SíNtese Ii Workshop

710 views
642 views

Published on

Published in: Business
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
710
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
9
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

SíNtese Ii Workshop

  1. 1. Síntese do II Workshop do BIDI Construindo um plano estratégico para o APL
  2. 2. Metodologia de construção do II Workshop • Análise da Matriz SWOT; • Levantamento das ações estratégicas em andamento; • Reflexão sobre o negócio, visão, missão, valores e governança do APL; • Elaboração de propostas de novas ações estratégicas.
  3. 3. Estrutura do workshop O evento se dividiu em três momentos: 1º - Apresentação das propostas aos participantes do evento 2º - Os participantes foram divididos em grupos para refletirem, complementarem e/ou alterarem as propostas 3º - Em uma plenária os grupos apresentaram seus pontos de vista sobre os temas que trabalharam. Todos os presentes puderam discutir o que foi apresentado. Ao final, com base no consenso, as propostas foram validadas.
  4. 4. Pensando Estrategicamente O negócio, a visão, a missão e a governança do APL foram, consensualmente, definidos pelos participantes. Estas proposições passam a ser a base referencial de construção do planejamento estratégico.
  5. 5. O negócio do APL • Soluções tecnológicas inovadoras de eletroeletrônica, informação e comunicação para o mercado mundial.
  6. 6. A visão do APL • Ser um APL reconhecido nacional e internacionalmente pela inovação, qualidade, credibilidade e tecnologia.
  7. 7. A missão do APL • Promover o desenvolvimento tecnológico, econômico e social do “Vale da Eletrônica” e região, por meio da atuação integrada de seus agentes.
  8. 8. Os valores do APL • Empreendedorismo • Credibilidade • Excelência educacional • Valorização do ser humano • Excelência tecnológica • Responsabilidade sócio- ambiental • Cooperação • Desenvolvimento sustentável • Inovação • Orgulho de pertencer à • Ética comunidade santarritense
  9. 9. A governança do APL A governança é o mecanismo que propicia a discussão aberta e construtiva dos interesses coletivos, com o objetivo de direcionar os esforços para o desenvolvimento local.
  10. 10. O Comitê Estratégico • A governança do APL será exercida por um Comitê Estratégico. • O Comitê será formado por 9 instituições: Sindvel, Senai, Associação Industrial, Sebrae, Acevale, Prefeitura Municipal, Inatel, Fai e Ete. • O Comitê Estratégico terá duas cadeiras reservadas para participações Ad hoc. • No primeiro ano de atividade do Comitê Estratégico o BIDI será o secretário executivo. • O Comitê Estratégico executará um conjunto de: 1) Funções Estruturais e 2) Funções de Alinhamento Estratégico
  11. 11. Sindvel BIDI (Secretário Inatel Senai Executivo) Assoc. ETE Industrial Comitê Estratégico FAI Sebrae Ad hoc Ad hoc Prefeitura Acevale
  12. 12. Funções Estruturais do Comitê • Definir programas de ação (curto, médio e longo prazos), através da elaboração, implementação e revisão do planejamento estratégico do APL; • Estruturar e acompanhar grupos temáticos para o desenvolvimento das ações planejadas; • Buscar recursos financeiros e humanos para implementar os programas de ação; • Acompanhar o processo de desenvolvimento do APL por meio de indicadores de desempenho.
  13. 13. Funções de Alinhamento do Comitê • Alinhar forças políticas e empresariais; • Criar um ambiente ou um espaço de integração das distintas competências já consolidadas nos diversos segmentos do APL de Santa Rita, visando fortalecer os esforços conjuntos entre estes segmentos. • Gerar o alinhamento de estratégias dentro de um setor, entre setores, e do APL como um todo, de modo que propicie uma adequada formulação nas ações estratégicas tendo em vista as mudanças decorrentes dos cenários externos e internos. • Conduzir o contínuo ajustamento das estratégicas elaboradas para cada ação estratégica com vistas ao aperfeiçoamento da Governança do APL.
  14. 14. Alinhamento Estratégico
  15. 15. Ações de Alinhamento Estratégico Ações Estratégicas Ações de Alinhamento Assessoria e •Alinhar uma agenda de monitoramento das necessidades de Capacitação treinamento e desenvolvimento de competências para o APL junto Empresarial aos atores do Comitê. •Alinhar a agenda de encontros técnicos, visitas e missões do APL , visando prospectar as tecnologias e as oportunidades de negócios ajustados ao cenário mundial e às principais tendências Prospecção internacionais; Tecnológica e de •Identificar as parcerias de negócios que se ajustem ao cenário Negócios prospectado, incentivando um trabalho integrado que resulte em inovações, guardando sempre as proporções da propriedade intelectual para cada participante
  16. 16. Ações Estratégicas Ações de Alinhamento •Alinhar uma agenda de investimento em estratégias de marketing, definindo-se a estrutura de captação de recursos, o alcance geográfico e o posicionamento a ser atingido; Plano de marketing •Monitorar os resultados obtidos pela estratégia de marketing por meio da criação de indicadores, e divulgar a sua eficiência junto ao APL •Desenvolver uma agenda de monitoramento de busca de gargalos Direcionamento de negócios que alavanquem o APL de SRS, e ajustá-la para novos periodicamente para incentivar a criação de novos empreendimentos empreendimentos no setor deficitário •Criar mecanismos de interligação entre as demandas do APL junto Assessoria à gestão à gestão pública municipal e desenvolver uma visão de excelência pública municipal no atendimento público ao APL
  17. 17. Ações Estratégicas As ações estratégicas foram propostas conforme as necessidades identificadas na Matriz SWOT.
  18. 18. Deficiências do APL apontadas pela Matriz SWOT Prospecção Gestão Gestão da Tecnológica Marketing Gestão Cadeia Empresarial e de do APL Pública Produtiva mercado Ações Estratégicas Propostas Direciona- Direciona- Prospecção Assessoria à Assessoria e mento para Tecnológica Plano de Gestão Capacitação novos e de Marketing Pública Empresarial empreen- empreen- Negócios Municipal dimentos
  19. 19. Assessoria e Capacitação Empresarial • Objetivo Geral Propiciar aos empresários locais um programa de capacitação e assessoria em gestão empresarial.
  20. 20. Assessoria e Capacitação Empresarial • Objetivos específicos a. Implantar cursos de aperfeiçoamento/especialização para gestores empresariais locais; b. Implantar o “Programa de Gestão Empresarial para Resultados” voltado ao desenvolvimento das empresas do APL Eletroeletrônico de Santa Rita do Sapucaí; c. Criar uma agência de gestão empresarial, que identifique as necessidades e ofertas de serviços de consultoria acessíveis às empresas do APL.
  21. 21. Programas que compõe a ação estratégica:
  22. 22. Assessoria e Capacitação Empresarial • Segundo os participantes do evento deve-se: – Oferecer cursos a um custo mínimo para os empresários, porém, estes não devem ser gratuitos; – Focar públicos-alvo diferentes nos cursos, baseado no nível de formação (médio ou superior) e na função exercida na empresa (operacional ou gerencial);
  23. 23. – Promover ações de capacitação empreendedora nos cursos técnicos, voltada especialmente para o desenvolvimento de Planos de Negócio; – Formatar e oferecer o “Programa de Gestão Empresarial para Resultados” de forma a atender grupos homogêneos de empresas por meio de programas personalizados; – Iniciar o “Programa de Gestão Empresarial para Resultados” deve com um projeto piloto do qual participarão 10 empresas com faturamento dentro de uma determinada faixa;
  24. 24. – Trazer profissionais com ampla experiência e conhecimento para a agência de consultoria, deixando os consultores locais para os acompanhamentos necessários dentro das empresas; – O BIDI deve manter um Banco de Consultorias e Consultores qualificados para atender às necessidades das empresas do APL; – O BIDI deve identificar e captar as demandas geradas pelas empresas e promover as negociações.
  25. 25. Prospecção Tecnológica e de Negócios • Objetivo Geral Estimular a inovação tecnológica e de modelo de negócios em toda a cadeia produtiva do APL, gerando negócios (produtos, processos e serviços) com alta densidade de conhecimento e tecnologia.
  26. 26. Prospecção Tecnológica e de Negócios • Objetivos específicos a. Identificar as principais demandas e gargalos tecnológicos no APL; b. Identificar os principais centros de pesquisa e desenvolvimento (P&D) e suas competências em eletroeletrônica no Brasil e exterior; c. Prospectar novas tecnologias e soluções para as principais demandas e gargalos tecnológicos do APL;
  27. 27. d. Identificar tendências e oportunidades tecnológicas e de negócios para o APL; d. Identificar e caracterizar os principais mercados para produtos fabricados no APL; e. Identificar projetos de pesquisa aplicada em instituições de ensino e pesquisa com potencial para se transformar em inovações tecnológicas e buscar parcerias no âmbito do APL para sua viabilização; f. Estimular o surgimento de novas empresas de base tecnológica voltadas para produtos, serviços e processos inovadores; g. Traçar cenários tecnológicos e de mercado para produtos eletroeletrônicos.
  28. 28. O esquema ilustra a essência da proposta:
  29. 29. Prospecção Tecnológica e de Negócios • Segundo os participantes do evento deve-se: – Buscar a melhor tecnologia que leve a uma padronização de componentes eletroeletrônicos usados pelas indústrias do APL de forma a permitir melhores condições de negociação e, consequentemente, maior competitividade; – Buscar novos mercados, alinhando as competências com as oportunidades e com as diretrizes estratégicas definidas pelos governos federal e estadual (Ex: mercados de bioengenharia e energia limpa).
  30. 30. Plano de Marketing • Objetivo geral Sistematizar ações mercadológicas que permitam aumentar a visibilidade da marca “Vale da Eletrônica”, em nível nacional e internacional.
  31. 31. Plano de Marketing • Objetivos específicos a. Concentrar ações junto aos meios de comunicação, que permitam levar aos públicos de interesse os principais diferenciais do APL, reforçando seu posicionamento estratégico; b. Desenvolver e implementar um projeto de identidade visual e de comunicação para a cidade, relacionado com a marca Vale da Eletrônica;
  32. 32. c. Estabelecer uma estratégia de consolidação e posicionamento para a marca “Vale da Eletrônica”; d. Implementar um programa de certificação para o uso da marca “Vale da Eletrônica”, de forma a preservar a sua imagem (valor da marca) de ações inadequadas provenientes de alguma empresa do APL.
  33. 33. Programas que compõe a ação estratégica:
  34. 34. Plano de Marketing • Segundo os participantes do evento deve-se: – Padronizar as ações de marketing realizadas no APL; – Buscar o reconhecimento público de que Santa Rita é o “Vale da Eletrônica”; – Criar um selo “Vale da Eletrônica”, com regras para cessão de uso da marca; – Reforçar as idéias de inovação e qualidade como palavras-chave no posicionamento mercadológico; – Desenvolver o endomarketing no APL; – Reforçar a assessoria de imprensa.
  35. 35. Direcionamento para novos empreendimentos • Objetivo geral Auxiliar novos empreendimentos com informações sobre a cidade e os procedimentos recomendados para a instalação de empresas, que estejam alinhadas com as competências necessárias para a complementação da cadeia produtiva do APL.
  36. 36. Direcionamento para novos empreendimentos • Objetivos específicos a. Identificar e divulgar as competências complementares que faltam no APL e que podem significar oportunidades de negócios; b. Elaborar um documento, nos moldes de um Manual, que apresente de forma simples e clara a infraestrutura existente e os procedimentos recomendados para a instalação de uma empresa no APL. O documento contemplará as questões legais, burocráticas e éticas que influenciam na abertura de um empreendimento no APL.
  37. 37. Programas que compõe a ação estratégica:
  38. 38. Direcionamento para novos empreendimentos • Segundo os participantes do evento deve-se: – Observar as questões trabalhistas relacionadas com a terceirização de serviços; – Focar as necessidades de complementação da cadeia produtiva; – Desenvolver estratégias para que o APL possa buscar oportunidades de novos negócios junto a novos mercados.
  39. 39. Assessoria à gestão pública municipal • Objetivo geral Atender à administração municipal atual com um programa de capacitação e assessoria em gestão.
  40. 40. Assessoria à gestão pública municipal • Objetivos específicos a. Implantar o “Programa de Gestão para Resultados” voltado ao desenvolvimento da cidade de Santa Rita do Sapucaí; b. Oferecer cursos de aperfeiçoamento e capacitação para gestores e funcionários públicos municipais.
  41. 41. Programas que compõe a ação estratégica:
  42. 42. Assessoria à gestão pública municipal • Segundo os participantes do evento deve-se: – Fazer o mapeamento das necessidades de capacitação da prefeitura; – Utilizar o mapeamento na formatação dos cursos; – Alinhar as ações da prefeitura com as demais ações realizadas no APL (workshops, planejamento participativo); – Capacitar a administração pública em gestão de projetos.
  43. 43. Sistema de Avaliação de Resultados SARE O SARE permite acompanhar a implementação das ações estratégicas e avaliar os seus resultados.
  44. 44. SARE Esquema Geral
  45. 45. Exemplo de SARE Projeto: Programa de Gestão Empresarial para Resultados
  46. 46. PRÓXIMA ETAPA Finalização do Trabalho
  47. 47. Agenda • Elaboração do Relatório Final para apresentação e disseminação entre os atores do APL: setembro 2009 • Detalhamento, planejamento e execução das ações estratégicas propostas: a partir de setembro 2009 • Formalização e operação do Comitê Estratégico do APL: outubro 2009
  48. 48. Equipe Responsável Profa. Msc. Aline Lourenço de Oliveira – BIDI / FAI Profa. Msc. Sandra Carvalho – BIDI / FAI Prof. Dr. Joel Yutaka Sugano – Consultor UFLA Prof. Dr. Daniel Carvalho de Rezende – Consultor UFLA Prof. Dr. Cleber Carvalho de Castro – consultor UFLA

×