Regimento be lousa
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Regimento be lousa

on

  • 640 views

 

Statistics

Views

Total Views
640
Views on SlideShare
635
Embed Views
5

Actions

Likes
0
Downloads
4
Comments
0

1 Embed 5

http://foradeporta.blogspot.com 5

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Regimento be lousa Regimento be lousa Document Transcript

  • AGRUPAMENTO DE ESCOLAS N.º 1 DE LOURES BIBLIOTECA ESCOLAR DA EB1/JI DE LOUSAREGIMENTO 2010/11
  • REGIMENTO CAPÍTULO I Princípios Gerais1. A Biblioteca Escolar, adiante designada por BE, é um serviço disponibilizado por estaescola, regendo-se o seu funcionamento pelas normas definidas no presente regimento.2. A BE constitui um centro de recursos educativos multimédia, destinadoprioritariamente aos alunos, professores e funcionários da escola, vocacionado para asactividades culturais e para a informação/formação, constituindo um instrumento essencialdo desenvolvimento do currículo escolar.3. Poderá esta BE estar ao serviço das outras escolas do agrupamento, da comunidadeeducativa ou de outras instituições/individualidades que a ela desejem recorrer, ficando essapossibilidade dependente de autorização prévia por parte da professora bibliotecária e,cumulativamente, da coordenadora do estabelecimento.4. A BE tem como principais objectivos:a) Possibilitar a plena utilização dos recursos pedagógicos existentes e dotar aescola de um fundo documental adequado às necessidades dos seus utilizadores;b) Incentivar e apoiar a concretização de projectos inseridos no âmbito de várioscontextos educativos;c) Apoiar os professores na planificação das suas actividades, bem como nadiversificação de situações de aprendizagem;d) Favorecer o desenvolvimento das literacias, designadamente da leitura e dainformação;e) Desenvolver nos alunos competências e hábitos de trabalho baseados naconsulta, tratamento e produção de informação;f) Estimular nos alunos o prazer de ler e o interesse pela Ciência, Arte e Cultura;g) Desenvolver um trabalho de parceria com as escolas do agrupamento e com acomunidade educativa;h) Associar a leitura, os livros e a frequência da Biblioteca à ocupação lúdica dostempos livres. 2
  • CAPÍTULO II Localização e áreas funcionais1. A BE da EB1/JI de Lousa está localizada no primeiro andar do edifício escolar,ocupando uma área de cerca de 90 m2.2. A BE dispõe de vários espaços específicos, interligados, visando a realização deactividades diversificadas. Esses espaços são: Zona de Acolhimento/Atendimento Zona de Consulta de Documentação: - Leitura - Leitura Áudio e Vídeo Zona de Leitura Informal Zona de Consulta e Produção Multimédia CAPÍTULO III Horário e Funcionamento 1. O horário da BE será definido para cada ano lectivo de acordo com as necessidades dos utilizadores e com os meios humanos existentes. Uma vez definido, será afixado à entrada da Biblioteca, em local visível. 2. O horário poderá sofrer alterações sempre que as actividades programadas o justifiquem ou por qualquer outro motivo considerado importante ou pertinente. 3. O funcionamento deste espaço é assegurado por uma professora bibliotecária e por todos os docentes da escola. CAPÍTULO IV Condições de acesso1. Podem utilizar a BE: - Alunos, professores e funcionários do Agrupamento. - Outros utilizadores, entre os quais os Encarregados de Educação, desde que devidamente identificados e autorizados.2. A BE deve ser utilizada para os seguintes fins: - Actividades relacionadas com o livro e a leitura. - Investigação/ trabalho em grupo. 3
  • - Utilização de material audiovisual/multimédia. - Orientação para o estudo. - Actividades de dinamização e animação cultural. - Actividades de articulação com as áreas curriculares. - Actividades de articulação com as áreas extra-curriculares.3. Os alunos que pretendam usufruir do empréstimo domiciliário deverão possuir umcartão de leitor, que implica o preenchimento de uma ficha de identificação individual. Esteprocedimento é gratuito.4. Os utilizadores têm acesso livre ao espaço e às estantes. Sempre que necessitemserão apoiados pelo responsável presente na BE.5. O acesso livre dos alunos à BE só poderá ocorrer na presença do responsável peloespaço.6. Na utilização livre, por razões de segurança, funcionalidade e optimização dasactividades, deverá ser observado o seguinte número máximo de utilizadores por área: Leitura 8 Leitura áudio e vídeo 6 Multimédia 2 Leitura Informal 4 Espaço destinado a actividades diversas (leitura, jogos, artes plásticas, …) 57. Sempre que ocorram actividades específicas com as turmas o Professor Titular deTurma acompanhará a mesma.8. Sempre que um educador/professor da escola queira utilizar a BE para uma aula,deverá fazer a requisição do espaço, em impresso próprio, com 72 horas de antecedência.Nessa requisição deverão ser indicados quais os recursos (humanos e materiais) da BE quedeverão ser disponibilizados para a aula, bem como o tempo de duração da mesma.9. Qualquer docente em exercício de funções na escola poderá ter acesso ao espaço,mesmo que este se encontre encerrado, facto que deverá ficar registado em impressopróprio.10. Qualquer requisição implicará o preenchimento de formulário próprio, o qual deveráser colocado no local respectivo.11. Os formulários destinados a requisições estarão disponíveis no balcão de atendimento. 4
  • CAPÍTULO V Direitos e deveres dos utilizadoresDireitosTodos os utilizadores têm o direito de: Frequentar a BE; Circular livremente por toda a Biblioteca, excepto na zona de acolhimento; Dispor de um ambiente calmo e agradável, nas diversas zonas funcionais; Utilizar todos os serviços de livre acesso postos à disposição; Requisitar, para consulta domiciliária, todo o fundo documental destinado para o efeito; Apresentar críticas e sugestões relativas ao funcionamento da Biblioteca; Usufruir de todos os serviços prestados pela BE e constantes neste Regimento; Participar em todas as actividades promovidas pela BE; Utilizar os seus recursos segundo as seguintes normas:a) Todas as publicações podem ser consultadas na Biblioteca em sistema delivre acesso.b) Todo o material não livro encontra-se em sistema de acesso reservado, peloque o utilizador, após a selecção do documento, deve dirigir-se à professora responsável afim de fazer a requisição e recepção do material.c) Todas as publicações, com excepção de dicionários, enciclopédias, revistas ejornais, livros que sejam exemplar único podem ser requisitados por um prazo de umasemana.DeveresTodos os utilizadores têm o dever de: Cumprir todas as normas estabelecidas neste regimento; Manusear os livros e os outros documentos com as mãos bem limpas. Preencher os impressos que lhe são apresentados, para fins estatísticos ou de gestão. Acatar as indicações que lhes forem transmitidas por qualquer responsável presente naB.E; Manter e devolver em bom estado de conservação os documentos que lhes sãofacultados. Fazer bom uso das instalações e dos equipamentos. Em caso de perda ou dano do documento repor exemplar igual ou pagar o seu valorcomercial, no prazo de trinta dias. 5
  •  Cumprir o prazo estipulado para a devolução dos livros requisitados para leituradomiciliária. Não alterar o posicionamento do fundo documental. Colocar, no carrinho, os documentos que consultaram. Contribuir para a manutenção de um bom ambiente calmo e silencioso que permita aboa consecução dos objectivos de todos e respeitando os trabalhos em decurso nas váriaszonas funcionais. CAPÍTULO VI Utilização Disposições gerais:1. Ao entrarem na BE, os utilizadores deverão dirigir-se ao balcão de atendimento, ondeo responsável os encaminhará para o espaço pretendido2. Os utentes deverão utilizar a BE com o máximo respeito e silêncio, de forma a nãoperturbar os vários utilizadores.3. Os utilizadores têm a obrigação de manter em bom estado de conservação todos osdocumentos que lhes forem facultados.4. Todos os utentes deverão preservar o material existente e manter a sala limpa earrumada.5. Os documentos retirados das estantes (incluindo os jogos) não devem ser arrumadospelos utilizadores. Devem ser colocados no carrinho disponível para esse fim.6. Em caso de extravio ou dano, o mesmo deverá ser comunicado, logo que possível, àprofessora bibliotecária, devendo o utilizador repô-lo ou indemnizar a escola, de acordo coma avaliação feita.7. A BE reserva-se o direito de recusar novo empréstimo a utilizadores responsáveis pelaperda, dano ou posse prolongada e abusiva dos materiais.8. Não é permitido comer, beber, fumar, usar boné, mascar pastilha elástica, utilizartelemóveis ou tomar atitudes que ponham em causa o ambiente de silêncio e disciplina.9. Não é permitido mudar a posição dos móveis e equipamento, ou retirá-los da BE;10. Os utentes poderão trabalhar em grupo, mas de forma a evitar perturbar o clima desilêncio e tranquilidade. 6
  • Disposições específicas das diferentes zonas funcionais:Zona de Acolhimento/Atendimento1. Para utilizar os serviços de empréstimo, impressão e inscrição em regime de ocupaçãolivre, os utentes devem aguardar a sua vez, evitando barulho desnecessário e colaborando omais possível com o responsável por estes serviços. Zona de Leitura Informal:1. Os utilizadores podem, em regime de livre acesso, consultar revistas, jornais,folhetos, boletins e outra documentação aí existente.2. Depois de consultada, toda a documentação deve ser arrumada pelos utilizadores, nolocal respectivo. Zona de Leitura:1. Os documentos em suporte escrito encontram-se em regime de livre acesso, podendoser procurados directamente pelos utilizadores.2. A BE pode facultar material destinado à consulta em sala de aula, desde que osdocentes procedam à devida requisição. Estes responsabilizar-se-ão pelo material requisitadoe respectiva devolução logo após a sua utilização. Zona de Leitura áudio e vídeo:1. A selecção dos documentos audiovisuais é feita pelos utilizadores mediante o acessodirecto às capas ou por consulta no catálogo.2. O utilizador solicita o original preenchendo a ficha de requisição no balcão deatendimento.3. O manuseamento e a colocação do original no lugar de armazenamento sãoefectuados pelo professor responsável pela BE.4. Depois do visionamento/audição o utilizador deverá dar conhecimento ao responsávelda BE que se encarregará de desligar o equipamento.5. Apenas é permitido o visionamento e/ou audição utilizando auscultadores de modo anão perturbar o ambiente da BE.6. O visionamento de um filme deve ser feito por um período mínimo de 30 minutos, nãose procedendo à troca do mesmo durante esse período de tempo.7. Só é autorizada a utilização de CD áudio, cassetes vídeo ou DVD que pertençam à BE. 7
  • 8. Quanto à responsabilidade do utilizador, aplica-se o constante dos nos. 6 e 7 dasdisposições gerais do Capítulo V. Zona Multimédia:1. O acesso aos computadores faz-se mediante o preenchimento da ficha de requisição.2. No acesso aos computadores têm prioridade os alunos que se proponham realizartrabalhos no âmbito curricular.3. Por computador apenas haverá um utilizador.4. O tempo de utilização será o necessário para o aluno concluir o seu trabalho. Noentanto, se houver mais alunos interessados em utilizar os computadores, o tempo limite deutilização será de 30 minutos.5. É permitida a utilização de canetas USB provenientes do exterior, desde que severifique que não contêm vírus.6. Só é autorizada a utilização de CDroms pertencentes ao fundo documental da BE.7. Apenas são permitidos jogos didácticos nos computadores.8. É permitida a impressão de trabalhos curriculares, quando o docente o indicar.Sempre que houver um trabalho de impressão, este deve ser registado em folha própria.9. Os alunos não podem alterar qualquer configuração dos computadores.10. Em caso de avaria de algum computador ou equipamento informático, os alunosdeverão comunicá-lo imediatamente ao responsável.11. Não é permitida aos alunos a consulta de documentos, páginas ou sítios de internetnão recomendáveis num ambiente escolar. Os utentes que infrinjam esta norma serão alvode penalização que os impedirá de utilizar a internet por um período de tempo a definir pelaprofessora bibliotecária.12. Os computadores só podem ser ligados ou desligados pelo responsável pela BE.13. Sempre que surja alguma situação imprevista, o utilizador deve solicitar o apoio doresponsável pela BE, não devendo tentar resolver sozinho eventuais bloqueios ou desligar ocomputador.Serviço de empréstimo:Empréstimo para a sala de aula1. Todo o fundo documental poderá ser utilizado em sala de aula, mediante o registo emficha própria pelo educador/professor. 8
  • 2. O educador/professor será responsável pelas obras requisitadas durante o períodoque medeia entre o acto de requisição e a devolução das obras.3. Todos os materiais deverão ser devolvidos no final da aula para a qual foramrequisitados.4. O educador/professor poderá solicitar obra(s) para leitura em sala de aula, porperíodos inferiores ou iguais a um mês, de acordo com os projectos do agrupamento emdesenvolvimento e proceder ao registo dos documentos em ficha própria.Empréstimo domiciliário:1. Podem usufruir do empréstimo domiciliário alunos, docentes e funcionários da escola.2. Poderão ser requisitados para consulta domiciliária todos os documentos à excepçãode: I - Obras gerais – dicionários e enciclopédias; II - Obras em vários volumes; III - Obras únicas de elevado procura; IV- Obras raras e /ou de elevado valor monetário: V – Obras em mau estado de conservação quando existe apenas um exemplar; VI – Obras sinalizadas com bolinha vermelha; VII - Vídeos, DVDs, CDs e CD-ROM.3. Contudo, os vídeos, DVDs, CDs e CD-ROMs, em número máximo de três, poderão serrequisitados durante três dias pelos docentes para preparação de actividadesdidáctico/pedagógicas.4. A requisição é feita no balcão de atendimento, em impresso próprio.5. Os livros podem ser requisitados por um período de sete dias.6. Os alunos poderão requisitar um livro de cada vez e o empréstimo poderá serrenovado a seu pedido, desde que não haja leitores interessados em lista de espera.7. Durante as interrupções lectivas (Natal e Páscoa), os alunos poderão requisitar doislivros.8. Os docentes poderão requisitar cinco livros de cada vez e o empréstimo poderá serrenovado a seu pedido, desde que não haja leitores interessados em lista de espera.9. O pessoal não docente poderá requisitar três livros de cada vez e o empréstimopoderá ser renovado a seu pedido, desde que não haja leitores interessados em lista deespera.10. O utilizador é responsável pelos livros e está sujeito ao pagamento do seu valorcomercial caso o danifique ou não devolva. 9
  • 11. Só poderão ser requisitadas novas obras no caso de já terem sido devolvidas asanteriormente requisitadas.12. Todas as obras requisitadas para leitura domiciliária deverão ser entregues até ao dia1 de Junho, de cada ano lectivo, data a partir da qual não será permitido fazer maisrequisições. Empréstimo de fundo documental para escolas do agrupamento:1. As escolas do agrupamento poderão requisitar as obras existentes na BE, aplicando-se, para tal, o disposto nos números 2, 4 e 10 das disposições relativas ao EmpréstimoDomiciliário.2. O número de obras a requisitar e o respectivo prazo de entrega será estabelecido,caso a caso, entre a professora bibliotecária e o educador/professor responsável, de acordocom as características (número de alunos) de cada JI ou EB1 e das actividades adesenvolver. CAPÍTULO VII Disposições finais1. A professora bibliotecária deve ser avisada, com pelo menos uma semana deantecedência, quando houver a intenção de aí se realizarem actividades não contempladasno Plano Anual de Actividades da BE.2. Não são permitidas reuniões na BE, salvo em casos excepcionais, devidamentejustificados pela coordenadora do estabelecimento.3. Em caso de comportamento incorrecto ou perturbador, o aluno será expulso da BE.Tal facto será posteriormente comunicado ao respectivo educador/professor titular, o qualdeverá informar o Encarregado de Educação. A repetição de actos de indisciplina implica aproibição do aluno de frequentar a BE, por um período a determinar pela professorabibliotecária e pela coordenadora do estabelecimento.4. Os casos omissos neste Regulamento serão resolvidos pela professora bibliotecáriaconsultando, se necessário, a coordenadora dos professores bibliotecários e/ou acoordenadora do estabelecimento.5. Este regimento estará disponível para consulta na biblioteca da escola, no gabinete dacoordenadora de estabelecimento e na página do agrupamento.6. Este Regimento será objecto de revisão anual. 10