Perícia Forense e os Crimes de Informática

4,059 views
3,861 views

Published on

Apresentação de Paulo Cesar Breim durante a 6 Semana de Tecnologia da Fatec de Carapicuíba

1 Comment
3 Likes
Statistics
Notes
  • Este "Perfil de Perito", não condiz com a realidade. A realidade é: estresse, cansaço, hiperatividade, etc.
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
No Downloads
Views
Total views
4,059
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
118
Comments
1
Likes
3
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Perícia Forense e os Crimes de Informática

  1. 1. Perícia Forense e os Crimes de Informática Centro Brasileiro de Perícia Paulo Cesar Breim paulo@breim.com.br 1
  2. 2. Conceito da Perícia Método pelo qual se obtém evidências de forma a esclarecer qualquer tipo de crime que tenha se utilizado de meios digitais. 2
  3. 3. Prática Forense• Evidência Digital• Identificação de Autoria• Rastreabilidade• Interpretação de Coleta de Informações• Análise de Evidências• Laudo ou Parecer Pericial 3
  4. 4. Perfil de Perito• Atento• Detalhista• Discreto• Paciente• Polido• Técnico e Atualizado 4
  5. 5. Atuação• Assistente Técnico• Perito Judicial• Consultoria e Assessoria• Delegacias, quando requisitado 5
  6. 6. Exemplos de Atuação• Imagem Análise fotográfica, incluindo filmes• Som Análise de gravações, escutas telefônicas• Software e Hardware Análise de HDs, Redes e Softwares• Avaliação de Serviços de Informática Análise de Implantação de um Sistema (ERP), incluindo contratos• Valoração de Software Calcular quando custa determinado software 6
  7. 7. Fluxo de Trabalho• Cliente contrata Laudo Pericial (Assistente Técnico)• Advogado entra com processo• Justiça comunica réu• Réu contrata Laudo Pericial (Assistente Técnico)• Juiz nomeia Perito• As partes formulam quesitos 7
  8. 8. Causas de Crimes• Sentimento de Anonimato• Impunidade• Alcance Global• Falta de Legislação Específica• Falta de Tratados Internacionais 8
  9. 9. Mundo antes da Internet 9
  10. 10. Mundo depois da Internet 10
  11. 11. Crimes Digitais• Desfiguração de Sites (Defacement)• Vírus,Trojan, Keylogger, Spyware, etc..• Pedofilia• Ataque a DNS• Ameaças, Tentativa de Extorção• Emails e Sites de Relacionamento• Fraudes Bancárias 11
  12. 12. Procedimentos para Investigação•O Perito deve possuir uma série de ferramentas para realizar uma investigação de forma a não comprometer o material investigado.• Deve ainda utilizar-se das melhores práticas da metodologia pericial forense, para minimizar a possibilidade de contestação do resultado do laudo. 12
  13. 13. Procedimentos para Investigação• Garantir que os dados do HD não foram mexidos.• O simples fato de ligar o computador pode comprometer a investigação.• Clonar o HD sempre na presença do acusado 13
  14. 14. Ferramentas• EnCase: Pesquisa, coleta, preserva e analisa um HD.• XForensics: Pesquisa, coleta, preserva e analisa um HD.• Forensic Toolkit (FTK): Diversas funções como criar imagem do HD, recuperar senhas etc.• DD: Comando nativo do Linux. 14
  15. 15. Procedimentos para Investigação• Antes de realizar uma análise pericial, é importante saber onde procurar as evidências.• O local varia caso a caso, portanto é fundamental realizar um bom planejamento.• Sempre que possível utilize um cartório para produção de atas notariais. 15
  16. 16. Estudo de CasoAnima produções x Google e YoutubeProblema:O site Youtube divulgou, sem a devida autorização,inúmeros trechos do documentário “Pelé Eterno”, cujosdireitos autorais pertencem à produtora brasileiraAnima Produções Audiovisuais.Proteção legal: Lei nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998,Convenção de Berna, internalizada no ordenamentojurídico pátrio pelo Decreto n. 75.699, de 06 de maio de1975. 16
  17. 17. Estudo de CasoAnima produções x Google e YoutubeDireito Material: Lei de Direitos Autorais (Lei 9.610/98) -“Art. 29. Depende de autorização prévia e expressa doautor a utilização da obra, por quaisquer modalidades,tais como:I - a reprodução parcial ou integral;”.Direito de Tutela: Lei de Direitos Autorais (Lei 9.610/98)“Art.102. O titular cuja obra seja fraudulentamentereproduzida, divulgada ou de qualquer forma utilizada,poderá requerer a apreensão dos exemplaresreproduzidos ou a suspensão da veiculação, semprejuízo da indenização cabível”. 17
  18. 18. Estudo de CasoDaniella Cicarelli e Renato Malzoni x YoutubeProblema: O site Youtube de forma desautorizada divulgouimagens de Daniela Cicarelli e Renato Malzoni durantemomentos íntimos do casal numa praia da Espanha 18
  19. 19. Estudo de CasoDaniella Cicarelli e Renato Malzoni x Youtube•Direito Material: Código Civil - “Art. 20. Salvo se autorizadas, ou se necessárias à administração da justiça ou à manutenção da ordem pública, a divulgação de escritos, a transmissão da palavra, ou a publicação, a exposição ou a utilização da imagem de uma pessoa poderão ser proibidas, a seu requerimento e sem prejuízo da indenização que couber, se lhe atingirem a honra, a boa fama ou a respeitabilidade, ou se se destinarem a fins comerciais.”.•Direito de Tutela: Código Civil - “Art. 12. Pode-se exigir que cesse a ameaça, ou a lesão, a direito da personalidade, e reclamar perdas e danos, sem prejuízo de outras sanções previstas em lei.”
  20. 20. Estudo de CasoDaniella Cicarelli e Renato Malzoni x Youtube•Conseqüências:•O Tribunal de Justiça determinou a retirada do vídeo do site, sob pena de multa diária de R$ 250.000,00.•Diante do desrespeito ao comando judicial, o TJ, em decisão monocrática, concedeu liminar para que o site do Youtube fosse bloqueado em todo o Brasil, até que o vídeo fosse definitivamente retirado do portal.
  21. 21. Estudo de Caso Daniella Cicarelli e Renato Malzoni x YoutubeAlegações do Youtube• Impossibilidade técnica de bloquear previamente determinados conteúdos, tendo em vista que são terceiros que inserem os vídeos no portal;• Impossibilidadede controlar o conteúdo gravado, uma vez que são mais de 100 mil vídeos inseridos por dia;• Impossibilidade de impedir que um determinado vídeo ilegal seja recolocado no portal, visto que muitas vezes os usuários alteram o nome do vídeo;•O Youtube seria um provedor de hospedagem, razão pela qual não teria responsabilidade pelo conteúdo disponibilizado por terceiros.
  22. 22. Estudo de Caso
  23. 23. Estudo de CasoUm fotograma é cada uma das imagens no filme fotografados por uma filmadora a umacadência constante (padronizada em 24 ou 30 quadros por segundo) e depoisreproduzidos no mesmo ritmo, em uma tela. Os fotogramas produzem no espectador ailusão de movimento. Isto se deve à incapacidade do cérebro humano de processarseparadamente as imagens formadas na retina e transmitidas pelo nervo ótico(persistência retiniana), quando percebidas seqüencialmente acima de umadeterminada velocidade. Esta persistência da visão faz com que nossa percepçãomisture as imagens de forma contínua, dando a sensação de movimento natural.
  24. 24. Estudo de Caso
  25. 25. Estudo de Caso
  26. 26. Estudo de Caso
  27. 27. ?Paulo Cesar Breim @paulobreim 27

×