Open Innovation e o Cenário Brasileiro
 Criação de Programas de Inovação
O que é Open Innovation?
Closed Innovation
Pesquisa       Desenvolvimento




           Empresa A




           Empresa B
Closed Innovation

               Nova tecnologia




Investimento
                             Novos Produtos
   em P&D

...
Closed Innovation


                                                           Se nós criarmos as
 Nós mesmos devemos     ...
Distribuição do conhecimento
Distribuição do conhecimento
Investimento em Venture Capital - EUA




                                                 ...
                           ...
P&D nas empresas

Gastos com P&D nos EUA por tamanho de empresa

 Tamanho Empresa                            1981         ...
Crescimento da Receita vs. P&D




                                                                   11%
                ...
Nova tecnologia




Aquisição ou                                                 Engenheiros-
               Investimento ...
Caso Xerox PARC
Caso Xerox PARC




Fonte: Henry Chesbrough ,Open Innovation, 2003
Valor de mercado Xerox vs. Spin offs

                                                         Soma




                  ...
Caso Xerox PARC

Sucessos:
• Venceu a barreira de entrada da tecnologia
  de xerografia
• Sobreviveu à concorrência de emp...
o Para vencer deve-se pensar     o Ninguém tem toda a informação
  alguns movimentos adiante      o Para continuar no jogo...
Open Innovation

  “Novo paradigma que considera que as empresas
podem e devem usar idéias internas e externas, assim
como...
Open Innovation
Pesquisa              Desenvolvimento
                                               Novo
                ...
Caso IBM
 Modelo Fechado (1945-                                  Modelo Aberto (após
                             Transiçã...
Transferências de Patentes
                                                       Total de patentes
                Empres...
Receita IBM

        “A IBM, líder do ranking americano de publicação de patentes pelo 15º
         ano consecutivo, ganha...
Intel: modelo de inovação aberta

                             Intel não visa criar novas
 P&D – investimento em       pat...
Funil de desenvolvimento na Intel




Fonte: Henry Chesbrough, Open Innovation and Open Business Models: Thriving in the n...
Closed Innovation vs. Open Innovation

                                                 Nem todos os talentos do setor tra...
Modelo fechado            Modelo fechado             Modelo aberto
            (no passado)                (hoje)         ...
“A Era da Inovação no Brasil”
                                            • Lei de Inovação

                             ...
Marco legal da inovação tecnológica

                     Lei de Inovação - nº 10.973 12/2004

                    • Cria ...
Lei do Bem

    • Exclusão de 100% dos

1     dispêndios com Inovação
      Tecnológica da Base de Cálculo
      (BC) do I...
Lei do Bem – Exemplo de Ganho
Projeto Modelo:
Compra de Equipamentos:        50.000,00
Serviços de Terceiros:         40.0...
Lei do Bem – Artigo 19-A
•   Art. 19-A. A pessoa jurídica poderá excluir do lucro líquido, para efeito de apuração do lucr...
P&D executado nas Empresas




Fonte: OCDE, MCT
Parques tecnológicos
  Sistema Paulista de Parques Tecnológicos
          Decreto de 06/02/2006

óptica, materiais,
   agr...
NITs
Incubadoras




Fonte: ANPROTEC
Fomento



         PIPE - Programa de                        PITE - Pesquisa em
                                         ...
Fomento




                                                      Subvenção
               Subvenção
                     ...
Fomento

                                        FNDCT
    R$ milhões




                                                ...
Fomento
                  R$ Milhões correntes   Recursos para fomento à pesquisa




Fonte: Plano de Ação 2007-2010 - MCT
Private Equity e Venture Capital
          Capital comprometido em operações de Private Equity e Venture
                 ...
Prof. Henry Chesbrough

    Henry Chesbrough foi indicado como Top 50 Innovator
    pela revista Scientific American. É au...
Livros
Questões?


O Open Innovation pode ser aplicado à realidade das
empresas no Brasil?


Como o Open Innovation pode contribu...
Evento
DATA E LOCAL
16 de junho de 2008
das 8h30 às 19h00
World Trade Center – São Paulo - SP – Brasil

PÚBLICO
Público Es...
Realização
Bruno Rondani – rondani@allagi.com.br
Fabiano Armellini – armellini@allagi.com.br
  Rafael Rocha Levy – levy@allagi.com.br...
Palestra Open Innovation - Allagi - Maio 2008 - Inovação Aberta no Brasil
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Palestra Open Innovation - Allagi - Maio 2008 - Inovação Aberta no Brasil

3,514

Published on

Open Innovation e o Cenário Brasileiro
Criação de Programas de Inovação
Inovação Aberta no Brasil

0 Comments
4 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
3,514
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
215
Comments
0
Likes
4
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Palestra Open Innovation - Allagi - Maio 2008 - Inovação Aberta no Brasil

  1. 1. Open Innovation e o Cenário Brasileiro Criação de Programas de Inovação
  2. 2. O que é Open Innovation?
  3. 3. Closed Innovation Pesquisa Desenvolvimento Empresa A Empresa B
  4. 4. Closed Innovation Nova tecnologia Investimento Novos Produtos em P&D Aumento de vendas e lucros
  5. 5. Closed Innovation Se nós criarmos as Nós mesmos devemos Se descobrirmos antes, maiores e melhores idéias descobrir, desenvolver e conseguiremos colocar no em nosso setor, vender mercado primeiro venceremos Devemos controlar nossa Propriedade Intelectual, a Devemos contratar os fim de que nossos melhores talentos concorrentes não lucrem com nossas idéias
  6. 6. Distribuição do conhecimento
  7. 7. Distribuição do conhecimento
  8. 8. Investimento em Venture Capital - EUA ... ... ... Fonte: National Venture Capital Association
  9. 9. P&D nas empresas Gastos com P&D nos EUA por tamanho de empresa Tamanho Empresa 1981 1989 1999 2005 < 1000 funcionários 4,5% 9,0% 22,5% 24,0% 1000–4999 6, 0% 7,5% 13,5% 15,5% 5000–9999 6,0% 5,5% 9,0% 8,0% 10000–24999 13,0% 10,0% 13,5% 15,0% 25000+ 71,0% 67,5% 41,5% 37,5% Fonte: National Science Foundation, Science Resource Studies, Survey of Industrial Research Development
  10. 10. Crescimento da Receita vs. P&D 11% 15% Fonte: Dado da Indústria Farmacêutica, extratido de Henry Chesbrough , Open Business Models, 2006
  11. 11. Nova tecnologia Aquisição ou Engenheiros- Investimento chave abrem abertura de Novos Produtos em P&D novo negócio capital Aumento de vendas e lucros Venture Capital
  12. 12. Caso Xerox PARC
  13. 13. Caso Xerox PARC Fonte: Henry Chesbrough ,Open Innovation, 2003
  14. 14. Valor de mercado Xerox vs. Spin offs Soma Xerox Fonte: Henry Chesbrough ,Open Innovation, 2003
  15. 15. Caso Xerox PARC Sucessos: • Venceu a barreira de entrada da tecnologia de xerografia • Sobreviveu à concorrência de empresas japonesas Fracassos: • Não foi capaz de identificar valor em algumas tecnologias desenvolvidas no PARC • Não soube oferecer ao mercado soluções diferentes do seu modelo de negócios
  16. 16. o Para vencer deve-se pensar o Ninguém tem toda a informação alguns movimentos adiante o Para continuar no jogo, você deve o Objetivo é buscar posição de decidir se paga ou não para ver a controle próxima carta o Se tiver uma boa mão deve o Peças conhecidas decidir se aumenta a aposta ou o Tabuleiro bem definido não
  17. 17. Open Innovation “Novo paradigma que considera que as empresas podem e devem usar idéias internas e externas, assim como caminhos internos e externos para o mercado”
  18. 18. Open Innovation Pesquisa Desenvolvimento Novo Mercado Spin out Mercado Atual Empresa A Licenciamento Mercado Atual Empresa B Spin in Aquisição
  19. 19. Caso IBM Modelo Fechado (1945- Modelo Aberto (após Transição (1980-1992) 1980) 1992) • Invenção do curso de • Erosão 1: Disseminação • Foco na cadeia de valor Ciências da das Ciências da de seus clientes Computação Computação • Uso de tecnologia • Investimento em P&D • Erosão 2: Venture externa para manter hegemonia Capital • Componentes à venda • Sistema 360 – • Erosão 3: Migração de • Venda de desenvolvimento talentos desenvolvimento : vertical • Erosão 4: “Percepção” programa “First of a • Gestão defensiva de PI equivocada da cadeia kind” • Componentes não de valor em TI • Licenciamento de estão à venda • Experiência de quase- patentes (*) • Terceirização de morte (1992) tecnologias consideradas não críticas
  20. 20. Transferências de Patentes Total de patentes Empresa transferidas Patentes recebidas (%) Patentes entregues (%) IBM 40.433 2% 5% Hitachi 33.372 7% 1% NEC 21.756 2% 2% Fujitsu 19.964 3% 3% Hewlett-Packard 18.802 3% 2% Motorola 18.654 3% 28% Xerox 16.265 4% 53% Lucent 13.938 3% 27% Texas Instruments 12.599 3% 4% Micron Technology 12.580 9% 1% Intel 10.488 10% 1% Corning 8.813 24% 5% AMD 8.111 5% 7% Alcatel 6.475 28% 6% Ericsson 6.473 9% 4% STMicroelectronics 5.592 13% 0% Nortel 5.481 49% 6% Sun Microsystems 4.679 6% 0% Nokia 4.147 9% 2% Fonte: Henry Chesbrough , Open Business Models, 2006
  21. 21. Receita IBM “A IBM, líder do ranking americano de publicação de patentes pelo 15º ano consecutivo, ganha US$ 2 bilhões anuais por meio de seu sistema de licenciamento, o equivalente a um terço de seu gasto de pesquisa e desenvolvimento.” Fonte: Revista Época Negócios, “Quem disse que elefantes não voam?”, Fevereiro 2008
  22. 22. Intel: modelo de inovação aberta Intel não visa criar novas P&D – investimento em patentes, mas sim acesso pesquisa na universidade privilegiado às novas tecnologias Foco na cadeia de valor do seu modelo de negócios: criação de arquiteturas e Intel Capital sistemas que combinam tecnologias internas e externas
  23. 23. Funil de desenvolvimento na Intel Fonte: Henry Chesbrough, Open Innovation and Open Business Models: Thriving in the new innovation landscape, 2007
  24. 24. Closed Innovation vs. Open Innovation Nem todos os talentos do setor trabalham Devemos contratar os melhores talentos para nós O P&D externo pode criar valor significativo Nós mesmos devemos descobrir, desenvolver e vender O P&D interno é necessário para capturar parte deste valor Se descobrirmos antes, conseguiremos colocar Nós não precisamos originar a pesquisa para no mercado primeiro lucrar a partir dela Se nós criarmos as maiores e melhores idéias Se fizermos o melhor uso de idéias internas em nosso setor, venceremos e externas venceremos Devemos controlar nossa propriedade Podemos lucrar com o uso de nossa intelectual, a fim de que nossos concorrentes propriedade intelectual por parte de não lucrem com nossas idéias terceiros
  25. 25. Modelo fechado Modelo fechado Modelo aberto (no passado) (hoje) (futuro) Receita Novos mercados Novas Spin-offs Receitas Royalties Receita Receita Receita Custos de Custos de desenvolvimento interno desenvolvimento interno Custos de e externo desenvolvimento interno Custos
  26. 26. “A Era da Inovação no Brasil” • Lei de Inovação • Lei do Bem • Programa Subvenção Pesquisador na Empresa – 01,02,03/2006 Finep • Subvenção Econômica à Inovação – 01/2006 e 01/2007 • Programas Capital Empreendedor Finep • Programas das FAPs (PIPE, PITE, PAPPE) • Programas de Financiamentos Reembolsáveis Finep, BNDES • Fundos Setoriais • Bolsas CNPq, etc... Extraído da Revista AMANHÃ, novembro 2006 Matéria de Capa, Guilherme Damo
  27. 27. Marco legal da inovação tecnológica Lei de Inovação - nº 10.973 12/2004 • Cria um ambiente propício às parcerias estratégicas entre poder público, agências de fomento, empresas nacionais, instituições científicas e tecnológicas e organizações de direito privado sem fins lucrativos voltadas para atividades de P&D. Lei do Bem - Capítulo III - nº 11.196 11/2005 • Oferece incentivos fiscais para apoiar as atividades de pesquisa, desenvolvimento e inovação tecnológica das empresas. Ministério da Ciência e Tecnologia - http://www.mct.gov.br/index.php/content/view/4942.html
  28. 28. Lei do Bem • Exclusão de 100% dos 1 dispêndios com Inovação Tecnológica da Base de Cálculo (BC) do IR e da CSLL. 5 • Depreciação Acelerada • 2x + usual • Exclusão adicional de 60% dos 2 dispêndios com Inovação Tecnológica da Base de Cálculo (BC) do IR e da CSLL. 6 • Amortização Acelerada 3 • Aumento da exclusão adicional para 80%, conforme aumento no número de pesquisadores. 7 • Crédito do imposto sobre a renda retido na fonte (pagamento de royalties) 4 • Redução de 50% de IPI 8 • Redução a zero da alíquota do imposto sobre a renda retido na fonte (despesas com patentes)
  29. 29. Lei do Bem – Exemplo de Ganho Projeto Modelo: Compra de Equipamentos: 50.000,00 Serviços de Terceiros: 40.000,00 Mão de obra própria: 30.000,00 Royaltes ao exterior: 10.000,00 Total de gastos do Projeto: 130.000,00 IPI: Alíquota (10%) 5.000,00 Desconto de 50%: (Art.: 3º, Inc.: II): 2.500,00 Depreciação acelerada (Art.: 3º, Inc.: III): (10% ao ano / WACC: 19% / IR: 25%) Valor Presente Depr. Normal: 6.454,00 Valor Presente Depr. Acelerada: 10.334,00 Ganho pode chegar Ganho: 3.880,00 IRRF remessas ao exterior: a 34% do valor do IR sobre remessa 15%: 1.500,00 projeto Crédito do IR 20% (Art.: 3º, Inc.: V): 300,00 Exclusão da BC do IR e CS: 60% dos dispêndios:(Caput Art.8º) 70.000,00 IR e CS - 34% 14.280,00 Ganho total na operação: 20.960,00 16,1%
  30. 30. Lei do Bem – Artigo 19-A • Art. 19-A. A pessoa jurídica poderá excluir do lucro líquido, para efeito de apuração do lucro real e da base de cálculo da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido - CSLL, os dispêndios efetivados em projeto de pesquisa científica e tecnológica e de inovação tecnológica a ser executado por Instituição Científica e Tecnológica - ICT (...). • § 1o A exclusão de que trata o caput deste artigo: • I - corresponderá, à opção da pessoa jurídica, a no mínimo a metade e no máximo duas vezes e meia o valor dos dispêndios efetuados (...) Exclusão de 50% a 250% dos dispêndios com projetos em parceria com universidades da base de cálculo do IR e CSLL Pode-se chegar entre 85% e 100%* de economia no valor do projeto caso a empresa abra mão da Propriedade Intelectual! (*Bancos: 25% de IR de 15% de CSLL)
  31. 31. P&D executado nas Empresas Fonte: OCDE, MCT
  32. 32. Parques tecnológicos Sistema Paulista de Parques Tecnológicos Decreto de 06/02/2006 óptica, materiais, agricultura TI e Aeronáutica e Telecom aeroespacial Software, médica, energia, biotecnologia e nanotecnologia
  33. 33. NITs
  34. 34. Incubadoras Fonte: ANPROTEC
  35. 35. Fomento PIPE - Programa de PITE - Pesquisa em Convênios com Inovação Tecnológica Parceria para Inovação Empresas em Pequena Empresa Tecnológica Empresa Data Valor R$ • Criado em 1997 • Criado em 1995 Ouro Fino Jul/06 2 mi • 723 projetos • 49 projetos Oxiteno Nov/06 6 mi contratados aprovados Fleury Nov/06 1,4 mi • Até R$ 725 mil por Microsoft Abr/07 1,4 mi projeto Telefônica Abr/07 24 mi • Empresas faturam: Padtec Jun/07 40 mi R$ 136 milhões Dedini Jun/07 100 mi Braskem Fev/08 50 mi Fonte: Apresentação Diretoria Científica Fapesp - 06/08/2007
  36. 36. Fomento Subvenção Subvenção Pesquisador na INOVAR Econômica Empresa • Desde 2006 • Desde 2006 • Desde 2000 • 2006: R$ 300 mi • 2006: R$ 60 mi • Seed Capital e • 2007: R$ 450 mi Venture Capital • 52% para MPEs • R$ 340 milhões Fonte: Site Finep / Plano de Ação 2007-2010 - MCT
  37. 37. Fomento FNDCT R$ milhões Orçamento previsto Fundos Setoriais Fonte: Plano de Ação 2007-2010 - MCT
  38. 38. Fomento R$ Milhões correntes Recursos para fomento à pesquisa Fonte: Plano de Ação 2007-2010 - MCT
  39. 39. Private Equity e Venture Capital Capital comprometido em operações de Private Equity e Venture Capital e no Brasil (em US$ bilhões) Fonte: Revista Valor Financeiro Especial – Setembro 2007
  40. 40. Prof. Henry Chesbrough Henry Chesbrough foi indicado como Top 50 Innovator pela revista Scientific American. É autor do Open Innovation: The New Imperative for Creating and Profiting from Technology, considerado um dos melhores livros de negócios dos últimos anos, e do Open Business Models: How to Thrive in the New Innovation Landscape, publicação que detalha como implementar modelos abertos e tem influenciado os modelos de negócios de inúmeras empresas de sucesso. É professor da Universidade da Califórnia – Berkeley, onde lidera pesquisas relacionadas ao Open Innovation.
  41. 41. Livros
  42. 42. Questões? O Open Innovation pode ser aplicado à realidade das empresas no Brasil? Como o Open Innovation pode contribuir com as políticas públicas de incentivo à inovação? Quais oportunidades de empreendedorismo de startups e corporativo podem ser criadas pela adotação do Open Innovation?
  43. 43. Evento DATA E LOCAL 16 de junho de 2008 das 8h30 às 19h00 World Trade Center – São Paulo - SP – Brasil PÚBLICO Público Estimado: 500 participantes Público-alvo: representantes de empresas, universidades, centro/grupos de pesquisa, órgãos do governo, empreendedores e investidores
  44. 44. Realização
  45. 45. Bruno Rondani – rondani@allagi.com.br Fabiano Armellini – armellini@allagi.com.br Rafael Rocha Levy – levy@allagi.com.br www.allagi.com.br
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×