Gramática a brincar os verbos

2,527
-1

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
2,527
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
64
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Gramática a brincar os verbos

  1. 1. Nome: ___________________________________________________ Data: ___/___/___ O que são ? Os verbos são palavras que exprimem acções, estados ou qualidades, situando-os no tempo. Acções, estados ou qualidades? Sim. Ora vê os exemplos: Acção : Os alunos estudam muito. Estado : O Ruben ficou feliz com a nota do teste! Qualidade : O Diogo é um bom aluno. Por que razão é o verbo a mais variável de todas as palavras da Língua Portuguesa? O verbo é a palavra mais variável porque varia em tempo, modo, pessoa, número e voz (esta vais aprender noutro ano). Agora é que me perdi! Não te preocupes, é mais fácil do que julgas! A forma verbal pode variar segundo o tempo da acção. O João estudou para o teste. Passado ou Pretérito (ontem) – acção passada O João estuda para o teste. Presente (agora) – acção que se está a realizar O João estudará para o teste. Futuro (amanhã) – acção que ainda se vai realizar
  2. 2. Presente (-o; -s; -Ø; -mos; Indica que a acção se -is; m) passa no momento presente. A Ana estuda Português.Pretérito Imperfeito Indica uma acção que se prolonga no tempo (no (-ava; -ia) passado). A Ana lia muito quando era pequenina.Pretérito Perfeito Indica uma acção que já terminou. (-ei; -i ) A Ana comprou um livro.Pretérito Mais – que – Indica uma acção que já se perfeito realizou e é anterior a outra também passada. (-ara, -era; -ira) A Ana encontrou o berlinde que escondera do irmão.Futuro (-rei; -rás; -ra; Indica que a acção se irá -remos; realizar no futuro. -reis; -rão) A Ana irá a Londres se passar de ano..Já os modos são as formas que os verbos tomam para indicar amaneira como a pessoa que fala encara a realização da acção:Indicativo Transmite a observação de uma realidade, de uma certeza. A Rita tem boas notas.Condicional Indica que a realização da acção depende de uma condição. Se estudasses mais, tirarias boas notas.Conjuntivo Transmite uma possibilidade, um desejo. Talvez ganhes o totoloto.Imperativo Transmite uma ordem, um pedido, um conselho. Come a sopa!
  3. 3. Infinitivo Exprime a ideia geral da acção. Deitar cedo e cedo erguer dá saúde e faz crescer!O verbo varia também em pessoa e em número :Pessoa 1.ª 2.ª 3.ª Singular Eu Tu Ele/ElaNúmero Plural Nós Vós Eles/ElasDeves ainda saber que existem três conjugações para os verbos.Conjugações?Sim. A conjugação é o conjunto de todas as formas flexionadas deum verbo, e são encontradas a partir da vogal temática do verbo.Como é que eu sei qual é a vogal temática? Para a encontrares basta retirares o –r à forma de infinitivo.Estud a (r) – vogal temática – aCom e (r) – vogal temática – eDorm i (r) – vogal temática – i1.ª Conjugação – verbos que têm a vogal temática em –a .2.ª Conjugação – verbos que têm a vogal temática em –e .3.ª Conjugação – verbos que têm a vogal temática em –i .Atenção: o verbo pôr e outros formados a partir dele (compor,supor…) pertencem à 2.ªconjugação, porque em latim escreviam-secom – e (pon e re).Não preciso saber mais nada?Só mais uma coisinha… Precisas saber as subclasses do verbo.
  4. 4. Subclasses?Sim. É fácil! Ora vê:Os verbos podem ser intransitivos ou transitivos .Dizemos que são verbos intransitivos quando têm um significadocompleto, ou seja, quando a acção não transita para além deles.A professora chegou .Os alunos adormeceram .São verbos transitivos aqueles que precisam da ajuda decomplementos para fazerem sentido. Podem, por isso, ser verbostransitivos directos quando o verbo tem complemento directo;transitivos indirectos , quando o complemento do verbo é oindirecto; e transitivos directos e indirectos , quando tem os doiscomplementos.Transitivos directos: O Hugo leu um livro. (leu o quê ?)Transitivos Indirectos: O Ricardo agradeceu à professora.(agradeceu a quem ?)Transitivos directos e indirectos: A Sara deu uma flor à mãe . (deuo quê ? A quem? )Queres saber outra coisa?Os verbos podem ser principais ou auxiliares. Os verbos auxiliares podem ser de vários tipos: - auxiliar dos tempos compostos (i); - auxiliar da passiva (ii); - auxiliar temporal (iii); - auxiliar aspectual (iv); - auxiliar modal (v). Exemplos: (i) A Eva tem brincado bastante. (ii) O bolo de aniversário foi encomendado. (iii) A Eva vai brincar no jardim. (iv) A Eva está a brincar no jardim.
  5. 5. (v) A Joana devia ir ao médico. 1. Nota que é o verbo principal e não o verbo auxiliar que determina a ocorrência de sujeito ecomplementos na frase. Nos seguintes exemplos, verifica-se que a substituição do verboprincipal ("construir", num caso, "mentir", no outro) leva à agramaticalidade da frase (cf. (i) e(ii). Já a alteração do verbo auxiliar na mesma frase não provoca nenhuma agramaticalidadedo mesmo tipo, como se verifica em (iii) - o verbo auxiliar impõe apenas uma dada forma(infinitivo ou de partícipio passado) ao verbo principal que o segue. (i) Esta empresa tem construído muitos prédios. (ii) *Esta empresa tem mentido muitos prédios. (iii) Esta empresa está a construir muitos prédios. 2. Note-se ainda que, numa construção com um verbo auxiliar, existe apenas um sujeito, istoé, aquele que é exigido pelo verbo principal: (iv) A Ana tem feito os trabalhos. (v) *A Ana tem a professora feito os trabalhos. (vi) A Teresa pode fazer o trabalho. (vii)*A Teresa pode o João fazer o trabalho. 3. No mesmo grupo verbal, pode ocorrer mais do que um verbo auxiliar: (viii) O João podia ter-se magoado. (ix) Os três amigos tinham estado a falar sobre as férias. (x) O livro vai poder ser lançado para a semana.Até já! http://portugues2c.cvg.com.pt/tem_est/5ano/verbo.htm

×