEITO  NO BEHAVIORISM...
Bibliografia <ul><li>ANARUMA, SM.  Behaviorismo.  Rio Claro, UNESP, 1998. (Texto apostilado).  </li></ul><ul><li>GERALDO, ...
<ul><li>Profa.Dra. Silvia Marina Anaruma </li></ul><ul><li>Abr-2009 </li></ul>
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Teoria Behaviorista

125,704

Published on

Trata-se de apontamentos de aula expositiva para cursos de licenciatura de Psicologia da Educação ou da Aprendizagem, sobre o tema Teoria Behaviorista

4 Comments
16 Likes
Statistics
Notes
  • Tá parecendo mais um fluxograma do que uma explanação. Tem pouca explicação (quase nenhuma) nos slides.
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • o behavioristas com os seus estudos chegaram a quais conclusões? E quais eram os tipos de participantes?
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • Visitem o Blog http://manifestobehaviorista.blogspot.com.br/

    B. F. Skinner | Download dos Livros, Artigos Científicos, Entrevistas, Capítulos de Livros, Prefácios e Outros...

    Lista de Download:

    1. Ciência e Comportamento Humano
    2. Walden II
    3. Sobre o Behaviorismo
    4. O Comportamento Verbal
    5. O Mito da Liberdade
    6. A Análise Operacional de Termos Psicológicos
    7. O Que e Comportamento Psicótico
    8. O Papel do Meio Ambiente
    9. Entrevista Revista Veja – Ano 74
    10. Vida Interior
    11. Humanismo e Behaviorismo
    12. Seleção Por Consequências
    13. Entrevista Revista Veja – Ano 83
    14. A Evolução do Comportamento
    15. O Que Esta Errado Com a Vida Cotidiana No Mundo Ocidental
    16. Uma Alternativa Humanista aos 12 Passos do A.A.
    17. Comportamento Governado Por Regras
    18. A Psicologia Pode Ser Uma Ciência da Mente?
    19. O Eu Iniciador
    20. O Lado Operante da Terapia Comportamental
    21. O Lugar do Sentimento na Análise do Comportamento
    22. Um Breve Exame do Comportamento Operante

    Baixe e Aproveite!!!
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • Visitem o Blog http://manifestobehaviorista.blogspot.com.br/

    Faça download dos Livros de B. F. Skinner!

    I. Ciência e Comportamento Humano
    II. Walden II
    III. Sobre o Behaviorismo

    Em breve o blog Manifesto Behaviorista estará disponibilizando novos downloads...
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
No Downloads
Views
Total Views
125,704
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
8
Actions
Shares
0
Downloads
1,635
Comments
4
Likes
16
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Teoria Behaviorista

  1. 1. TEORIA BEHAVIORISTA BEHAVIORISMO Profa.Dra. Silvia Marina Anaruma Depto de Educação – UNESP Campus de Rio Claro Abr-2009
  2. 2. BEHAVIOR = Comportamento <ul><li>Teoria Ambientalista </li></ul><ul><li>Corrente baseada no Associacionismo e no Positivismo </li></ul><ul><li>Surge em oposição a chamada Psicologia da Mente, como Psicologia do Comportamento </li></ul><ul><li>Se opõe ao método introspectivo, substituindo por métodos subjetivos </li></ul><ul><li>1879 – Marco da Psicologia com a montagem do 1o. Laboratório de Psicologia EM Leipzig, Alemanha) </li></ul><ul><li>1913 – Marco do Behaviorismo – com Manifesto de John Watson </li></ul>
  3. 3. Parte do Manifesto de Watson <ul><li>“ A Psicologia, tal como a vê um comportamentalista, é um ramo puramente objetivo e experimental da ciência natural. Seu objetivo teórico é prever e controlar o comportamento. A introspecção não é parte essencial de seus métodos, e o valor científico dos seus dados não depende da facilidade com que se prestam a uma interpretação em termos de consciência. O comportamentalismo, em seu empenho para alcançar um esquema unitário da resposta animal, não reconhece linha divisória entre homem e os animais irracionais. O Comportamento Humano, com todo o seu refinamento e complexidade, não é senão parte do esquema total de pesquisa de um comportamentalista”. </li></ul>
  4. 4. PRESSUPOSTOS BÁSICOS As mudanças significantes que observamos no desenvolvimento, podem ser atribuídas à aprendizagem A análise do desenvolvimento da criança pode começar com uma descrição das respostas que a criança dá e em que condições ambientais dá as respostas
  5. 5. <ul><li>Princípio de Causa e efeito – o comportamento não acontece de maneira livre </li></ul><ul><li>O comportamento é moldado pelas forças do ambiente </li></ul><ul><li>Enfatiza o comportamento observável </li></ul><ul><li>Qualquer coisa pode ser aprendida, assim como desaprendida </li></ul><ul><li>As mudanças que regem os experimentos são as mesmas que regem as mudanças do comportamento (método experimental) </li></ul><ul><li>Não está preocupada com as causas do comportamento, mas com a eliminação dos sintomas </li></ul>
  6. 6. O analista do comportamento não está interessado em investigar o que o comportamento significa, ou o que ele simboliza. Está interessado em estudar as variáveis que afetam este comportamento e de que maneira. Destas, as que mais interessam ao analista são aquelas que se originam no ambiente .
  7. 7. É como se a teoria matematizasse nosso comportamento Isto + Isto = Aquilo
  8. 8. Conhecida também como teoria E R Estímulo Resposta Ambiente Organismo Este é o controle que se quer
  9. 9. COMPORTAMENTO = ESTÍMULO + RESPOSTA
  10. 10. CONTROLE Mudança de Comportamento Como ?
  11. 11. Conhecendo as contingências de que ele é função Antecedente – Resposta (Comportamento) – Consequente CONTINGÊNCIA
  12. 12. TEORIA AMBIENTALISTA Como a mudança de ambiente e no ambiente afeta o comportamento ? Consequenciação Cpto Operante Cpto respondente
  13. 13. Para eles APRENDIZAGEM = CONDICIONAMENTO Se queremos que uma pessoa aprenda um comportamento, devemos condicioná-la a uma aprendizagem Ex: Vejamos como os animais aprendem
  14. 14. Condicionamento respondente Ivan Petrovick Pavlov (1849-1946)
  15. 17. CLASSE DE RESPOSTAS Inatas Aprendidas Reflexos Respostas condicionadas
  16. 18. Reflexos E R Cisco no olho Piscar
  17. 19. Respostas Condicionadas Independem da nossa vontade Consequentes Antecedentes OPERANTE RESPONDENTE Artificiais ou naturais Implicam em determinantes genéticos dos reflexos
  18. 20. Que sinais iliciam respostas ligadas ao comportamento respondente ? palavras pessoas cores Lugares Objetos animais etinia natureza símbolos profissões
  19. 21. Os consequentes? Dinheiro Afeto Conversa
  20. 22. E na escola? Quais são os antecedentes? Quais são os consequentes?
  21. 23. A elaboração das propagandas partem do princípio do condicionamento
  22. 24. Condicionamento Operante Bhurrus Frederich Skinner (1904-1990)
  23. 25. A caixa de Skinner Fonte: www6.ufrgs.br
  24. 26. No condicionamento operante parte-se do princípio de que: Tendemos a repetir o que é agradável e a não repetir o que desagradável Reforço – qualquer evento que pode aumentar a ocorrência de uma reposta Punição – qualquer evento que pode diminuir a ocorrência de uma resposta
  25. 27. CRÍTICA DAS OUTRAS TEORIAS “ Quando lidamos com seres humanos dotados de vontade livre, nossa predição e controle falham. O homem tem liberdade de escolha (Lundim, 1977) “.
  26. 28. ESTA TEORIA IMPEROU NA EDUCAÇÃO ATÉ HÁ POUCO TEMPO. DEU LUGAR AS TEORIAS QUE DEFENDEM A ATUAÇÃO DO SUJEITO NO BEHAVIORISMO A FIGURA DO PROFESSOR É O CENTRAL METODOLOGIA AVALIAÇÃO
  27. 29. Bibliografia <ul><li>ANARUMA, SM. Behaviorismo. Rio Claro, UNESP, 1998. (Texto apostilado). </li></ul><ul><li>GERALDO, F.F. A Psicologia no Contexto Educacional . Campinas, SP. Ed. Átomo, 20002 </li></ul><ul><li>GOULART, I.B. Psicologia da Educação. Fundamentos... 6ª. Ed., Petrópolis. Ed. Vozes, 1999. </li></ul><ul><li>LUNDIM, R.W. Personalidade . Uma análise do Comportamento. 2. Ed. SP, EPU, 1977. </li></ul><ul><li>SKINNER, B.H. Ciência e Comportamento Humano . EUB. Brasília, 1967. </li></ul><ul><li>WATSON, J.B. O comportamentismo. In: HERRNSTEIN,R.J. e BORING,E.G. Textos Básicos de história da psicologia . SP. Ed. Herder e EDUSP, 1971 </li></ul>
  28. 30. <ul><li>Profa.Dra. Silvia Marina Anaruma </li></ul><ul><li>Abr-2009 </li></ul>
  1. Gostou de algum slide específico?

    Recortar slides é uma maneira fácil de colecionar informações para acessar mais tarde.

×