Da literatura ao jogo: uma proposta de roteiro baseada na obra "O alienista" de Machado de Assis

3,234 views

Published on

Apresentação dos alunos 2S JD M - Orientador: Prof. Wagner Santos Araujo na VI Semana de Tecnologia da Fatec de Carapicuíba.

1 Comment
1 Like
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
3,234
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
5
Actions
Shares
0
Downloads
28
Comments
1
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Da literatura ao jogo: uma proposta de roteiro baseada na obra "O alienista" de Machado de Assis

  1. 1. Apresentação do roteiro do jogo“A Casa Verde”, baseado no conto “O Alienista” Jogos Digitais – 2º Semestre manhã
  2. 2. Da literatura ao jogo Uma proposta de roteirobaseada na obra "O Alienista" de Machado de Assis
  3. 3. Da literatura ao jogoO que é literatura?
  4. 4. Da literatura ao jogo
  5. 5. Da literatura ao jogo
  6. 6. Da literatura ao jogo“Pai! Afasta de mim esse cáliceDe vinho tinto de sangueComo é difícil acordar caladoSe na calada da noite eu me danoQuero lançar um grito desumanoQue é uma maneira de ser escutadoEsse silêncio todo me atordoa”CáliceChico Buarque
  7. 7. Da literatura ao jogo
  8. 8. Resumo do conto “O Alienista”
  9. 9. Resumo do conto• O médico Simão Bacamarte;• Sua vinda para Itaguaí;• O casamento com D. Evarista;• Fundação da Casa Verde;• A viagem de D. Evarista ao Rio de Janeiro;
  10. 10. Resumo do conto• A prisão de pessoas sem motivo;• A volta da esposa do Rio de Janeiro;• A revolta dos Canjicas e a destituição do poder;• A segunda revolta;• A Soltura de todos os alienados;
  11. 11. Resumo do conto• A prisão de pessoas com base em novos métodos;• O alienista cura todos os habitantes, porém não consegue curar-se.
  12. 12. Proposta do Jogo Pesquisa de mercado
  13. 13. Proposta do jogo Pesquisa de mercado (público alvo)• Usuários de redes sociais;• Normalmente este tipo de público gosta de algo que impacta, sem muito conteúdo mas algo que agrade a primeira vista.
  14. 14. Proposta do jogo Objetivo
  15. 15. Proposta do jogo Objetivo• O objetivo do jogo "Casa Verde", é atrair os jovens que estão distante da leitura para um ambiente mais propício a ela por meio do jogo, trazendo assim maior interesse dos jovens pela literatura.
  16. 16. Proposta do jogo Problema de Pesquisa: Quais as condições favoráveis que possibilitam a adaptação de um clássico como “O alienista” de Machado de Assis, dentro da temática de um jogo nas redes sociais? Que tipo de gênero de jogo melhortraduziria esse diálogo – literatura e jogo? Como construir um jogo respeitando as peculiaridades literárias e ainda assim motivar a leitura do clássico?
  17. 17. Proposta do jogo Justificativa:• A distancia dos jovens, ou falta de interesse pela leitura de clássicos da literatura está circunscrita a várias razões.
  18. 18. Proposta do jogo Por que os jovens estão distantes da leitura?• Preço dos livros;• Falta de interesse.
  19. 19. Proposta do jogo Problemas• Costumes da época;• Construções;• Linguagem do conto.
  20. 20. Roteiro e diálogo
  21. 21. Roteiro e diálogo• O roteiro foi concebido por meio de vários brainstorms (reuniões entre o grupo desenvolvedor para a sugestão de ideias) via internet e presencialmente, nas aulas.
  22. 22. Roteiro e diálogo
  23. 23. Roteiro e diálogo
  24. 24. Roteiro e diálogo• Sendo a base de um jogo , o roteiro deve ser pensado a levar em conta todas as características necessárias para o seu devido entendimento como:
  25. 25. Roteiro e diálogo• Um breve resumo do jogo;• Uma explicação sobre a jogabilidade e interação das personagens;• O conceito de loucura e alienação empregados nele;• Esse conceito será aprofundado por meio dos diálogos presentes ao longo do jogo.
  26. 26. Roteiro e diálogo• O roteiro desenvolvido para um RPG é ligeiramente mais complexo do que os outros, pois leva em conta todos os detalhes das histórias dos personagens.• O intuito é envolver o jogador nessas histórias paralelas dos personagens seguindo uma trama lógica.
  27. 27. Roteiro e diálogo PROCESSO• Ter ideias;• Organizar ideias (anotá-las e pesquisar a respeito);• Desenvolver personagens marcantes;• Fazer um bom cenário para o desenvolvimento da trama;• Pesquisar sempre mais para deixar a trama mais crível.
  28. 28. Roteiro e diálogo“Um bom escritor é um bom leitor, e SEMPRE fará boas estórias.”
  29. 29. ArteConcept-Arts
  30. 30. ArteSimão Bacamarte
  31. 31. ArteSimão Bacamarte
  32. 32. ArteO boticário Crispim Soares
  33. 33. ArteO boticário Crispim Soares
  34. 34. ArteDona Evarista
  35. 35. ArteDona Evarista
  36. 36. ArteO Padre
  37. 37. ArteO barbeiro
  38. 38. Arte
  39. 39. Arte
  40. 40. Arte
  41. 41. Arte
  42. 42. ArteMaquete
  43. 43. ArteMaquete
  44. 44. ArteConstrução do Protótipo
  45. 45. Arte Construção do protótipo• Você incorpora o Simão Bacamarte e tem que realizar diversas perguntas para descobrir o grau de loucura do suspeito.
  46. 46. Arte Construção do protótipo• Após o questionário, você terá a opção de internar a pessoa ou deixá-la livre;• As suas escolhas vão mudar o rumo do jogo.
  47. 47. Arte Construção do protótipo• Adaptamos alguns personagens, pois o conto aborda superficialmente a história pessoal de cada um, privilegiando em sua maioria a vida do Alienista.
  48. 48. Arte Objetivo• A intenção do nosso projeto é usar o livro como um meio de complementar o jogo, ou seja, usar o conto como uma chave para a pessoa entender as lacunas deixadas.
  49. 49. Arte• jogos conhecidos que viraram livros: Resident Evil, Halo, Gears of War, World of Warcraft, Assassin’s Creed, entre outros.
  50. 50. Arte Diferencial do jogo• O conceito de loucura é um tema pouco explorado;• Todos nós gostaríamos de ter o poder de decidir o bem e o mal, como se fôssemos Deus.
  51. 51. Arte O jogo nas redes sociais• Você terá a cidade de Itaguaí para jogar, buscando conversar com pessoas e decidindo o futuro delas, como se estivesse em uma investigação.
  52. 52. Arte O jogo nas redes sociais• Se a pessoa internada realmente é louca, seus pontos aumentam e também a sua experiência;• Porém se a pessoa internada é sã, uma barra de revolta começa a crescer.
  53. 53. Adequação à plataforma Adequação do protótipo para as redes sociais
  54. 54. Adequação à plataforma Ferramentas RADRAD - Rapid Application Development Makers
  55. 55. Adequação à plataforma Action RPG Engine 001
  56. 56. Adequação à plataforma• Recursos;• Sistemas;• Portabilidade;• Prototipagem.
  57. 57. Adequação à plataforma Adaptação para redes sociais“A facilidade de uso das novasplataformas nos trará toda umanova geração de talentos, que atéagora não conseguiam galgar osDegraus[do desenvolvimento de jogos].” (Mike Fischer, Presidente e CEO da Square-Enix U.S. sobre a nova geração de desenvolvedores de jogos.)
  58. 58. Adequação à plataforma
  59. 59. Adequação à plataforma
  60. 60. Adequação à plataforma A Casa Verde como jogo social• Utilização da lógica do protótipo;• Importância do protótipo;• Linguagens utilizadas;• Criação de novos recursos.
  61. 61. Debate
  62. 62. Agradecimentos• Marcelo Isidoro Alves pela fotografia;• Professor Wagner Araujo;• Coordenador Álvaro Gabrielle Rodrigues;• Ana Carolina N. R. Gracioso;• Fatec Carapicuíba;• E a todos vocês que estão aqui!
  63. 63. Equipe Desenvolvedora

×