0
COMPUTAÇÃO EM NUVEM: ESTUDO DE CASO EM UMA EMPRESA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Allan Reis Leonardo Anthony Nivaldo Leite P...
INTRODUÇÃO <ul><ul><li>Computação em Nuvens ( Cloud Computing ) são serviços acessíveis pela internet que procuram se asse...
<ul><ul><li>No entanto, pairam algumas dúvidas sobre esse novo paradigma. Um motivo para isso é que há tantas áreas afetad...
<ul><ul><li>- Como os aplicativos estarão instalados em servidores, os computadores estão predestinados a desaparecer? </l...
OBJETIVO <ul><ul><li>Tem-se como objetivo, analisar o paradigma de “Computação em Nuvens”, enfatizando no impacto das muda...
REFERENCIAL TEÓRICO <ul><ul><li>Camada de serviços </li></ul></ul><ul><ul><li>-  Software como Serviço (SAAS):  É a camada...
REFERENCIAL TEÓRICO <ul><ul><li>- Plataforma como Serviço (PAAS):  É a camada em que vemos a infraestrutura da aplicação e...
REFERENCIAL TEÓRICO <ul><ul><li>Tipos de Nuvens </li></ul></ul><ul><ul><li>-  Nuvens públicas:  são serviços de nuvem pres...
REFERENCIAL TEÓRICO <ul><ul><li>-  Nuvens híbridas:  é uma combinação de nuvens públicas e privadas. Estas nuvens seriam c...
REFERENCIAL TEÓRICO <ul><ul><li>Vantagens </li></ul></ul><ul><ul><li>- Maior acessibilidade à informação digitalizada;  </...
REFERENCIAL TEÓRICO <ul><ul><li>Segurança </li></ul></ul><ul><ul><li>- Segurança e regulamentos de conformidade </li></ul>...
METODOLOGIA <ul><ul><li>Pretende-se, através de pesquisas bibliográficas, artigos científicos e sites especializados, desc...
CONCLUSÃO <ul><ul><li>Conclui-se neste estudo que o mercado caminha para a tendência de Computação em Nuvem e nos próximos...
LIMITAÇÕES <ul><ul><li>Considera-se como limitação a esse estudo o fato de não obtermos respostas de entrevistas enviadas ...
REFERÊNCIAS <ul><ul><li>ALECRIM, Emerson. Gestão de informação através da Internet.  Infowester.com . Disponível em: <http...
REFERÊNCIAS <ul><ul><li>CERVO, Amado Luiz; et al.  Metodologia cientifica . 6.ed., São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2007....
REFERÊNCIAS <ul><ul><li>MILLER, Michael.  Cloud Computing: Web-Based Applications That Change the Way You Work and Collabo...
Muito Obrigado
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Computação em Nuvem - Cloud Computing

5,910

Published on

COMPUTAÇÃO EM NUVEM: ESTUDO DE CASO EM UMA EMPRESA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

Published in: Technology
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
5,910
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
239
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Computação em Nuvem - Cloud Computing"

  1. 1. COMPUTAÇÃO EM NUVEM: ESTUDO DE CASO EM UMA EMPRESA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Allan Reis Leonardo Anthony Nivaldo Leite Pablo Tavares Faculdade Pitágoras PROJETO DE REDES DE COMPUTADORES
  2. 2. INTRODUÇÃO <ul><ul><li>Computação em Nuvens ( Cloud Computing ) são serviços acessíveis pela internet que procuram se assemelhar a um sistema operacional. </li></ul></ul><ul><ul><li>Consiste em compartilhar ferramentas computacionais pela interligação dos sistemas, sem a necessidade de ferramentas locais tornando-se mais viável do que o uso de unidades físicas (servidores, estações, etc..). </li></ul></ul>Figura1: Mudança de Paradigmas (IBM). Fonte: AMRHEIN; I QUINT (2009).
  3. 3. <ul><ul><li>No entanto, pairam algumas dúvidas sobre esse novo paradigma. Um motivo para isso é que há tantas áreas afetadas pela Computação em Nuvem que fica difícil determinar exatamente que impacto o conceito terá. </li></ul></ul><ul><ul><li>- O que acontecerá com os atuais sistemas de hardware e software de uma empresa de T.I, uma vez que o processamento e o armazenamento de dados dependerão de empresas que fornecerão serviços remotos? </li></ul></ul><ul><ul><li>- Que tipo de serviços são ou serão adequados para a empresa nesse novo e promissor ambiente virtual? </li></ul></ul>INTRODUÇÃO
  4. 4. <ul><ul><li>- Como os aplicativos estarão instalados em servidores, os computadores estão predestinados a desaparecer? </li></ul></ul><ul><ul><li>- O que acontecerá com os tradicionais programadores de sistemas e outros cargos de T.I? </li></ul></ul><ul><ul><li>- Os dados e informações da empresa estarão seguros uma vez de que os Data Centers compartilham os mesmos recursos com outros clientes? </li></ul></ul>INTRODUÇÃO
  5. 5. OBJETIVO <ul><ul><li>Tem-se como objetivo, analisar o paradigma de “Computação em Nuvens”, enfatizando no impacto das mudanças decorrentes da esperada adesão social. </li></ul></ul><ul><ul><li>Serão abordados os seguintes aspectos: conceitos, aplicabilidades, segurança das informações, os aplicativos das empresas que utilizarão a tecnologia, o futuro dos computadores e funcionários de TI da empresa, as vantagens e desvantagens para a empresa na utilização da tecnologia. </li></ul></ul>
  6. 6. REFERENCIAL TEÓRICO <ul><ul><li>Camada de serviços </li></ul></ul><ul><ul><li>- Software como Serviço (SAAS): É a camada de serviços de aplicação, hospeda aplicativos que beneficiam os consumidores liberando-os da instalação e manutenção do software , podem ser usados através de modelos de licenciamento que dão suporte a conceitos de pagamento por uso. </li></ul></ul>Figura 2 – Solução ERP. Fonte: ALECRIM (2008).
  7. 7. REFERENCIAL TEÓRICO <ul><ul><li>- Plataforma como Serviço (PAAS): É a camada em que vemos a infraestrutura da aplicação emergir como um conjunto de serviços. </li></ul></ul><ul><ul><li>- Infraestrutura como Serviço (IAAS): Trata-se do fornecimento de infraestrutura de informática, geralmente na forma de virtualização. </li></ul></ul>Figura 3 - Serviços em nuvens (IBM). Fonte: AMRHEIN; I QUINT (2009).
  8. 8. REFERENCIAL TEÓRICO <ul><ul><li>Tipos de Nuvens </li></ul></ul><ul><ul><li>- Nuvens públicas: são serviços de nuvem prestados por terceiros (fornecedor). Eles existem além do firewall da empresa, e são totalmente hospedados e gerenciados pelo provedor da nuvem. </li></ul></ul><ul><ul><li>- Nuvens privadas: são serviços de nuvem prestados dentro da empresa. Estas nuvens existem dentro do firewall da empresa e são gerenciadas por ela. </li></ul></ul>
  9. 9. REFERENCIAL TEÓRICO <ul><ul><li>- Nuvens híbridas: é uma combinação de nuvens públicas e privadas. Estas nuvens seriam criadas tipicamente pela empresa, e as responsabilidades de administração ficariam divididas entre a empresa e o provedor de nuvem pública. </li></ul></ul>Figura 4 - Categorias de nuvens (IBM). Fonte: AMRHEIN; I QUINT (2009)
  10. 10. REFERENCIAL TEÓRICO <ul><ul><li>Vantagens </li></ul></ul><ul><ul><li>- Maior acessibilidade à informação digitalizada; </li></ul></ul><ul><ul><li>- Inclusão digital das camadas mais pobres da população; </li></ul></ul><ul><ul><li>- Computadores mais baratos, leves e portáteis; </li></ul></ul><ul><ul><li>- Programas oferecidos gratuitamente ou com preços reduzidos; </li></ul></ul><ul><ul><li>- Mobilidade, acessibilidade à informação e armazenamento; </li></ul></ul><ul><ul><li>- Redução de custos em, TI (nível empresarial). </li></ul></ul>
  11. 11. REFERENCIAL TEÓRICO <ul><ul><li>Segurança </li></ul></ul><ul><ul><li>- Segurança e regulamentos de conformidade </li></ul></ul><ul><ul><li>- Recursos que não são encontrados em uma nuvem pública </li></ul></ul><ul><ul><li>- Nuvem particular como propriedade financeira </li></ul></ul><ul><ul><li>- Segurança e privacidade </li></ul></ul><ul><ul><li>- Compliance </li></ul></ul><ul><ul><li>- Aspectos legais e contratuais </li></ul></ul>
  12. 12. METODOLOGIA <ul><ul><li>Pretende-se, através de pesquisas bibliográficas, artigos científicos e sites especializados, descrever a prática e o funcionamento da Cloud Computing (Computação em Nuvens) nas empresas. Também constarão no trabalho figuras com o objetivo de facilitar a compreensão e funcionamento da tecnologia. </li></ul></ul>
  13. 13. CONCLUSÃO <ul><ul><li>Conclui-se neste estudo que o mercado caminha para a tendência de Computação em Nuvem e nos próximos anos os seus conceitos serão amplamente difundidos com o avanço da tecnologia. </li></ul></ul><ul><ul><li>Para esta realidade chegar ao alcance de todos, tem-se investido maciçamente em segurança da informação, velocidade de provedores, internet e aperfeiçoamento de aplicativos com processamento compartilhado. </li></ul></ul>
  14. 14. LIMITAÇÕES <ul><ul><li>Considera-se como limitação a esse estudo o fato de não obtermos respostas de entrevistas enviadas para empresas de TI que trabalham com a tecnologia de Computação em Nuvem, logo a parte empírica do trabalho não pode ser totalmente concretizada. </li></ul></ul>
  15. 15. REFERÊNCIAS <ul><ul><li>ALECRIM, Emerson. Gestão de informação através da Internet. Infowester.com . Disponível em: <http://www.infowester.com/blog/datasul-by-you-ecm-gestao-de-informacao-atraves-da-internet> Acesso em: 20 Fev. 2010. </li></ul></ul><ul><ul><li>AMRHEIN, Dustin; et QUINT, Scott. Cloud Computing for the enterprise. IBM . 2009. Disponível em: <http://www.ibm.com/developerworks/websphere/techjournal/0904_amrhein/0904_amrhein.html> Acesso em: 04 Dez. 2009. </li></ul></ul><ul><ul><li>AULBACH, Stefan; et al. A Comparison of Flexible Schemas for Software as a Service . 35th SIGMOD - International Conference on Management of Data, 2009. </li></ul></ul><ul><ul><li>BARROS, Fabio. Cloud Computing: Prepare-se para a nova onda em tecnologia . Computerworld, Ano XVI, n.511, Abr., 2008. </li></ul></ul><ul><ul><li>CANCIAN, Maria Heil. Uma Proposta de Guia de Referência para Provedores de Software como um Serviço . Dissertação de Mestrado em Engenharia de Automação e Sistemas, Universidade Federal de Santa Catarina, 2009. </li></ul></ul><ul><ul><li>CARVALHO, Davi. O que é Cloud Computing? Soasimples.com . 2008. Disponível em: <http://soasimples.com/blog/?p=213> Acesso em: 26 Fev. 2010. </li></ul></ul>
  16. 16. REFERÊNCIAS <ul><ul><li>CERVO, Amado Luiz; et al. Metodologia cientifica . 6.ed., São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2007. </li></ul></ul><ul><ul><li>FERREIRA, Aurélio Buarque de Holanda. Novo Dicionário da Língua Portuguesa . Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1975. </li></ul></ul><ul><ul><li>GIUSTI, Tiago de Faveri; et al. Arquitetura Orientada a Serviços (SOA) em Ambientes Corporativos . V Congresso sul catarinense de Computação: UNESC - Criciúma, 2008. </li></ul></ul><ul><ul><li>HAYES, Brian. Cloud Computing . Communications of The ACM, Vol.51, n.7, Jul. 2009. </li></ul></ul><ul><ul><li>MACKENZIE, C. Matthew; et al. Reference Model for Service Oriented Architecture . OASIS Standard, Oct., 2006. </li></ul></ul><ul><ul><li>MCAFEE, A. P. Enterprise 2.0: the dawn of emergent collaboration . Engineering Management Review, IEEE, v. 34, n. 3, 2006. </li></ul></ul>
  17. 17. REFERÊNCIAS <ul><ul><li>MILLER, Michael. Cloud Computing: Web-Based Applications That Change the Way You Work and Collaborate Online . Que Editor, ISBN: 0789738031, 2008. </li></ul></ul><ul><ul><li>REESE, George. Cloud Application Architectures: Building Applications and Infrastructure in the Cloud . O Reilly Editor, 2009. </li></ul></ul><ul><ul><li>TAURION, César. Cloud Computing: Computação em Nuvem: transformando o mundo da Tecnologia da informação . RJ: Brasport, 2009. </li></ul></ul>
  18. 18. Muito Obrigado
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×