A PSICANÁLISE  E  OS MECANISMOS DE DEFESA DO EGO   Por: Profa.Dra. Silvia Marina Anaruma UNESP – IB – Depto de Educação Ca...
<ul><li>Quem falou pela primeira vez sobre mecanismos de defesa foi Freud </li></ul>Sigmund Freud - 1856-1939
<ul><li>Freud elaborou a Teoria Psicanalítica   </li></ul>
<ul><li>Freud dizia que há uma continuidade  </li></ul><ul><li>entre os processos mentais  </li></ul><ul><li>Aquilo que pa...
Cada evento mental é causado pela intenção consciente ou inconsciente e é determinado pelos fatos que o precederam
Freud dizia que nossa estrutura psíquica se assemelha a um  iceberg
Estrutura psíquica segundo a Psicanálise <ul><li>Consciente </li></ul><ul><li>Pré-consciente </li></ul><ul><li>Inconscient...
<ul><li>Id </li></ul><ul><li>Ego </li></ul><ul><li>Superego </li></ul>Se relacionam na tentativa de equilíbrio Aumentando ...
Esta tentativa de equilíbrio pode  gerar ansiedade <ul><li>São as seguintes situações que irão gerá-la: </li></ul><ul><li>...
<ul><li>2. Perda de amor. A rejeição ou o fracasso em reconquistar o amor, por exemplo, ou a desaprovação de alguém que lh...
<ul><li>3. Perda de identidade. É o caso, por exemplo, daquilo que Freud chama de medo de castração, da perda de prestígio...
<ul><li>4. Perda de auto-estima. Por exemplo a desaprovação do Superego por atos ou trações que resultam em culpa ou ódio ...
A ansiedade sinaliza um perigo interno
Pai do Nemo em perigo....
Como diminuir esta ansiedade? Resolvendo a situação, lidando diretamente com ela   Negar ou deformar a situação  MECANISMO...
“ A presença dos mecanismos é freqüente em indivíduos saudáveis, mas, em excesso é indicação de sintomas neuróticos ou, em...
Os mecanismos de defesa constituem operações de proteção do Ego para assegurar a nossa própria segurança Eles também repre...
<ul><li>Permite que alguns conteúdos inconscientes cheguem no nível consciente de forma disfarçada </li></ul>
Nenhum indivíduo, naturalmente, faz uso de todos os mecanismos de defesa possíveis. Cada pessoa utiliza uma seleção deles,...
<ul><li>Principais  </li></ul><ul><li>Mecanismos de Defesa </li></ul>
Repressão   <ul><li>retirada de idéias, afetos ou desejos perturbadores da consciência, pressionando-os para o inconscient...
Formação reativa   <ul><li>Fixação de uma idéia, afeto ou desejo na consciência , opostos ao impulso inconsciente temido. ...
Projeção <ul><li>Atribuir sentimentos ou impulsos inaceitáveis para si mesmo a outra pessoa   </li></ul>
Regressão <ul><li>retorno a formas de gratificação de fases anteriores, devido aos conflitos que surgem em estágios poster...
Racionalização <ul><li>o processo de achar motivos lógicos e racionais aceitáveis para pensamentos e ações inaceitáveis; a...
Negação <ul><li>Recusar-se a reconhecer  </li></ul><ul><li>a existência de uma situação real ou os sentimentos associados ...
Deslocamento <ul><li>A transferência de sentimentos de um alvo para outro, que é considerado menos ameaçador ou é neutro  ...
Identificação <ul><li>Processo psíquico por meio do qual um indivíduo assimila um aspecto, um característica de outro, e s...
Introjeção <ul><li>Integrar as crenças e os valores </li></ul><ul><li>de um outro indivíduo à estrutura do próprio ego   <...
Sublimação <ul><li>Parte da energia investida nos impulsos sexuais é direcionada, canalizada à consecução de realizações s...
Bibliografia Consultada <ul><li>Psicologado.com – Portal de Psicologia. Disponível em: >http://www.psicologado.com/site/. ...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

A PsicanáLise E Os Mecanismos De Defesa Do Ego

105,230
-1

Published on

Trata-se de pontamentos de uma aula sobre os mecanismos de defesa do ego e também, uma breve introdução aos principais conceitos da Psicanálise

Published in: Technology, Education
11 Comments
46 Likes
Statistics
Notes
  • gostei bastante do seu trabalho
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • Amei... muito didático a maneira em que é apresentado. Parabéns!
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • Gostaria de usar seu material para apresentaçao de um trabalho. Certamente seu nome sera citado como autora do trabalho, obrigada.
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • muito bom.
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • Prezada colega,
    Tomarei a liberdade de usar seus slides para uma aula hoje à tarde. Obviamente, destacarei a autoria do roteiro.
    Abraços,
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
No Downloads
Views
Total Views
105,230
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
5
Actions
Shares
0
Downloads
2,068
Comments
11
Likes
46
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

A PsicanáLise E Os Mecanismos De Defesa Do Ego

  1. 1. A PSICANÁLISE E OS MECANISMOS DE DEFESA DO EGO Por: Profa.Dra. Silvia Marina Anaruma UNESP – IB – Depto de Educação Campus de Rio Claro Mar/2009
  2. 2. <ul><li>Quem falou pela primeira vez sobre mecanismos de defesa foi Freud </li></ul>Sigmund Freud - 1856-1939
  3. 3. <ul><li>Freud elaborou a Teoria Psicanalítica </li></ul>
  4. 4. <ul><li>Freud dizia que há uma continuidade </li></ul><ul><li>entre os processos mentais </li></ul><ul><li>Aquilo que parece espontâneo, na verdade tem uma causa, um sentido </li></ul><ul><li>“ Há uma causa para cada pensamento, para cada memória revivida, sentimento ou ação “ (Psiqweb) </li></ul>
  5. 5. Cada evento mental é causado pela intenção consciente ou inconsciente e é determinado pelos fatos que o precederam
  6. 6. Freud dizia que nossa estrutura psíquica se assemelha a um iceberg
  7. 7. Estrutura psíquica segundo a Psicanálise <ul><li>Consciente </li></ul><ul><li>Pré-consciente </li></ul><ul><li>Inconsciente </li></ul>1ª. Tópica
  8. 8. <ul><li>Id </li></ul><ul><li>Ego </li></ul><ul><li>Superego </li></ul>Se relacionam na tentativa de equilíbrio Aumentando o prazer e diminuindo o desprazer 2ª. Tópica
  9. 9. Esta tentativa de equilíbrio pode gerar ansiedade <ul><li>São as seguintes situações que irão gerá-la: </li></ul><ul><li>l. Perda de um objeto desejado. Por exemplo, uma criança privada de um dos pais, de um amigo íntimo ou de um animal de estimação. </li></ul>
  10. 10. <ul><li>2. Perda de amor. A rejeição ou o fracasso em reconquistar o amor, por exemplo, ou a desaprovação de alguém que lhe importa. </li></ul>
  11. 11. <ul><li>3. Perda de identidade. É o caso, por exemplo, daquilo que Freud chama de medo de castração, da perda de prestígio, de ser ridicularizado em público. </li></ul>
  12. 12. <ul><li>4. Perda de auto-estima. Por exemplo a desaprovação do Superego por atos ou trações que resultam em culpa ou ódio em relação a si mesmo . (Psiqweb) </li></ul>
  13. 13. A ansiedade sinaliza um perigo interno
  14. 14. Pai do Nemo em perigo....
  15. 15. Como diminuir esta ansiedade? Resolvendo a situação, lidando diretamente com ela Negar ou deformar a situação MECANISMOS DE DEFESA
  16. 16. “ A presença dos mecanismos é freqüente em indivíduos saudáveis, mas, em excesso é indicação de sintomas neuróticos ou, em alguns casos extremos, o excesso indicaria até sintomas psicóticos, como por exemplo e principalmente, o excesso dos mecanismos de projeção, negação da realidade e clivagem do ego “
  17. 17. Os mecanismos de defesa constituem operações de proteção do Ego para assegurar a nossa própria segurança Eles também representam uma forma de adaptação
  18. 18. <ul><li>Permite que alguns conteúdos inconscientes cheguem no nível consciente de forma disfarçada </li></ul>
  19. 19. Nenhum indivíduo, naturalmente, faz uso de todos os mecanismos de defesa possíveis. Cada pessoa utiliza uma seleção deles, mas estes se fixam em seu ego. Tornam-se modalidades regulares de reação de seu caráter, as quais são repetidas durante toda a vida, sempre que ocorre uma situação semelhante à original
  20. 20. <ul><li>Principais </li></ul><ul><li>Mecanismos de Defesa </li></ul>
  21. 21. Repressão <ul><li>retirada de idéias, afetos ou desejos perturbadores da consciência, pressionando-os para o inconsciente </li></ul>
  22. 22. Formação reativa <ul><li>Fixação de uma idéia, afeto ou desejo na consciência , opostos ao impulso inconsciente temido. </li></ul><ul><li>Trata-se de uma inversão clara e, em geral, inconsciente do verdadeiro desejo. </li></ul>
  23. 23. Projeção <ul><li>Atribuir sentimentos ou impulsos inaceitáveis para si mesmo a outra pessoa </li></ul>
  24. 24. Regressão <ul><li>retorno a formas de gratificação de fases anteriores, devido aos conflitos que surgem em estágios posteriores do desenvolvimento . </li></ul>
  25. 25. Racionalização <ul><li>o processo de achar motivos lógicos e racionais aceitáveis para pensamentos e ações inaceitáveis; arrumar desculpas que justifiquem o comportamento </li></ul>
  26. 26. Negação <ul><li>Recusar-se a reconhecer </li></ul><ul><li>a existência de uma situação real ou os sentimentos associados a ela </li></ul>
  27. 27. Deslocamento <ul><li>A transferência de sentimentos de um alvo para outro, que é considerado menos ameaçador ou é neutro </li></ul><ul><li>Redirecionamento de um impulso para um alvo substituto </li></ul>
  28. 28. Identificação <ul><li>Processo psíquico por meio do qual um indivíduo assimila um aspecto, um característica de outro, e se transforma, total ou parcialmente, apresentando-se conforme o modelo desse outro. </li></ul><ul><li>A personalidade constitui-se e diferencia-se por uma série de identificações . </li></ul>
  29. 29. Introjeção <ul><li>Integrar as crenças e os valores </li></ul><ul><li>de um outro indivíduo à estrutura do próprio ego </li></ul>
  30. 30. Sublimação <ul><li>Parte da energia investida nos impulsos sexuais é direcionada, canalizada à consecução de realizações socialmente aceitáveis (p.ex. artísticas ou científicas). </li></ul>
  31. 31. Bibliografia Consultada <ul><li>Psicologado.com – Portal de Psicologia. Disponível em: >http://www.psicologado.com/site/. Acesso em : 14.04.2009 </li></ul>FREUD, Anna - O Ego e os Mecanismos de Defesa, Ed. Civilização Brasileira, RJ, 1978 Rowel. M.H. Página de Freud. Disponível em: > Teorias da Personalidade. Disponível em:> http://www.psicoweb.com.br Psicanálise Freudiana : Disponível em:> http://www.psicoweb.com.br FREUD, S. Psicológicas Completas de Sigmund Freud, RJ, Imago Ed., Edição Standard Brasileira das Obras, 1969, 24 v.
  1. Gostou de algum slide específico?

    Recortar slides é uma maneira fácil de colecionar informações para acessar mais tarde.

×