• Like
A natureza e os palhaços. =iso 8859-1 qdoc
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

A natureza e os palhaços. =iso 8859-1 qdoc

  • 649 views
Uploaded on

 

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
649
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
5
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. A Natureza e os Palhaços Entra o palhaço Pintarolas a chamar pelo pirulito. Pintarolas: Ó Pirulito… Pirulito? (olha para o público), olá minhas senhoras e meus senhores, meninos e meninas, passaram bem? Ó Pirulito, Pirulito? Vocês viram o Pirulito? Pirulito: (sem entrar) Já vou, já vou… (entra) Olá o que me queres? Pintarolas: Já viste estes meninos e meninas? Não os cumprimentas? És sempre a mesma coisa! Pirulito: Desculpa não foi por mal… estou mesmo distraído! Olá minhas senhoras e meus senhoras, meninos e meninas, passaram bem? Pintarolas: Ora bolas… tas-me sempre a imitar… não sabes ser original? Vê lá se és capaz. Pirulito: Ai ai ai ai (abana o pé) Queres ver? Olha só as minhas qualidades! Música: Eu sou o Pirulito e sou mesmo bonito Gosto de dançar de abanar Pirulito bonito, bonito pirulito… Pirulito bonito, ou ié! (bate palmas) Pintarolas: Ba-lá deixa-te lá de cantorias… diz-me lá onde é que tu estavas? Pirulito: Eu? Eu estava á tua espera? Pintarolas: Á minha espera (ri), essa é boa!, quem estava á tua espera era eu! Não é verdade (virando-se para o público). Pirulito: esta bem esta bem! Mas o que queres afinal? Pintarolas: eu não digo que andas mesmo distraído? Hoje vamos fazer um teatro com meninos! Não vês esta gente toda? Estão aqui para nos ver! Pirulito: Vamos fazer um teatro? Ai que bom! Uipi! Entao vamos chamar os meninos para o talto! Pintarolas: Para o talco? Aiaiaia, para o palco! Sim vamos lá chama-los. Meninos… oh meninos. (Entram meninos para o coro)
  • 2. Pintarolas: Há também precisamos de meninos para o cenário. Precisamos de um cenário? Pirulito: De um canário? Ele está doido! Para que queres um canário? Pintarolas: Um cenário olha, olha para eles, tão bonitos! (entra cravo, jarro, rosa, e 3 árvores) Pintarolas: E agora querido público… muita atenção, vamos fechar os olhos e sonhar… 1,2,3, podem abrir… Agora aqui é o Jardim Celeste, o Jardim mais mágico do mundo! (sentam-se os 2 no fundo) (entram as borboletas a cantar em coro) Borboletas: Eu fui aos jardim Celeste Giroflé giroflá Eu fui aos jardim Celeste (entram Joaninhas) Giroflé giroflá Joaninhas: O que foste lá fazer Girroflé, giroflá O que foste lá fazer Girroflé, giroflá Todos: Fui lá ver o jardineiro Giroflé, giroflá Fui lá ver o jardineiro Giroflé, giroflá Jardineiro: Quem me chamou? Duende 1: quem é o senhor? Jardineiro. Eu sou o Jardineiro. Princesa: Jardineiro? Jardineiro: Sim, o que cuida das flores, do jardim.
  • 3. Vou arranjar aquela flor, que está quase seca. Duende: Vá, vá, senhor Jardineiro. Fada: (para o cravo) Ai que cheirinho, como te chamas? Cravo: Eu sou o cravo. Jarro: Eu sou o jarro. Rosa: E eu sou a rosa. Fada: Como és lindo, e que cheirinho tens… Musica: Todos dançam nos seus lugares. (Pirulito levanta-se e vai directo ao cravo (abelha levanta-se e anda á volta das flores) Abelha: O que vais fazer? Pirulito: Eu vou arrancar uma flor! Abelha: Arrancar uma flor? Não é possível! Pirulito: Claro que é possível, olha só para mim… pego nas minhas mãos, preparar, partida, e já cá está! Abelha: pára, para já, tu não sabes que não se pode tirar flores dos canteiros? Pirulito: Nos galinheiros?... Pintarolas: Aqui estás tu… e sempre a fazer das tuas! Não sabes que não se pode cortar as flores ou pisar os canteiros? Pirulito: óh mas eu não sabia! Só queria uma… (Neste momento entra o caçador correndo atrás das borboletas e estas fogem, as flores ficam tristes.) Joaninha: Alto aí, quem é o senhor? Coleccionador: Eu sou o coleccionador de borboletas… E vou apanha-las todas. Pirulito: ora muito bem… todos calados e muito atentos que eu já aprendi a lição! Senhor coleccionador não pode apanhar as borboletas o máximo que podemos fazer é deixá-lo tirar umas trografias…
  • 4. Pintarolas: nem fotografias, sabes dizer? Mas é mesmos assim… aprendes-te a lição, nunca devemos matar as borboletas porque elas são nossas amigas, e nunca devemos arrancar as flores não é pirulito? Pirulito: Sim Sim, é mesmo isso, Adeus meninos e meninas, senhoras e senhores, e não se esqueçam que a Natureza é de todos nós. Todos: Adeus e até qualquer dia. MUSICA Caixinha de Cores Tenho uma caixinha com lápis de cor. Vou pintar o mar o sol e as flores. REFRÃO O sol é vermelho azul é o mar, verdinha é a folha ao vento a dançar. Com amarelo vou pintar a lua, com o preto e branco as pedras da rua. REFRÃO Vou pintar com roxo um baguinho d`uva. Com azul clarinho vou pintar a chuva. REFRÃO Se eu quiser eu pinto a noite e o vento. Sete são as cores e outras mais invento.
  • 5. REFRÃO