Histórico do município de sarandi
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Like this? Share it with your network

Share
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
6,505
On Slideshare
5,401
From Embeds
1,104
Number of Embeds
11

Actions

Shares
Downloads
35
Comments
0
Likes
1

Embeds 1,104

http://blogdosonambulo.blogspot.com 836
http://blogdosonambulo.blogspot.com.br 101
http://www.blogdosonambulo.blogspot.com 57
http://www.blogdosonambulo.blogspot.com 57
http://www.controlesocialdesarandi.com.br 39
http://controlesocialdesarandi.com.br 4
http://blogdosonambulo.blogspot.jp 3
http://blogdosonambulo.blogspot.co.uk 2
http://webcache.googleusercontent.com 2
http://www.slideshare.net 2
http://blogdosonambulo.blogspot.ch 1

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. HISTÓRICO DO MUNICÍPIO DE SARANDI Sarandi foi fundado em maio de 1947 pela Companhia de Terras Norte doParaná, fez parte de um amplo projeto de colonização do norte paranaense, aomesmo tempo de Maringá. Nesse mesmo ano houve uma intensa corrida pioneira, sobretudo para Maringá,cuja atração eram as terras de alto teor de fertilidade. No entanto, a história daocupação territorial de Sarandi tem início em 1935, quando os primeiros habitanteseram, em sua maioria, imigrantes vindos do Estado de São Paulo, Minas e doNordeste brasileiro, sonhando com as riquezas do Norte do Paraná, adquiriram seuslotes de terras. A partir daí, os cafezais começaram a ser erradicados para dar lugaraos loteamentos. Com a venda dos lotes demarcados, o fluxo de convergência demoradores ao novo núcleo habitacional intensificou-se, sobretudo, dada a proximidadecom Maringá. Através da Lei Estadual 790 (14 de novembro de 1951) Sarandi tornou –sedistrito administrativo de Marialva, a partir de 1953 passa a ser administrado poragentes administrativos nomeados pelo prefeito de Marialva. No ano de 1966, atravésde Lei Estadual 5.311/66 foi elevado a distrito judiciário, o que lhe garantiurepresentante na Câmara Municipal de Marialva como vereador - Irineu Gonçalves deAguiar. A partir de 1974, teve início a expansão da área urbana do município. A expansãodo município se deu, ao contrário do que ocorreu em Maringá, de formacompletamente desordenada, sem nenhum planejamento urbanístico ou conjunto delegislação que pudesse definir um plano para a ampliação e o parcelamento dacidade. Em conseqüência deste descontrole, há grandes vazios urbanos que separamáreas mais próximas ao centro de outras zonas ocupadas, que estão ilhadas em plenazona agrícola. Vale registrar que, historicamente, o município foi vítima da ação dedespejo adotada pelo prefeito de Maringá, no período entre l.961 a 1.964, onde aspessoas eram conduzidas para fora dos limites da cidade. Segundo Caniatto (1995), em sua pesquisa realizada através de um projeto deextensão da Universidade Estadual de Maringá, nos anos de 1982 a 1987, aPrefeitura Municipal de Maringá entrou com a polícia e tratores na Favela doCemitério, derrubando os barracos onde moravam várias famílias oferecendo-lhesuma indenização espúria para deixarem a área. Assim, seus pertences eramcolocados em caminhões e deixados na beira da estrada em municípios vizinhos.
  • 2. A cidade possui hoje oitenta e cinco bairros implantados, entretanto, apenas 50%do espaço incorporado está ocupado. A maioria dos loteamentos foi aberta semasfalto, água, esgoto ou energia elétrica, ou seja, sem a infra-estrutura básicanecessária. O município de Sarandi possui uma área de 113.350 km2 dividido em zona rurale urbana com 85 bairros. Localizado no norte do Paraná, a cerca de 412 quilômetrosde Curitiba, capital do Estado, é a vigésima segunda cidade paranaense empopulação e a segunda maior da micro região 9, composta de 30 municípios. O crescimento demográfico de Sarandi tem seu marco em 1976 quando aindaera distrito de Marialva, o qual recebeu a população da área rural que deixou o campopor força da geada que dizimou os cafezais, momento em que o governo federaliniciou incentivo para plantação de soja. Com a política agrícola mecanizada aumentao êxodo rural, fazendo com que as pessoas procurem núcleos urbanos para instalar-se. Como em Sarandi o preço dos lotes era mais ameno que em Maringá, nãosomente os moradores do município procuraram loteamentos, mas toda região. A economia do município está baseada, principalmente, na prestação deserviços e fornecimento da força de trabalho à cidade de Maringá - pólo industrial ecomercial da região atribuindo à Sarandi o título de cidade dormitório. Sem dúvida,esse é um quadro econômico que, precisa ser (des) construído, pois ao mesmo tempoem que trabalham, os assalariados também consomem em Maringá, o que significauma redução nas possibilidades de arrecadação do município. Do ponto de vista social, as conseqüências de baixa arrecadação somada à faltada política de desenvolvimento econômico ao longo dos anos em Sarandi, têmrefletido drasticamente nas políticas públicas, afetando as áreas como a de saúde,educação, habitação, trabalho, assistência social, segurança e outras. No entanto,Maringá tem sido reconhecidamente elemento importante enquanto cidade pólo nosentido de atração de investimentos para a Região, bem como na sustentaçãoeconômica através dos postos de trabalho ofertados à população dos municípiosvizinhos. Equipe O Diário.