PsicanáLise e Educação

26,384 views
26,156 views

Published on

Trata-se dos princípios da teoria psicanalítica, abordando osaspectos relacionados ao desenvolvimento e à educação. Bom para a área de formação de educadores

Published in: Technology, Education
1 Comment
12 Likes
Statistics
Notes
  • muito bom, amei obrigado por compartilhar seu conhecimentos
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
No Downloads
Views
Total views
26,384
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1,873
Actions
Shares
0
Downloads
794
Comments
1
Likes
12
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

PsicanáLise e Educação

  1. 1. Psicanálise e Educação Silvia Marina Anaruma UNESP – Campus de Rio Claro – SP – Brasil set/2009
  2. 2. <ul><li>Um procedimento para a investigação de problemas mentais que são quase inacessíveis por outro modo </li></ul><ul><li>Um método (baseado nesta investigação) para o tratamento de distúrbios neuróticos </li></ul><ul><li>Uma coleção de informações psicológicas obtidas ao longo dessas linhas, e que gradualmente se acumula numa nova disciplina científica </li></ul><ul><li>(FREUD, S. Dois verbetes de Enciclopédia ) </li></ul>
  3. 3. SIGMUND FREUD 1856-1939 Vida e Morte
  4. 4. Freud <ul><li>Devem-se a ele os termos ato falho , complexo , ego , id , inibição , neurose , projeção , psicose , psicanálise , repressão , superego , transferência etc. Freud “trouxe a psiquiatria dos manicômios para a sociedade culta e transferiu a prática da psiquiatria do manicômio para o consultório” (Dan Blazer). </li></ul>
  5. 5. Freud <ul><li>Austríaco, de família judaica, nascido na metade do século 19 (1856), neuropatologista, fundador da psicanálise, um dos pensadores que mais influenciaram o mundo moderno (“Freud estava para o comportamento assim como Marx, para a economia, e Darwin, para a biologia”). </li></ul>
  6. 6. Freud <ul><li>Trabalhou em Viena a vida inteira, exceto no último ano de vida, quando se mudou para Londres, por causa do nazismo (junho de 1938). Portador de um câncer no palato dos 67 aos 83 anos (1923-1939), quando morreu. </li></ul>
  7. 7. É difícil entender como Freud se tornou símbolo da liberdade sexual <ul><li>O jovem neuropatologista se apaixonou por Martha Bernays em abril de 1882 (aos 26) e só se casou em setembro de 1886 (aos 30), 4 meses depois de abrir a sua clínica em Viena. Neste período de 4 anos escreveu mais de 900 cartas para a noiva (quase uma por dia). </li></ul>
  8. 8. É difícil entender como Freud se tornou símbolo da liberdade sexual <ul><li>A maioria dos biógrafos concorda que Freud não teve experiências sexuais antes de conhecer Martha nem durante o longo noivado. Depois de casado, permaneceu fiel à esposa o tempo todo. </li></ul>
  9. 9. É difícil entender como Freud se tornou símbolo da liberdade sexual <ul><li>O casal teve 6 filhos em 8 anos. Para não aumentar a prole, Freud (aos 38) e Martha passaram a viver em abstinência sexual. </li></ul><ul><li>O casal teve de enfrentar 4 anos de separação quando Martha foi obrigada a ficar ao lado da mãe em Hamburgo. Nesse tempo, eles só se viram umas dez vezes, mas trocaram centenas de cartas. </li></ul>
  10. 10. HISTÓRIA DE VIENA PARA PARIS - Estudos da histeria – Charcot e Breur 1. A histeria não era consequência de lesões mas de traumas 2. A descoberta do inconsciente 3. A importância da infância na formação da personalidade 4. Relação entre sintomas e sexualidade
  11. 11. FREUD DENUNCIOU A REPRESSÃO SEXUAL E A IMPORTÂNCIA DA SEXUALIDADE PARA A SAÚDE MENTAL
  12. 12. Psicanálise Objetivo Tornar conscientes os motivos inconscientes que movem nossas ações
  13. 13. Psicanálise Técnica Paradigma diferente da racionalidade Educação – não foi a intenção
  14. 14. A PSICANÁLISE BUSCA O DIZER DO SUJEITO, AO INVÉS DE COMPREENDÊ-LO E ADAPTÁ-LO
  15. 15. PSICANÁLISE INTERPRETAÇÕES SENTIDOS LINGUAGEM
  16. 16. Educação Freud recupera a questão do afeto
  17. 17. Educação <ul><li>Para a Psicanálise o conhecimento está sempre permeado pelo desejo </li></ul>
  18. 18. Educação Menos ênfase no método e mais preocupação com a pessoa
  19. 19. Educação <ul><li>Os fenômenos na sala de aula são mais humanos do que técnicos </li></ul>
  20. 20. EDUCAÇÃO <ul><li>e </li></ul><ul><li>SUBLIMAÇÃO </li></ul>
  21. 21. A INFÂNCIA Freud atendeu a poucas crianças
  22. 22. SINTOMA Substituto do desejo reprimido
  23. 23. Psicanálise Como chegar ao inconsciente?
  24. 24. A TÉCNICA Análise do Discurso
  25. 25. A TÉCNICA Hipnose Catarse Associação Livre
  26. 26. O divã de Freud Museu de Londres
  27. 28. Análise dos Sonhos Conteúdo manifesto Conteúdo Latente
  28. 29. Análise dos atos falhos
  29. 30. A CONCEPÇÃO DA MENTE ID EGO SUPEREGO 1a. TÓPICA
  30. 31. A CONCEPÇÃO DA MENTE 2a. TÓPICA CONSCIENTE PRÉ-CONSCIENTE INCONSCIENTE
  31. 32. Fases do desenvolvimento psicossexual Oral – 1o. ano Anal – 2o. Ano Fálica - 3 a 6 anos Latência – 7 a 10 anos Genital - 11 anos em diante Pré-genitais I N F Â N C I A
  32. 33. Como (re) construir a própria história faz diferença
  33. 34. A criança é uma boa tela de projeção para os pais
  34. 35. A importância da origem de cada um
  35. 36. A PSICANÁLISE INFANTIL Precursora – Melanie Klein A invenção da técnica de brincar – LUDOTERAPIA Os brinquedos exprimem com variedade e detalhes as experiências infantis Brinquedos são instrumentos intermediários Este cenário revela o mundo interno da criança
  36. 37. Melanie Klein Brinquedos não mecânicos, tão simples como os do próprio quarto da criança O vínculo entre o consciente e o inconsciente é mais estreito na criança O brincar da criança é equivalente ao sonhar adulto. Portanto, a criança ao brincar, sonha. O analista com sua intuição, desvenda o sentido do brinquedo Sua bússola para alcançar as fontes do distúrbios é a angústia
  37. 38. LUDOTERAPIA
  38. 40. Bibliografia <ul><li>NICHOLI JR, Armand. Deus em Questão . C.S. Lewis e Freud debatem Deus, Amor, Sexo e o Sentido da Vida. Disponível em: http://www.ultimato.com.br/file/arquivos/deus_em_questao_apresenta.ppt#256,1,Slide 1. Acesso em : 22 set. 2009 </li></ul><ul><li>CUNHA,M.V, da. Freud: Psicanálise e Educação. In: Psicologia da Educação . R.Janeiro, DP &A, 2000. </li></ul><ul><li>FREUD, S. Cinco conferências pronunciadas em la Clarck University (EUA). In : Lições de Psicanálise: obras completas , Madri. </li></ul><ul><li>______. Dois verbetes de Enciclopédia [1923]. Rio de Janeiro, Imago, Col. Std. Bras. das Obras Psicológicas completas de Sigmund Freud, vol. XVIII, 1976, p. 287 </li></ul><ul><li>______ Obras Completas . Madri. Ed. Biblioteca Nueva, 1948. vol. I. </li></ul><ul><li>Klein, Melanie. Psicanálise da Criança . 3ª ed. SP: Mestre Jou, 1981. </li></ul><ul><li>NICOLI JR, A. M. Deus em questão . C.S.Lewis e Freud. Debatem Deus, amor sexo e o sentido da vida . Disponível em: http.www//ultimato.com.br/file/arquivos/deus_e,_quest.. </li></ul><ul><li>VIVER MENTE & CÉREBRO. Melanie Klein. Coleção Memória da Psicanálise. Edicção Especial n. 3 </li></ul>

×